Hospitais Públicos: Hospitais controlados pelos diferentes tipos de governo municipal, estatal ou federal.Brasil: A República Federativa do Brasil é formada por 5 regiões (norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul), 26 Estados e o Distrito Federal (Brasília). A atual divisão político-administrativa é de 1988, quando foi criado o estado do Tocantins, a partir do desmembramento de parte de Goiás, e os territórios de Amapá e Roraima foram transformados em estados. Quinto país do mundo em área total, superado por Federação Russa, Canadá, China e EUA, e maior da América do Sul, o Brasil ocupa a parte centro-oriental do continente. São 23.089 km de fronteiras, sendo 7.367 km marítimas e 15.719 km terrestres. A orla litorânea estende-se do cabo Orange, na foz do rio Oiapoque, ao norte, até o arroio Chuí, no sul. Todos os países sul-americanos, com exceção de Equador e Chile, fazem fronteira com Brasil. Pouco mais de 70 km tornam a extensão norte-sul do país superior ao sentido leste-oeste. São 4.394,7 km entre os extremos leste e oeste. Ao norte, o ponto extremo do Brasil é a nascente do rio Ailã, no monte Caburaí, em Roraima, fronteira com a Guiana. Ao sul, o arroio Chuí, na divisa do Rio Grande do Sul com o Uruguai. A leste, a ponta do Seixas, na Paraíba. E a oeste, as nascentes do rio Moa, na serra da Contamana, no Acre, fronteira com o Peru. O centro geográfico fica na margem esquerda do rio Jarina, em Barra do Garça em Mato Grosso. (Almanaque Abril. Brasil, SP: Editora Abril S.A., 2002). Existe grande contraste entre os estados em relação aos aspectos físicos e demográficos e aos indicadores sociais e econômicos. A área do Amazonas, por exemplo, é maior do que a área somada dos nove estados da região nordeste. Enquanto Roraima e Amazonas têm cerca de um a dois habitantes por km2, no Rio de Janeiro e no Distrito Federal esse índice é superior a 300 (a média para o país é de 20,19 IBGE 2004). A população brasileira estimada para 2006 é de 186 milhões de habitantes distribuída em uma área de 8.514.215,3 km2 (média de 46 hab/km2). A mortalidade infantil média para o país é de 26,6 óbitos de crianças menores de um ano por 1000 nascidos vivos, variando de 47,1 para o estado de Alagoas (IBGE 2004) e 13,5 para o estado de São Paulo (SEADE 2005). A esperança (ou expectativa) de vida do brasileiro ao nascer é de 71,7 anos (IBGE 2004). A taxa de fecundidade é de 2,3 filhos por mulher menor de 20 anos (IBGE 2004). Em relação à economia, apenas três estados do Sudeste - São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais - respondem por cerca de 60 por cento do PIB brasileiro.Hospitais Privados: Classe de hospitais que inclui hospitais com e sem fins de lucro, que são controlados por uma entidade legal que não uma agência governamental.Hospitais de Distrito: Hospitais controlados pelo governo e que representam o maior recurso de saúde em uma determinada área geográfica.Hospitais Municipais: Hospitais controlados pelo governo do município.Hospitais Gerais: Hospitais grandes com pessoal médico residente que presta assistência continuada a pacientes de cirurgia, clínica médica e maternidade.Hospitais Urbanos: Hospitais localizados em áreas metropolitanas.Hospitais de Ensino: Hospitais engajados em programas educativos e de pesquisa, bem como na prestação de assistência médica a pacientes.Hospitais Universitários: Hospitais mantidos por uma universidade para o ensino médico de estudantes, pós-graduandos e para pesquisa clínica.Custos Hospitalares: Despesas que o hospital tem com a provisão de cuidados. Os custos hospitalares, atribuídos ao cuidado de um paciente em particular, incluem os custos diretos mais uma quantia proporcional às despesas gerais com administração, pessoal, manutenção do prédio, equipamento, etc. Os custos hospitalares são um dos fatores que determinam os PREÇOS HOSPITALARES (preço que o hospital fixa para os seus serviços).Indigência Médica: Situação em que indivíduos são financeiramente incapazes de ter acesso a cuidados médicos adequados sem se privarem (e a seus dependentes) de alimento, vestuário, abrigo e outros elementos essenciais da vida.Número de Leitos em Hospital: Indica o número de camas projetado e contido em um hospital. Pode se referir ao número de camas existentes e disponíveis para uso.Recursos Humanos de Enfermagem no Hospital: Pessoal que presta cuidados de enfermagem a pacientes em um hospital.Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Estudos Transversais: Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)Hong Kong: A antiga colônia da coroa Britânica localizada na costa sudeste da China, incluindo a ilha de Hong Kong, Península de Kowloon e Territórios Novos. Os três locais foram cedidos aos Britânicos pelos Chineses respectivamente em 1841, 1860 e 1898. Hong Kong reverteu para a China em julho de 1997. O nome representa a pronuncia Cantonesa do Chinês xianggang, porto fragrante, de xiang, perfume, e gang, porto ou ancoradouro, com referência às suas correntes adocicadas pela água fresca de um rio a oeste dali.Economia Hospitalar: Refere-se aos aspectos econômicos da administração e operação de hospitais.Questionários: Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.Serviço Hospitalar de Emergência: Serviços hospitalares especificamente designados, equipados e dotados de pessoal para atendimento de emergência.Ambulatório Hospitalar: Serviços hospitalares que prestam assistência médica com base ambulatorial.Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.Recém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Hospitalização: Confinamento de um paciente em um hospital.Departamentos Hospitalares: Divisões administrativas principais do hospital.Fatores Socioeconômicos: Fatores sociais e econômicos que caracterizam o indivíduo ou o grupo dentro da estrutura social.Tempo de Internação: Período que um paciente permanece confinado em um hospital ou outra instituição de saúde.Hospitais de Condado: Hospitais contratados pelo governo de um condado.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Reestruturação Hospitalar: Reorganização da estrutura de um hospital.Maternidades: Hospitais especializados que prestam assistência às mulheres durante a gestação e parto.Equipe de Enfermagem: Coordenação dos serviços de enfermagem prestados pelos diferentes profissionais de enfermagem sob a supervisão de uma enfermeira profissional. A equipe consiste de enfermeira universitária, técnico, auxiliar e atendente de enfermagem.Hospitais com mais de 500 LeitosHospitais Pediátricos: Hospitais especializados para prestação de assistência a crianças doentes.Alocação de Custos: Refere-se a designação, para cada uma das unidades de custo, de uma porção equitativa dos custos das atividades que servem todas essas unidades. Geralmente as unidades de custo referem-se a departamentos e serviços de instituições.População Urbana: Habitantes de uma cidade ou município, inclusive áreas metropolitanas ou suburbanas.Unidades Hospitalares: Áreas da organização hospitalar não consideradas como departamentos que prestam assistência especializada ao paciente. Incluem várias unidades de cuidados especiais no hospital.Hospitais Especializados: Hospitais que prestam assistência em uma única categoria de doenças, com pessoal e serviços dirigidos a cuidados específicos.Hospitais com Fins Lucrativos: Hospitais organizados e controlados privadamente e que visam lucro. Inclui hospitais de propriedade de acionistas ou operados por cadeias.ÍndiaAuditoria Financeira: Exame, avaliação e verificação da contabilidade.Ocupação de Leitos: Quantidade de serviços utilizados pelo paciente internado, baseado no número ou proporção de camas ocupadas por um determinado período de tempo.Unidade Hospitalar de Ginecologia e Obstetrícia: Serviço hospitalar responsável pela administração e direção dos cuidados prestados a pacientes de obstetrícia e ginecologia.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Qualidade da Assistência à Saúde: Níveis de excelência que caracterizam os serviços ou cuidados de saúde prestados baseados em normas de qualidade.Acesso aos Serviços de Saúde: Possibilidade dos indivíduos adentrarem e utilizarem os serviços de atenção à saúde, com vistas à resolução de problemas que afetem a saúde. Dentre os fatores que influem nesta possibilidade incluem considerações geográficas, arquitetônicas, de transporte, financeiras entre outras.Gravidez: Estado durante o qual os mamíferos fêmeas carregam seus filhotes em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero (antes de nascer) começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.Estações do Ano: Estações do ano: Divisões do ano de acordo com algum fenômeno regularmente recorrente, geralmente astronômico ou climático. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed) Variações sazonais: Diferenças sazonais na ocorrência de eventos vitais.Admissão do Paciente: Processo de admissão de pacientes que inclui a aceitação de pacientes para assistência médica ou de enfermagem em um hospital ou outra instituição de saúde.Alta do Paciente: Processo administrativo de saída de um paciente de uma instituição de saúde, vivo ou morto; inclui altas hospitalares e de centros de saúde.Pesquisas sobre Serviços de Saúde: Medidas estatísticas da utilização e outros aspectos da provisão de serviços de cuidado à saúde, incluindo hospitalização e cuidado ambulatorial.Recursos Humanos em Hospital: Mão de obra empregada em um hospital.Setor Público: A área da economia de uma nação que é sustentada por impostos e sob controle do governo.Administração Financeira de Hospitais: Refere-se a obtenção e administração de fundos para suprir as necessidades do hospital e a responsabilidade por assuntos fiscais.Hospitais Filantrópicos: Hospitais não governamentais e sem fins lucrativos; estão incluídos nesta categoria os hospitais pertencentes ou mantidos por igrejas, fundações filantrópicas, fraternidades etc.Planejamento Hospitalar: Planejamento para uma unidade hospitalar ou para o hospital como um todo segundo as necessidades dos pacientes. Não deve ser usado para arquitetura hospitalar ou para planos de construção.Infecção Hospitalar: Qualquer infecção que um paciente contrai de outro em uma instituição de saúde.Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Hospitais Psiquiátricos: Hospitais especializados na prestação de assistência a pacientes com doenças mentais.Distribuição por Idade: Agrupamento de indivíduos segundo idade ou faixa etária. O conceito não é restrito a humanos.Assistência à Saúde: Refere-se a todos os aspectos da provisão e distribuição de serviços de saúde a uma população.Estados UnidosÍndios Sul-Americanos: Membros individuais de grupos étnicos da América do Sul com origens ancestrais históricas na Ásia.Fatores Etários: Idade como um elemento ou influência que contribui à produção de um resultado. Pode ser aplicável à causa ou efeito de uma circunstância. É usado com os conceitos humano e animal, mas devem ser diferenciados de ENVELHECIMENTO, um processo fisiológico, e FATORES DE TEMPO que se refere somente ao transcurso do tempo.Preços Hospitalares: Preços que um hospital fixa pelos seus serviços. CUSTOS HOSPITALARES (despesas diretas ou indiretas que o hospital tem na provisão dos cuidados) são um dos fatores que determinam os preços hospitalares. Outros fatores podem ser incluídos, como por exemplo, lucros, concorrência e a necessidade de recuperar os custos de cuidados não reembolsados.Privatização: Processo de deslocar serviços controlados publicamente e ou instituições para o setor privado.Pacientes Internados: Pessoas admitidas em instalações de saúde que providenciam comida e alojamento, com o propósito de observação, cuidados, diagnóstico ou tratamento.Auditoria Médica: Revisão e avaliação detalhada de registros clínicos selecionados por profissionais qualificados para avaliação da qualidade da atenção médica.InglaterraModelos Logísticos: Modelos estatísticos de risco de um indivíduo (probabilidade de contrair uma doença) em função de um dado de fator de risco. O modelo logístico é um modelo linear para a logística (logaritmo natural dos fatores de risco) da doença como função de um fator quantitativo e é matematicamente equivalente ao modelo logístico.Grupos Diagnósticos Relacionados: Refere-se ao agrupamento de pacientes apresentando características clínicas semelhantes e com padrões de utilização de serviços similares. Muito usado em contabilidade de custos.Malásia: Democracia parlamentar com um monarca constitucional no sudeste da Ásia, consistindo em 11 estados (Malásia Ocidental) na Península Malaia e dois estados (Malásia Oriental) na ilha de BORNEO. Também é chamada Federação da Malásia. Sua capital é Kuala Lumpur. Antes de 1963 era a União da Malaia. Reorganizou-se em 1948 como Federação da Malaia, ficando independente da Malaia Britânica em 1957 e tornando-se Malásia em 1963 como uma federação de Malaia, Sabah, Sarawak e Cingapura (que se separou em 1965). A forma Malaio provavelmente deriva do Tâmil malay, montanha, com referência a sua geografia. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p715 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p329)Parto Obstétrico: Expulsão do FETO e PLACENTA sob os cuidados de um obstetra ou profissional da saúde. Os partos obstétricos podem envolver intervenções físicas, psicológicas, clínicas ou cirúrgicas.Referência e Consulta: Prática de enviar um paciente para outro programa ou médico para provisão de serviços ou aconselhamento, os quais a fonte da referência não está preparada para fornecer.Espanha: Democracia parlamentar localizada entre a França ao nordeste e Portugal ao oeste, limitada pelo Oceano Atlântico e pelo Mar Mediterrâneo.Pesquisa sobre Serviços de Saúde: Pesquisa sobre a organização, administração, necessidades e funcionamento de serviços de saúde. Exclui pesquisa biomédica.Cesárea: Extração do FETO por meio de HISTEROTOMIA abdominal.População Rural: Habitantes da área rural ou de pequenos municípios classificados como rurais.Administradores Hospitalares: Pessoal administrativo responsável pela implementação de políticas e direção das atividades do hospital.Instituições Privadas de Saúde: Instituições de saúde operadas por grupos ou corporações privadas com fins lucrativos.Registros Hospitalares: Dados sobre atividades e programas hospitalares; não inclui registros médicos.Estudos de Coortes: Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a factores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de doença em particular ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos.District of Columbia: Área federal localizada entre Maryland e Virginia no rio Potomac. Possui os mesmos limites com Washington, D.C., que é a capital dos Estados Unidos.Programas Nacionais de Saúde: Conjunto de normas, regulamentos