Lilium: Gênero de plantas (família LILIACEAE) que geralmente cresce em regiões temperadas. A palavra "lírio" também é utilizada nos nomes vulgares de várias plantas de outros gêneros que se assemelham ao lírio verdadeiro. Os lírios verdadeiros são plantas perenes, eretas, com folhas no caule, bulbos escamosos, geralmente folhas estreitas e flores solitárias ou agrupadas.Pólen: Elemento fertilizador de plantas que contém os GAMETÓFITOS masculinos.Liliaceae: Família monocotiledônea (ordem Liliales) dividida por alguns botânicos em outras famílias, como Convallariaceae, Hyacinthaceae e Amaryllidaceae. Entre as Amaryllidaceae, que possuem ovários inferiores estão CRINUM, GALANTHUS, LYCORIS e NARCISSUS e são conhecidos pelos ALCALOIDES DE AMARYLLIDACEAE.Tubo Polínico: Crescimento de um grão de pólen para baixo e para o interior do estilete da flor; este permite que duas espermátides passem: uma para o ovo, dentro do ÓVULO, e a outra para a célula central do óvulo, produzindo endosperma em SEMENTES.Alstroemeria: Gênero de plantas (família LILIACEAE) cujos membros contêm alérgenos, tuliposídeo A e tulipalina A.Clormequat: Regulador de crescimento vegetal que é comumente usado em plantas ornamentais.Plantas: Formas de vida eucarióticas e multicelulares do reino Plantae (lato sensu), compreendendo VIRIDIPLANTAE, RODÓFITAS e GLAUCÓFITAS, todas as quais obtiveram cloroplastos por endossimbiose direta com CIANOBACTÉRIAS. São caracterizadas por modo de nutrição predominantemente fotossintético; crescimento essencialmente ilimitado em certas regiões de divisão celular localizadas (MERISTEMA); celulose no interior das células que confere rigidez, ausência de órgãos de locomoção, ausência de sistemas nervoso e sensorial e alternância entre gerações haploides e diploides.