Loading...
  • graxos
  • Os TG + fosfolípides + colesterol e seus esteres + ácido graxos livres + vitaminas lipossolúveis reagem no REL com proteínas, formando partículas estáveis denominadas quilomícrons. (wikipedia.org)
  • podem ser
  • Os ésteres também podem ser preparados a partir da reação ácido (geralmente orgânico) com um álcool (o hidrogênio do ácido R-COOH é substituído por um grupo alquilo R") ou um cloreto ou anidrido de ácido com álcool ou fenol. (wikipedia.org)
  • A ligação molecular que existe nos anestésicos locais do tipo éster é mais fácil de ser quebrada que a ligação molecular do grupo amida, por isso os ésteres são mais instáveis em solução e não podem ser armazenados por tanto tempo quanto as amidas. (wikipedia.org)
  • duas
  • Estas duas vantagens distintas demonstram porque é vantajoso utilizar ésteres longos e curtos durante um ciclo, tanto para obter o nível mais elevado de anabolismo possível, como também para proporcionar um pico de concentração no plasma. (myogenlabs.com)
  • amidas
  • De acordo com a natureza química da ligação entre o anel aromático e o grupamento amina, os anestésicos locais são divididos em dois grandes grupos: ésteres e amidas. (wikipedia.org)
  • Os ésteres são biotransformados rapidamente no plasma, pela colinesterase plasmática, enquanto que os amidas dependem de biotransformação pelos microssomos hepáticos. (wikipedia.org)
  • As amidas são termoestáveis e podem sofrer o processo de autoclave, os ésteres não. (wikipedia.org)
  • O metabolismo da maioria dos ésteres resulta na produção de ácido para-aminobenzóico (PABA) que pode ser associado a reações alérgicas, enquanto as amidas raramente causam reações alérgicas. (wikipedia.org)