• malignas
  • A avaliação da presença de destruição óssea provocada por neoplasias malignas de boca e orofaringe é um fator de fundamental importância no estabelecimento da terapêutica adequada para o caso, como também, para a determinação do prognóstico do paciente. (usp.br)
  • Concluindo, observou-se que a identificação de determinados parâmetros clínicos como localização, forma de apresentação clinica, tamanho da lesão e a presença de metástases à distância, associado a um criterioso exame físico regional podem servir como valiosas ferramentas para a análise de envolvimento ósseo por neoplasias malignas de boca e orofaringe. (usp.br)
  • 10 Sufixo BLASTOMA para indicar neoplasias malignas que reproduzem tecidos embrionários rios e são encontrados principalmente na infância. (docplayer.com.br)
  • pode ser
  • Uma célula ou tecido pode ser chamada de determinada quando é capaz de se diferenciar autonomamente mesmo quando é colocado em outra região do embrião. (wikipedia.org)
  • celular
  • Clinicamente, seu comportamento é agressivo(estadiamento B3 de ENNEKING), com crescimento rápido, às vezes em semanas, apesar de oligossintomático, levando ao afinamento e ruptura da cortical óssea, com invasão das partes moles adjacentes, sem entretanto invadir e ulcerar a pele e o tecido celular subcutâneo. (spenzieri.com.br)
  • anos
  • Os aspectos radiográficos clássicos do TGC o definem como uma lesão epifisiometafisária, lítica, insuflativa, excêntrica, com afinamento ou erosão da cortical, em adulto jovem na f a i x a dos 20 aos 35 anos de idade, localizado mais freqüentemente no fêmur distal e na tíbia proximal, podendo ocorrer em outras patologias, destacando-se pela sua gravidade o osteossarcoma telangectásico e o fibrohistiocitoma ósseo maligno. (spenzieri.com.br)
  • conjuntivo
  • Entretanto, quando produzida em quantidade excessiva, a IL-1 pode induzir mecanismos que culminam na reabsorção óssea, inibição da síntese do colágeno e ativação das metaloproteinases (MMPs), causando a destruição do tecido conjuntivo e do tecido ósseo. (wikipedia.org)
  • osso
  • Osteoblastoma é uma neoplasia primária do osso formadora de tecido osteóide. (wikipedia.org)
  • A hiper-homocisteinemia é um fator de risco para a osteoporose e fraturas ósseas, pois atua bloqueando as reações da enzima lisil-oxidase, responsável pela síntese das ligações cruzadas do colágeno, que tem como função estabilizar as fibras de colágeno no osso, produzindo uma estrutura rígida e forte ao tecido ósseo. (wikipedia.org)
  • Assim
  • Assim, mesmo que uma célula ou tecido não sejam diferentes fenotipicamente das outras células ou tecidos que estão em estado de não comprometimento, o seu destino de desenvolvimento já está restrito. (wikipedia.org)
  • sendo
  • Como o feixe de raios está rigorosamente colimado para aquele corte em particular, a informação resultante não é superposta por anatomia sobrejacente e também não é degradada por radiação secundária e difusa de tecidos fora do corte que está sendo estudado. (ortodontiacontemporanea.com)