Polinização: Transferência dos grãos de PÓLEN (gametas masculinos) para o óvulo da planta (gameta feminino).Pólen: Elemento fertilizador de plantas que contém os GAMETÓFITOS masculinos.Flores: Órgão reprodutivo das plantas.Orchidaceae: Família de plantas (ordem Orchidales, subclasse Liliidae, classe Liliopsida) monocotiledôneas. Todas as orquídeas têm a mesma estrutura floral bilateral simétrica, com três sépalas, porém as flores são muito variadas em relação à cor e forma.Abelhas: Insetos da superfamília Apoidea encontradas em praticamente todo lugar, particularmente sobre flores. Por volta de 3500 espécies ocorrem na América do Norte. Diferem da maioria das VESPAS pelo fato de que suas crias são alimentadas com mel e pólen, ao invés de alimento de origem animal.Iridaceae: Família de plantas (classe Liliopsida) monocotiledôneas, classificadas por alguns como ordem Liliales e, por outros, como Asparagales.Angiospermas: Membros do grupo de plantas vasculares que possuem flores. São diferenciadas das GIMNOSPERMAS por sua produção de sementes dentro de câmaras (OVÁRIO VEGETAL). A divisão de Angiospermas é composta por duas classes: as monocotiledôneas (Liliopsida) e as dicotiledôneas (Magnoliopsida). As angiospermas representam aproximadamente 80 por cento de todas as plantas vivas conhecidas.Reprodução: O processo total pelo qual organismos geram a prole. (Stedman, 25a ed)Sementes: Embriões encapsulados de plantas com florescência. São usados como são, ou como ração animal, por causa do alto conteúdo de nutrientes concentrados, como amido, proteínas e lipídeos. Sementes de colza, de algodão e de girassol são também produzidas por causa dos óleos que produzem.Autofertilização: Fusão de um gameta masculino com um feminino do mesmo indivíduo, animal ou planta.Néctar de Plantas: Líquido rico em açúcar produzido em glândulas de plantas chamadas nectários. É produzido tanto nas flores quanto em outras estruturas das plantas, fornecendo uma fonte de atração para insetos e outros animais polinizadores, bem como é uma fonte de nutrientes para mutualistas animais, o que provê proteção das plantas contra herbívoros.Liliaceae: Família monocotiledônea (ordem Liliales) dividida por alguns botânicos em outras famílias, como Convallariaceae, Hyacinthaceae e Amaryllidaceae. Entre as Amaryllidaceae, que possuem ovários inferiores estão CRINUM, GALANTHUS, LYCORIS e NARCISSUS e são conhecidos pelos ALCALOIDES DE AMARYLLIDACEAE.Autoincompatibilidade em Angiospermas: Um dos muitos processos diferentes que ocorrem em ANGIOSPERMAS por meio dos quais a diversidade genética é mantida enquanto a ENDOGAMIA é evitada.Insetos: Classe Insecta, no filo dos ARTRÓPODOS, cujos membros são caracterizados pela divisão em três partes: cabeça, tórax e abdome. Consistem no grupo dominante de animais na Terra; várias centenas de milhares de tipos foram descritos. Três ordens, HEMIPTERA, DIPTERA e SIPHONAPTERA são de interesse para a medicina porque causam doenças em humanos e animais. (Tradução livre do original: Borror et al., An Introduction to the Study of Insects, 4th ed, p1)Inflorescência: Agrupamento de FLORES (em oposição a uma flor solitária) organizado em uma haste principal da planta.Malpighiaceae: Família de plantas (ordem Polygalales, subclasse Rosidae, classe Magnoliopsida) sendo a maioria arbustos e árvores pequenas. Vários dos seus membros contêm alcaloides indol.Gimnospermas: Gimnospermas forma um grupo de plantas vasculares, cujas sementes não estão envoltas por um ovário desenvolvido (fruto). As gimnospermas distinguem-se de outro grande grupo de plantas com sementes, as ANGIOSPERMAS, cujas sementes são envolvidas pela parede do ovário. As sementes de várias gimnospermas (literalmente, "semente nua") são produzidas em cones e não são visíveis. Os taxonomistas, atualmente reconhecem quatro divisões distintas das plantas gimnospermas existentes (CONIFEROPHYTA, CYCADOPHYTA, GINKGOPHYTA e GNETOPHYTA).Tubo Polínico: Crescimento de um grão de pólen para baixo e para o interior do estilete da flor; este permite que duas espermátides passem: uma para o ovo, dentro do ÓVULO, e a outra para a célula central do óvulo, produzindo endosperma em SEMENTES.Petunia: Gênero de plantas (família SOLANACEAE) cujos membros contêm glicosídeos esteroides.Vento: Movimentação do ar relativa à superfície da terra.Gentianaceae: Família de plantas (ordem Gentianales, subclasse Asteridae e classe Magnoliopsida.Frutas: O ovário desenvolvido de uma planta, podendo ser carnudo ou seco, portando a(s) semente(s).Yucca: Gênero (e nome vulgar) de plantas (família AGAVACEAE) conhecidas pelas SAPONINAS das raizes, utilizadas em SABÕES.Óvulo Vegetal: Elemento nas plantas que contém os GAMETÓFITOS femininos.Juniperus: Gênero de plantas (família CUPRESSACEAE) árvores ou arbustos coníferos, perenes de crescimento lento.Cactaceae: Família de cactus (ordem Caryophyllales, subclasse Caryophyllidae, classe Magnoliopsida) que são plantas suculentas, perenes, bem adaptadas a regiões secas.Ecossistema: 1) Sistema funcional que inclui os organismos de uma comunidade natural junto a seu ambiente. (MeSH/NLM)(Tradução livre do original: McGraw Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed) 2)Sistema aberto integrado pelos organismos vivos (inclusive o homem) e os elementos não vivos de um setor ambiental definido no tempo e no espaço, cujas propriedades globais de funcionamento e autorregulação derivam da interação entre seus componentes, tanto pertencentes aos sistemas naturais como aqueles modificados ou organizados pelo próprio homem. 3) Complexo constituído pelo biótopo e pela biocenose (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Bignoniaceae: Família de plantas da ordem Lamiales. A família é caracterizadas por folhas opostas, geralmente compostas e flores bisexuadas, afuniladas ou em forma de campânula, que apresentam cálice e corola pentalobulados.Fenômenos Fisiológicos Vegetais: Processos, propriedades e estados fisiológicos característicos das plantas.Campanulaceae: Família de plantas da ordem Campanulales, subclasse Asteridae, classe Magnoliopsida.Euphorbiaceae: Família eufórbia de plantas de florescência, da ordem Euphorbiales, que contém por volta de 7.500 espécies em 275 gêneros. A família consiste de ervas anuais e perenes, e arbustos florestais ou árvores.Vespas: Qualquer dos numerosos insetos himenópteros, alados, de hábitos tanto sociais como solitários, e que possuem ferrões extraordinários.Ericaceae: Família das plantas de brejo (ordem Ericales, subclasse Dilleniidae, classe Magnoliopsida) que geralmente são arbustos ou pequenas árvores. As folhas são alternadas, simples e rijas. As flores são simétricas, com corola dividida em 4 ou 5 partes e pétalas parcialmente fundidas.Bornéu: Ilha no Arquipélago Malaio, a leste de Sumatra, a norte de Java e a oeste de Celebes. É a terceira maior ilha do mundo. Seu nome é uma alteração para o português de BRUNEI, região de uma das subdivisões da ilha.Safras: Plantas cultivadas ou produtos agrícolas como grãos, legumes, verduras ou frutas.Proteaceae: Família de planta da ordem Proteales, subclasse Rosidae, classe Magnoliopsida. Raízes pivotantes e feixes de radículas semelhantes aos do equisseto formados em consequência do solo fraco são comuns nesta família.Apocynaceae: Família de plantas da ordem Gentianales. Seus membros possuem folhas de bordas lisas, com suco leitoso, geralmente venenoso, e flores em cachos. A família Asclepiadaceae, antes família da asclépia, foi incluída desde 1999 e antes de 1810.Acanthaceae: Família de plantas da ordem Lamiales caracterizadas por folhas simples em pares opostos, cistólitos (grandes células contendo cristais de carbonato de cálcio) e flores bissexuais bilateralmente simétricas que geralmente são agrupadas entre si. O nome vulgar para Ruellia de petúnia selvagem é facilmente confundido com PETÚNIA.Polygalaceae: Família de plantas (ordem Polygalales, subclasse Rosidae e classe Magnoliopsida.Pyrus: Gênero de plantas (família ROSACEAE) conhecido por suas frutas comestíveis.Ecologia: Ramo da ciência voltado para as inter-relações de organismos e seu AMBIENTE, especialmente as manifestadas por ciclos e ritmos naturais, desenvolvimento e estrutura da comunidade, interações entre espécies de organismos diferentes, distribuições geográficas e alterações populacionais. (Tradução livre do original: Webster's, 3d ed)Chrysobalanaceae: Família de plantas (ordem ROSALES, subclasse Rosidae e classe Magnoliopsida).Aves: Vertebrados de sangue quente que possuem PLUMAS e pertencem à classe das Aves.Evolução Biológica: Processo de alterações acumuladas ao longo de gerações sucessivas através das quais os organismos adquirem características morfológicas e fisiológicas distintas.Arum: Gênero de plantas da família ARACEAE cujo nome deriva de 'ar' (fogo, em árabe, devido à seiva irritante) e cuja flor é uma espata.Rubiaceae: Família de plantas conhecidas como garança ou ruiva, da ordem Rubiales, subclasse Asteridae, classe Magnoliopsida, que inclui importantes plantas medicinais que fornecem QUININO, IPECA e CAFÉ. Possuem filotaxia oposta (folhas arranjadas em oposição uma à outra) e estípulas interpeciolares.Rosales: Ordem de ANGIOSPERMAS (subclasse Rosidae) cujos membros incluem algumas plantas ornamentais e comestíveis, mais conhecidas das zonas temperadas, incluindo rosas, maçãs, cerejas e pêssegos.Agricultura Orgânica: Sistemas de agricultura que aderem a padrões regulamentados nacionalmente os quais restringem o uso de pesticidas, fertilizantes não orgânicos, engenharia genética, hormônios de crescimento, radiação, antibióticos e RAÇÃO ANIMAL não orgânica.Nelumbo: Gênero de plantas (família NELUMBONACEAE). O nome comum "lótus" também é utilizado para LOTUS e NYMPHAEA.Antirrhinum: Gênero de plantas (família Plantaginaceae) cujos membros contêm PROTEÍNA DEFICIENS.Cruzamento: Produção de descendência por cruzamento seletivo ou HIBRIDIZAÇÃO GENÉTICA em animais ou plantas.Mel: Comida líquida e doce produzida nas bolsas de mel de várias abelhas a partir do néctar coletado das flores. O néctar é amadurecido em mel por inversão de seu açúcar de sacarose em frutose e glucose. É um pouco ácido e tem propriedades antissépticas moderadas e às vezes é usado no tratamento de queimaduras e lacerações.Marantaceae: Família de plantas (ordem ZINGIBERALES, subclasse Zingiberidae, classe Liliopsida).Melastomataceae: Família de plantas (ordem Myrtales, subclasse Rosidae, classe Magnoliopsida) composta por membros tropicais, com folhas de nervuras paralelas.Impatiens: Gênero de plantas perenes ou anuais subsuculentas da família BALSAMINACEAE, ordem Geraniales.Daphne: Gênero de plantas (família THYMELAEACEAE) com arbustos sempre verdes, muito cultivadas nas margens de jardins ou jardins de pedras de climas amenos. Seus membros contêm mezereína, flavonoides e CUMARÍNICOS como dafnetinas e dafninas.Endogamia: Cruzamento de plantas ou animais não humanos que estão estritamente relacionados geneticamente.Prunus: Gênero de plantas da família ROSACEAE, ordem Rosales, subclasse Rosidae. É mais conhecido como a fonte de frutas comestíveis, como damasco, ameixa, pêssego, cereja e amêndoa.Ficus: Gênero de planta da família MORACEAE, fonte do conhecido fruto figo, e o látex desta árvore contém a FICAÍNA.Agricultura: A ciência, arte ou prática do cultivo da terra, produção agrícola e criação de gado.Sagittaria: Gênero de plantas da família ALISMATACEAE que crescem em pântanos salgados e são usadas para fitorremediação de derrame de óleo. As flores unissexuais possuem 3 sépalas e 3 pétalas. Seus membros contêm trifolionas (DITERPENOS).Exsudatos de Plantas: Substância liberadas por PLANTAS, como GOMAS VEGETAIS e resinas vegetais.Caules de Planta: Partes de plantas que geralmente crescem verticalmente para cima, em direção à luz, e que dão suporte às folhas, às células germinativas e às estruturas reprodutivas.Zamiaceae: Família de plantas (ordem Cycadales, classe Cycadopsida, divisão CYCADOPHYTA).Biodiversidade: A variedade de todos os órgãos vivos autóctones e suas diversas formas e inter-relações. (MeSH, 2010) Conteúdo vivo da Terra em seu conjunto, tudo quanto vive nos oceanos, nas montanhas e nos bosques. Encontramo-la em todos os níveis, desde a molécula de DNA até os ecossistemas e a biosfera. Todos os sistemas e entidades biológicas estão interconectadas e são interdependentes. A importância da biodiversidade fundamenta-se no fato de nos facilitar serviços essenciais: protege e mantém os solos, regula o clima e torna possível a biossíntese, proporcionando-nos assim o oxigênio que respiramos e a matéria básica para nossos alimentos, vestuário, medicamentos e habitações. (Tradução livre do original: Material IV - Glosario de Protección Civil, OPS, 1992)Árvores: Plantas superiores, perenes, lenhosas e geralmente altas (Angiospermas, Gimnospermas e alguns Pterófitos), que possuem geralmente um tronco principal e numerosos ramos.Araceae: Família de plantas monocotiledôneas da ordem Arales, subclasse Arecidae, classe Liliopsida. Muitos membros contêm ÁCIDO OXÁLICO e oxalato de cálcio (OXALATOS).Lycopodiaceae: Plantas da família do licopódio da ordem Lycopodiales, classe Lycopodiopsida, divisão Lycopodiophyta, sub-reino Tracheobionta), cujo nome vulgar 'licopódio' se aplica a vários gêneros desta família. Apesar do nome, este não é um musgo verdadeiro (BRYOPSIDA).Comportamento Alimentar: Respostas comportamentais ou sequenciais associadas ao ato de alimentar-se, maneira ou modos de se alimentar, padrões rítmicos da alimentação (intervalos de tempo - hora de comer, duração da alimentação).Silene: Gênero de plantas (família CARYOPHYLLACEAE) cujo nome vulgar 'campion' também é usado para LYCHNIS. O nome vulgar (em Inglês) 'Cravo' (pink) pode ser confundido com o de outras plantas.Proteínas de Plantas: Proteínas encontradas em plantas (flores, ervas, arbustos, árvores, etc.). O conceito não inclui proteínas encontradas em vegetais para os quais PROTEÍNAS DE VERDURAS estão disponíveis.Eriocaulaceae: Família de plantas da ordem Commelinales, subclasse Commelinidae, classe Liliopsida (monocotiledôneas).Zea mays: Espécie de planta da família POACEAE. É uma gramínea alta cultivada por seu GRÃO COMESTÍVEL e utilizada como alimento para consumo humano e animal.Himenópteros: Extensa ordem de insetos altamente especializados, incluindo abelhas, vespas e formigas.Regulação da Expressão Gênica de Plantas: Qualquer dos processos pelos quais os fatores nucleares, citoplasmáticos ou intercelulares influem no controle diferencial da ação gênica nas plantas.Dispersão de Sementes: Vários métodos físicos, que incluem vento, insetos e outros animais, tensão e água, por meio dos quais uma planta dispersa suas sementes para longe da planta-mãe.Especificidade da Espécie: Restrição de um comportamento característico, estrutura anatômica ou sistema físico, como resposta imunológica, resposta metabólica ou gene ou variante gênico dos membros de uma espécie. Refere-se às propriedades que diferenciam uma espécie de outra, mas também se usa para níveis filogenéticos superiores ou inferiores ao nível de espécie.Alocasia: Gênero de plantas da família ARACEAE cujos membros contêm beta-glucosidases e inibidores de tripsina.Lilium: Gênero de plantas (família LILIACEAE) que geralmente cresce em regiões temperadas. A palavra "lírio" também é utilizada nos nomes vulgares de várias plantas de outros gêneros que se assemelham ao lírio verdadeiro. Os lírios verdadeiros são plantas perenes, eretas, com folhas no caule, bulbos escamosos, geralmente folhas estreitas e flores solitárias ou agrupadas.Dípteros: Ordem da classe dos insetos. Quando presentes, as asas são duas e servem para distinguí-los de outros insetos também denominados de moscas, enquanto que os halteres, ou asas posteriores reduzidas, separam os dípteros de outros insetos com um par de asas. A ordem inclui as famílias Calliphoridae, Oestridae, Phoridae, SARCOPHAGIDAE, Scatophagidae, Sciaridae, SIMULLIDAE, Tabanidae, Therevidae, Trypetidae, CERATOPOGONIDAE, CHIRONOMIDAE, CULICIDAE, DROSOPHILIDAE, GLOSSINIDAE, MUSCIDAE e PSYCHODIDAE. A forma larval das espécies pertencentes à ordem Diptera é denominada maggot, em inglês (ver LARVA).Clima Tropical: O clima que prevalece nas zonas subtropicais e tropicais, caracterizado por uma estação seca bem marcada (nos meses em que é inverno no hemisfério norte) e uma estação chuvosa igualmente distinta (durante o inverno no hemisfério norte)Cycadophyta: Divisão das GIMNOSPERMAS parecida com as palmeiras (ARECACEAE), mas são estritamente relacionadas com o PINUS. Possuem grandes cones e folhas pinuladas e são, às vezes, denominadas 'cicadófitas' um termo que pode também se referir mais estreitamente com cycadales ou CYCAS.Cruzamentos Genéticos: Reprodução deliberada de dois indivíduos diferentes, que resulta em descendentes que transportam parte do material genético de cada um dos pais. Os progenitores devem ser geneticamente compatíveis e podem ser de diferentes variedades ou de espécies estreitamente relacionadas.Malus: Gênero de plantas da família ROSACEAE, ordem Rosales, subclasse Rosidae. É mais conhecida como fonte de frutas comestíveis (maçã) e são cultivadas em climas temperados do mundo todo.Genes de Plantas: Unidades hereditárias funcionais de PLANTAS.Germinação: Estágios iniciais do crescimento de SEMENTES na PLÂNTULA. O broto embrionário (plúmula) e as RAÍZES DE PLANTAS (radícula) embrionárias emergem crescendo para cima e para baixo, respectivamente. As reservas alimentares para a germinação vêm do tecido endospérmico dentro da semente e/ou das folhas das sementes (COTILÉDONES). (Tradução livre do original: Concise Dictionary of Biology, 1990)Geografia: Ciência que estuda a terra e sua vida, especialmente a descrição da terra, mar e ar e a distribuição da vida vegetal e animal, incluindo a humanidade e suas indústrias referentes às relações mútuas destes elementos. (Tradução livre do original: Webster, 3d ed)Arecaceae: Família de palmeiras (ordem Arecales, subclasse Arecidae, classe Liliopsida).Passiflora: Gênero de plantas (família Passifloraceae, ordem Violales, subclasse Dilleniidae, classe Magnoliopsida) trepadeiras com flores ornamentais e frutos comestíveis.Herbivoria: Hábito alimentar dos animais que consiste em comer plantas.África Austral: Área geográfica da África que abrange ANGOLA, BOTSUANA, LESOTO, MALAUI, MOÇAMBIQUE, NAMÍBIA, ÁFRICA DO SUL, SUAZILÂNDIA, ZÂMBIA e ZIMBÁBUE.Besouros: INSETOS (ordem Coleoptera) compreendem mais de 350.000 espécies em 150 famílias. Possuem corpos duros e suas estruturas bucais estão adaptadas para a mastigação.Brassica: Gênero de plantas da família das Crucíferas. Contém muitas espécies e variedades cultivadas usadas na alimentação, incluindo repolho, couve-flor, brócolis, couve-de-Bruxelas, couve, vegetais verdes, MOSTARDEIRA; (B. alba, B. juncea, and B. nigra), nabo (BRASSICA NAPUS) e canola (BRASSICA RAPA).Conservação de Recursos Naturais: Proteção, preservação, restauração e uso racional de todos os recursos ambientais.Coffea: Gênero de plantas (família RUBIACEAE) mais conhecidas pela bebida CAFÉ preparada de seus grãos (SEMENTES).Endosperma: Tecido nutritivo das sementes de angiospermas que envolve os EMBRIÕES. É produzido por um processo paralelo de fertilização em que um segundo gameta masculino do grão de pólen se fusiona a dois núcleos femininos dentro do saco embrionário. O endosperma varia em ploidia e contém reservas de amido, óleos e proteínas, o que o configura como uma fonte nutricional importante para o ser humano.Criação de Abelhas: Gerenciamento e manutenção de colônias de abelhas melíferas.Rosaceae: Família de plantas que inclui a conhecida rosa na ordem ROSALES e classe Magnoliopsida). São geralmente lenhosas. Várias espécies desta família contêm compostos cianogênicos.Região do Mediterrâneo: O MAR MEDITERRÂNEO, as ILHAS DO MEDITERRÂNEO e os países que limitam coletivamente o mar.Ilhas: Porções de terra completamente rodeadas por água.Mariposas: Insetos da subordem Heteróceros da ordem dos LEPIDÓPTEROS.Eriobotrya: Gênero de plantas (família ROSACEAE) fonte de frutas comestíveis. Seus membros contêm TRITERPENOS.Estruturas Vegetais: Partes das plantas, incluindo as SEMENTES.Schisandra: Gênero de plantas da família SCHISANDRACEAE. Seus membros possuem schisandrins (russo), que também são denominados gomisins (japonês) ou wuweizins (chinês). Os compostos deste gênero são muito semelhantes aos do KADSURA e o uso medicinal é muito semelhante. É, às vezes, adulterado com KADSURA.Filogenia: Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.Ondas de Maré: Ondas de água causadas por interações gravitacionais entre a TERRA, a LUA e o SOL.Sistemas Ecológicos Fechados: Sistemas que permitem a manutenção da vida em compartimentos vivos isolados, através da reutilização cíclica dos materiais disponíveis; neste ciclo o gás carbônico exalado, a urina e outros dejetos são convertidos quimicamente (ou por fotossíntese) em oxigênio, água e alimento.Citrullus: Gênero de plantas (família CUCURBITACEAE) conhecido pelas frutas comestíveis.Viola: Gênero de plantas (família VIOLACEAE) com algumas espécies chamadas 'Saboneteiras' que é o nome vulgar mais frequente usado com SAPONARIA OFFICINALIS. Seus membros contêm peptídeos macrocíclicos.Gorgulhos: BESOUROS (família Curculionidae) e a maior família (ordem COLEOPTERA). Têm acentuada forma convexa e vários são considerados pragas.Odores: Parte volátil das substâncias perceptível pelo sentido do olfato.Cacau: Árvore da família Sterculiaceae (ou Byttneriaceae), geralmente Theobroma cacao, ou suas sementes, que após serem assadas e sofrerem fermentação, produzem cacau e chocolate. Também usado como um medicamento homeopático. Abrev.: "cac.". Origem vegetal. Habitat original: América tropical. Parte utilizada: sementes.Primula: Gênero de planta da família PRIMULACEAE. Pode causar DERMATITE DE CONTATO. SAPONINAS foram identificadas na raiz.DNA de Cloroplastos: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de CLOROPLASTOS.Plantas: Formas de vida eucarióticas e multicelulares do reino Plantae (lato sensu), compreendendo VIRIDIPLANTAE, RODÓFITAS e GLAUCÓFITAS, todas as quais obtiveram cloroplastos por endossimbiose direta com CIANOBACTÉRIAS. São caracterizadas por modo de nutrição predominantemente fotossintético; crescimento essencialmente ilimitado em certas regiões de divisão celular localizadas (MERISTEMA); celulose no interior das células que confere rigidez, ausência de órgãos de locomoção, ausência de sistemas nervoso e sensorial e alternância entre gerações haploides e diploides.Infertilidade das Plantas: Incapacidade das PLANTAS para completar a fertilização e obter SEMENTES como resultado de PÓLEN ou óvulos defeituosos, ou outras aberrações. (Tradução livre do original: Dict. of Plant Genet. and Mol. Biol., 1998)Theaceae: Família de plantas (ordem THEALES, subclasse Dilleniidae, classe Magnoliopsida) mais conhecidas como CAMELLIA SINENSIS, fonte do CHÁ Oriental.