• efeitos
  • Em pesquisa realizada na Rússia sobre os efeitos fisiológicos de técnicas respiratórias utilizadas com objetivos terapêuticos, os dados experimentais mostraram que as pessoas são capazes de manter, através do controle voluntário da respiração, o nível de hipocapnia necessário para induzir tal modificação do estado de consciência (Terekhin, 1996). (wordpress.com)
  • Os efeitos do imobilismo já são bem conhecidos: problemas musculoesqueléticos, circulatórios (trombose venosa profunda, hipotensão postural), cutâneos (úlceras de pressão), respiratórios (pneumonia hipostática), urinários, intestinais e psicológicos. (concursoefisioterapia.com)