• base
  • Nesse livro são descritos os principais avanços na área de estudos prospectivos de base importante para as diversas instituições que almejam aumentar sua velocidade de resposta às demandas e oportunidades da sociedade, bem como viabilizar a rápida institucionalização de questões identificadas como prioritárias para o desenvolvimento e ao cumprimento da missão institucional. (juristas.com.br)
  • Estudos prospectivos são a base institucional que vem complementar esse conjunto de processos e instrumentos, dotando uma instituição de mecanismos que possibilitarão a incorporação ao seu planejamento, de forma mais ágil e flexível, demandas e oportunidades de P&D, transferência de tecnologia, comunicação e gestão. (juristas.com.br)
  • Na realidade, não é possível identificar os distúrbios de motilidade em estudos epidemiológicos com base na população, considerando que não se faz nenhuma avaliação objetiva para documentar esse tipo de condição. (medicinanet.com.br)
  • Neste conceito, o autor explica que são agregadas "peças para compor um sistema" que utiliza metodologias específicas, com base em criteriosa análise da conjuntura e de cenários prospectivos, para definir metas, onde ressalta-se que estas devem ser específicas, mensuráveis, atingíveis, relevantes e devem permitir acompanhamento, tendo um tempo definido para ocorrer. (wikipedia.org)
  • Diversos
  • Diversos estudos já foram realizados demonstrando que existem vários fatores diretamente relacionados à elevada incidência de eventos cardiovasculares, principalmente o tabagismo, a hipertensão arterial, a dislipidemia e o diabetes mellitus (DM) (3). (scielo.br)
  • Diversos estudos concluíram que não há valor em realizar toracotomia de emergência em pacientes moribundos com trauma contuso. (wikipedia.org)
  • risco
  • Nos estudos epidemiológicos a magnitude dos riscos é calculada a partir da frequência de agravos entre os indivíduos expostos ou não expostos a um determinado risco, quantificados como variáveis dicotômicas da forma sim e não: expostos e não expostos (com e sem o fator de risco) consideradas determinantes da presença de doentes e não doentes na população exposta ao risco. (wikipedia.org)
  • Ainda segundo os referidos autores os estudos de coortes também chamados de seguimento ou follow-up são os únicos capazes de abordar hipóteses etiológicas produzindo medidas de incidência e, por conseguinte, medidas diretas de risco. (wikipedia.org)
  • Tais estudos são também chamados de prospectivos pelo fato de que em sua maioria partem de grupos comprovadamente expostos a um fator de risco suposto como causa de doença a ser detectada no futuro (prospecto-análise). (wikipedia.org)
  • sociais
  • Os estudos Ciências-Tecnologias-Sociedades começam a se delinear na sociologia do conhecimento na obra de Karl Mannheim, Ideologia e Utopia, de 1929, que estabeleceu as bases da disciplina e reconheceu as relações entre o pensamento científico e as condições sociais nas quais ele se dá. (wikipedia.org)
  • Kuhn e Bloor, a partir da segunda metade dos anos 1970, transformaram-se em referências para um grupo de sociólogos e historiadores da ciência, que acabaram por se reunir em torno da Sociedade para os Estudos Sociais da Ciência (Society for Social Studies of Science - 4S) e de sua revista, tais como John Law, Steven Shapin, Steve Woolgar, entre outros. (wikipedia.org)
  • pode ser
  • Os resultados em conjunto indicam que a dieta IALL-1 suplementada com macrominerais e vitamina C pode ser considerada adequada como dieta referência semipurificada para estudos de nutrição de Piaractus brachypomus. (worldwidescience.org)