• Brasil
  • O trabalho objetivou determinar os núcleos central e periférico das representações sociais do medicamento genérico por consumidores, estabelecendo mecanismos que poderão ser utilizados no aprimoramento da política desse tipo de medicamento no Brasil. (scielosp.org)
  • Segundo a revista The Economist, o Brasil é o nono país do mundo em consumo de medicamentos per capita , mas 50% dos pacientes que precisam de um medicamento não podem comprá-lo e abandonam o tratamento 1 . (scielosp.org)
  • No Brasil, a discussão sobre o medicamento genérico teve início em 1991, por intermédio do Projeto de Lei 2.022 apresentado à Câmara dos Deputados pelo Deputado Federal Eduardo Jorge (PT-SP). (scielosp.org)
  • Após uma longa tramitação e depois de receber várias emendas e substitutivos, esse projeto foi aprovado pelo Congresso Nacional e sancionado pelo então Presidente da República Fernando Henrique Cardoso, transformando-se na Lei 9.787 de 10 de fevereiro de 1999, conhecida como Lei dos Genéricos 5 , a qual instituiu o medicamento genérico no Brasil, pondo fim a uma polêmica que se arrastou por quase uma década. (scielosp.org)
  • A história da legislação genéricos no Brasil inicia-se pelo então Deputado Federal Eduardo Jorge em 1991, que apresentou o Projeto de Lei 2.022, que planejava remover marcas comerciais dos medicamentos. (wikipedia.org)
  • Em 1999, os medicamentos genéricos foram efetivamente introduzidos no Brasil, durante o governo de Fernando Henrique Cardoso, sendo José Serra o Ministro da Saúde, através da Lei 9.787, de 10 de fevereiro do mesmo ano , autorizando a comercialização, por qualquer laboratório, de medicamentos cujas patentes estivessem expiradas. (wikipedia.org)
  • No Brasil também existem medicamentos genéricos de uso controlado (medicamentos à base de substâncias sujeitas a controle especial das autoridades sanitárias). (wikipedia.org)
  • outros
  • Em outros países ricos, como Japão, Alemanha, Reino Unido e Canadá, o motivo principal da adoção dessa política foi a redução de custos 2 . (scielosp.org)
  • ainda
  • Um analista usando a ACB deve reconhecer que é difícil uma avaliação perfeita de todos os custos e proveitos presentes e futuros, e ainda que possa oferecer uma estimativa bem fundamentada da melhor alternativa, o uso da ACB não garante que seja alcançada a perfeição em termos de eficiência económica e de bem estar social. (wikipedia.org)
  • Apesar de todas as estratégias executadas pelo governo no sentido de estimular o uso do medicamento genérico, as estatísticas demonstram que este ainda representa 9% do mercado nacional em unidades vendidas 4 . (scielosp.org)
  • projeto
  • Na ACB, os benefícios e os custos são expressos em termos monetários e são ajustados pelo valor temporal do dinheiro, para que todos os fluxos de benefícios e fluxos dos custos do projeto ao longo do tempo (que tendem a ocorrer em pontos diferentes no tempo) sejam expressos numa base comum em termos do seu "valor atual líquido. (wikipedia.org)
  • Os proveitos líquidos de um projeto podem incorporar a redução de custos ou a compensação pública designada por disponibilidade para pagar (willingness to pay), se o público não tem direito legal aos proveitos da política, ou a compensação designada por disponibilidade para aceitar (willingness to accept), se o público tem direito aos proveitos da política, da mudança de bem-estar resultante da política. (wikipedia.org)