furfur

  • Presentemente, são reconhecidas dez espécies: Malassezia furfur Malassezia pachydermatis Malassezia globosa Malassezia restricta Malassezia slooffiae Malassezia sympodialis Malassezia nana Malassezia yamatoensis Malassezia dermatis Malassezia obtusa Recentemente, a identificação de Malassezia na pele foi ajudada pela aplicação de técnicas moleculares ou baseadas em ADN, muito semelhantes às usadas pelos cientistas forenses na identificação de suspeitos criminosos. (wikipedia.org)
  • O distúrbio de pigmentação é causado pela colonização do estrato córneo por um fungo dimórfico, lipofílico, encontrado na flora normal da pele, conhecido como Malassezia furfur. (wikipedia.org)
  • A Malassezia furfur é uma levedura lipofílica, isto é, depende de lípidos para o seu metabolismo, ainda não isolada do meio ambiente, que vive saprofiticamente na pele humana, como comensal. (wikipedia.org)
  • 1982), de um grupo de 74 indivíduos normais, 51 (68,9%) foram positivos para Malassezia furfur (= Pityrosporum orbiculare). (wikipedia.org)

Pityrosporum

  • Malassezia (anteriormente conhecido como Pityrosporum): é um gênero de fungos relacionados, classificados como leveduras, encontrados de forma natural na superfície da pele de muitos animais, incluindo humanos. (wikipedia.org)
  • Pityrosporum (Malassezia) ovale que é lipidodependente e encontrada apenas em humanos. (wikipedia.org)
  • Pityrosporum (Malassezia) pachydermatis, que é lipofílica mas não lipidodependente e encontrada na pele da maioria dos animais. (wikipedia.org)

pele

  • Alterações da estrutura da pele e a deficência associada de peptídeos antimicrobiais favorece a colonização por bactérias como Staphylococcus aureus e leveduras, como Malassezia sp. (wikipedia.org)
  • Estas investigações mostram que a espécie causadora da maioria das doenças de pele em humanos, incluindo a causa comum para a caspa e dermatite seborreica é M. globosa (embora Malassezia restricta esteja também envolvida. (wikipedia.org)