• pode
  • Um exemplo da fusão de células pode observar-se no embrião dos mamíferos, em que os trofoblastos se fundem para dar origem ao sinciciotrofoblasto, que forma a placenta. (wikipedia.org)
  • Células do epiblasto, separadas do epiblasto embrionário por pequenas fendas coalescentes geram o revestimento desse tecido, que então se enche com o fluido amniótico responsável pela absorção de choques mecânicos que o embrião pode sofrer, além de manter um ambiente aquoso para a embriogênese, características chave para a conquista do meio terrestre pelos amniota. (wikipedia.org)
  • apenas quando esta se forma pode-se considerar o embrião em estado de blástula. (wikipedia.org)
  • Também chamada de cavidade do blastocisto, esta pode ser considerada a primeira cavidade celular do embrião e é de extrema importância para futuros movimentos da célula em novos divisões e especializações de tecidos. (wikipedia.org)
  • Atualmente, a maior parte dos mamíferos está representada por placentários (durante a gestação é formada a placenta, e o feto então pode se desenvolver totalmente no interior do útero da fêmea), mas ainda hoje encontramos marsupiais e monotremados. (mec.gov.br)
  • parte
  • Eles envolvem o embrião inteiro e, as migrações celulares em uma parte do organismo gastrulante, devem estar intimamente coordenadas com outros movimentos ocorrendo simultaneamente. (wikipedia.org)
  • Sabemos que os anexos embrionários são membranas que derivam dos folhetos germinativos de um embrião, porém não fazem parte de seu corpo. (bio.br)
  • Alantoide é uma estrutura ligada à parte posterior do intestino do embrião que armazena excretas e permite trocas gasosas com o meio externo. (wikipedia.org)
  • origem
  • O saco vitelínico também seria a fonte de origem de uma porção mesodérmica extraembrionária,que junto a um conjunto de células trofoblásticas gera os vasos sanguíneos externos do cório, responsáveis pela captação de nutrientes para o embrião, vindos da mãe. (wikipedia.org)
  • Nesse momento o embrião como um todo mantém o mesmo tamanho, ou seja, as células filhas recém formadas, são menores que a célula de origem. (wikipedia.org)
  • Já a massa interna central, chamada de embrioblastos, dá origem ao embrião propriamente dito e às membranas extra-embrionárias associadas. (wikipedia.org)
  • http://www.curso-objetivo.br/vestibular/roteiro_estudos/origem_mamiferos.aspx (consultado em 14/06/10, às 15h14min) & http://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos3/mamiferos2.php (consultado em 14/06/10, às 15h15min). (mec.gov.br)
  • chamada
  • Blástula (do grego) (Blastos) que significa "broto") ou blastocisto (em mamíferos placentários) é uma esfera oca de células embrionárias, conhecidas como blastômeros, em torno de uma cavidade interna cheia de fluido chamada blastocele. (wikipedia.org)
  • Logo após a fertilização, uma série de rápidas divisões mitóticas ocorrem no embrião, e cada uma dessas novas células menores é chamada de Blastômeros. (wikipedia.org)
  • vitelo
  • Os ovos (por vezes, erroneamente denominados ovócitos ou óvulos) se classificam de acordo com a quantidade de vitelo e a sua disposição no ovo, sendo que o vitelo é um conjunto de substâncias nutritivas que servirão de alimento para o embrião. (wikipedia.org)
  • O saco vitelínico tem ainda vasos sanguíneos acoplados entre ele e o embrião, responsáveis pelo transporte de nutrientes vindos do vitelo que foram previamente quebrados em aminoácidos solúveis por células endodermas. (wikipedia.org)
  • grupo
  • O segundo grupo é representado por mamíferos mesozóicos que se extinguiram no Eoceno, mas originaram os marsupiais, a partir dos quais surgiram os placentários. (mec.gov.br)
  • celulares
  • Após mais algumas divisões celulares, há a formação de uma cavidade preenchida por fluido, a blastocele, e neste estágio, o embrião passa a se chamar blástula. (wikipedia.org)
  • estudos
  • Estudos recentes sugerem que é a porção de oligossacarídeos dessa glicoproteína que desempenha papel direto na função como receptor, logo em mamíferos essa ligação é um evento mediado por carboidratos. (wikipedia.org)
  • ancestrais
  • Os anfíbios evoluíram aos répteis, que viviam sem dependência da água e dos répteis evoluíram os sinapsídeos, ancestrais dos mamíferos, que permaneceram escondidos durante o longo reinado dos dinossauros até se tornarem os donos do mundo. (wikipedia.org)
  • interior
  • O saco amniótico é uma bolsa repleta de líquido em seu interior que tem como função principal manter o embrião hidratado e protegido de choques mecânicos. (bio.br)
  • capazes
  • Os mamíferos são endotérmicos, capazes de regular a temperatura corporal através do metabolismo, o que os torna independentes da temperatura ambiental. (wikipedia.org)
  • proteger
  • IV) O âmnio é o anexo embrionário que se constitui numa bolsa preenchida pelo líquido amniótico e que tem por função proteger o embrião contra choques mecânicos e desidratação. (docplayer.com.br)
  • exemplo
  • Um exemplo é a mola hidatiforme, que é caracterizada pelo superdesenvolvimento dos tecidos trofoblásticos e pelo extremo subdesenvolvimento do embrião. (wikipedia.org)
  • processo
  • O professor ativará este processo por meio do incentivo às discussões em sala de aula, apresentação dos jogos de quebra-cabeças para a turma, além de vídeos e texto sobre o assunto, com esclarecimento de dúvidas e explicações acerca da gestação dos mamíferos. (mec.gov.br)
  • dentro
  • O ovo amniótico carrega, dentro de seus apêndices embrionários, nutrientes e água para manutenção do embrião em formação. (wikipedia.org)
  • A maioria dos mamíferos gera os seus filhotes dentro do útero da fêmea. (mec.gov.br)
  • camadas
  • O movimento de camadas epiteliais (usualmente de células ectodérmicas) que se espalham como uma unidade e não individualmente, para envolver as camadas mais profundas do embrião. (wikipedia.org)
  • genes
  • Uma das primeiras manifestações da expressão dos genes embrionários é a polarização dos blastômeros do embrião de 8 e 16 células (estágio de mórula), de modo que eles tenham claramente reconhecível as superfícies apical e basal. (wikipedia.org)
  • longo
  • As estruturas anatômicas que caracterizam os mamíferos evoluíram num padrão em mosaico ao longo do Permiano e Triássico. (wikipedia.org)