Oxazolona: Agente imunológico adjuvante e sensibilizante.Dermatite de Contato: Tipo de reação cutânea crônica ou aguda, na qual a sensibilidade é manifestada pela reatividade a materiais ou substâncias mantidos em contato com a pele. Pode envolver mecanismos alérgicos ou não alérgicos.Dicetopiperazinas: Piperazinas com dois oxigênios cetônicos.Oxazóis: Estruturas heterocíclicas em anel de 5 membros contendo um oxigênio na posição 1 e um nitrogênio na posição 3, diferenciando-se dos ISOXAZÓIS cujas ligações estão nas posições 1 e 2.Cloreto de Picrila: Hapteno que estimula a geração de células supressoras capazes de diminuir a regulação da fase eferente da hipersensibilidade por contato específica ao trinitrofenol. (Tradução livre do original: Arthritis Rheum 1991 Feb;34(2):180).Orelha: Sistema auditivo e de equilíbrio do corpo. Consiste em três partes: ORELHA EXTERNA, ORELHA MÉDIA e ORELHA INTERNA. As ondas sonoras são transmitidas através deste órgão, onde vibrações são transduzidas para [outra forma de] sinais que passam pelo nervo acústico para o SISTEMA NERVOSO CENTRAL. A orelha interna contém ainda o órgão vestibular, que mantém o equilíbrio transduzindo sinais para o NERVO VESTIBULAR.Himenolepíase: A infecção por tênias do gênero Hymenolepsis.Haptenos: Pequenos determinantes antigênicos capazes de induzir uma resposta imune somente quando acoplados a um transportador. Os haptenos se ligam aos anticorpos, mas por si só não conseguem induzir uma resposta imune humoral.Hymenolepis diminuta: Espécie de tênia (TÊNIAS) que infecta RATOS E CAMUNDONGOS e raramente causa doença em seres humanos. Seu ciclo de vida envolve os ROEDORES como seu hospedeiro definitivo e os BESOUROS como hospedeiro intermediário.Vulvodinia: Síndrome complexa com dor de etiologia desconhecida, caracterizada por dor constante ou intermitente na vulva (vulvodinia generalizada), ou sensações de queimação localizada na área do vestíbulo da vagina, ao ser pressionado (vestibulodinia ou síndrome da vestibulite vulvar). Caracteristicamente, o tecido vulvar com vulvodinia tem a aparência normal sem infecção ou doença de pele. A vulvodinia tem um impacto negativo na qualidade de vida de uma mulher, já que interfere com as atividades sexuais e cotidianas.Anidridos Ftálicos: Anidridos de ácidos ftálicos. Pode ser substituído em qualquer átomo de carbono. Utilizado extensivamente na indústria e como reagente na acilação de grupos amino e hidroxílicos.Dinitrofluorbenzeno: Irritantes e reagentes para a marcação de grupamentos terminais de aminoácidos.Hipersensibilidade Tardia: Reatividade aumentada a antígenos específicos mediada não por anticorpos, mas por células.Orelha Externa: Parte externa do sistema auditivo do corpo. Inclui o PAVILHÃO AURICULAR (semelhante a uma concha), que coleta o som, MEATO ACÚSTICO EXTERNO, MEMBRANA TIMPÂNICA, e as CARTILAGENS DA ORELHA EXTERNA.Dermatite Alérgica de Contato: Dermatite de contato devido à sensibilização alérgica a várias substâncias. Estas substâncias produzem subsequentemente reações inflamatórias na pele de indivíduos que possuem hipersensibilidade adquirida às mesmas, como resultado de uma exposição prévia.Dinitroclorobenzeno: Irritante na pele que pode causar dermatites tanto do tipo primária como alérgica. Sensibilização por contato com o dinitroclorobenzeno (DNCB) tem sido utilizada como medidor da imunidade celular. DNBC é também utilizado como reagente para a detecção e determinação de compostos de piridinas.Claudina-2: Subtipo de claudina que está associada com a formação de canais seletivos para cátion e aumenta a permeabilidade epitelial. Localiza-se nas JUNÇÕES ÍNTIMAS dos TÚBULOS RENAIS PROXIMAIS.Clostridium butyricum: Bactéria representante do gênero CLOSTRIDIUM (família Clostridiaceae), Gram-positiva, utilizada como fonte de PROBIÓTICOS.Erupção por Droga: Reações cutâneas adversas causadas por ingestão, uso parenteral ou aplicação local de uma droga. Podem assumir vários padrões morfológicos e produzir vários tipos de lesões.Radioisótopos de Nitrogênio: Isótopos de nitrogênio instáveis que se decompõem ou desintegram emitindo radiação. Átomos de nitrogênio com pesos atômicos de 12, 13, 16, 17 e 18 são radioisótopos de nitrogênio.