Temperatura Corporal: Medida do nível de calor de um animal, incluindo o ser humano.Regulação da Temperatura Corporal: Os processos de aquecimento e resfriamento que um organismo utiliza para controlar sua temperatura.Temperatura Ambiente: Propriedade de objetos que determina a direção do fluxo de calor quando eles são posicionados em contato térmico direto. A temperatura é a energia dos movimentos microscópicos (translacionais e de vibração) das partículas dos átomos.Temperatura Baixa: [Sensação de] ausência de [uma fonte de energia que transmita] calor, [decorrente da exposição prolongada a ambiente cuja] temperatura está muito abaixo de uma norma usual.Temperatura Alta: Presença de calor ou de uma temperatura notadamente maior do que a normal.Temperatura Cutânea: TEMPERATURA na superfície externa do corpo.Hipotermia: Temperatura corporal mais baixa que o normal, especialmente em animais de sangue quente.Termômetros: Instrumentos de medida para determinar a temperatura da matéria. A maioria dos termômetros usados no campo da medicina é projetada para medir a temperatura corporal ou para uso no laboratório clínico. (Tradução livre do original: UMDNS, 1999)Febre: Elevação anormal da temperatura corporal, geralmente como resultado de um processo patológico.Hibernação: Estado de dormência em que algumas espécies de animais de sangue quente passam o inverno. É caracterizado por narcose e por uma drástica redução na temperatura corporal e na atividade metabólica, e por uma depressão dos sinais vitais.Telemetria: Transmissão de leituras de instrumentos a longa distância por meio de fios, ondas de rádio, ou outro meio. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)Tremor por Sensação de Frio: Contração involuntária ou estremecimento dos músculos. É um método fisiológico de produção de calor no homem e outros mamíferos.Termografia: Processo de converter em imagens as temperaturas de um material ou de um corpo ou órgão. O processo é baseado em radiação infravermelho autoemanante (ONDAS DE CALOR) ou em alterações das propriedades do material ou tecido que variam com a temperatura, como ELASTICIDADE, CAMPO MAGNÉTICO ou LUMINESCÊNCIA.Ritmo Circadiano: Recorrência regular, em ciclos de aproximadamente 24 horas, de processos ou atividades biológicas tais como sensibilidade a drogas e estímulos, secreção de hormônios, sono, alimentação.Sciuridae: Família da ordem Rodentia que contém 49 gêneros. Alguns dos gêneros mais comuns são MARMOTA, que inclui as marmotas; Sciurus, o esquilo cinzento, S. carolinensis e o esquilo raposa, S. niger; Tamias, a tâmia do leste e do oeste; e Tamiasciurus, o esquilo vermelho. Os esquilos voadores, com exceção da Anomaluridae com cauda escamosa, também pertencem a esta família.Termogênese: A geração de calor com o fim de manter a temperatura do corpo. A oxidação não acoplada de ácidos graxos contidos dentro do tecido adiposo marrom e TREMOR POR SENSAÇÃO DE FRIO são exemplos de termogênese em MAMÍFEROS.Sudorese: Processo de secreção exógena das GLÂNDULAS SUDORÍPARAS, que inclui o suor aquoso das GLÂNDULAS ÉCRINAS e o complexo de líquidos viscosos das GLÂNDULAS APÓCRINAS.Termometria: Medida da temperatura de um material ou de um corpo ou órgão por vários dispositivos sensíveis à temperatura que medem alterações nas propriedades dos materiais em função da temperatura, como ELASTICIDADE, CAMPOS MAGNÉTICOS ou LUMINESCÊNCIA.Umidade: Medida da quantidade de VAPOR DE ÁGUA no ar.Transtornos de Estresse por Calor: Grupo de afecções que se desenvolvem devido à exposição excessiva à temperatura ambiental exageradamente alta ou ao excesso de esforço nesta situação.Hipotermia Induzida: TEMPERATURA CORPORAL anormalmente baixa induzida intencionalmente por meios artificiais em animais de sangue quente. Em humanos, a hipotermia suave ou moderada tem sido usada para diminuir danos teciduais, particularmente após lesões cardíacas ou na medula espinal e durante cirurgias subsequentes.Estações do Ano: Estações do ano: Divisões do ano de acordo com algum fenômeno regularmente recorrente, geralmente astronômico ou climático. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed) Variações sazonais: Diferenças sazonais na ocorrência de eventos vitais.Calefação: Transferência (application) de calor para elevar a temperatura do meio, ambiente ou local, ou os sistemas [necessários] para obter este efeito. É diferente de CALOR, a propriedade física e energia (principle) da física.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Antipiréticos: Medicamentos que são usados para reduzir a temperatura corporal na ocorrência de febre.Imersão: A colocação de um corpo ou de parte dele em um líquido.Pirogênios: Substâncias capazes de aumentar a TEMPERATURA CORPORAL causando FEBRE e que podem ser usados na TERAPIA POR FEBRE. Podem ser de origem microbiana, frequentemente POLISSACARÍDEOS e podem contaminar a água destilada.