renal


  • Este acúmulo provoca uma dilatação sistema coletor renal, conhecida como hidronefrose. (medifoco.com.br)
  • O diagnóstico de estenose de JUP é feito a partir de exames de rotina do pré-natal, principalmente através da USG (ultrassonografia) que deve ser realizada precocemente, pois o diagnóstico tardio pode acarretar várias complicações, sendo as principais a pielonefrite , a hematúria, o trauma renal, a dilatação pielocalicial e a hidronefrose com progressiva alteração e perda de função renal. (medifoco.com.br)
  • A hidronefrose pode ter várias causas, dentre as principais estão a obstrução do(s) ureter(es) e a insuficiência/falência renal. (ultrassomveterinario.com)
  • Hidronefrose é a distensão e dilatação da pelve renal, geralmente causada por uma obstrução do fluxo de urina vinda do rim. (wikipedia.org)
  • A pressão causada por uma hidronefrose prolongada e grave acaba lesando os tecidos renais, de forma que ocorre um comprometimento progressivo da função renal. (blogspot.com)
  • Normalmente, a hidronefrose é decorrente de uma obstrução da junção ureteropélvica (obstrução localizada no ponto de conexão do ureter e da pelve renal). (blogspot.com)
  • Esse tipo de hidronefrose habitualmente termina ao se concluir a gestação, embora subseqüentemente a pelve renal e ureteres possam permanecer um pouco distendidos. (blogspot.com)
  • Quando a obstrução apresenta um início súbito (hidronefrose aguda), ela normalmente produz uma cólica renal (uma dor intensa e intermitente localizada no flanco, área localizada entre as costelas e o quadril, do lado afetado). (blogspot.com)
  • A hidronefrose pode causar uma dor intensa e intermitente decorrente do enchimento excessivo temporário da pelve renal ou da obstrução ureteral temporária causada por um deslocamento do rim para baixo (ptose renal). (blogspot.com)

pode


  • A hidronefrose também pode ser decorrente de uma obstrução localizada abaixo da junção ureteropélvica ou do fluxo retrógrado da urina proveniente da bexiga. (blogspot.com)
  • Quando a sua evolução é lenta e progressiva (hidronefrose crônica), ela pode ser assintomática ou o indivíduo pode apresentar episódios de uma dor surda no flanco do lado afetado. (blogspot.com)