Norfloxacio e Fluconazol cortam o efeito do anticoncepcional?


Estou com uma infecção urinaria e também com fungo na região da vagina, para a infecção urinaria estou tomando o norfloxacio e pro fungo fluconazol, gostaria de saber se tomando os dois juntos corta o efeito do anticoncepcional?

Obrigado
----------

não corta não, pois fluconazol é um antifungico, prtannto não interfere no ac.
os mais comuns q cortão o efeito do ante são: acido clavulânico, amoxicilina, ampicilina, ciclacilina ,cloranfenicol, dapsona doxicilina, eritromicina*, minocilina, oxacilina ,oxitetraciclina, penicilina G e V rifampicina ,tetraciclina
carbamazepina, difenil-hidantoina, fenitoina, fenobarbital ,oxcarbazepina, primidona ,topiramato,
griseofulvina, guanetidina, metronidazol, nelfinavir, óleo mineral, ritonavir
espero ter ajudado, boa sorte  (+ info)

Boa tarde, alguém se sabe responder se o chá de flor de carqueja corta o efeito da anticoncepcional?


O que pode interferir com a pílula anticoncepcional:

•Antibióticos: ácido clavulânico, amoxacilina, ampicilina, ciclacilina, cloranfenicol, dapsona, doxicilina, eritromicina, minocilina, oxacilina, oxitetraciclina, penicilina G e V, rifampicina, tetraciclina, metronidazol.

•Antiepiléticos e anticonvulsivantes: carbamazepina, difenil-hidantoina, fenitoina, fenobarbital, oxcarbazepina, primidona, topiramato.

•Outros: espironolactona (diurético), griseofulvina (antifúngico), Erva de São João (Hipericão).

•Episódio de diarreia ou vómito grave.

•Consumo excessivo de bebidas alcoólicas.



Mas chá de carqueja, não corta o efeito da pilula anticoncepcional.


Espero ter ajudado.  (+ info)

Quais medicamentos interferem no efeito do anticoncepcional?


Sei que antibióticos, antidepressivos e antinflamatórios interferem (na bula diz), mas e remédios naturais? Podem diminuir a eficácia do anticoncepcional? Medicamentos para emagracer mesmo que aconcelhado pelo endocrino?
Preciso de uma resposta urgente!!!

Tenho que fazer a pedido do meu endocrino um manipulado natural a base de: glucomanan, cascara sagrada, spirulina, alcachofra, sene e carqueija. Mas antes gostaria de saber se esses itens interferem de alguma coisa no efeito do anticoncepcional?
Obs: tenho gineco agendado para que me aprove o tratamento, mas gostaria de saber se os agentes naturais para emagrecimento interferem o efeito dos contraceptivos orais: anticoncepcional.
Obrigada
Mi
PS: VOu tomar natural pq tomei sibutramina e não me adaptei por conta de ser muito forte o medicamento.


Obrigada!
----------

Consulte a bula do seu anticoncepcional e verifique "Interações Medicamentosas". Todo remédio tem e cada remédio tem o seu, por isso é bom você olhar. Tenho a impressão de que não causará nenhum problema por serem agentes naturais, mas você faz bem em perguntar ao gineco. Além disso, imagino que seu endocrino poderia responder a isso também.

Olha só, no meu anticoncepcional (Tamisa 20 - Gestodeno 75mcg/Etinilestradiol 20mcg) está o seguinte (copio um trecho, porque é grande):

"Algumas drogas aceleram o metabolismo dos contraceptivos orais atraves da indução de enzimas hepaticas. Redução da eficacia e aumento da incidência de irregularidades menstruais podem ocorrer quando Rifampicina, Barbituricos, Hidantoinas, Primidona, Fenil butazona, Carbamazepina e Griseofulvina sao administrados concomitantemente com TAmisa"

Daí, nesses casos tem que usar proteção contraceptiva a mais. Pra mim é simples. Se não tem os componentes que causam alteração, não vai dar problema alguma. Verifica o seu, veja quais componentes ele causa alteração e veja se seus remédios possuem esses componentes. Se não possuirem, taí a resposta.

Mas vá ao médico, mesmo assim. Esse pessoal estudou anos pra isso. rs

beijo  (+ info)

O uso de anti-concepcional faz com que temos mudanças de humor?


Estou usando um anti-concepcional chamado Primera 20, e estou notando que o meu humor estar se alterando. E não é somente no término do remédio como se fosse uma TPM, até mesmo depois do período de TPM, meu humor estar se alterando. Hora estou bem, Hora estou muito deprimida ou até mesmo muito brava, muitas sem motivos. Esse sintoma será causado pelo uso do remédio?
----------

Sem dúvida alguma, pode estar relacionado ao anticoncepcional sim.
Tire outras dúvidas sobre a pílula no texto abaixo:



PÍLULA SEM MISTÉRIOS

© Dr. Alessandro Loiola
http://br.groups.yahoo.com/group/saudeparatodos



Toda a revolução sexual dos anos 60 e 70 baseou-se na tríade “emancipação feminina + carros mais confortáveis + pílulas anticoncepcionais”. Para extrair o melhor da modernidade, nunca é demais entender exatamente o funcionamento de cada um desses fatores. Como acredito que você encontrará boas informações sobre os 2 primeiros assuntos em alguma outra parte, vou me resignar com o terceiro fator.

