Prepúcio do Pênis: Dobra de pele de camada dupla que cobre a glândula do pênis (cabeça do pênis).Fimose: Estado em que o PREPÚCIO DO PÊNIS não se retrai para revelar a glande do pênis. É devida à rijeza ou estreitamento do orifício do prepúcio do pênis.Circuncisão Masculina: Excisão do PREPÚCIO DO PÊNIS ou parte dele.Balanite: Inflamação da cabeça do PÊNIS (glande).Pênis: Órgão reprodutor externo masculino. É composto por uma massa de tecido erétil encerrada em três compartimentos cilíndricos fibrosos. Dois destes compartimentos, os corpos cavernosos, ficam lado a lado ao longo da parte superior do órgão. O terceiro compartimento (na parte inferior), o corpo esponjoso, abriga a uretra.Doenças do Pênis: Processos patológicos envolvendo o PÊNIS ou os componentes de seus tecidos.Fibroblastos: Células do tecido conjuntivo que secretam uma matriz extracelular rica em colágeno e outras macromoléculas.Parafimose: Situação em que o PREPÚCIO DO PÊNIS, uma vez retraído, não retorna à sua posição original. Se esta afecção persistir, pode levar à constrição dolorosa da glande do pênis, edema e prejudicar o fluxo sanguíneo para o pênis.Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.Queratinócitos: Células epidérmicas que sintetizam queratina, e que passam por transformações características durante sua movimentação em direção à superfície, saindo das camadas basais da epiderme até a camada queratinizada (córnea) da pele. Os estágios sucessivos de diferenciação dos queratinócitos que formam as camadas da epiderme são: célula basal, célula espinhosa e célula granulosa.Hipospadia: Defeito de nascimento devido à malformação na URETRA, em que a abertura uretral está abaixo da localização normal. No homem, a uretra malformada geralmente se abre na superfície ventral do PÊNIS ou do PERÍNEO. Na mulher, a abertura uretral malformada está na VAGINA.Células Cultivadas: Células propagadas in vitro em meio especial apropriado ao seu crescimento. Células cultivadas são utilizadas no estudo de processos de desenvolvimento, processos morfológicos, metabólicos, fisiológicos e genéticos, entre outros.Papillomaviridae: Família de pequenos vírus de DNA sem envelope que infectam aves e a maioria dos mamíferos, especialmente humanos. São agrupados em vários gêneros, mas os vírus são altamente espécie-específicos de seus hospedeiros e restritos aos tecidos. Comumente são divididos em centenas de "tipos" de papilomavírus, cada um com uma função e regiões de controle gênico específicos, apesar da homologia de suas sequências. Os papilomavírus humanos são encontrados nos gêneros ALPHAPAPILLOMAVIRUS, BETAPAPILLOMAVIRUS, GAMMAPAPILLOMAVIRUS e MUPAPILLOMAVIRUS.Haemophilus ducreyi: Espécie de HAEMOPHILUS que parece ser o patógeno, ou agente causador, de CANCROIDE, doença sexualmente transmitida.Proteínas Oncogênicas Virais: Produtos de oncogenes virais, mais comumente oncogenes retrovirais. Elas geralmente possuem atividades transformadora e frequentemente de proteína quinase.Cancroide: Doença infecciosa autoinoculável, localizada e aguda, normalmente adquirida através do contato sexual. É causada pelo HAEMOPHILUS DUCREYI, ocorrendo endemicamente em praticamente todo o globo, especialmente em países tropicais e subtropicais e mais comumente em portos marítimos e áreas urbanas do que nas rurais.Proteínas E7 de Papillomavirus: PROTEÍNAS ONCOGÊNICAS do papillomavirus que descontrolam o CICLO CELULAR das células infectadas e leva à TRANSFORMAÇÃO CELULAR NEOPLÁSICA . As proteínas E7 de papillomavirus interagem com vários reguladores do ciclo celular incluindo a PROTEÍNA DO RETINOBLASTOMA e alguns inibidores de quinases dependentes de ciclina.Citomegalovirus: Gênero da família HERPESVIRIDAE, subfamília BETAHERPESVIRINAE, que infecta as glândulas salivares, fígado, baço, pulmões, olhos e outros órgãos, produzindo caracteristicamente células aumentadas com inclusões intranucleares. A infecção com Citomegalovirus é também vista como infecção oportunista na AIDS.Células Alimentadoras: Células usadas em TÉCNICAS DE COCULTURA que favorecem o crescimento da população de outras células na cultura. As células alimentadoras fornecem substâncias auxiliares, incluindo substratos para adesão, nutrientes ou outros fatores que são necessários para a proliferação celular na cultura.Uganda: República na África oriental, ao sul do SUDÃO e a oeste do QUÊNIA. Sua capital é Kampala.Linhagem Celular: Determinadas culturas de células que têm o potencial de se propagarem indefinidamente.Queratinas: Classe de proteínas fibrosas ou escleroproteínas que representa o principal constituinte da EPIDERME, CABELO, UNHAS, tecido córneo, e matriz orgânica do ESMALTE dentário. Dois principais grupos conformacionais foram caracterizados: a alfa-queratina, cuja estrutura peptídica forma uma alfa-hélice espiralada consistindo em QUERATINA TIPO I, uma QUERATINA TIPO II e a beta-queratina, cuja estrutura forma um zigue-zague ou estrutura em folhas dobradas. As alfa-queratinas são classificadas em pelo menos 20 subtipos. Além disso, foram encontradas várias isoformas dos subtipos que pode ser devido à DUPLICAÇÃO GÊNICA.