• Metabolismo
  • Momento metabólico da degradação de triacilgliceróis Metabolismo da quilomicra e da VLDL Síntese e degradação de lipídios no tecido adiposo Regulação da síntese e da degradação de triacilgliceróis O hormônio leptina e a obesidade. (slideplayer.com.br)
  • baixos
  • O reconhecimento de que um nível baixo de HDL e a presença de pequenas partículas densas de LDL são clinicamente importantes na patofisiologia dos distúrbios lipídicos levou ao uso do termo "dislipidemia" para descrever uma gama de distúrbios na qual estão incluídos os níveis anormais (altos e baixos) de lipoproteínas, bem como as anormalidades na composição destas partículas. (medicinanet.com.br)
  • estrutural
  • O termo apolipoproteína refere-se à fração exclusivamente protéica das lipoproteínas (porção estrutural que permite a manutenção dos lipídeos em solução durante a circulação na corrente sanguínea). (wikipedia.org)
  • lipase
  • Estimulam a enzima lipase das lipoproteínas, destruindo os VLDL e libertando os lípidos para consumo nos músculos. (wikipedia.org)
  • Papel da Apo CII e da Apo E O quilomícron e o VLDL irão ativar, através da apoproteína CII, a lipoproteína lipase (LPL) presente no endotélio vascular de diversos tecidos, entre eles coração, músculo esquelético, baço, pulmão, rim, e tecido adiposo O quilomícron e o VLDL remanescentes serão captados pelos receptores hepáticos, através do reconhecimento da apoproteína E pelos receptores. (slideplayer.com.br)
  • Essas drogas estimulam a lipase lipoproteica, aumentando a hidrólise de triglicerídios nos quilomícrons e nas VLDL. (wikipedia.org)
  • maior
  • Os colesteróis ligados a estas lipoproteínas estão relacionados a uma maior deposição na parede das artérias. (blogspot.com)
  • A maior indicação para o uso dos fibratos são as hiperlipoproteinemias do tipo IV, com redução de triglicerídios em até 60%, e a do tipo III, pela potente indução do clearance de lipoproteínas por essas drogas. (wikipedia.org)
  • anormalidades
  • As anormalidades nos lipídios e lipoproteínas são extremamente comuns na população geral, e são consideradas um factor de risco altamente modificável para doenças cardiovasculares, devido à influência do colesterol, uma das substâncias lipídicas clinicamente mais relevantes, na aterosclerose. (wikipedia.org)
  • Transporte
  • As apolipoproteínas são o componente proteico das lipoproteínas, com função no transporte e no processo de distribuição dos lipídios, atuando de 3 modos: servindo de elementos estruturais, atuando como ligantes de receptores e exercendo o papel de cofatores regulatórios [Tabela . (medicinanet.com.br)
  • transportados
  • Quando as VLDL e LDL chegam até o fígado, os triglicerídeos que estavam sendo transportados são captados e metabolizados, de modo que a quebra deles produz ácidos graxos e glicerol, o glicerol é transformado então em glicose, a qual parte é liberada para a corrente sanguínea e parte serve para repor o glicogênio hepático. (wikipedia.org)