e recomendações técnicas no âmbito nacional visando a implementação de estratégias sanitárias específicas, cuja organização pode basear-se em enfermidades (doenças infecciosas, cânceres etc.) ou ciclos de vida (infância, adolescência, adultos etc).São FranciscoSatisfação do Paciente: O grau pelo qual o indivíduo considera o serviço ou produto de saúde ou o modo pelo qual este é executado pelo provedor como sendo útil, efetivo ou que traz benefício.SingapuraCidade de Nova IorqueColeta de Dados: Reunião sistemática de dados, com um objetivo específico, de várias fontes, incluindo questionários, entrevistas, observação, registros existentes e equipamentos eletrônicos.Pobreza: Inadequação dos meio econômicos do indivíduo ou família para sua realização na sociedade, frequentemente decorrente de mecanismos e práticas de exploração econômica, social e cultural.Centro Cirúrgico Hospitalar: Departamento hospitalar que administra todas as funções departamentais e proporciona o diagnóstico cirúrgico e serviços terapêuticos.Antibacterianos: Substâncias que reduzem a proliferação ou a reprodução de BACTÉRIAS.Financiamento Governamental: Métodos governamentais federais, estaduais ou municipais de assistência financeira.Reforma dos Serviços de Saúde: Inovação e aprimoramento do sistema de saúde pela reavaliação e reforma dos serviços, e eliminação de erros e abusos na provisão e distribuição dos serviços de saúde aos pacientes. Inclui um realinhamento dos serviços e do seguro-saúde para um maior número de pessoas (o desempregado, o indigente, o não assegurado e o idoso nos centros urbanos e nas áreas rurais) com referência a cobertura, hospitalização, restrição de preços e custos, os custos de seguradoras e de empregados, afecções pré-existentes, medicamentos prescritos, equipamentos e serviços (tradução livre do original: MeSH, para Health Care Reform).Países em Desenvolvimento: Países no processo de mudança com o crescimento econômico, ou seja, um aumento na produção, consumo e renda per capita. O processo de crescimento econômico envolve a melhor utilização de recursos naturais e humanos que resultam em uma mudança nas estruturas sociais, políticas e econômicas.Aluguel de Propriedade: Contrato estabelecido entre locador e locatário no qual o uso de equipamentos ou instalações é garantido ao locatário por um período de tempo determinado por um preço estabelecido.Guiana: República ao norte da América do Sul, a leste da VENEZUELA e a oeste do SURINAME. Sua capital é Georgetown.Densidade Demográfica: Número de indivíduos por unidade de espaço.Atitude do Pessoal de Saúde: Atitudes do pessoal de saúde em relação a seus pacientes, a outros profissionais, em relação ao sistema de atendimento médico, etc.Corpo Clínico Hospitalar: Médicos profissionais aprovados para prestar assistência médica em um hospital.Equipamentos e Provisões Hospitalares: Quaisquer materiais usados para propiciar cuidados especialmente no hospital.Entrevistas como Assunto: Conversações com indivíduos ou com grupo de pessoas a fim de obter informações acerca da formação pessoal e outros dados biográficos, suas atitudes e opiniões, etc. Inclui entrevistas de admissão em escolas ou em empregos.Revisão da Utilização de Recursos de Saúde: Procedimento organizado realizado através de comitês para revisão das admissões, duração da estadia, suprimento de serviços profissionais e avaliar a necessidade médica daqueles serviços e promover o seus usos de forma mais eficiente.Surtos de Doenças: Aumento repentino na incidência de uma doença. O conceito inclui EPIDEMIA e PANDEMIA.Gastos em Saúde: Quantidade de recursos financeiro aplicados na atenção e prestação de cuidados de saúde em sua totalidade ou com seus componentes, seja por pessoas, grupos, países ou instituições públicas e privadas.Indicadores de Qualidade em Assistência à Saúde: Normas, critérios, padrões e outras medidas quantitativas e qualitativas diretas usadas na determinação da qualidade dos cuidados de saúde.Serviços de Saúde Materna: Prestação de cuidados de acompanhamento de gravidez e preparação para o parto.Fatores Sexuais: Usado quando sexo é discutido como um fator em relação a algum assunto ou problema específico.Demografia: Ciência e prática que lida com análises estatísticas e matemáticas de dados sobre populações - tamanho, composição e distribuição espacial, bem como causas e consequências de mudanças na fertilidade, mortalidade, casamentos e migrações. (Tradução livre do original: Popline, 2002)Ferimentos e Lesões: Danos infligidos no corpo como resultado direto ou indireto de uma força externa, com ou sem rompimento da continuidade estrutural.Tradução: Conversão de uma linguagem para outra linguagem.