A pílula convencional é composta por uma dose pequena de Estrógeno e uma dose moderada de Progestógeno, dois hormônios femininos. O estrógeno mais utilizado é o Etinil-estradiol. O risco de efeitos colaterais está relacionado diretamente ao conteúdo de estrógenos da sua pílula, e não à duração do uso. A maioria das mulheres pode utilizar a pílula até os 50 anos de idade, tranqüilamente.

Todos os progestógenos são derivados da testosterona e, por isso, possuem alguns efeitos masculinizantes. Os progestógenos mais novos, como levonorgestrel (o mais utilizado), gestodeno e acetato de ciproterona, apresentam menos efeitos colaterais neste sentido.

Estudos mostram que a combinação de hormônios na pílula reduz a incidência de vários distúrbios, incluindo problemas menstruais, câncer e cistos ovarianos, doença inflamatória pélvica, tumores no endométrio, doenças benignas da mama e alterações na glândula tireóide. Em contrapartida, a pílula pode aumentar seu risco de trombose venosa, embolia pulmonar e ataque do coração. Mulheres que fumam e tomam pílula são consideradas um grupo de altíssimo risco para morte súbita cardíaca, especialmente a partir dos 35 anos.

Toda mulher anseia pelo controle de sua vida, mas muitas andam por aí tomando pílula sem saber que estes hormônios adicionais podem dar um nó nas rédeas do seu destino. Por isso, anote aí algumas pegadinhas que podem ser úteis na sua próxima visita ao médico:

- Se você nunca tomou pílula, uma boa primeira escolha são os anticoncepcionais monofásicos, aqueles em que você toma um mesmo comprimido ao longo de toda a cartela. Inicie com uma dose diária de 20 a 30 microgramas de etinilestradiol.

- Prefira pílulas com altas doses de estrógeno (p.ex.: 50 microgramas) se você sofre de epilepsia ou apresenta problemas menstruais perturbadores. Se já lhe recomendaram exorcismo durante alguma menstruação, você pode estar neste grupo.

- O seu problema tem a ver com acne, ganho persistente de peso, dores nas mamas, depressão ou crescimento de pelos indesejáveis? Em alguns casos, basta escolher pílulas com baixas doses de progestógenos ou aumentar a dose de etinilestradiol para facilitar o controle destes problemas.

- Muita atenção com remédios que podem diminuir a eficácia da sua pílula, tais como suplementos de vitamina C, antibióticos, antifúngicos (p.ex.: griseofulvina), rifampicina e anticonvulsivantes (com exceção do ácido valpróico).

- Diminuição do desejo sexual e sangramentos no começo ou no meio do ciclo também podem ser contornados com aumentos na dose de estrógeno. Mas cuidado: náuseas, vômitos, ganho periódico de peso, manchas no rosto (chamadas cloasma), e sensação de “engurgitamento” ou “hipersensibilidade” nos seios podem ser sinais de excesso de estrógenos. Daí a importância de garantir o emprego do seu gincolecologista.

- Se você sofre de enxaqueca, procure imediatamente seu médico de confiança para interromper a pílula.

- As pílulas anticoncepcionais contendo apenas progestógenos são uma boa alternativa para mulheres com mais de 45 anos de idade, fumantes, diabéticas, hipertensas, com enxaqueca ou em fase de aleitamento. Apesar de não serem tão eficazes quanto as pílulas combinadas contendo progestógenos + estrógenos, elas podem ser melhor que praticar abstinência sexual ou encher a casa de bocas famintas.

  (+ info)

antiflamatorio corta o efeito do cobavital ?? ou pode tambem corta o efeito do anticoncepcional ?


queria saber se um antiflamatorio no caso 'diclofenaco' se ele tira o efeito do cobavital ??
ou se tira tambem o efeito do anticoncepcional injetavel ??
----------

Tal como sucede com os anticoncepcionais hormonais em geral, o uso
concomitante de PERLUTAN com rifampicina, hidantoínas, barbituratos,
antibióticos penicilânicos, cloranfenicol, griseofulvina, fenitoína,
carbamazepina, primidona, isoniazida, nitrofurantoína, sulfonamidas e
tetraciclinas pode reduzir a eficácia contraceptiva do produto ou
provocar irregularidades menstruais. Da mesma forma, os
anticoncepcionais hormonais podem alterar a eficácia de
anticonvulsivantes, anti-hipertensivos, hipnóticos, hipoglicemiantes,
anticoagulantes e antidepressivos.


E do cobavital:Interações medicamentosas de Cobavital
A ciproeptadina pode potencializar os efeitos de agentes antidepressivos, anticonvulsivantes e do álcool, bem como dos IMAO.
Resumindo não corta o efeito de nenhum dos dois.


só uma perguntinha. você toma o cobavital pra ganho de peso? porque eu tomo e não sei qual anti ajuda a ganhar peso também. O injetável esta te engordando ou emagrecendo?
obrigada  (+ info)

Pode cortar o efeito da injecao anticoncepcional ?


