faecalis

  • Nota: Não confundir com Enterococcus faecalis. (wikipedia.org)
  • As estreptograminas, como as quinupristina e dalfopristina, podem também ser utilizadas no tratamento e infecções E. faecium resistente à vancomicina, mas são ineficazes no caso de infecções por E. faecalis. (wikipedia.org)
  • A bactéria Enterococcus faecalis, ou E. faecalis, faz parte do ambiente normal do estômago e do intestino. (ehow.com.br)
  • Quando há um crescimento excessivo de Enterococcus faecalis, isso pode resultar em uma doença. (ehow.com.br)
  • Os antibióticos entregues por via intravenosa são utilizados para tratar a Enterococcus faecalis. (ehow.com.br)
  • A Enterococcus faecalis resistente à vancomicina é também resistente à ampicilina. (ehow.com.br)
  • Possíveis efeitos adversos comuns aos IV tratamentos para Enterococcus faecalis incluem náuseas, diarreia, dor de estômago, erupção cutânea e reação alérgica. (ehow.com.br)
  • Realizando uma triagem com 352 cepas de Enterococcus spp para detectar atividade antimicrobiana, foram encontradas 18 cepas (5%) produtoras de enterocinas, pertencentes às espécies E. faecalis, E. faecium e E. mundtii todas provenientes de amostras de fezes de humanos. (ufrgs.br)
  • Existem vários tipos de Enterococci, incluindo os Enterococos faecalis, que são encontrados no trato gastrointestinal de animais e humanos. (ehow.com.br)
  • O Enterococcus faecalis pode se tornar um grave problema de saúde para os seres humanos, e é transmitido de pessoa para pessoa através do contato físico. (ehow.com.br)
  • O Enterococcus faecalis é uma bactéria que pode criar sérios riscos de saúde para os seres humanos e animais, vive nas entranhas e intestinos de humanos e animais e pode ser transferida para o solo e para a água através das fezes de animais. (ehow.com.br)
  • Quando usar o banheiro lave as mãos, pois você pode transferir o Enterococcus faecalis para os objetos que você tocar. (ehow.com.br)
  • Existem duas cepas do Enterococcus faecalis que são resistentes a vários antibióticos, e que tem havido um aumento na infecção por esses tipos nos hospitais. (ehow.com.br)
  • A bactéria Enterococcus faecalis é um risco maior para a saúde nos hospitais onde ela coloniza cateteres urinários ou intravenosa e termômetros retais. (ehow.com.br)
  • Quando estes instrumentos e as mãos das enfermeiras não são limpos adequadamente, o Enterococcus faecalis é transferido para a superfície próxima, por exemplo um outro paciente. (ehow.com.br)
  • O Enterococcus faecalis até recentemente era confundido com outra bactéria Enterococos como os Estreptococos e considerados não graves. (ehow.com.br)
  • No entanto, relata-se que na última década, foi descoberto que o enterococcus faecalis é responsável por infecções de feridas cirúrgicas, infecções do trato urinário e outras questões semelhantes, especialmente nos hospitais. (ehow.com.br)
  • Existem duas cepas de Enterococcus faecalis o que são resistentes aos antibióticos e mais pesquisas estão sendo realizadas para encontrar uma solução. (ehow.com.br)
  • O que faz com que essas linhagens de Enterococcus faecalis sejam um risco é a sua capacidade de sobreviver sob qualquer condição, incluindo as variações de temperatura e de ambiente: o Enterococcus faecalis é capaz de se adaptar e prosperar onde normalmente bactérias não sobrevivem. (ehow.com.br)
  • Para manter o Enterococcus faecalis equilibrado com seu próprio corpo, reduza açúcares e amidos e tenha uma dieta balanceada rica em fibras para garantir a regularidade. (ehow.com.br)
  • Há pouca pesquisa para explicar a forma de transmissão exata da bactéria enterococcus faecalis mas parece certo que o maior risco é a transmissão através do toque. (ehow.com.br)
  • Como o Enterococcus faecalis é transmitido? (ehow.com.br)
  • Enterococcus faecalis é uma bactéria Gram-positiva comensal (flora normal) do sistema digestivo humano e de outros mamíferos. (wikipedia.org)
  • Costumava ser classificado como Streptococcus faecalis grupo D. Enterococcus são bactérias gram-positivas, podem ser móveis, facultativamente anaeróbicas, catalizam diversas fontes de energia e normalmente encontradas no sistema digestivo e no trato genital feminino. (wikipedia.org)
  • E. faecalis constituem 85 a 90% das espécies de Enterococcus identificados nos humanos, sendo essa espécie a menos propensa ao desenvolvimento de resistência a antibióticos. (wikipedia.org)
  • E. faecium é menos sensível aos antimicrobianos beta-lactâmicos do que E. faecalis devido à baixa afinidade das PBPs (proteínas de ligação da penicilina) a esses compostos. (wikipedia.org)

pode

  • O sinergismo entre ampicilina, penicilina ou vancomicina e um aminoglicosídeo pode ser determinado para Enterococcus spp. (wikipedia.org)

vancomicina

  • As estirpes resistentes à vancomicina são frequentemente referidas por VRE (do inglês vancomycin-resistant Enterococcus). (wikipedia.org)

cepas

  • As cepas com atividade antimicrobiana no sobrenadante livre de células não apresentaram os genes para produção das enterocinas A e B, mas 14 cepas de E. faecium apresentaram o gene para enterocina A e 9 para enterocina B, sendo que apenas uma cepa apresentou ambos os genes. (ufrgs.br)

comuns

  • As bactérias Enterococci são comuns no solo, na água e nas plantas. (ehow.com.br)

hospitais

  • Apesar disso, relatos recentes têm demonstrado um aumento na incidência de E. faecium nos hospitais, com um perfil de resistência mais amplo. (wikipedia.org)

pertencentes

  • Enterococcus faecium (Orla-Jensen 1919) é uma espécie de bactérias Gram-positivas, alfa-hemolíticas ou não-hemolíticas pertencentes ao género Enterococcus. (wikipedia.org)

animais

  • Algumas estirpes de E. faecium são usadas como probióticos em animais e como inóculo na produção de silagem. (wikipedia.org)