TriazóisAmitrol: Herbicida translocado, não seletivo, pós-emergencial. De acordo com o Sétimo Relatório Anual sobre Carcinógenos (PB95-109781, 1994), esta substância pode ser razoavelmente considerada como um carcinógeno por antecipação. É um inibidor irreversível da CATALASE e, então, prejudica a atividade dos peroxissomas.Química Click: Metodologia de química orgânica que mimetiza a natureza modular de vários processos biossintéticos. Usa várias reações confiáveis e seletivas projetadas para desencadear a reunião de unidades modulares pequenas em alto rendimento e sem subprodutos agressivos. Em combinação com TÉCNICAS COMBINATÓRIA QUÍMICAS, é usada para a síntese de novos compostos e bibliotecas combinatórias.Antifúngicos: Substâncias que destroem fungos ao suprimir sua capacidade para crescer ou se reproduzir. Diferem dos FUNGICIDAS INDUSTRIAIS porque são defensores contra os fungos presentes em tecidos humanos ou de outros animais.Itraconazol: Antifúngico do tipo triazol que inibe as enzimas dependentes de P-450 necessárias para a síntese de ERGOSTEROL.Alquinos: Hidrocarbonetos com pelo menos uma ligação tripla na parte linear da fórmula geral Cn-H2n-2.Fungicidas Industriais: Agentes químicos que matam ou inibem o crescimento de fungos em aplicações na agricultura, na madeira, plásticos ou outros materiais, em piscinas, etc.Fluconazol: Antimicótico de triazol utilizado para tratar a CANDIDÍASE da orofaringe e MENINGITE criptocócica na AIDS.Farmacorresistência Fúngica: Capacidade do fungo em resistir ou tornar-se tolerante aos agentes quimoterapêuticos, antimicóticos ou antibióticos. Esta resistência pode ser adquirida através da mutação gênica.Aspergilose: As infecções por fungos do gênero ASPERGILLUS.Aspergillus fumigatus: Espécie de fungo imperfeito a partir do qual o antibiótico fumigatina é obtido. Seus esporos podem causar infecção respiratória em aves e mamíferos.TiadiazóisPirimidinas: Família de compostos heterocíclicos de 6 membros de ocorrência natural em ampla variedade de formas. Incluem vários constituintes de ácidos nucleicos (CITOSINA, TIMINA e URACILA) e formam a estrutura básica dos barbituratos.Testes de Sensibilidade Microbiana: Qualquer teste que demonstre a eficácia relativa de diferentes agentes quimioterápicos contra micro-organismos específicos (isto é, bactérias, fungos, vírus).Azidas: Compostos inorgânicos ou orgânicos que contêm o grupamento -N3.Candida: Gênero de fungos mitospóricos, [da ordem] Saccharomycetales, semelhantes a leveduras, que se caracterizam por produzirem células levedurais, micélios, pseudomicélios e blastóforos. Normalmente faz parte da flora normal da pele, boca, trato intestinal e vagina, mas pode causar uma variedade de infecções, incluindo CANDIDÍASE, ONICOMICOSE, CANDIDÍASE VULVOVAGINAL e sapinho (veja CANDIDÍASE BUCAL).Ródio: Metal duro e raro do grupo da platina; número atômico, 45; peso atômico, 102,905; símbolo, Rh. (Dorland, 28a ed)MicosesCandidíase: Infecção por um fungo do gênero CANDIDA, especialmente C. albicans. Usualmente é uma infecção superficial das áreas cutâneas úmidas do corpo, embora se torne mais grave em pacientes imunocomprometidos. Mais comumente compromete a pele (candidíase cutânea), mucosas orais (sapinho), esôfago (esofagite), trato respiratório (candidíase pulmonar) e vagina (candidíase vaginal, uma forma de vaginite). Raramente há uma infecção sistêmica ou endocardite. (Dorland, 28a ed)Estrutura Molecular: Localização dos átomos, grupos ou íons, em relação um ao outro, em uma molécula, bem como o número, tipo e localização das ligações covalentes.Anfotericina B: Antibiótico antifúngico macrolídeo produzido pelo Streptomyces nodosus obtidos do solo da região do rio Orinoco na Venezuela.Ciclização: Modificação [estrutural] de um hidrocarboneto de cadeia aberta para [a forma de] anel fechado.Aspergillus: Gênero de fungos mitospóricos que contém por volta de 100 espécies e onze teleomorfos diferentes na família Trichocomaceae.Inibidores de 14-alfa Desmetilase: Compostos que inibem especificamente a ESTEROL 14-DESMETILASE. Grande variedade dos ANTIMICÓTICOS age por meio deste mecanismo.Azóis: Anéis com cinco membros contendo um átomo de NITROGÊNIO.Equinocandinas: Hexapeptídeos cíclicos de prolina-ornitina-treonina-prolina-treonina-serina. A ciclização, com uma única ligação não peptídica, pode levá-los a serem incorretamente chamados de DEPSIPEPTÍDEOS, mas as equinocandinas não apresentam ligações éster. A