tipo de anemia

  • A anemia hemolítica auto-imune ou anemia mediada imunologicamente é um tipo de anemia hemolítica e divide-se em em dois tipos principais, a anemia hemolítica de anticorpos reativos ao frio e a anemia hemolítica de anticorpos reativos ao calor, sendo esta a mais comum. (wikipedia.org)
  • Aproximadamente um terço das pessoas que sofrem deste tipo de anemia tem uma doença subjacente, como um linfoma, uma leucemia ou uma doença do tecido conectivo (especialmente o lúpus eritematoso sistêmico), ou então foram expostas a certos medicamentos, principalmente a metildopa. (ebah.com.br)
  • Anemia hemolítica de anticorpos reativos ao frio ou anemia hemolítica por anticorpos frios, é um tipo de anemia hemolítica auto-imune, aonde o corpo estimula os anticorpos a reagirem contra eritrócitos em baixas temperaturas ou em temperaturas ambiente. (wikipedia.org)
  • Anemia hemolítica por anticorpos reativos ao calor ou anemia hemolítica por anticorpos quentes é um tipo de Anemia hemolítica auto-imune, aonde o corpo estimula os anti-corpos a reagirem contra eritrócitos em temperatura corpórea. (wikipedia.org)

podem

  • Quando presentes, os sinais e sintomas não são específicos e podem ocorrer: fadiga ou cansaço infecção febre vespertina sudorese noturna emagrecimento aumento dos linfonodos (linfonodomegalia) aumento do baço (esplenomegalia) aumento do fígado (hepatomegalia) Durante a progressão da doença, o paciente pode desenvolver: anemia grave devido à produção diminuída de hemácias anemia hemolítica autoimune sangramentos, em decorrência da plaquetopenia (número baixo de plaquetas) infecções, em decorrência da deficiência imunológica. (wikipedia.org)
  • Pacientes podem desenvolver anemia secundária a infiltração medular, efeito mielossupressivo da quimioterapia, inibição de citocinas, autoimunidade dirigida contra antígenos dos glóbulos vermelhos (ou hemácias), hiperesplenismo (aumento do baço) e por uma má alimentação que leva a deficiência de ferro e ácido fólico. (wikipedia.org)
  • Podem produzir anemia hemolítica por anticorpos quentes ou anticorpos frios. (medicinanet.com.br)
  • Alguns haptenos podem induzir a doença autoimune. (wikipedia.org)
  • Isto também parece ser o mecanismo pelo qual halotano, um gás anestésico, pode causar hepatite autoimune, e o mecanismo através do qual os fármacos, tais como penicilina, podem causar anemia hemolítica autoimune. (wikipedia.org)
  • Os sintomas clássicos da anemia que podem estar presentes são fadiga, cansaço, falta de ar, cefaléia. (wikipedia.org)

dois tipos principais

  • Existem dois tipos principais: a anemia hemolítica por anticorpos quentes, mais frequente e a anemia hemolítica por anticorpos frios (ou crioanticorpos). (ebah.com.br)

