• gravidez
  • Diferente dos anticoncepcionais convencionais, os métodos de emergência atuam de forma a evitar a gravidez após a relação sexual. (boasaude.com.br)
  • 3. Ficha técnica Este material foi produzido no âmbito do projeto Construção de uma cartilha educativa para a promoção do envolvimento paterno na gravidez e desenvolvido no Programa de Pós-Graduação de Enfermagem (PPGE) da Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo na área Cuidado em Saúde. (slideshare.net)
  • No entanto, esta associação entre rotura da bolsa amniótica e coito no final da gravidez é inconsistente. (uol.com.br)
  • vezes
  • Fontes históricas relatam que, desde o período dos hebreus, superstições, crenças e magias são usadas com esse propósito, tendo alguns métodos, precários e ineficazes na maioria das vezes, se tornado populares, como as duchas vaginais pós-coito. (boasaude.com.br)
  • Define-se como infértil o casal que após um ano de vida sexual ativa, com freqüência de coito de pelo menos duas vezes por semana e sem uso de método anticoncepcional, não conseguiu engravidar. (trabalhosfeitos.com)
  • Se a tem, é necessário saber há quanto tempo (idade da primeira relação sexual), quantos parceiros já teve, se o ritmo das atividades sexuais é freqüente ou esporádico (quantas vezes por mês), se tem dispareunia (dor ao coito), se a libido e o orgasmo estão presentes. (webartigos.com)
  • diafragma
  • Entre as falhas mais comuns dos anticoncepcionais estão rompimento do preservativo, o deslocamento do diafragma, o e squecimento prolongado do uso do anticonceptivo oral, o atraso na data do injetável mensal, o cálculo incorreto do período fértil e o erro no período de abstinência ou interpretação equivocada da temperatura basal. (boasaude.com.br)