Área Pré-Óptica: Região do hipotálamo entre a comissura anterior do hipotálamo (ver HIPOTÁLAMO ANTERIOR) e o QUIASMA ÓPTICO.Atividade Motora: Atividade física de um humano ou de um animal como um fenômeno comportamental.Reto: Segmento distal do INTESTINO GROSSO, entre o COLO SIGMOIDE e o CANAL ANAL.Sensação Térmica: Sensação de frio, calor, frescor e tepidez detectado por TERMORRECEPTORES.Incubadoras para Lactentes: Dispositivos movidos eletricamente, planejados para auxiliar na manutenção do equilíbrio térmico de lactentes, principalmente por controlar a temperatura e umidade do ar em um recinto. (Tradução livre do original: UMDNS, 1999)Golpe de Calor: Afecção causada pela deficiência do corpo em dissipar o calor em um ambiente excessivamente quente ou durante o ESFORÇO FÍSICO em um ambiente quente. Em contraste à EXAUSTÃO POR CALOR, a temperatura corporal durante um golpe de calor é perigosamente elevada com a pele vermelha e quente, acompanhada de DELÍRIOS, CONVULSÕES ou COMA. Pode ser uma emergência com risco de morte e é mais comum em lactentes e idosos.Metabolismo Energético: Reações químicas envolvidas na produção e utilização de várias formas de energia nas células.Hipotálamo: Parte ventral do DIENCÉFALO que se estende da região do QUIASMA ÓPTICO à borda caudal dos CORPOS MAMILARES, formando as paredes lateral e inferior do TERCEIRO VENTRÍCULO.Frequência Cardíaca: Número de vezes que os VENTRÍCULOS CARDÍACOS se contraem por unidade de tempo, geralmente por minuto.Metabolismo Basal: Produção de energia de um organismo, ou sua avaliação, ao menor nível de química celular, em estado de repouso. Pode ser determinado diretamente pela medida de um calorímetro, ou indiretamente pelo cálculo da produção de calor de uma análise dos produtos finais de oxidação no organismo ou da quantidade de oxigênio utilizado.Termorreceptores: Receptores celulares que mediam a sensibilidade à temperatura. Em vertebrados, os termorreceptores estão em sua maioria localizados sob a pele. Em mamíferos, existem tipos distintos de termorreceptores para o frio e aquecimento e NOCICEPTORES que detectam frio e calor extremos capazes de causar dor.Comportamento Animal: A resposta observável de um animal diante de qualquer situação.Sono: Suspensão prontamente reversível da interação sensorio-motor com o ambiente, geralmente associada à posição reclinada e à imobilidade.Raios Infravermelhos: A parte do espectro eletromagnético geralmente percebida como calor. Os comprimentos de onda infravermelhos são maiores que os da luz visível, estendendo-se para as frequências das micro-ondas. São usados terapeuticamente e também para aquecer alimentos em restaurantes.Concentração de Íons de Hidrogênio: Normalidade de uma solução com relação a íons de HIDROGÊNIO, H+. Está relacionada com medições de acidez na maioria dos casos por pH = log 1/2[1/(H+)], onde (H+) é a concentração do íon hidrogênio em equivalentes-grama por litro de solução. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Água: Líquido transparente, inodoro e insípido que é essencial para a maioria dos animais e vegetais, além de ser um excelente solvente para muitas substâncias. A fórmula química é óxido de hidrogênio (H2O). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)Consumo de Oxigênio: A velocidade com que o oxigênio é utilizado por um tecido; microlitros de oxigênio nas CNTP (condições normais de temperatura e pressão) usados por miligrama de tecido por hora; velocidade com que o oxigênio do gás alveolar entra no sangre, igual no estado de equilíbrio dinâmico, ao consumo de oxigênio pelo metabolismo tecidual em todo o corpo. (Stedman, 27a ed, p358)Termodinâmica: Análise matemática rigorosa das relações [entre grandezas] energéticas (calor, trabalho, temperatura e equilíbrio). Descreve sistemas [e processos] cujos estados são caracterizados (determined) por parâmetros térmicos como a temperatura, além de parâmetros mecânicos e eletromagnéticos.N-Metil-3,4-Metilenodioxianfetamina: Análogo N-substituído da anfetamina. É amplamente utilizado como droga de abuso, classificada como alucinógena, causando alterações marcantes e de longa duração ao sistema serotonérgico cerebral. É normalmente referida como MDMA ou "ecstasy".Temperatura de Transição: Temperatura na qual uma substância passa de um estado da matéria para outro.Injeções Intraventriculares: Injeções nos ventrículos cerebrais.Hipertermia Induzida: Temperatura anormalmente alta, induzida intencionalmente em seres vivos em determinadas regiões ou no corpo todo. É mais frequentemente induzida por radiação (ondas térmicas, infravermelho), ultrassom ou medicamentos.Ingestão de Alimentos: Consumo de substâncias comestíveis.Condutividade Térmica: Fluxo de calor através de uma superfície por unidade de área por unidade de tempo, dividido pelo negativo do gradiente de temperatura com distância em uma direção perpendicular à superfície. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Clima Frio: Clima caracterizado por TEMPERATURA FRIA na maior parte do ano.Adaptação Fisiológica: Mudanças biológicas não genéticas de um organismo em resposta a exigências do MEIO AMBIENTE.Respiração: Ato de respirar com os PULMÕES, consistindo em INALAÇÃO ou captação do ar ambiente para os pulmões e na EXPIRAÇÃO ou expulsão do ar modificado, que contém mais DIÓXIDO DE CARBONO que o ar inalado. (Tradução livre do original: Blakiston's Gould Medical Dictionary, 4th ed.). Não está incluída a respiração tissular (= CONSUMO DE OXIGÊNIO) ou RESPIRAÇÃO CELULAR.Vestuário: Tecido ou outro material utilizado para cobrir o corpo.Beluga: Espécie Delphinapterus leucas (família Monodontidae) encontrada principalmente no Oceano Ártico e mares adjacentes. São BALEIAS pequenas com barbatana dorsal ausente.Reaquecimento: Aplicação de calor para corrigir hipotermia, acidental ou induzida.Vigília: Estado no qual há um potencial elevado de sensibilidade e uma receptividade eficiente aos estímulos externos.Clima: Manifestações a longo prazo do TEMPO (METEOROLOGIA). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)LagartosVentrículos Cerebrais: Quatro cavidades preenchidas com LÍQUIDO CEFALORRAQUIDIANO dentro dos hemisférios cerebrais (VENTRÍCULOS LATERAIS) na linha mediana (TERCEIRO VENTRÍCULO) e dentro da PONTE e o BULBO (QUARTO VENTRÍCULO).Meato Acústico Externo: Passagem estreita que transmite o som coletado pelo PAVILHÃO AURICULAR à MEMBRANA TIMPÂNICA.Meio Ambiente Construído: Estado em que os ambientes de hospitais, laboratórios, habitações domésticas e de animais, espaços laborais, aeronaves e outros meios circundantes estão sob controle tecnológico com relação ao ar condicionado, calor, luminosidade, humidade, ventilação e outras características ambientais. O conceito inclui o controle da composição atmosférica. (Tradução livre do original: Jane's Aerospace Dictionary, 3d ed)Tecido Adiposo Marrom: Forma termogênica de tecido adiposo composto por ADIPÓCITOS MARRONS. É encontrado em recém-nascidos de muitas espécies incluindo humanos, e em mamíferos que hibernam. A gordura marrom é ricamente vascularizada, inervada e densamente envolvida por MITOCÔNDRIAS que podem gerar calor diretamente dos lipídeos armazenados.Mytilus: Gênero de mexilhões marinhos (família MYTILIDAE, classe BIVALVIA). A espécie MYTILUS EDULIS é o mexilhão comum muito apreciado como alimento.Precisão da Medição Dimensional: Proximidade de um determinado valor de uma dimensão física ao valor real.Cinética: Taxa dinâmica em sistemas químicos ou físicos.Estresse Fisiológico: Efeito desfavorável de fatores ambientais (estressores) sobre as funções fisiológicas de um organismo. O estresse fisiológico não resolvido e prolongado pode afetar a HOMEOSTASE do organismo, levando a perdas ou afecções.Jacarés e Crocodilos: Grandes répteis de caudas longas, incluindo jacarés, da ordem Loricata.Crista e Barbelas: Protuberâncias carnosas e avermelhadas do tecido da pele encontradas no topo da cabeça e unidas nas laterais da cabeça que ficam suspensas na mandíbula de aves como perus e galinhas.Dióxido de Carbono: Gás incolor, inodoro, não venenoso, componente do ar ambiental, também chamado de dióxido de carbono. É um produto normal da combustão de materiais orgânicos e da respiração. Tem um importante papel na vida dos animais e das plantas.Ar: Mistura de gases presentes na atmosfera da terra, consistindo em oxigênio, nitrogênio, dióxido de carbono e pequenas quantidades de outros gases.Resposta ao Choque Frio: Reunião de respostas que ocorrem quando um organismo é exposto ao frio excessivo. Em humanos, uma queda na temperatura da pele dispara respiração ofegante, hipertensão e hiperventilação.Alterações na Temperatura Corporal: Alterações significativas na temperatura do corpo humano, acima ou abaixo de 98.6 graus F. ou 37 graus C., quando medida oralmente.Perda Insensível de Água: Perda de água por difusão através da pele e por evaporação do trato respiratório.Varredura Diferencial de Calorimetria: Análise térmica diferencial na qual o compartimento da amostra no aparelho é um calorímetro diferencial, que permite uma medida exata do calor de transição independente do calor específico, condutividade térmica e outras variáveis da amostra.Peso Corporal: Massa ou quantidade de peso de um indivíduo, expresso em unidades de quilogramas ou libras.Aclimatação: Adaptação a um novo ambiente ou a uma transformação [ocorrida] na velha.Meio Ambiente: Elementos e condições externos que envolvem, influenciam e afetam a vida e o desenvolvimento de um organismo ou população.Fotoperíodo: Tempo de exposição diária à luz natural ou artificial a que um organismo está sujeito. Acredita-se que as respostas fotoperiódicas podem afetar