celular

  • As integrinas são proteínas de adesão presentes na membrana celular inseridas de forma transmembrânica, com uma extremidade externa que se liga a componentes da matriz e outra extremidade que se liga, através da proteína talina à porção do citoesqueleto constituído de actina. (wikipedia.org)
  • Logo as integrinas podem ser consideradas como um modulador chave do compartimento celular. (wikipedia.org)
  • A adesão celular por parte das integrinas é responsável pelas principais funções na migração, gerando tração ligando substrato extracelular a fibrinogênio, filamentos de actina e miosina organizando redes de sinalização, podendo ativar vias de forma independente agindo em sinergia com outros fatores, por exemplo, receptores de insulina, fatores de crescimento, receptores de VEGF, TGH-β, receptores do HGF e receptores de EGF. (wikipedia.org)
  • FERRAZ F. B. & FERNANDEZ J. H. (2014) Integrinas na adesão, migração e sinalização celular: associação com patologias e estudos clínicos. (wikipedia.org)
  • A subunidade ITGAM (alfa) da integrina αMβ2 está directamente envolvida na adesão e proliferação de células, mas não pode mediar migração celular sem que esteja presente a subunidade β2 (CD18). (wikipedia.org)
  • Exemplos de proteínas integrais de membrana: Receptor de insulina Alguns tipos de proteínas de adesão celularou moléculas de adesão celular como as integrinas, caderinas, NCAMs ou selectinas. (wikipedia.org)
  • A associação entre as células e a matriz extracelular é mediada por uma integrina (proteína de membrana celular) e pelas proteínas fibrosas da matriz, que possuem domínios, cada um com um sítio de ligação especifico para a integrina ou para o proteoglicano. (wikipedia.org)
  • Características A fibronectina é uma família de glicoproteínas de elevado peso molecular, contendo cerca de 5% de carboidratos e que se liga a receptores proteicos da membrana celular chamados integrinas. (wikipedia.org)

matriz extracelular

  • Chama-se matriz extracelular a massa que une as células dos animais e que é composta de colágeno, proteoglicanos, glicoproteínas e integrinas, segregadas pelas próprias células. (wikipedia.org)
  • As integrinas são as moléculas que asseguram a "comunicação" entre as células e entre estas e a matriz extracelular (são glicoproteínas especiais). (wikipedia.org)
  • Da mesma forma que os desmossomas e os hemidesmossomas, as âncoras transmembranares são compostas de caderinas e assim se ancoram a outras células e integrinas que se ancoram a matriz extracelular. (wikipedia.org)
  • As integrinas são moléculas de adesão independentes do cálcio ou magnésio que ligam as células à matriz extracelular. (wikipedia.org)
  • Prôs-se a hipótese de o sinal de estiramento partir das proteínas estruturais da matriz extracelular, que se encontram ligadas ao citoesqueletocelular por complexos proteicos de membrana onde se encontram, por exemplo, as integrinas. (wikipedia.org)
  • As integrinas são dímeros formados por duas cadeias polipeptídicas (alfa e beta), que fazem a intercomunicação da célula com a matriz extracelular. (wikipedia.org)
  • Segundo Bissell, trata-se da chamada matriz extracelular - uma massa que une as c lulas e composta por mol culas como col geno, glicoprote nas, integrinas e laminina. (diariodasaude.com.br)

extracelular

  • As integrinas são importantes para a transmissão de informações do meio extracelular para o intracelular das células. (wikipedia.org)

basal

  • A integrina está presente na constituição do hemidesmossomo, de modo que esta, une a placa de ancoragem com a fibrinina (proteína presente na lâmina basal). (wikipedia.org)
  • Durante processos inflamatórios ou infecciosos,os leucócitos percorrem o sistema vascular por meio de acontecimentos que envolvem uma série de receptores de adesão e migração.Logo,as integrinas desempenham um papel fundamental nesta cascata,mediando a retenção dos leucócitos no endotélio inflamado e coordenado a transmigração através da membrana basal para permitir o deslocamento ao local da infecção ou inflamação. (wikipedia.org)
  • Deficiência de adesão leucocitária: é genético, os leucócitos precisam das integrinas para aderir-se à membrana basal e, como consequência, aparecem infecções agudas bacterianas e fúngicas de pele e mucosas. (wikipedia.org)
  • Dentre estas mudanças morfológicas estão a perda da adesão com células vizinhas, a capacidade de atravessar a lâmina basal e a expressão de certos fatores necessários para a migração eficiente tais como integrinas. (wikipedia.org)

presente

  • Substância fundamental é um complexo viscoso e altamente hidrofílico de macromoléculas aniônicas (glicosaminoglicanos e proteoglicanos) e glicoproteínas multiadesivas(laminina, fribonectina, entre outras) que se ligam a proteínas receptoras(integrinas) presente na superfície das células bem como a outros componentes da matriz, fornecendo, desse modo, força tênsil e rigidez à matriz. (wikipedia.org)

beta

  • A integrina alfa M (ou ITGAM, do inglês integrin alpha M) é uma subunidade proteica que forma a molécula heterodimérica integrina alfa M beta 2 (αMβ2), conhecida como Mac-1 ou CR3. (wikipedia.org)
  • Os domínios citoplasmáticos das subunidades beta das integrinas nessas junções célula-matriz ancoram o citoesqueleto de actina através de feixes de actina. (wikipedia.org)

possuem

  • Do mesmo modo que os contatos focais, os hemidesmossomos possuem integrinas. (wikipedia.org)

importantes

  • Um exemplo de mecanismo de ação da integrina é encontrado nas plaquetas importantes na reparação de vasos sanguíneos, para que isso ocorra é necessário a contração da parede vascular, bem como coagulação localizada do sangue. (wikipedia.org)
  • Além do estancamento processo hemorrágico, as integrinas são importantes para evitar certas doenças genéticas. (wikipedia.org)
  • As integrinas são importantes, também, no reconhecimento de moléculas de sinalização capazes de sinalizar a tradução de mensagens por via de sinalização. (wikipedia.org)
  • As selectinas são moléculas de adesão dependentes do cálcio que actuam em conjunto com as integrinas sendo bastante importantes para a migração dos leucócitos através dos vasos sanguíneos visto que ajudam a fixar o leucócito ao endotélio do vaso. (wikipedia.org)

ligam

  • Quando isso ocorre elas se ligam, através das integrinas de suas membranas, à fibronectina e ao fibrinogênio. (wikipedia.org)

caderinas

  • Como os desmossomas, elas se unem a filamentos intermédios no citoplasma, mas em contraste com as desmossomas, as âncoras transmembranares são de integrinas, em vez de caderinas. (wikipedia.org)

outras

  • Outras funções têm vindo a ser relacionadas com o recrutamento de células inflamatórias através da interacção com a integrina Mac-1, nomeadamente, a angiogénese e a cicatrização de feridas. (wikipedia.org)

modulador

  • De notar igualmente, que as integrinas parecem ter um efeito modulador sobre os canais de cálcio dependentes de voltagem. (wikipedia.org)

citoesqueleto

  • Sua ancoragem à MP dá-se por associação às proteínas Integrinas, intrínsecas transmembrana, que atuam também como pontos de ancoragem para o citoesqueleto no lado citoplasmático. (wikipedia.org)