Índice de Gravidade de Doença: Níveis dentro de um grupo de diagnósticos estabelecidos por vários critérios de medição aplicados à gravidade do transtorno de um paciente.Argentina: País da América do Sul localizado na parte meridional do continente. Atualmente a Argentina está dividida em 24 jurisdições (23 províncias e mais a Cidade Autônoma de Buenos Aires, sede do governo nacional).França: País na Europa ocidental limitado pelo Oceano Atlântico, Canal Inglês, Mar Mediterrâneo e pelos países Bélgica, Alemanha, Itália, Espanha, Suíça, os principados de Andorra e Mônaco e ducado de Luxemburgo. Sua capital é Paris.Hospitais: Instituições com um corpo clínico organizado que presta cuidados médicos aos pacientes.Reação em Cadeia da Polimerase: Método in vitro para produção de grandes quantidades de DNA específico ou fragmentos de RNA de comprimento definido de pequenas quantidades de oligonucleotídeos curtos de sequências flanqueantes (iniciadores ou "primers"). O passo essencial inclui desnaturação térmica de moléculas alvo da dupla fita, reassociação dos primers a suas sequências complementares e extensão do iniciador reassociado pela síntese enzimática com DNA polimerase. A reação é eficiente, específica e extremamente sensível. A utilização da reação inclui diagnóstico de doenças, detecção de patógenos difíceis de se isolar, análise de mutações, teste genético, sequenciamento de DNA e análise das relações evolutivas.Doenças Endêmicas: Presença constante de doenças ou agentes infecciosos dentro de uma determinada área geográfica ou grupo populacional. Também pode se referir a uma prevalência de uma certa doença em uma área ou grupo. Inclui doenças holoendêmica e hiperendêmica. Uma doença holoendêmica é uma das quais o nível elevado de prevalência de infecção começa precocemente na vida e afeta a maioria das crianças de uma população, levando a um estado de equilíbrio como o que a população adulta mostra evidências muito menores da doença do que as crianças (malária em muitas comunidades é considerada uma doença holoendêmica). A doença hiperendêmica corresponde a uma presença constante com uma elevada taxa de incidência e/ou prevalência e que afeta todos os grupos igualmente. (Tradução livre do original: Last, A Dictionary of Epidemiology, 3d ed, p53, 78, 80)Pessoal de Saúde: Indivíduos que trabalham na provisão de serviços de saúde, quer como médicos individuais ou empregados de instituições e programas de saúde, profissionais de saúde treinados ou não, sujeitos ou não a regulamento público.Vigilância da População: Exame minucioso de uma população (população em geral, estudo de população, objetivo da população, etc.) geralmente usando métodos notáveis por sua praticabilidade, uniformidade e frequentemente por sua rapidez e mais ainda por sua completa precisão.Bibliotecas Hospitalares: Centros de informação servindo principalmente as necessidades do pessoal médico de hospital e também provendo, às vezes, educação do paciente e outros serviços.Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde: Conhecimento, atitudes e comportamentos associados, que fazem parte dos tópicos relacionados com a saúde, como doenças e PROCESSOS PATOLÓGICOS, sua prevenção e tratamento. Este termo refere-se a trabalhadores da área da saúde (PESSOAL DE SAÚDE) ou não.Serviço Hospitalar de Radiologia: Serviço hospitalar responsável pela administração e provisão de diagnósticos radiológicos e serviços terapêuticos.Traduções: Produtos resultantes da conversão de uma linguagem a outra.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Setor Privado: Aquela porção distinta da estrutura institucional, industrial ou econômica de um país que é controlada ou pertencente a interesses privados não governamentais.Eficiência Organizacional: A capacidade de uma organização, instituição ou negócio de produzir resultados desejados com um mínimo de gasto de energia, tempo, dinheiro, pessoal, material, etc.Hospitais com 300 a 499 LeitosVitória: Estado no sudeste da Austrália, o estado mais ao sul. Sua capital é Melbourne. Foi descoberta em 1770 pelo Capitão Cook e povoada primeiro por imigrantes da Tasmânia. Em 1851 foi desconectada de Nova Gales do Sul como uma colônia separada. Um governo autônomo foi introduzido em 1851 e tornou-se um estado em 1901. Foi assim denominada em homenagem à Rainha Victoria em 1851.Disparidades em Assistência à Saúde: Diferenças no acesso a/ou disponibilidade de instalações e serviços médicos.Unidades de Terapia Intensiva: Unidades hospitalares que proveem assistência intensiva e contínua a pacientes em estado grave.Árvores: Plantas superiores, perenes, lenhosas e geralmente altas (Angiospermas, Gimnospermas e alguns Pterófitos), que possuem geralmente um tronco principal e numerosos ramos.Cuidado Pré-Natal: Pré-natal inclui a prevenção, a promoção da saúde e o tratamento dos problemas que possam ocorrer durante o período gestacional e após o parto. A adesão das mulheres ao pré-natal está relacionada com a qualidade da assistência prestada pelo serviço e pelos profissionais de saúde, fator essencial para redução dos elevados índices de mortalidade materna e perinatal. (Assistência Pré-Natal - Ministério da Saúde, 2000)Distribuição por Sexo: Número de homens e mulheres numa dada população ou grupo.Etiópia: Estado independente na África oriental. A Etiópia fica localizada no Chifre da África e é limitada ao norte e nordeste pela Eritreia, ao leste pelo Djibuti e Somália, ao sul pelo Quênia e ao oeste e sudoeste pelo SUDÃO. Sua capital é Adis Abeba.Avaliação de Resultados (Cuidados de Saúde): Pesquisa voltada ao monitoramento da qualidade e efetividade da assistência à saúde medida em termos da obtenção de resultados pré-estabelecidos. Inclui parâmetros como melhoria do estado de saúde, diminuição de morbidade e mortalidade e melhoria de estados anormais (ex: pressão sanguínea elevada).Métodos Epidemiológicos: Técnicas de pesquisa focalizadas em desenhos de estudo e dados que reúnem métodos em populações humanas e animais.Fidelidade a Diretrizes: Concordância no cumprimento ou seguimento oficial, reconhecidos, ou exigências institucionais, diretrizes, recomendações, protocolos, caminhos e outras padronizações.Garantia da Qualidade dos Cuidados de Saúde: Atividades e programas encarregados de assegurar a qualidade dos cuidados em um ato ou um programa médico definido.Nova Zelândia: Grupo de ilhas no sudoeste do Pacífico. Sua capital é Wellington. Foi descoberta pelo explorador holandês Abel Tasman em 1642 e circunavegada por Cook em 1769. Colonizada em 1840 pela Companhia da Nova Zelândia, tornou-se uma colônia da coroa britânica em 1840 até 1907 quando seu estado colonial foi encerrado. Nova Zelândia é uma forma anglicizada parcial do nome holandês original Nieuw Zeeland, nova terra do mar, possivelmente com referência a província holandesa de Zeeland. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p842 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p378)Financiamento Pessoal: Pagamento (por indivíduos ou por suas famílias) por serviços de cuidados de assistência à saúde que não estão cobertos por uma terceira parte: seguro ou assistência médica.Análise Multivariada: Conjunto de técnicas usadas quando a variação em diversas variáveis deve ser estudada simultaneamente. Em estatística, a análise multivariada se interpreta como qualquer método analítico que permita o estudo simultâneo de duas ou mais variáveis dependentes. Análise e interpretação das inter-relações entre três ou mais variáveis.Características Culturais: Aqueles aspectos ou características que identificam uma cultura.Escolaridade: Período de frequência à escola ou nível de aprendizado adquirido.Reprodutibilidade dos Testes: Propriedade de se obter resultados idênticos ou muito semelhantes a cada vez que for realizado um teste ou medida. (Tradução livre do original: Last, 2001)Gestão da Segurança: O desenvolvimento de sistemas de prevenção de acidentes, lesões ou outras ocorrências adversas no ambiente institucional. O conceito inclui prevenção ou redução de eventos adversos ou incidentes envolvendo empregados, pacientes ou instalações. Por exemplo, planos para redução de lesões por quedas ou planos para prevenção de incêndio favorecendo ambiente institucional seguro.Infecções por HIV: Incluem o espectro das infecções pelo vírus da imunodeficiência humana que vão desde o estado soropositivo assintomático, passando pelo complexo relação-AIDS até a síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS).Distribuição de Qui-Quadrado: Distribuição na qual a variável está distribuída como a soma dos quadrados de qualquer variável dada independente e aleatória, tendo cada qual uma distribuição normal com média zero e desvio um. O teste de Qui-quadrado é um teste estatístico baseado na comparação de uma estatística e uma distribuição de Qui-quadrado. Os testes mais antigos se usam para detectar se duas ou mais distribuições da população diferem entre si.Custos de Cuidados de Saúde: Custos reais dos serviços relacionados com a oferta de cuidados de saúde, incluindo os custos de procedimentos, terapias e medicações. Diferencia-se de GASTOS EM SAÚDE, que se refere ao valor total pago pelos serviços e as taxas referentes ao total do encargo independentemente do custo.Insetos Vetores: Insetos que transmitem organismos infecciosos de um hospedeiro para outro, ou de um reservatório inanimado para um hospedeiro animado.Estudos de Casos e Controles: Estudos epidemiológicos observacionais nos quais grupos de indivíduos com determinada doença ou agravo (casos) são comparados com grupos de indivíduos sadios (controles) em relação ao histórico de exposição a um possível fator causal ou de risco. (Tradução livre do original: Last, 2001)ChicagoCultura Organizacional: Crenças e valores partilhados por todos os membros de uma organização. Esses valores partilhados, que estão sujeitos à mudança, se refletem nas operações do dia a dia da organização.PaquistãoCompetência Clínica: A capacidade de realizar aceitavelmente aqueles deveres diretamente relacionados ao cuidado de paciente.Necessidades e Demandas de Serviços de Saúde: Serviços de saúde requeridos por uma população ou comunidade; inclui a avaliação e a identificação das necessidades percebidas pelo grupo, calculadas através de critérios e métodos científicos.Área Programática (Saúde): Área geográfica definida e servida por um programa ou instituição de saúde.Área Carente de Assistência Médica: Área geográfica cujos recursos de saúde são insuficientes (recursos humanos e/ou instalações) para suprir as necessidades médicas da população aí residente.Sistemas de Informação Hospitalar: Sistema integrado assistido por computador planejado para armazenar, manipular e recuperar informação relativa aos aspectos administrativos e clínicos do fornecimento de serviços médicos no hospital.Rios: Grandes correntes naturais de ÁGUA DOCE formadas pela convergência de afluentes e que desembocam em um grande volume de água (lago ou oceano).Quênia: República na África oriental, ao sul da ETIÓPIA e a oeste da SOMÁLIA, com a TANZÂNIA ao sul e costa no Oceano Índico. Sua capital é Nairobi.LouisianaMedição de Risco: Métodos e técnicas aplicadas para identificar os fatores de risco e medir a vulnerabilidade aos perigos potenciais causados por desastres e substâncias químicas.Uganda: República na África oriental, ao sul do SUDÃO e a oeste do QUÊNIA. Sua capital é Kampala.CaliforniaÁfrica do Sul: República ao sul da África, a parte mais austral da África. Possui três capitais: Pretoria (administrativa), Cidade do Cabo (legislativa) e Bloemfontein (jurídica). É oficialmente a República da África do Sul desde 1960, e foi chamada de União da África do Sul entre 1910 e 1960.Projetos Piloto: Pequenas escalas-testes de métodos e procedimentos a serem utilizados em uma escala aumentada se o estudo piloto demonstrar que esses métodos e procedimentos podem ser trabalhados.American Hospital Association: Sociedade profissional nos Estados Unidos cuja associação é composta por hospitais.GréciaGenótipo: Constituição genética do indivíduo que abrange os ALELOS presentes em cada um dos LOCI GÊNICOS.Tanzânia: República na África oriental, sul de UGANDA e ao norte de MOÇAMBIQUE. Sua capital é Dar es Salaam. Foi formada em 1964 por uma fusão dos países de TANGANICA e ZANZIBAR.Saúde da População Rural: O conceito engloba assistir às comunidades rurais para identificação de suas necessidades e prioridades; desenvolver programas nacionais de vigilância, pesquisa e educação; e investigar o impacto da prática agrícola sobre fazendeiros e suas famílias e outros residentes rurais.GeorgiaAnálise de Regressão: Procedimentos para encontrar a função matemática que melhor descreve a relação entre uma variável dependente e uma ou mais variáveis independentes. Na regressão linear (v. MODELOS LINEARES) a relação é construída para ser uma linha reta e usa-se a ANÁLISE DOS MÍNIMOS QUADRADOS para determinar o melhor ajuste. Na regressão logística (v. MODELOS LOGÍSTICOS) a variável dependente é qualitativa em vez de uma variável contínua e são usadas FUNÇÕES VEROSSIMILHANÇA para encontrar a melhor relação. Na regressão múltipla, considera-se que a variável dependente pende mais que uma única variável independente.Assistência Ambulatorial: Cuidados ou tratamentos prestados a um indivíduo, cujas condições de saúde lhe permitem comparecer à consulta e retornar à casa, dispensando internação hospitalar. (European Commission Glossary)Serviço Hospitalar de Nutrição: Serviço hospitalar que coordena e supervisiona dietas de acordo com as necessidades dos pacientes.Condutas na Prática dos Médicos: Condutas na prática médica relacionadas ao diagnóstico e tratamento de acordo com o custo do serviço requisitado e proporcionado.Doença Aguda: Doença relativamente grave de curta duração.Cidades: Aglomeração humana localizada numa área geográfica circunscrita com numerosos estabelecimentos destinados à moradia e/ou a atividades culturais, mercantis, industriais, financeiras e outras não relacionadas com a exploração direta do solo. (Houaiss, 2001)Malária: Doença causada em humanos por protozoários de quatro espécies do gênero PLASMODIUM: PLASMODIUM FALCIPARUM, PLASMODIUM VIVAX, PLASMODIUM OVALE e PLASMODIUM MALARIAE e transmitida pela picada da fêmea infectada do mosquito do gênero ANOPHELES. A malária é endêmica em partes da Ásia, África, Américas Central e do Sul, Oceania e em certas ilhas Caribenhas. Caracteriza-se clinicamente por exaustão extrema associada com paroxismos de FEBRE alta, SUDORESE, CALAFRIOS e ANEMIA. Em ANIMAIS, a malária é causada por outras espécies de plasmódio.Benchmarking: Método para medir desempenho em relação a padrões estabelecidos de melhor prática.Análise Custo-Benefício: Relação entre os benefícios gerados por um programa e seus custos. A razão benefício por custo é a medida do total esperado obtido por unidade de dinheiro dispendida.ParisPsychodidae: Moscas parecidas com mariposas, pequenas e peludas, que são de considerável importância para a saúde pública como vetores de certos organismos