sistema

  • Essa fixação imune desencadeia uma série de reações em cascata (resposta imune humoral) que termina na lise dessas células (hemólise intravascular) e fagocitose pelo sistema macrofagocítico (hemólise extravascular). (ebah.com.br)
  • Nesses casos, quando o auto-anticorpo apresenta especificidade, é mais comum reagir contra antígenos do sistema Rh. (ebah.com.br)
  • A etiologia do auto-anticorpo na anemia hemolítica auto-imune ainda é desconhecida, todas as hipóteses refletem um distúrbio generalizado na homeostasia do sistema imune. (ebah.com.br)
  • Para manter a tolerância aos próprios antígenos e uma resposta adequada aos antígenos estranhos, o sistema imune possui vários pontos de controle, central e periférico. (ebah.com.br)
  • Um ótimo artigo falando sobre o nosso sistema imune, apresentando as defesas dos nossos corpos.Desde. (ebah.com.br)
  • Assim, uma doença auto-imune é a tradução de uma situação esporádica relacionada com o nosso sistema imunológico , que não se encontra a funcionar da forma natural, causando assim vários outros problemas associados. (especialista24.com)
  • Portanto, antes de saber o que é, quais são as causas e sintomas da doença auto-imune, tendo em consideração que esta é dependente do sistema imunológico, é imprescindível conhecer todos os detalhes do mesmo, compreendendo o seu funcionamento e quais os motivos que o levam a falhar. (especialista24.com)
  • Antes de saber o que são as doenças auto-imunes é necessário que conheça bem o sistema imunológico para que as explicações posteriores se tornem mais fáceis de assimilar. (especialista24.com)
  • Como referido em cima, as doenças auto-imunes acontecem quando o nosso sistema de defesa do organismo, o sistema imunológico, não está a funcionar de forma correcta, tendo dificuldades em identificar as invasões de agentes exteriores, levando assim a que inicie a produção de anticorpos contra o próprio organismo, sem motivos aparentes. (especialista24.com)
  • Assim, uma doença auto-imune surge quando o sistema imunológico cria uma agressão contra o organismo , reconhecendo algo que é comum como um agente externo, desencadeando assim uma inflamação para a eliminar por completo. (especialista24.com)
  • Assim como ocorre em outras doenças autoimunes, o sistema imune ataca as próprias células e tecidos do corpo, resultando em inflamação e dano tecidual. (wikipedia.org)
  • Esta anemia pode ser um resultado de um ataque do sistema imune à medula óssea, podendo ser desencadeada por uma falha no processo de hematopoese. (wikipedia.org)

surge

  • Após uma disfunção o corpo pode agir de forma errônea, podendo destruir as suas próprias células, quando essa reação auto-imune tem como alvo os eritrócitos, surge a anemia hemolítica auto-imune. (wikipedia.org)
  • É importante definir se o paciente possui anemia hemolítica autoimune primária ou idiopática, quando não está associada com outra patologia (60% dos pacientes) e secundária quando surge como manifestação ou complicação de outra doença, onde 20% dos indivíduos devido a doenças linfoproliferativas (leucemia linfocítica crônica ou linfoma não-Hodgkin) e 5% dos pacientes a anemia hemolítica autoimuneé associada com colagenose. (ebah.com.br)
  • Plaquetopenia surge em casos de hiperesplenismo, por substituição medular e por trombocitopenia imune (anticorpos antiplaquetários). (wikipedia.org)

adquirida

  • Uma das causas mais comuns de anemia hemolítica adquirida é a destruição autoimune de hemácias autoanticorpos dirigidas contra antígenos nas células vermelhas do paciente. (medicinanet.com.br)

mediada

  • As Anemias Hemolíticas Auto-Imunes são definidas como patologias nas quais ocorre destruição precoce das hemácias mediada por auto-anticorpos fixados a antígenos da membrana eritrocitária. (ebah.com.br)
  • Este tipo de lise mediada por complemento é exemplificada por certos tipos de anemia hemolítica auto-imune que envolve formação de anticorpo contra antígenos de grupos sanguíneos nos eritrócitos. (wikipedia.org)

resposta imune

  • Hapteno (do grego haptien = unir) é uma substância não proteica, de baixo peso molecular (menos de 10.000 u), que sozinha não consegue induzir uma resposta imunológica, como a formação de anticorpos, necessitando assim estar ligada a uma proteína transportadora de maior peso molecular, como por exemplo a albumina ou uma imunoglobulina, para gerar resposta imune. (wikipedia.org)
  • Quando se entra em contato com essa planta pela primeira vez, o urushiol sofre oxidação nas células da pele para gerar o hapteno real, uma molécula chamada de quinona reativa, que reage com as proteínas transportadoras da pele e gera resposta imune. (wikipedia.org)

tipos

  • Certos tipos de anemia hemolitica auto-imune e algumas reações medicamentosas são mediadas pela opsonização associada ao complemento. (wikipedia.org)

anemias

  • As anemias hemolitica são, de maneira geral, doenças. (ebah.com.br)
  • As anemias hemolitica são, de maneira geral, doenças causadas pela destruição de eritrócitos e. (ebah.com.br)

pode

  • Uma quebra em algum ponto desse processo pode resultar no aparecimento de distúrbios auto-imune, como AHAI. (ebah.com.br)
  • O lúpus eritematoso sistêmico(português brasileiro) ou lúpus eritematoso sistémico(português europeu) (LES ou lúpus) é uma doença autoimune do tecido conjuntivo, de causa desconhecida que pode afetar qualquer parte do corpo. (wikipedia.org)

outras

  • As doenças auto-imunes, também muitas vezes identificadas como DAI para facilitar a comunicação, são mais de 100 , sendo que algumas se tornaram mais populares que outras daí serem mais facilmente identificáveis. (especialista24.com)

pacientes com

  • A primeira descrição foi em 1903 por Landsteiner, quando foram apresentados pacientes com quadro de anemia, fenômeno de Raynaud e outros fenômenos vasculares periféricos. (medicinanet.com.br)
  • Muitos pacientes com anemia aplásica desenvolvem HPN. (wikipedia.org)

complemento

  • O teste de Coombs direto é o padrão para o diagnóstico da anemia hemolítica autoimune, neste caso as hemácias do paciente são lavadas se tornando livres de proteínas aderentes e colocadas para reagir com antissoro ou anticorpos monoclonais preparados contra as diferentes imunoglobulinas, especialmente IgG e fragmentos do complemento no caso C3d. (medicinanet.com.br)

medula

  • Estes auto-anticorpos revestem os glóbulos vermelhos, os quais são então identificados como um componente estranho e destruídos por células presentes no baço ou por vezes no fígado e na medula óssea. (ebah.com.br)

casos

  • Teste de Coombs: Apresenta-se positivo em casos de presença de anemia hemolítica autoimune. (wikipedia.org)
  • nova amostra.ERITROGRAMA.1) Anemia signifca contração da massa eritrocitária e policitemia a expansão desta.2) Contagem de eritrócitos : ao analisar os valores lembrar que o CV é de 5% (isto é, emcontagem de 5 milhões, 95% dos casos estarão entre 4,5 e 5,5). (slideshare.net)

produtos

  • A forma mais clássica apresenta uma anemia hemolítica e presença dos produtos da hemólise na urina (hemoglobina e hemossiderina) faz com que ela fique com cor escura (cor de coca-cola) e às vezes o paciente apresenta icterícia e esplenomegalia (baço aumentado). (wikipedia.org)

reagem

  • É, na maioria das vezes, idiopática, de origem desconhecida e diagnosticada quando as análises laboratoriais identificam auto-anticorpos no sangue, que se unem aos glóbulos vermelhos do organismo e reagem contra eles. (ebah.com.br)
  • É a forma mais comum, onde o corpo cria auto-anticorpos que reagem contra os glóbulos vermelhos à temperatura de 37ºC. (ebah.com.br)

seja

  • Embora a colite ulcerativa seja tratada como se fosse uma doença auto-imune, não há consenso sobre isso. (wikipedia.org)

forma

  • Além da doença por crioaglutinas, temos outra forma de anemia hemolítica por anticorpos frios, a chamada Hemoglobinuria paroxistica do frio (ou doença de Donath-Landsteiner). (medicinanet.com.br)

Coombs

  • Teste de Coombs direto: para descartar doença auto-imune. (wikipedia.org)

membrana

  • Hemoglobinúria paroxística noturna (ou HPN) é uma anemia hemolítica crônica causada por um defeito na membrana das hemácias. (wikipedia.org)

drogas

  • Auto-imune por drogas: As drogas induzem uma produção incompleta de anticorpos no qual estas agem no mecanismo hemolítico na presença da droga indutora. (ebah.com.br)

desenvolver

  • Esta escolha fez com que a Humanidade conquistasse a autonomia e a responsabilidade sobre seus próprios desígnios cármicos, trazendo a possibilidade de desenvolver auto maestria sobre os seus próprios processos e incentivando cada Ser Humano a sair da posição de vítima para assumir o comando da sua própria existência na matéria. (blogspot.com)

ocorre

  • A anemia hemolítica consiste na diminuição da quantidade de eritrócitos, e conseqüentemente no decréscimo da concentração de hemoglobina, que ocorre por uma queda na vida média eritróide. (ebah.com.br)

grupos

  • Há a descrição de auto-anticorpos ocorrendo em quase todos os sistemas de grupos sangüíneos. (ebah.com.br)