o controle do equilíbrio energético e da termorregulação.Análise de Variância: Técnica estatística que isola e avalia a contribuição dos fatores incondicionais para a variação na média de uma variável dependente contínua.Luz: Parte do espectro eletromagnético nas faixas visível, ultravioleta e infravermelha.Banhos: Imersão ou lavagem do corpo ou de quaisquer de suas partes, em água ou outro meio, para limpeza ou tratamento médico. Abrange banhos para higiene pessoal, bem como para propósitos médicos com a adição de substâncias terapêuticas, tais como agentes alcalinos, antissépticos, óleos, etc.Sono REM: Fase do sono caracterizada por movimentos rápidos do olho e EEG de padrão rápido e baixa voltagem. É geralmente associada aos sonhos.Acetaminofen: Derivado analgésico e antipirético da acetanilida. Possui fracas propriedades anti-inflamatórias e é utilizado como analgésico comum, porém pode causar lesão renal, hepática e em células do sangue.Melatonina: Amina biogênica encontrada em animais e plantas. Em mamíferos, a melatonina é produzida pela GLÂNDULA PINEAL. Sua secreção aumenta no escuro e diminui durante a exposição luminosa. A melatonina está envolvida na regulação do SONO, humor e REPRODUÇÃO. A melatonina também é um antioxidante eficaz.Ratos Sprague-Dawley: Linhagem de ratos albinos amplamente utilizada para propósitos experimentais por sua tranquilidade e facilidade de manipulação. Foi desenvolvida pela Companhia de Animais Sprague-Dawley.Congelamento: Líquidos que são transformados em sólidos pela remoção do calor.Membrana Timpânica: Membrana semitransparente (oval), que separa da cavidade timpânica (ORELHA MÉDIA) o Meato Acústico Externo. Contém três camadas: a pele do canal externo da orelha, a parte central das fibras de colágeno (dispostas radial e circularmente) e a MUCOSA da orelha média.Orelha: Sistema auditivo e de equilíbrio do corpo. Consiste em três partes: ORELHA EXTERNA, ORELHA MÉDIA e ORELHA INTERNA. As ondas sonoras são transmitidas através deste órgão, onde vibrações são transduzidas para [outra forma de] sinais que passam pelo nervo acústico para o SISTEMA NERVOSO CENTRAL. A orelha interna contém ainda o órgão vestibular, que mantém o equilíbrio transduzindo sinais para o NERVO VESTIBULAR.Mutação: Qualquer mudança detectável e hereditária que ocorre no material genético causando uma alteração no GENÓTIPO e transmitida às células filhas e às gerações sucessivas.Encéfalo: A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)Modelos Biológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a actividade de processos biológicos ou doenças. Para modelos de doença em animais vivos, MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS está disponível. Modelos biológicos incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Orca: A espécie Orcinus orca (família Delphinidae), caracterizada pela cor preto-branco e pela grande nadadeira dorsal triangular, é o maior membro da família dos GOLFINHOS. Seu nome vem do fato de ser um grande (fearsome) predador.Resposta ao Choque Térmico: Constelação de respostas que ocorrem quando um organismo é exposto ao calor excessivo. As respostas incluem a síntese de novas proteínas e regulação de outras.Mudança Climática: 1) Qualquer alteração significativa nas medidas do clima (tais como temperatura, precipitação ou ventos) que dura por um período extenso (décadas ou mais). Pode resultar de fatores naturais como mudanças na intensidade do sol, processos naturais dentro do sistema de climas terrestres como mudanças na circulação oceânica, ou de atividades humanas (MeSH). 2) Mudança observada no clima, em uma escala global, regional ou sub-regional, causado por processos naturais e/ou atividade humana. (Material II - IDNDR, 1992)Comportamento Alimentar: Respostas comportamentais ou sequenciais associadas ao ato de alimentar-se, maneira ou modos de se alimentar, padrões rítmicos da alimentação (intervalos de tempo - hora de comer, duração da alimentação).Especificidade da Espécie: Restrição de um comportamento característico, estrutura anatômica ou sistema físico, como resposta imunológica, resposta metabólica ou gene ou variante gênico dos membros de uma espécie. Refere-se às propriedades que diferenciam uma espécie de outra, mas também se usa para níveis filogenéticos superiores ou inferiores ao nível de espécie.Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.Fenômenos Fisiológicos da Pele: Funções da pele no corpo humano e no do animal. Inclui a pigmentação da pele.Nível de Alerta: Vigilância cortical ou prontidão para modular presumidamente em resposta a uma estimulação sensorial, por meio do sistema reticular ativador.Escherichia coli: Espécie de bactérias Gram-negativas, facultativamente anaeróbicas, em forma de bastão (BACILOS GRAM-NEGATIVOS ANAERÓBIOS FACULTATIVOS) comumente encontrada na parte mais baixa do intestino de animais de sangue quente. Geralmente não é patogênica, embora algumas linhagens sejam conhecidas por produzir DIARREIA e infecções piogênicas. As linhagens patogênicas (virotipos) são classificadas pelos seus mecanismos patogênicos específicos como toxinas (ESCHERICHIA COLI ENTEROTOXIGÊNICA), etc.Bovinos: Animais bovinos domesticados (do gênero Bos) geralmente são mantidos em fazendas ou ranchos e utilizados para produção de carne, derivados do leite ou para trabalho pesado.Esforço Físico: Gasto de energia durante ATIVIDADE MOTORA. A intensidade do esforço pode ser medida pela taxa de CONSUMO DE OXIGÊNIO, CALOR produzido ou FREQUÊNCIA CARDÍACA. O esforço percebido, uma medida psicológica do esforço, também é incluído.Marsupiais: Infraclasse de MAMÍFEROS (também denominada Metatheria) cujas crias nascem em estágio precoce do desenvolvimento e continuam a se desenvolver em uma bolsa (marsúpio). Diferentemente dos Eutheria (placentários), a PLACENTA dos marsupiais é incompleta.Injeções: Introdução de uma substância no corpo usando-se uma agulha e uma seringa.Coelhos: Espécie Oryctolagus cuniculus (família Leporidae, ordem LAGOMORPHA) nascem nas tocas, sem pelos e com os olhos e orelhas fechados. Em contraste com as LEBRES, os coelhos têm 22 pares de cromossomos.Roupa de Proteção: Vestuário planejado para proteger o indivíduo contra possíveis exposições às ameaças conhecidas.Hipotálamo Anterior: Porção frontal do HIPOTÁLAMO, dividida em regiões pré-óptica e supraóptica. A região pré-óptica é constituída pela SUBSTÂNCIA CINZENTA periventricular da porção rostral do TERCEIRO VENTRÍCULO e contém os núcleos pré-ópticos ventricular e medial. A região supraóptica contém o NÚCLEO HIPOTALÂMICO PARAVENTRICULAR, o NÚCLEO SUPRAÓPTICO, o NÚCLEO HIPOTALÂMICO ANTERIOR e o NÚCLEO SUPRAQUIASMÁTICO.Ratos Wistar: Linhagem de ratos albinos desenvolvida no Instituto Wistar e que se espalhou amplamente para outras instituições. Este fato diluiu marcadamente a linhagem original.Analgésicos não Entorpecentes: Subclasse de agentes analgésicos que tipicamente não se ligam a RECEPTORES OPIOIDES e não são viciogênicos. Muitos analgésicos não narcóticos são oferecidos como MEDICAMENTOS SEM PRESCRIÇÃO.Testa: Porção da cabeça humana entre as arcadas superciliares e o início do couro cabeludo.Serotonina: Mensageiro bioquímico e regulador, sintetizado a partir do aminoácido essencial L-TRIPTOFANO. Em humanos é geralmente encontrada no sistema nervoso central, no trato gastrointestinal e nas plaquetas sanguíneas. A serotonina está envolvida em importantes funções fisiológicas, incluindo neurotransmissão, motilidade gastrointestinal, homeostase e integridade cardiovascular. Múltiplas famílias de receptores (RECEPTORES DE SEROTONINA) explicam o amplo espectro de ações fisiológicas e distribuição deste mediador bioquímico.Glândulas Écrinas: Glândulas sudoríparas simples que secretam suor diretamente na PELE.CaudaCamundongos Endogâmicos C57BLSuínos: Qualquer animal da família Suidae, compreendendo mamíferos onívoros, robustos, de pernas curtas, pele espessa (geralmente coberta com cerdas grossas), focinho longo e móvel, e cauda pequena. Compreendem os gêneros Babyrousa, Phacochoerus (javalis africanos) e o Sus, que abrange o porco doméstico (ver SUS SCROFA)Antílopes: Qualquer de diversos mamíferos ruminantes da ordem Bovidae. Inclui numerosas espécies na África e o antílope americano.Cloreto de Sódio: Sal de sódio ubíquo que é comumente usado para temperar comida.Acrilamidas: Cristais incolores e inodoros utilizados amplamente em laboratórios de pesquisa na preparação de géis de poliacrilamida para eletroforese, na síntese orgânica e polimerização. Alguns de seus polímeros são utilizados no tratamento do esgoto e águas poluídas, como prensa têxtil permanente e como agentes condicionadores de solo.Efeito Estufa: Efeito do AQUECIMENTO GLOBAL e o aumento das temperaturas no mundo dele decorrentes. Os efeitos previstos na saúde de tal mudança climática de longa duração incluem aumento da incidência de doenças respiratórias e de doenças transmitidas pela água e por vetores (MeSH/NLM). Aquele no qual a radiação solar passa através do ar e sua energia é absorvida pela terra; por sua vez, a terra irradia essa energia em forma de calor (radiação infravermelha) e esta é absorvida pelo ar, especificamente pelo dióxido de carbono. Neste processo, o ar se comporta como o vidro de uma estufa, que permite a passagem da radiação solar e não permite a saída das radiações infravermelhas geradas na terra. Alguns cientistas julgam que o aumento do dióxido de carbono na atmosfera pode elevar a temperatura e produzir uma catástrofe em nosso planeta. O conteúdo do dióxido de carbono na atmosfera aumentou notavelmente em nossos dias, comparado com as quantidades medidas no princípio do século. (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Ecossistema: 1) Sistema funcional que inclui os organismos de uma comunidade natural junto a seu ambiente. (MeSH/NLM)(Tradução livre do original: McGraw Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed) 2)Sistema aberto integrado pelos organismos vivos (inclusive o homem) e os elementos não vivos de um setor ambiental definido no tempo e no espaço, cujas propriedades globais de funcionamento e autorregulação derivam da interação entre seus componentes, tanto pertencentes aos sistemas naturais como aqueles modificados ou organizados pelo próprio homem. 