• sangue
  • Nas neoplasias mieloproliferativas, principalmente as crônicas, o número de basófilos pode estar aumentado no sangue periférico. (biomedicinapadrao.com.br)
  • A sua participação no choque anafilático (sistêmico) é maior que o mastócitos, pois os basófilos são células que realmente estão presentes no sangue, e liberam os mediadores para a circulação. (wikipedia.org)
  • Quando há aumento da quantidade de basófilos no sangue periférico usa-se o termo basofilia. (wikipedia.org)
  • AGRANULOCITOSE (Neutropenia tóxica) é a diminuição do número de granulócitos (neutrófilos, eosinófilos e basófilos) no sangue periférico, em conseqüência de um distúrbio na medula óssea, geralmente por efeito mielodepressor de substâncias químicas tóxicas. (slideserve.com)
  • pode
  • Eosinófilos e basófilos estão quase universalmente aumentados, este achado pode ajudar a diferenciar a LMC da reação leucemoide. (wikipedia.org)
  • O mieloblasto pode formar: promielócitos de neutrófilos, eosinófilos ou basófilos (lembrando que estas, por sua vez, são todas leucócitos granulares). (wikipedia.org)
  • grandes
  • Quando a contagem é baseada no tamanho das células, o aparelho as diferencia por 3 tipos: células pequenas (linfócitos), células médias (neutrófilos, eosinófilos e basófilos) e células grandes (monócitos). (wikipedia.org)
  • As características funcionais e físicas levaram a uma classificação dos leucócitos em cinco grandes grupos: neutrófilos, eosinófilos, basófilos, linfócitos e monócitos, sendo que o primeiro e o último grupo são constituídos por células fagocíticas. (wikipedia.org)