Lacerações: Ferimentos dilacerados.Períneo: Região do corpo que existe entre a área genital e o ÂNUS na superfície do tronco e até o compartimento superficial que se aprofunda nesta área que é inferior ao DIAFRAGMA PÉLVICO. Na mulher, compreende a região entre a VULVA e o ânus e no homem, entre o ESCROTO e o ânus.Episiotomia: Incisão da parede posterior da vagina e uma porção da vulva que aumenta o introito vaginal para facilitar o parto e prevenir lacerações.Traumatismos Faciais: Lesões gerais ou inespecíficas aos tecidos macios ou porções ósseas da face.Adesivos Teciduais: Substâncias usadas para promover aderência de tecido com tecido, ou de tecido com superfícies não tissulares, bem como para próteses.Traumatismos da Mão: Traumatismos gerais ou inespecíficos da mão.Suturas: Materiais usados no fechamento de uma ferida cirúrgica ou traumática com pontos. (Dorland, 28a ed)Complicações do Trabalho de Parto: Problemas médicos associados com TRABALHO DE PARTO, como APRESENTAÇÃO PÉLVICA, TRABALHO DE PARTO PREMATURO, HEMORRAGIA ou outros. Estas complicações podem afetar o bem-estar da mãe, do FETO ou de ambos.Ferimentos não Penetrantes: Ferimentos causados por impacto com um objeto cego, em que não há penetração da pele.Ferimentos Penetrantes: Ferimentos causados por objetos que penetram na pele.Ferimentos Oculares Penetrantes: Ferimentos intraoculares do tipo puntiforme ou profundamente perfurante.Traumatismos dos Dedos: Traumatismos gerais ou inespecíficos envolvendo os dedos.Traumatismos Oculares: Dano ou trauma causado no olho por instrumentos externos. O conceito inclui ambas as lesões de superfície e lesões intraoculares.Forceps Obstétrico: Instrumento cirúrgico feito para extrair o recém-nascido da passagem materna pela cabeça sem lesão a ele ou à mãe.Doença Iatrogênica: Qualquer situação adversa que ocorra com um paciente como resultado de tratamento por um médico, cirurgião, ou outro profissional da área de saúde, especialmente infecções adquiridas pelo paciente no curso do tratamento.Ferimentos e Lesões: Danos infligidos no corpo como resultado direto ou indireto de uma força externa, com ou sem rompimento da continuidade estrutural.Técnicas de Sutura: Técnicas para juntar as bordas de uma ferida com alças de fio ou materiais semelhantes (SUTURAS).Traumatismos Cardíacos: Traumatismos gerais ou inespecíficos do coração.Técnicas de Fechamento de Ferimentos: Métodos para reparar rupturas no tecido causadas por trauma ou para fechar incisões cirúrgicas.Traumatismos da Perna: Traumatismos gerais ou inespecíficos envolvendo a perna.Hímen: Dobra fina da MUCOSA situada no orifício da vagina.Parto Obstétrico: Expulsão do FETO e PLACENTA sob os cuidados de um obstetra ou profissional da saúde. Os partos obstétricos podem envolver intervenções físicas, psicológicas, clínicas ou cirúrgicas.Vaselina: Sistema coloidal de hidrocarbonetos semissólidos obtidos a partir do PETRÓLEO. É utilizado como base para unguentos, como protetor tópico e lubrificante.Intubação: Introdução de um tubo em um órgão para restaurar ou manter a permeabilidade se obstruído. É diferenciada de CATETERIZAÇÃO onde a inserção de um cateter é usualmente feita pela introdução ou retirada de fluidos do corpo.Paracentese: Procedimento no qual se retira líquido de uma cavidade corporal ou órgão por meio de um trocarte, cânula, agulha ou outro instrumento perfurante.Enfisema Subcutâneo: Presença de ar ou gás nos tecidos subcutâneos do corpo.Procedimentos Cirúrgicos Dermatológicos: Procedimentos cirúrgicos realizados na PELE.Cianoacrilatos: Grupo de compostos que possuem a fórmula geral CH2=C(CN)-COOR; polimeriza-se em contato com a umidade; utilizado em adesivos teciduais; muitos homólogos possuem propriedades hemostáticas e antibacterianas.Infecção dos Ferimentos: A invasão do local de trauma por microrganismos patogênicos.Hemopneumotórax: Acúmulo de ar e sangue na cavidade pleural.Toracotomia: Incisão cirúrgica na parede do tórax.Traumatismos Abdominais: Traumatismos gerais ou não específicos envolvendo órgãos da cavidade abdominal.Traumatismo Múltiplo: Múltiplos traumatismos ou danos físicos que ocorrem simultaneamente.Procedimentos Cirúrgicos Obstétricos: Cirurgia feita na mulher grávida para doenças associadas à gravidez, trabalho de parto ou puerpério. Não incluem cirurgias do recém-nascido.Corpos Estranhos: Objetos inanimados que ficam encerrados no corpo.Pálpebras: Cada uma das pregas superiores e inferiores da pele que cobre o OLHO quando fechado.Traumatismos Torácicos: Traumatismos gerais ou inespecíficos da área torácica.Ruptura: Fratura ou rompimento traumático ou forçoso de um órgão ou outra parte macia do corpo.Traumatismos Craniocerebrais: Lesões traumáticas envolvendo o crânio e estruturas intracranianas (i. é, CÉREBRO; NERVOS CRANIANOS; MENINGES e outras estruturas). As lesões podem ser classificadas de acordo com o crânio ser penetrado ou não (i. é, penetrante vs. não penetrante), ou se houver hemorragia associada.Doenças do Esôfago: Processos patológicos no ESÔFAGO.Incontinência Fecal: A incapacidade de controle voluntário dos esfíncteres anais com passagem involuntária de fezes e flatos.Extração Obstétrica: Extração do feto por meio de instrumentos obstétricos.Curativos Oclusivos: Qualquer um de vários materiais utilizados para cobrir e proteger uma ferida, sendo este um que veda a ferida do contato com ar ou bactérias. (Dorland, 28a ed)