3) Complexo constituído pelo biótopo e pela biocenose (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.Calorimetria: Medida da quantidade de calor envolvida em vários processos, tais como reações químicas, mudanças de estado e formação de soluções, ou na determinação da capacidade de calor das substâncias. A unidade fundamental de medida é o joule ou a caloria (4,184 joules).Estabilidade Enzimática: Proporção pela qual uma enzima conserva sua conformação estrutural ou sua atividade quando sujeita à estocagem, isolamento e purificação ou várias outras manipulações físicas ou químicas, incluindo enzimas proteolíticas e aquecimento.Natação: Atividade em que o corpo é propelido através da água por movimentos específicos dos braços e/ou das pernas. A natação como propulsão através da água, pelo movimento dos membros, cauda ou barbatanas de animais é frequentemente estudada como uma forma de ESFORÇO FÍSICO ou de resistência.Animais Recém-Nascidos: Refere-se a animais no período logo após o nascimento.Detecção da Ovulação: Método para determinar a ocorrência de OVULAÇÃO por meios diretos ou indiretos. Os métodos indiretos analisam os efeitos da PROGESTERONA sobre o muco cervical (MUCO CERVICAL) ou a temperatura corporal basal. A detecção direta da ovulação, geralmente usada no tratamento da fertilidade, envolve análises dos hormônios circulantes no sangue e ULTRASSONOGRAFIA.Apneia: Ausência transitória da respiração espontânea.Escroto: Bolsa cutânea da pele que contém os testículos e os cordões espermáticos.Taxa Respiratória: Número de vezes que um organismo respira com os pulmões (RESPIRAÇÃO) por unidade de tempo, geralmente por minuto.Hidrocortisona: Principal glucocorticoide secretado pelo CÓRTEX SUPRARRENAL. Seu equivalente sintético é usado tanto como injeção ou topicamente no tratamento de inflamação, alergia, doenças do colágeno, asma, deficiência adrenocortical, choque e alguns estados neoplásicos.Equidna: Mamífero ovíparo escavador da ordem Monotremata nativa da Austrália, Tasmânia e Nova Guiné. Possui pelos misturados a espinhos na parte superior de seu corpo e é adaptada para se alimentar de formigas.Canais de Cátion TRPV: Subgrupo de canais de cátions TRP assim denominados por causa do receptor vaniloide. São muito sensíveis à TEMPERATURA, comida apimentada e CAPSAICINA. Possuem o domínio TRP e repetições de ANQUIRINA. A seletividade do CÁLCIO em relação ao SÓDIO é de 3 a 100 vezes maior.Ouriços-Cacheiros: Família Erinaceidae (ordem INSECTIVORA) composta (na maioria) por ouriços verdadeiros que possuem cobertura de espinhos e cauda muito curta. Os membros desta família são encontrados no sudeste da Ásia (moonrats ou gymnures) têm pelos normais pelo corpo e uma longa cauda.Tecnologia de Sensoriamento Remoto: Observação e aquisição de dados físicos de um local distante por meio da visualização e tomada de medidas desta localidade distante ou por meio de recepção de dados de observações feitas sobre uma localidade distante.Mytilidae: Família de MEXILHÕES marinhos na classe BIVALVIA.Ciclos de Atividade: Turnos de irritabilidade física ou de movimento alternado com períodos de quiescência. Inclui atividade bioquímica e hormonal, que pode ser celular. [A duração] destes ciclos é menor que 24 horas, incluindo os ciclos de sono-vigília e a ativação periódica do sistema digestório.Ergotaminas: Série de alcaloides relacionados estruturalmente, contendo a estrutura básica da ergotamina.Tamanho Corporal: Medidas físicas de um corpo.Pressão Sanguínea: PRESSÃO do SANGUE nas ARTÉRIAS e de outros VASOS SANGUÍNEOS.Norepinefrina: Precursor da epinefrina, secretado pela medula da adrenal. É um neurotransmissor muito difundido no sistema nervoso central e autonômico. A norepinefrina é o principal transmissor da maioria das fibras simpáticas pós-ganglionares e do sistema de projeção cerebral difusa originária do locus ceruleous. É também encontrada nas plantas e é utilizada farmacologicamente como um simpatomimético.Dilatação: O ato de dilatar.Fases do Sono: Períodos de sono manifestos por mudanças na atividade do EEG e certos correlatos comportamentais; inclui Fase 1: início do sono, sonolência; Fase 2: sono leve; Fase 3 e 4: sono delta, sono leve, sono profundo e sono telencefálico.Aquecimento Global: Aumento na temperatura da atmosfera próxima à superfície da Terra e na troposfera, o que pode contribuir para alterações nos padrões climáticos globais.Iguanas: Grandes lagartos herbívoros tropicais americanos.Receptor Tipo 3 de Galanina: Subtipo de receptor de galanina com alta afinidade para o PEPTÍDEO SEMELHANTE A GALANINA e baixa afinidade para a forma completa de GALANINA e fragmentos peptídicos de galanina.