Loading...


Blastocystis: Gênero de protozoários da subordem BLASTOCYSTINA. Foi inicialmente classificado como levedura, mas estudos subsequentes demonstraram ser um protozoário.Blastocystis hominis: Espécie de protozoário parasita encontrado nos intestinos de humanos e outros primatas. Havia sido classificado como levedura em 1912. Ao longo dos anos, surgiram questões sobre esta designação. Em 1967, características fisiológicas e morfológicas de B. hominis foram reportadas, qualificando o organismo como protozoário. Desde então, outros estudos corroboraram este trabalho e o organismo é atualmente reconhecido como protozoário parasita de humanos, causando doença intestinal com sintomas potencialmente inabilitantes.Enteropatias Parasitárias: Infecção dos INTESTINOS com PARASITAS, geralmente envolvendo VERMES PARASITAS. Infecções com vermes cilíndricos (INFECÇÕES POR NEMATOIDES) e tênias (INFECÇÕES POR CESTOIDES) também são conhecidas como HELMINTÍASES.Neuralgia do Pudendo: Dor associada com lesão no NERVO PUDENDO. As características clínicas podem incluir dor postural, ao sentar-se, em áreas genitais e do períneo, disfunções sexuais e INCONTINÊNCIA FECAL e INCONTINÊNCIA URINÁRIA.Staphylococcus hominis: Espécie de STAPHYLOCOCCUS semelhante ao STAPHYLOCOCCUS HAEMOLYTICUS, mas contém esterases diferentes. A subespécie Staphylococcus hominis novobiosepticus é altamente virulenta e resistente a novobiocina.Siquim
Notice: A non well formed numeric value encountered in /home/lookformedical/www/definitions.php on line 64
Iontoforese: Introdução terapêutica de íons de sais solúveis nos tecidos por meio de corrente elétrica. Na literatura médica, geralmente é usado para indicar processos de aumento da penetração de drogas na superfície de tecidos pela aplicação de corrente elétrica. Não está relacionada com a TROCA IÔNICA, IONIZAÇÃO DO AR nem FONOFORESE, nenhuma delas necessita de corrente.Infecções por Blastocystis: Infecções com organismos do gênero BLASTOCYSTIS. A espécie B. hominis é responsável pela maior parte das infecções. Pesquisas feitas em fezes humanas submetidas a estudos parasitológicos revelaram, em geral, um pequeno número desta espécie. O maior número e as maiores taxas positivas destes organismos ocorrem em pacientes com AIDS e pacientes imunossuprimidos por outras doenças (HOSPEDEIRO IMUNOCOMPROMETIDO). Os sintomas incluem DOR ABDOMINAL, DIARREIA, CONSTIPAÇÃO, VÔMITO e FADIGA.Líbia: País na África do Norte, limitado pelo Mar Mediterrâneo, entre o Egito, a Tunísia e a Argélia, tendo como fronteiras ao sul o Chade, a Níger e o Sudão. Sua capital é Trípoli.Infecções por Mycoplasma: As infecções por espécies do gênero MYCOPLASMA.Parasitologia: Estudo de parasitas e DOENÇAS PARASITÁRIAS.DNA de Protozoário: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de protozoários.p-Hidroxinorefedrina: Análogo para-hidroxílico da fenilpropanolamina, com propriedades simpatomiméticas.Succinato-CoA Ligases: Enzimas que catalisam o primeiro passo que leva à oxidação do ácido succínico pela formação reversível de succinil-CoA a partir do succinato e CoA, com a clivagem concomitante de ATP a ADP (EC 6.2.1.5) ou GTP a GDP (EC 6.2.1.4) e ortofosfato. Itaconato pode agir no lugar do succinato e ITP em vez de GTP. EC 6.2.1.-.Testosterona: Esteroide androgênico potente e produto principal secretado pelas CÉLULAS DE LEYDIG do TESTÍCULO. Sua produção é estimulada por HORMÔNIO LUTEINIZANTE da HIPÓFISE. Por sua vez, a testosterona exerce controle de retroalimentação na secreção do LH e FSH da hipófise. Dependendo dos tecidos, a testosterona pode ser convertida a DIIDROTESTOSTERONA ou ESTRADIOL.Metronidazol: Nitroimidazol utilizado para tratar a AMEBÍASE, VAGINITE, TRICOMONÍASE, GIARDÍASE, BACTÉRIAS ANAERÓBICAS e tricomonas INFECÇÕES POR TREPONEMAS. Foi também indicado como sensibilizador de radiação em células em hipóxia. De acordo com o Quarto Relatório Anual em Carcinógenos (NTP 85-002, 1985, p133), esta substância pode ser razoavelmente considerada um carcinógeno. (Tradução livre do original: Merck, 11th ed).Estramenópilas: Nome comum, mas usado formalmente, de um grupo de organismos que são principalmente tipos de algas, incluindo Bacilariófitas (ver DIATOMÁCEAS), OOMICETOS, FEOFÍCEAS e CRISOFÍCEAS. Todas contêm CLOROPLASTOS que se acredita terem sidos derivados da endossimbiose de algas vermelhas (ver RODÓFITAS) ancestrais.Eucariotos: Um dos três domínios da vida (os outros são BACTÉRIAS e ARCHAEA), também chamado de Eukarya. Constituem os organismos cujas células são envolvidas por membranas e possuem um núcleo. Compreendem quase todos os organismos pluricelulares e muitos dos unicelulares, e são tradicionalmente divididos em grupos (algumas vezes chamados reinos) que incluem ANIMAIS, PLANTAS, FUNGOS, várias algas e outros ‘taxa’ que foram previamente parte do antigo reino Protista.Cryptosporidium: Gênero de parasitas coccidioides (família CRYPTOSPORIDIIDAE) encontrados no epitélio intestinal de vários vertebrados, incluindo os humanos.