atividade antimicótica se manifesta por inibição da produção de BETA-GLUCANAS pela sintase 1,3-beta-glucana.DioxolanosEstereoisomerismo: Fenômeno através do qual compostos cujas moléculas têm o mesmo número e tipo de átomos e o mesmo arranjo atômico, mas diferem nas relações espaciais.Aspergilose Pulmonar: Infecções do trato respiratório com fungos do gênero ASPERGILLUS. As infecções podem resultar em reações alérgicas (ASPERGILOSE BRONCOPULMONAR ALÉRGICA), colonização em cavidades pulmonares (MICETOMA), ou levar à invasão do parênquima pulmonar (ASPERGILOSE PULMONAR INVASIVA).Fungos: Reino de organismos eucarióticos e heterotróficos que vivem parasitariamente como sáprobios, incluindo COGUMELOS, LEVEDURAS, fuligens, bolores ou mofos, etc. Reproduzem-se sexuada ou assexuadamente e possuem ciclos de vida que variam de simples a complexo. Os fungos filamentosos, geralmente conhecidos como 'mofo', referem-se àqueles que crescem como colônias multicelulares.Reação de Cicloadição: Reações orgânicas sintéticas que usam reações entre moléculas insaturadas para formar produtos cíclicos.Cetoconazol: Agente antifúngico de largo espectro usado por longos períodos em altas doses, especialmente nos pacientes imunossuprimidos.Blastomicose: Infecção fúngica que pode aparecer sob duas formas: 1) lesão primária, caracterizada pela formação de pequeno nódulo cutâneo e pequenos nódulos ao longo dos linfáticos que podem melhorar dentro de vários meses e 2) lesões granulomatosas crônicas caracterizadas por crostas espessas, crescimento de verrugas, vasculatura rara e infecção dos lobos pulmonares médio ou superior.Nitrilos: Compostos orgânicos que contêm o radical -CN. O conceito pode ser distinguido dos CIANETOS, que denota os sais inorgânicos do CIANETO DE HIDROGÊNIO.Scedosporium: Gênero fúngico mitospórico anteriormente chamado de Monosporium. Teleomorfos incluem PSEUDALLESCHERIA.Ergosterol: Esteroide de interesse, tanto porque sua biossíntese (em FUNGOS) é um alvo de ANTIMICÓTICOS (principalmente os AZÓIS) e porque (quando presente na PELE de animais) os RAIOS ULTRAVIOLETA quebram uma de suas ligações, resultando no ERGOCALCIFEROL.Trichosporon: Gênero de fungos mitospóricos que causam infecções oportunistas, endocardite, fungemia, uma pneumonite por hipersensibilidade (ver TRICHOSPORONOSIS) e PIEDRA branca.Catalase: Oxidorredutase que catalisa a conversão do PERÓXIDO DE HIDROGÊNIO em água e oxigênio. Está presente em muitas células animais. A deficiência desta enzima resulta na ACATALASIA.Aspergilose Pulmonar Invasiva: Infecções no pulmão com as formas invasivas de ASPERGILLUS, geralmente após cirurgia, transplante, NEUTROPENIA prolongada ou tratamento com altas doses de CORTICOSTEROIDES. A aspergilose pulmonar invasiva pode progredir para ASPERGILOSE PULMONAR CRÔNICA NECROTIZANTE ou se espalhar por via hematogênica para outros órgãos.Elementos de Transição: Elementos com os orbitais d parcialmente preenchidos. Formam os elementos dos grupos 3 a 12 da tabela periódica.Técnicas de Química Combinatória: Tecnologia em que grupos de reações para soluções ou síntese em fase sólida são utilizados para criar bibliotecas moleculares para análise de compostos em larga escala.TiazóisCatálise: Facilitação de uma reação química por um material (catalisador) que não é consumido na reação.Farmacorresistência Fúngica Múltipla: Capacidade dos fungos em resistir ou tornar-se tolerantes a diversas drogas estrutural e funcionalmente distintas. Este fenótipo de resistência pode ser atribuído a múltiplas mutações gênicas.Candida albicans: Fungo unicelular de brotamento que é a principal espécie patogênica causadora de CANDIDÍASE (monilíase).Candida tropicalis: Espécie de FUNGO MITOSPÓRICO, causa principal de SEPTICEMIA e CANDIDÍASE disseminada, especialmente em pacientes com LINFOMA, LEUCEMIA e DIABETES MELLITUS. É também encontrada como parte da flora mucocutânea normal em humanos.Coccidioidomicose: Infecção por um fungo do gênero COCCIDIOIDES, endêmica no SUDOESTE DOS ESTADOS UNIDOS. Às vezes chamada de febre do vale, mas não deve ser confundida com a FEBRE DO VALE DE RIFT. A infecção é causada por inalação de partículas do ar, partículas fúngicas conhecidas como artroconidia, uma forma de ESPOROS FÚNGICOS. Uma forma primária é uma infecção respiratória aguda, benigna, autolimitada. A forma secundária é uma doença granulomatosa progressiva, virulenta, grave, crônica com envolvimento sistêmico. Pode ser detectada pelo uso de COCCIDIOIDINA.Microalgas: Termo não taxonômico para algas microscópicas unicelulares que são encontradas tanto em ambiente de água doce quanto no marinho. Alguns autores consideram as DIATOMÁCEAS, CIANOBACTÉRIAS, HAPTÓFITAS e DINOFLAGELADOS como parte das microalgas, apesar de não serem algas.