Água do Mar: Água salinizada dos OCEANOS E MARES que supre habitat para organismos marinhos.Anestesia: Estado caracterizado pela perda dos sentidos ou sensações. Esta depressão da função nervosa geralmente é resultante de ação farmacológica e é induzida para permitir a execução de cirurgias ou outros procedimentos dolorosos.Boca: Cavidade oral ovalada (localizada no ápice do trato digestivo) composta de duas partes: o vestíbulo e a cavidade oral propriamente dita.Alucinógenos: Drogas capazes de induzir ilusões, alucinações, delusões, ideações paranoides, e outras alterações de humor e pensamento. Apesar do nome, a característica que distingue estes agentes de outras classes de drogas, é que elas podem induzir estados de percepção, pensamento, e sensação alterados que não são percebidos de outra forma.Oxigênio: Elemento com símbolo atômico O, número atômico 8 e peso atômico [15.99903; 15.99977]. É o elemento mais abundante da Terra e essencial à respiração.Peptídeo Semelhante a Galanina: Neuropeptídeo altamente homólogo à GALANINA. É produzido por processamento proteolítico de uma proteína maior que não está relacionada com a prepro-galanina e preferencialmente se liga ao Receptor 2 de Galanina.Desidratação: Afecção resultante de perda excessiva de água pelo organismo vivo.Desnaturação Proteica: Rompimento das ligações não covalentes e/ou dissulfídicas responsáveis pela manutenção da forma tridimensional e da atividade da proteína nativa.Abrigo para AnimaisMonitorização Fisiológica: Medida contínua dos processos fisiológicos, pressão sanguínea, batimento cardíaco, débito renal, reflexos, respiração, etc., em pacientes ou animais experimentais; inclui monitorização farmacológica, dosagem de drogas administradas ou seus metabólitos no sangue, tecidos ou urina.Modelos Animais de Doenças: Doenças animais ocorrendo de maneira natural ou são induzidas experimentalmente com processos patológicos suficientemente semelhantes àqueles de doenças humanas. São utilizados como modelos para o estudo de doenças humanas.Pedofilia: Transtorno sexual que ocorre em uma pessoa a partir dos 16 anos de idade e é recorrente com intensas fantasias e desejos sexuais ou comportamentos que envolvem a atividade sexual com uma criança pré-púbere (geralmente menores de 13 anos). (Tradução livre do original: APA, DSM-IV, 1994)Transição de Fase: A alteração de uma substância de uma forma ou de um estado a outro.Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.Fármacos do Sistema Nervoso Autônomo: Fármacos que afetam a função do sistema nervoso autônomo, ou mimetizam as ações, tendo assim efeito em processos como a respiração, a circulação, a digestão, a regulação da temperatura corporal, as secreções de algumas glândulas endócrinas, etc.Clima Tropical: O clima que prevalece nas zonas subtropicais e tropicais, caracterizado por uma estação seca bem marcada (nos meses em que é inverno no hemisfério norte) e uma estação chuvosa igualmente distinta (durante o inverno no hemisfério norte)Exaustão por Calor: Síndrome clínica causada por estresse ao calor, como esforço físico excessivo em um ambiente quente ou exposição excessiva ao sol. É caracterizada por SUDORESE, perda de água (volume), perda de sal, pele pegajosa fria, NÁUSEA e CEFALEIA.Tempo (Meteorologia): Estado da ATMOSFERA no período de minutos até meses.Ingestão de Líquidos: Consumo de líquidos.Pesquisa em Enfermagem Clínica: Investigação executada por enfermeiros no ambiente clínico, e projetada para fornecer informações que ajudarão a melhorar os cuidados dispensados aos pacientes. Outros profissionais também podem participar da pesquisa.Clima Desértico: Clima caracterizado por umidade insuficiente para manter uma vida vegetal apreciável. Clima de aridez extrema, geralmente de calor extremo, e de chuva desprezível.Uretana: Antineoplásico também utilizado como anestésico veterinário. Também tem sido usado como substância intermediária na síntese orgânica. Acredita-se que a uretana é um carcinógeno.Metanfetamina: Estimulante do sistema nervoso central e um simpatomimético com ações e usos similares à DEXTROANFETAMINA. A forma fumável é uma droga de abuso e recebe os nomes de "crank", "crystal", "crystal meth", "ice" e "speed".Ibuprofeno: Anti-inflamatório não esteroide com propriedades analgésicas utilizado na terapia de reumatismo e artrite.Dismenorreia: Menstruação dolorosa.Serotoninérgicos: Fármacos usados por seus efeitos sobre os sistemas serotoninérgicos. Entre essas estão os fármacos que afetam os receptores de serotonina, o ciclo de vida da serotonina e a sobrevida dos neurônios serotoninérgicos.Clormetiazol: Sedativo e anticonvulsivante utilizado frequentemente no tratamento da abstinência de álcool. Clormetiazol também tem sido indicado como agente neuroprotetor. O mecanismo da sua atividade terapêutica não está inteiramente esclarecido, porém, este composto potencializa a resposta dos receptores do ÁCIDO GAMA-AMINOBUTÍRICO e também pode afetar os receptores de glicina.Nervos Laríngeos: Ramos do NERVO VAGO. Os nervos laringeos superiores originam-se próximo ao gânglio nodoso e são separados em ramos externos que suprem as fibras motoras que se direcionam para os músculos cricotireóideos, e ramos internos que transportam as fibras sensitivas. O nervo laringeo recidivante se origina mais caudalmente e transporta fibras eferentes para todos os músculos da laringe exceto o cricotireóideo. Os nervos laringeos e seus vários ramos também transportam fibras autônomas e sensitivas para as regiões da laringe, faringe, traqueia e cardíaca.Refrigeração: Processo mecânico de resfriamento.Gelo: Substância sólida formada pelo CONGELAMENTO da água.Fenótipo: Aparência externa do indivíduo. É o produto das interações entre genes e entre o GENÓTIPO e o meio ambiente.Núcleo Supraquiasmático: Coleção, de formato ovoide, densamente carregada de pequenas células no hipotálamo anterior situada próximo à linha média em uma impressão rasa do QUIASMA ÓPTICO.Calafrios: A sensação repentina de estar com frio. Pode estar acompanhada por TREMOR POR SENSAÇÃO DE FRIO.Estabilidade de Medicamentos: Integridade química e física de um produto farmacêutico.Proteínas de Choque Térmico: Proteínas que são sintetizadas em eucariotos e bactérias em resposta à hipertermia e outros tipos de estresse ambiental. Aumentam a tolerância térmica e desempenham funções essenciais para a sobrevivência celular sob estas condições.Cheirogaleidae: Família da ordem PRIMATAS, subordem Strepsirhini (PROSIMII), que contém cinco gêneros. Todos os gêneros habitam Madagascar e são os seguintes: Allocebus, Cheirogaleus (macaco lêmure anão), Microcebus (macaco camundongo lêmure), Mirza e Phaner.Fluxo Sanguíneo Regional: Fluxo de SANGUE através ou ao redor do órgão ou região do corpo.Myoxidae: Família de roedores noturnos similares na aparência aos ESQUILOS, porém mais pequenos. Há 28 espécies, metade deles são encontrados na África.Viscosidade: Resistência que um sistema líquido ou gasoso oferece para fluir quando é submetido à tensão de cisalhamento. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Convecção: Transmissão de calor por meio de correntes circulatórias originadas da fonte; processo de propagação de calor que se verifica nos líquidos e gases, por efeito do movimento das camadas aquecidas (Material III - Ministério da Ação Civil, Brasília, 1992)Núcleo Hipotalâmico Anterior: Coleção livre e heterogênea de células no hipotálamo anterior, continua-se rostralmente com a ÁREA PRÉ-ÓPTICA lateral e a medial e caudalmente com o TÚBER CINÉREO.Endotoxinas: Toxinas estreitamente associadas com o citoplasma vivo ou com a parede celular de certos micro-organismos, e que não se difundem rapidamente para o meio de cultura, sendo liberados apenas com a lise celular.Espectroscopia de Ressonância Magnética: Método espectroscópico de medição do momento magnético de partículas elementares, como núcleos atômicos, prótons ou elétrons. É empregada em aplicações clínicas, como Tomografia por RMN (IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA).Locomoção: Movimento ou capacidade para se deslocar de um lugar a outro. Pode se referir a humanos, vertebrados ou invertebrados, e microrganismos.Gastrópodes: Classe do filo MOLUSCOS composta por CARAMUJOS e lesmas. O primeiro possui conchas externas em forma de hélice e o segundo geralmente é desprovido de conchas.Chuvas: Partículas de água que caem da ATMOSFERA.MusaranhosEscuridão: Ausência de luz.Sequência de Bases: Sequência de PURINAS e PIRIMIDINAS em ácidos nucleicos e polinucleotídeos. É chamada também de sequência nucleotídica.Regiões Antárticas: O continente situado ao redor do Polo Sul e das águas meridionais dos Oceanos Atlântico, Pacífico e Índico. Inclui as Dependências das Ilhas Falkands.Répteis: VERTEBRADOS de sangue frio que respiram ar pertencentes à Classe Reptilia, geralmente cobertos com escamas externas ou placas ósseas.Síndrome do Jet Lag: Transtorno cronobiológico resultante de uma viagem rápida através de um número de zonas temporais, caracterizado por insônia ou hipersonolência, fadiga, sintomas comportamentais, cefaleias e distúrbios gastrintestinais.Anestesia Geral: Procedimento em que os pacientes são induzidos a um estado de inconsciência por meio do uso de vários medicamentos, a fim de que não sintam dor durante a cirurgia.