Boa Noite a todos !
Minha namorada toma injecao anticoncepcional, e por causa desse frio ela tomou Coristina D !
Esse medicamento pode cortar o efeito da injecao anticoncepcional ?
Quais medicamentos pode cortar o efeito da injecao anticoncepcional ? Obrigado.
----------

A maioria das mulheres que fazem o uso de pílulas anticoncepcionais e outros métodos a base de hormônios como adesivo, injeção, anel vaginal entre outros acabam fazendo o uso também de outros medicamentos fazendo com que a eficácia dos métodos diminua outros fatores também podem alterar esta eficácia inclusive a dose diária da pílula que deve ser tomada todos os dias no mesmo horário e muitas esquecem ou não tomam no mesmo horário todos os dias fazendo com que também diminua a eficácia do medicamento. Por estes motivos e outros que muitas mulheres não encontram respostas pelo fato engravidarem mesmo fazendo o uso de algum medicamento.
Na maioria das vezes elas fazem o uso de medicamentosa sem saber que eles podem diminuir o objetivo dos métodos a base de hormônios e até mesmo não informam o medico responsável pelo medicamento como, por exemplo, quando a mulher inicia um tratamento de micose nas unhas o medicamento indicado para estes casos é o Gliseofulvina um dos que alteram a composição hormonal por isso é muito importante a comunicação ao seu médico sobre o uso do seu anticoncepcional e também de outros medicamentos que costuma tomar como analgésicos. No caso mulheres que sofrem de depressão e outros problemas psicológicos são indicados medicamentos tarja preta são antidepressivos fortíssimos que podem também influenciar na eficácia do método anticoncepcional neste caso o médico responsável pode orientar o uso da camisinha como melhor método na ocasião já que medicamentos antidepressivos podem ser insubstituíveis em certos tratamentos.
Um medicamento natural conhecido como Erva de São João é usado também como antidepressivo que combate a ansiedade pode alterar a eficácia do anticoncepcional, os medicamentos mais propícios a alterar a formulas destes são barbitúricos, carbamazepina, fenitínas, primidona, rifampicina, felbamato, topiramato, griseofulvina, oxcarbazepina, tetraciclinas, penicilinas, o consumo de álcool e cigarro também são incluídos. Por isso a melhor dica é informar seu ginecologista sobre qualquer medicamento que está tomando ou que por recomendação de outro medico deverá tomar.  (+ info)

Os antibióticos diminuem o efeito do anticoncepcional?


Alguém pode me dizer quais os remédios que cortam o efeito de anticoncepcionais ,eu sei que alguns cortam mas não sei quais eu perguntei se o buscopan diminuia mas todo mundo disse que nenhuma remédio corta o efeito.Eu acho que eles são um mal informado..
----------

Os medicamentos abaixo DIMINUEM o efeito da pílula anticoncepcional. Caso esteja tomando algum deles entre em contato com seu médico e peça instruções. Quando for a um médico não ginecologista avise-o que está tomando a pílula. Em caso de dúvida, não pare a pílula e use camisinha até o final da cartela.

Antibióticos que diminuem o efeito da pílula:

ácido clavulânico, amoxicilina, ampicilina, ciclacilina,
cloranfenicol, dapsona, doxicilina, eritromicina*
minocilina, oxacilina, oxitetraciclina, penicilina G e V ,
rifampicina, tetraciclina.

*Medicamento perigoso: Eritromicina . Este medicamento pode causar perda de eficácia da pílula.

Antiepiléticos e Anticonvulsivantes que diminuem o efeito da pílula:

carbamazepina difenil-hidantoina fenitoina fenobarbital
oxcarbazepina primidona topiramato

Outros medicamentos que podem diminuir a ação das pílulas:

griseofulvina guanetidina metronidazol nelfinavir
óleo mineral ritonavir
  (+ info)

quais são os remédios que cortam o efeito do anticoncepcional?


e quanto tempo tenho q usar camisinha para nao engravidar já que foi cortado o efeito?
----------

Antibióticos que diminuem o efeito da pílula:

ácido clavulânico
amoxicilina
ampicilinaciclacilina
cloranfenicol
dapsona
doxicilina
eritromicina*
minocilina
oxacilinao
xitetraciclina
penicilina G e V
rifampicina
tetraciclina

*Medicamento perigoso: Eritromicina . Este medicamento pode causar perda de eficácia da pílula.

Antiepiléticos e Anticonvulsivantes que diminuem o efeito da pílula:

carbamazepina
difenil-hidantoina
fenitoina
fenobarbital
oxcarbazepina
primidona
topiramato

Outros medicamentos que podem diminuir a ação das pílulas:

griseofulvina
guanetidina
metronidazol
nelfinavir
óleo mineral
ritonavir

Então amiga, camisinha durante o uso de algum desses medicamentos e os primeiros 7 dias após o término do tratamento.
Boa sorte!!  (+ info)

1  2  3  4  5  6  

  Fazer uma pergunta: