Fazer uma pergunta:


O que é bom para acabar com a Sonolência?


Pessoal, estou combatendo a Depressão e a Sindrôme do Pânico, com Alprazolam e Paroxetina.
Porém, ultimamente estou tendo muita sonolência e sinto que meu corpo fica mole, anestesiado.
O que me recomendam? Quero voltar a ter energia. É tanto sono que durmo o dia inteiro, me ajudem!
Me digam TAMBÉM, o que acham de tais medicamentos!
Me ajudem, conto com a compreensão de todos!
Caro amigo JAS, estou tomando esta medicação desde Outubro. Aumentei a dose de Parox em dezembro. O que acha?
----------

paroxetina e alprazolam é uma combinação excelente para pânico, seu médico foi na "mosca".São os de 1a linha.Mas caso vc está iniciando o tratamento, melhor aguardar 1-3 semanas e ver se esta moleza acaba.Pode-se fazer ajustes nas doses tbm, isso vc queixa ao seu médico e ele avalia, pq há muitas outras opções de combinação para deprê+pânico, porém, ele precisa esgotar esta possibilidade para partir para uma 2a tentativa.
Paroxetina é um ótimo antidepressivo.
Alprazolam já não é muito legal para depressão, mas para pânico é opção perfeita, junto com rivotril.
daí, é um joguinho de xadrez até acertar a medicação e doses.
Tenha calma no início, pq depois que a medicação "pega", vc ficará super bem.  (+ info)

tomo fluoxetina de manhã e alprazolam a noite.será que os dois combinam?


sou muito nervosa nao durmo a noite direito.o alprazolam faz mais efeito qdo tomo cerveja.e o fluoxetina está me deixando com o corpo ruim e tristeza.faz uma semana q começei.o alprazolam já faz 3 meses e estou durmindo bem.comecei tomar fluoxetina pra ver se me acalmo,mais foi sem receita médica,por isso a dúvida se os dois combina.???????
nuss ninguém vai me responder.já parei de tomar fluoxetina.estou com meda!estou me sentindo melhor sem ele.pois se dependesse de vcs.affff
----------

A combinação do alprazolam com cerveja poderá leva-la ao túmulo se não parar o mais rápido possível e os sintomas do seu corpo já comprova o efeito que está ocorrendo.  (+ info)

existe algum problema, reação física /ou emocional, tomar URBANIL no lugar de alprazolam?


Minha mãe tem 82anos, é muuiito anciosa, fala sozinha e alto, tem sempre tristeza, nada satisfaz e tem dificuldade para dormir. Tomou RIVOTRIL- 2,5 - durante muito tempo. Passou a não fazer mais efeito. Então, estes últimos 20 dias ,dei ALPRAZOLAM 2,0. Acabou e meu amigo disse para eu usar URBANIL- 20mg, estou preocupada.
----------

Dicas que pode ajudar sua mãe :
1º Procure distrair a mente: ir ao parque, cinema, praia, fazer amizades construtivas.
2º Se dedicar aos estudos para garantir o sucesso
3º Vc pode procurar ajuda psicológica para aumentar sua auto-estima.
4º Ir a igreja e frequentar, lá vc encontrará um pessoal maneiro que te ajudará.
5º Procure um padre se confesse e participe da eucaristia, comungar com frequência fortalecerá o seu coração




Olhe para frente sempre!!! A vitória esta mais próxima do que vc possa imaginar.


Escute esta palestra vai te ajudar
A presença de Deus
http://www.youtube.com/watch?v=hF___7zd1jg

Escute momento de fé com Padre Marcelo Rossi am 1100 radio globo da 09:05 as 10:00 da manhã e coloque sua familia no colinho de Jesus, e veja os prodígios do Pai do Céu.



Escute esta música:
Poder da oração:
http://letras.mus.br/alda-celia/163066/  (+ info)

Alguem sabe me dizer se o alprazolam, pode ter como efeito colateral, ou reação adversa:CONVULSÃO??dESMAIO?


Alguem sabe me dizer se o alprazolam, pode ter como efeito colateral, ou reação adversa:CONVULSÃO??DESMAIO??
----------

Não ocorrem Convulsões ou desmaio devido ao uso correto do Alprazolam. O Alprazolam age inibindo a os receptores do neurotransmissor GABA, tendo efeito benefico quando utilizado por pacientes com historicos de convulsões.

As convulsões e o desmaio, podem ocorrer sim, quando o tratamento com Alprazolam é descontinuado de forma abrupta, de uma hora para outra. Isso acontece porque a inibição do GABA é interrompida drasticamente e o SNC não esta preparado para tal reação. Por isso, a retirada do Alprazolam deve ser lenta e gradual, em geral, deve ocorrer em um periodo de uma ou duas semanas, reduzindo lentamente a dose.

Se isso está acintcendoi com voce, seria bom voce procurar o seu medico e conversar com ele.

Boa sorte e até a proxima...  (+ info)

Entre Alprazolam e Diazepam, qual dos dois é mais eficáz para o relaxamento muscular?


Olá, galera. Meu psiquiatra me receitou Amitriptilina para melhorar meu Bruxismo. Eu sofro muito com este Bruxismo... A história é a seguinte, eu fui atrás de um psiquiatra para tratar da minha Síndrome do Pânico, isso foi no começo do ano. Tentei muitos antidepressivos e todos me causavam Bruxismo, mas eu não tinha ideia do que estava acontecendo, acordava com muita dor na articulação, face, ombro, pescoço etc. Comentei com meu psiquiatra sobre o Bruxismo, que todos os antidepressivos me causavam o maldito Bruxismo, meu Bruxismo é tão forte, que eu cheguei a estourar uma plaquinha miorrelaxante, então numa tentativa de sarar minha Síndrome do Pânico, os antidepressivos desencadeiaram-me Depressão, eu fiquei um tempo fora da órbita pq eu já tinha feito de tudo para tratar o Bruxismo, sentia dores fortíssimas, cheguei até ficar com a audição ruim, meus discos articulares estão fodidos, enfim... Quando me toquei que eram os antidepressivos que estavam desencadeiando o Bruxismo, remarquei o psiquiatra e expliquei a situação... Ele me receitou Amitriptilina, para relaxar os músculos, só que o problema é o seguinte, eu sou muito sensível às Síndromes Extrapiramidais, então a Amitriptilina dobrou a piora do Bruxismo. Então é o seguinte, eu estou pensando em parar de correr atrás de remédios, depois que eu comecei a tomar os remédios para a mente, fiquei dez vezes pior do que era, sem contar que não sofria de Depressão e minhas crises de Pânico eram mínimas e controláveis... Hoje eu fui ao PS pq estava com muita dor, não conseguia nem mexer os braços, então o médico do PS disse para eu ligar para meu psiquiatra e avisar o que está acontecendo, e receitou Ciclobenzaprina de 5 milígramas para eu tomar antes de dormir, só que, não pode tomar a Ciclobenzaprina junto com a Amitriptilina, na bula diz que houve até óbitos com a tal misturar... E para piorar a situação, só consigo entrar em contato com meu psiquiatra na semana que vem, ele não é da minha cidade... Então eu estava pensando em parar com a Amitriptilina, tomar benzodiazepínicos para ir relaxando a musculatura e depois de 15 dias, tomar a Ciclobenzaprina, que foi receitada pelo médico, na bula fala que para tomar a Ciclobenzaprina, tem de esperar 15 dias no mínimo após parar com a Amitriptilina... O segredo é relaxar a musculatura para a dor ir embora, eu tenho Alprazolam, Diazepam e Rivotril aqui, eu só não sei qual é o mais eficáz para o relaxamento muscular... Não gosto do Rivotril, me dá efeito adverso, me deixa irrequieto... Sobrou o Alprazolam e o Diazepam, qual dos dois você acham melhor? Obrigado.
----------

que zica em cara...eu ia de diazepam(o efeito dura mais)...depois nunca mais tome nada,se tua sindrome do pânico nao era tão forte  (+ info)

tenho um serio problema com ansiedade depressao e trastorno de humor meu passou pra min depakote 500 mg?


cloridrato de ampritilina 25 mg e alprazolam so q para tomar anoite e a minhasn crises são d manha o q faço?????
----------

É uma excelente medicação!Vale a pena acompanhar a evolução ao utilizar os medicamentos, você pode fazer isso de várias formas, utilizar gráficos com parâmetros comparativos do humor é uma delas, agora se algum efeito indesejado ficar muito acentuado, é só retornar ao médico e ele irá rever as combinações e as doses. Boa sorte!  (+ info)

como subistituir alprazolam pelos fitoterapicos?


to viciado nessa porcaria de alprazolam que ta detonando meu cerebro. quero subistituir pelo fitoterapico. mas os "medicos" dizem que nao pode.
Outros de outras cidades dizem que pode.
Sendo que moro em cidade pequena acredito que aqui os medicos ganham das farmacias porvenda de remedio, sendo que tem somente uma rede de farmacias. essa cidade aqui é mafia.
----------

Você está correto, todo viciado ou dependente, assim como psiquiatras dirão a mesma coisa!
Por quê?
Porque se aconselhassem outra coisa não estariam dependentes e nem receitando drogas.
Do mesmo modo aqui no Yahoo, sempre esta conversa mole de continuar zumbi...

O segundo estágio é quem está com a pulga na orelha, não consegue controlar a doença, muda de remédio e muda de dosagem e nada, só efeitos colaterais, pouco controle e nenhuma solução, quanto menos cura, claro.

O que você cita em seu texto, um médico prova isto, não só de se venderem para as indústrias farmacêuticas, por comissão, um presente como um lap top ou diplomas na parede de duvidosa procedência, e diz que é preciso dar um basta nisto!
http://www.ichthysinstituto.com.br/artigos_detalhe.asp?ID=59

O terceiro estágio é quem já finalmente percebeu a realidade, que remédios não deveriam ser usados em caso algum para a saúde mental, pois a Psique não é o corpo e que a memória está na mente que é abstrata e não no cérebro que é físico. Doença mental não é fisiológica, bioquímica ou genética karacas! É doença sua, não do seu corpo, os efeitos é que são sentidos no corpo, os somáticos, as mudanças comportamentais, de pensamentos, ansiedades e depressões.

Então percebem que existe uma causa e só em Terapia poderiam resolver, simples assim.
Não adianta paliativos, seria outra perda de tempo e saúde.
Você pode fazer o desmame, é diminuição matemática da dosagem diária, depois intercalando dias sem tomar, até poder deixar sem problemas de síndrome de abstinência, outra praga que todos dependentes precisam um dia passar...  (+ info)

Qual dos 2 é melhor para ansiedade Bromazepan ou alprazolam?


Eu particularmente,prefiro o alprazolam,eu tomaei por muitod anos,juntamente com anti depressivo,mas vc deve converasar com o seu médico.


Bula de Remédio: Frontal (Alprazolan) Pharmacia

Nome Comercial: Frontal®
Nome Genérico: Alprazolam
.

Forma farmacêutica e apresentações
Caixas contendo 20 comprimidos de 0,25 mg, 0,5 mg e 1,0 mg.
Caixa contendo 30 comprimidos de 2,0 mg.

.

Indicações

FRONTAL® (Alprazolam) é indicado no tratamento de estados de ansiedade, inclusive os associados com outras manifestações como a abstinência do álcool. Também indicado no tratamento do transtorno do pânico, com ou sem agorafobia.

Contra-indicações
FRONTAL® (Alprazolam) está contra-indicado em pacientes com miastenia gravis, glaucoma de ângulo estreito agudo e pacientes com sintomas psicóticos.

.

Interações medicamentosas
O Aprazolan produz efeitos depressores aditivos do sistema nervoso central, quando administrados concomitantemente com outros medicamentos psicotrópicos, anticonvulsivantes, anti-histamínicos, etanol e outras drogas que produzem depressão do SNC. Recomenda-se cautela quando alprazolam é co-administrado com fluoxetina, propoxifeno, anticoncepcionais orais, sertralina, paroxetina, diltiazem, isoniazida ou antibióticos macrolídeos como eritromicina e troleandomicina.

.

Reações adversas

sonolência, tontura, vertigem, visão turva, cefaléia, depressão, insônia, nervosismo, ansiedade, confusão, síncope, acatisia, tremor, rigidez, alteração do peso, amnésia, falta de coordenação, boca seca, obstipação, diarréia, náuseas, vômitos, hipersalivação, taquicardia, palpitações, dermatite, alergia, congestão nasal, manifestações autonômicas, ataxia, fala pastosa, humor alterado e disfunção sexual.

.

Posologia

Estados de ansiedade: Inicial de 0,25 a 0,5 mg e máxima de 0,5 a 4,5 mg ao dia.
Transtorno do pânico: Inicial de 0,5 a 1,0 mg e máxima de 10 mg ao dia.
Pacientes geriátricos: Inicial de 0,25 mg e máxima de 0,5 a 0,75 mg ao dia.
.
.

Este é um resumo da bula do medicamento.  (+ info)