Ácidos Sulfínicos: Qualquer ácido de enxofre monobásico inorgânico ou orgânico com a fórmula geral RSO(OH).Técnicas de Química Sintética: Métodos usados para síntese química de compostos. Estão incluídos sob este descritor os métodos de laboratório usados para sintetisar uma variedade de compostos químicos e medicamentos.Relação Estrutura-Atividade: Relação entre a estrutura química de um composto e sua atividade biológica ou farmacológica. Os compostos são frequentemente classificados juntos por terem características estruturais em comum, incluindo forma, tamanho, arranjo estereoquímico e distribuição de grupos funcionais.Periostite: Inflamação do periósteo. A afecção é geralmente crônica e é marcada por dor à palpação e intumescimento do osso, além de uma dor espontânea contínua indistinta. A periostite aguda é devida à infecção, e é caracterizada por supuração difusa, dor severa e sintomas constitucionais, normalmente resultando em necrose. (Dorland, 28a ed)Compostos Heterocíclicos: Compostos em anel que têm outros átomos diferentes do carbono nos seus núcleos.Quarto Ventrículo: Cavidade de formato irregular no ROMBENCÉFALO, localizada entre a MEDULA OBLONGA, a PONTE e o istmo na frente, e o CEREBELO atrás. É contínua ao canal central da medula abaixo e ao AQUEDUTO DO MESENCÉFALO acima e, através de suas aberturas lateral e mediana, comunica-se com o ESPAÇO SUBARACNÓIDEO.Esterol 14-Desmetilase: Enzima P450 dependente de NADPH que desempenha papel essencial na via de biossíntese de esteroides por meio da catalização da desmetilação de esterol 14-metilas tais como o lanosterol. A enzima age por hidroxilação repetitiva do grupo 14-metil, o que resulta em uma conversão gradual em álcool, aldeído e, finalmente, carboxilato, que é removido como ácido fórmico. A esterol 14-desmetilase é uma enzima citocromo P450 incomum por ser encontrada em uma ampla variedade de organismos, incluindo ANIMAIS, PLANTAS, FUNGOS e protozoários.Candida glabrata: Espécie de FUNGOS MITOSPÓRICOS, geralmente encontrados na superfície do corpo. Causam infecções oportunistas, especialmente em pacientes imunossuprimidos.Cobre: Oligoelemento de metal pesado com símbolo atômico Cu, número atômico 29 e peso atômico 63,55.Lipopeptídeos: Compostos que consistem de uma cadeia peptídica pequena conjugada com uma cadeia de acil.Tripanossomicidas: Fármacos que destroem protozoários que pertencem à subordem TRYPANOSOMATINA.Pneumopatias Fúngicas: Doenças pulmonares causadas por infecções por fungos, geralmente através de disseminação hematogênica.Flucitosina: Análogo fluorado da citosina usado como agente antifúngico.Histoplasmose: Infecção resultante da inalação ou ingestão de esporos de fungos (gênero HISTOPLASMA, espécie H. capsulatum). Estão espalhados mundialmente e frequentemente no médio oeste dos Estados Unidos. (Tradução livre do original : Dorland, 27th ed)Cryptococcus neoformans: Espécie do fungo CRYPTOCOCCUS. Seu teleomorfo é Filobasidiella neoformans.Peptídeos Cíclicos: Peptídeos cujos terminais amino e carboxi são unidos por uma ligação peptídica, formando uma cadeia circular. Alguns deles são agentes ANTI-INFECCIOSOS e alguns são biossintetizados sem a participação dos ribossomos (BIOSSÍNTESE DE PEPTÍDEOS não RIBOSSÔMICA).Sistema Enzimático do Citocromo P-450: Superfamília de centenas de HEMEPROTEÍNAS intimamente relacionadas encontradas por todo o espectro filogenético desde animais, plantas, fungos e bactérias. Incluem numerosas monooxigenases complexas (OXIGENASES DE FUNÇÃO MISTA). Em animais, estas enzimas P-450 atuam em duas importantes funções: (1) biossíntese de esteroides, ácidos graxos e ácidos e sais biliares; (2) metabolismo de subtratos endógenos e uma grande variedade de exógenos, como toxinas e drogas (BIOTRANSFORMAÇÃO). São classificados de acordo com a semelhança entre suas sequências mais do que suas funções dentro das famílias de gene CYP (mais de 40 por cento de homologia) e subfamílias (mais de 59 por cento de homologia). Por exemplo, enzimas das famílias de gene CYP1, CYP2 e CYP3 são responsáveis pela maioria do metabolismo da droga.Criptococose: As infecções por fungos da espécie CRYPTOCOCCUS NEOFORMANS.