patogênicos. Importantes gêneros relacionados a doenças são PHLEBOTOMUS, Lutzomyia e Sergentomyia.China: País que se estende da Ásia central ao Oceano Pacífico.Razão de Chances: É uma aproximação do risco relativo, característica de estudos de casos e controles, dada pela proporção entre a probabilidade de adoecer e não adoecer mediante a exposição e não exposição ao fator de risco em estudo.Erros Médicos: Erros ou enganos cometidos por profissionais da saúde que resultam em mal ao paciente. Eles incluem erros no diagnóstico (ERROS DE DIAGNÓSTICO), erros na administração de drogas e outros medicamentos (ERROS DE MEDICAÇÃO), erros na execução de procedimentos cirúrgicos, no uso de outros tipos de terapia, no uso de equipamentos e na interpretação de achados laboratoriais. Erros médicos são diferenciados de MALPRACTICE em que os primeiros são considerados erros honestos ou acidentes enquanto o último é o resultado da negligência, ignorância repreensível ou intento criminal.Intervalos de Confiança: Classe de valores para um parâmetro de interesse, por exemplo, uma taxa, calculada de tal maneira que tenha uma probabilidade específica de incluir o valor real do parâmetro.Serviço de Farmácia Hospitalar: Departamento hospitalar responsável pela recepção, armazenamento e distribuição de materiais farmacêuticos.Hospitais Religiosos: Hospitais privados que são possuídos ou patrocinados por organizações religiosas.Los AngelesAvaliação de Programas e Projetos de Saúde: Processo cuja finalidade é a determinação sistemática e objetiva da relevância, efetividade e impacto de políticas públicas, programas e projetos de saúde. O objetivo da avaliação é o de aperfeiçoar os programas e projetos, no sentido de orientar a distribuição de recursos humanos e financeiros. (tradução livre do original: OPAS/OMS-Evaluación de los programas de Salud; normas fundamentales. 1981, para Avaliação de Programas e Projetos de Saúde) Estudos projetados para avaliar a eficácia de programas. Incluem a avaliação de custo-eficácia e do alcance ou impacto dos objetivos cumpridos. (tradução livre do original: MeSH, para Program Evaluation)Geografia: Ciência que estuda a terra e sua vida, especialmente a descrição da terra, mar e ar e a distribuição da vida vegetal e animal, incluindo a humanidade e suas indústrias referentes às relações mútuas destes elementos. (Tradução livre do original: Webster, 3d ed)Pesquisa Qualitativa: Qualquer tipo de pesquisa que empregue informação não numérica para explorar características individuais ou de grupo, que produz achados não acessíveis por procedimentos estatísticos ou outro meio quantitativo. (Tradução livre do original: Qualitative Inquiry: A Dictionary of Terms Thousand Oaks, CA: Sage Publications, 1997)Laboratórios Hospitalares: Instalação hospitalar equipada para realizar procedimentos de investigação.Readmissão do Paciente: Admissões subsequentes de um paciente em um hospital ou outra instituição de saúde para tratamento.Serviço Hospitalar de Cardiologia: Departamento hospitalar responsável pela administração e provisão de serviços diagnósticos e terapêuticos para o doente cardíaco.Efeitos Psicossociais da Doença: Custo pessoal de uma doença aguda ou crônica. O custo para o paciente pode ser econômico, social ou psicológico, perda pessoal para ele mesmo, família ou comunidade imediata. O custo da doença pode se refletir no absenteísmo, produtividade, resposta ao tratamento, paz de espírito ou QUALIDADE DE VIDA. É diferente dos CUSTOS DE CUIDADOS DE SAÚDE que significam o custo social de oferecer serviços relacionados com cuidados de saúde, e não o impacto pessoal nos indivíduos.Guias de Prática Clínica como Assunto: Orientações ou princípios apresentando regras de política atuais ou futuras para o praticante de cuidados de saúde, para assisti-lo nas decisões de cuidados ao paciente a respeito de diagnóstico, terapia ou circunstâncias clínicas relacionadas. Os guias podem ser desenvolvidos por agências governamentais em qualquer nível, instituições, sociedades profissionais, juntas governamentais ou reuniões de especialistas para discussão. Os guias formam a base para avaliação de todos os aspectos de cuidados e distribuição da saúde.Medicina Tradicional: Sistemas de medicina baseados em crenças culturais e práticas passadas de geração a geração. O conceito inclui rituais místicos e mágicos (TERAPIAS ESPIRITUAIS), FITOTERAPIA e outros tratamentos que podem não ser esclarecidos pela medicina atual.Queensland: Estado no nordeste da Austrália. Sua capital é Brisbane. Sua costa foi visitada primeiro pelo Capitão Cook em 1770 e seu primeiro assentamento (penal) foi localizado em Moreton Bay em 1824. O nome Cooksland foi proposto primeiro, mas a honra a Rainha Victoria prevaleceu.Qualidade de Vida: Conceito genérico que reflete um interesse com a modificação e a aprimoramento dos componentes da vida, ex. ambiente físico, político, moral e social; a condição geral de uma vida humana.