Interações de Medicamentos: Ação de uma droga que pode afetar a atividade, metabolismo ou toxicidade de outra droga.Interações Ervas-Drogas: O efeito das ervas, outras PLANTAS ou EXTRATOS DE PLANTAS sobre a atividade, metabolismo ou toxicidade das drogas.Citocromo P-450 CYP3A: Subtipo de enzima do citocromo P-450 que possui especificidade para uma ampla variedade de compostos lipofílicos que incluem ESTEROIDES, ÁCIDOS GRAXOS e XENOBIÓTICOS. Esta enzima tem significância clínica devido à sua capacidade de metabolizar diversos arranjos de drogas clinicamente importantes, como CICLOSPORINA, VERAPAMIL e MIDAZOLAM. Esta enzima também catalisa a N-desmetilação da ERITROMICINA.Sistema Enzimático do Citocromo P-450: Superfamília de centenas de HEMEPROTEÍNAS intimamente relacionadas encontradas por todo o espectro filogenético desde animais, plantas, fungos e bactérias. Incluem numerosas monooxigenases complexas (OXIGENASES DE FUNÇÃO MISTA). Em animais, estas enzimas P-450 atuam em duas importantes funções: (1) biossíntese de esteroides, ácidos graxos e ácidos e sais biliares; (2) metabolismo de subtratos endógenos e uma grande variedade de exógenos, como toxinas e drogas (BIOTRANSFORMAÇÃO). São classificados de acordo com a semelhança entre suas sequências mais do que suas funções dentro das famílias de gene CYP (mais de 40 por cento de homologia) e subfamílias (mais de 59 por cento de homologia). Por exemplo, enzimas das famílias de gene CYP1, CYP2 e CYP3 são responsáveis pela maioria do metabolismo da droga.Preparações Farmacêuticas: Drogas dirigidas para uso humano ou veterinário, apresentadas em sua formulação final. Estão incluídos aqui os materiais usados na preparação e/ou na formulação final.Microssomos Hepáticos: Vesículas fechadas formadas por retículo endoplasmático fragmentado quando as células ou tecido do fígado são rompidos por homogeneização. Estas vesículas podem ser lisas ou rugosas.Interações Alimento-Droga: O resultado farmacológico, desejável ou não, de medicamentos interagindo com componentes da dieta. (Stedman, 25a ed)Farmacocinética: Mecanismos dinâmicos e cinéticos de química exógena e LIBERAÇÃO CONTROLADA DE FÁRMACOS, ABSORÇÃO, TRANSPORTE BIOLÓGICO, DISTRIBUIÇÃO TECIDUAL, BIOTRANSFORMAÇÃO, eliminação e TOXICOLOGIA como uma função da dose e da taxa do METABOLISMO. Inclui a toxicocinética, mecanismo farmacocinético dos efeitos tóxicos de uma substância. ADME e ADMET são abreviaturas para absorção, distribuição, metabolismo, eliminação e toxicologia.Citrus paradisi: Espécie de plantas do gênero CITRUS, família RUTACEAE que produz o familiar pomelo. Há evidência que o pomelo inibe a isoforma 3A4 do CITOCROMO P-450, resultando em um metabolismo mais lento e níveis sanguíneos mais elevados de vários fármacos.Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos: Distúrbios que resultam do uso intencional das PREPARAÇÕES FARMACÊUTICAS. Neste descritor estão incluídas uma ampla variedade de condições adversas induzidas quimicamente devido à toxicidade, INTERAÇÕES DE MEDICAMENTOS e efeitos metabólicos de compostos químicos.Oxirredutases N-DesmetilantesPolimedicação: Administração de múltiplos medicamentos ao mesmo paciente, mais comumente vista em pacientes idosos. Iclui também a administração de medicação excessiva. Uma vez que nos Estados Unidos a maioria dos medicamentos são distribuídos como formulações de um único agente, a polimedicação, embora administrando muitos medicamentos ao mesmo paciente, deve ser diferenciada da COMBINAÇÃO DE MEDICAMENTOS, que são preparações únicas contendo dois ou mais medicamentos em uma dose fixa, e da COMBINAÇÃO DE TERAPIA MEDICAMENTOSA onde dois ou mais medicamentos são administrados separadamente para um efeito combinado.Hidrocarboneto de Aril Hidroxilases: Grande grupo de mono-oxigenases do citocromo P-450 (heme-tiolato) que se une à NAD(P)H-FLAVINA OXIDORREDUTASE em diversas oxidações de função mista dos compostos aromáticos. Catalisam a hidroxilação de um amplo espectro de substratos e são importantes no metabolismo de esteroides, drogas e toxinas, como FENOBARBITAL, carcinógenos e inseticidas.Citocromo P-450 CYP2D6: Enzima dependente do citocromo P-450 que catalisa a hidroxilação de várias drogas e produtos químicos ambientais, como a debrisoquina, antagonistas receptores adrenérgicos e os antidepressivos tricíclicos. Esta enzima é deficiente em mais de 10 por cento da população caucasiana.Obras Médicas de Referência: Livros no campo da medicina planejados primariamente para consulta.Troleandomicina: Antibiótico macrolídeo similar à ERITROMICINA.Sinergismo Farmacológico: Ação de uma droga na promoção ou no aumento da efetividade de uma outra droga.Área Sob a Curva: Medida estatística da informação resumida de uma série de medidas em um indivíduo. É utilizada com frequência em farmacologia clinica onde a ASC (AUC) dos níveis de soro pode ser interpretada como a captação total do que quer que tenha sido administrado. Como um gráfico da concentração de uma droga em oposição ao tempo, após uma única dose de medicamento, produzindo uma curva padrão, é uma medida comparativa da biodisponibilidade da mesma droga feita por diferentes companhias.Cetoconazol: Agente antifúngico de largo espectro usado por longos períodos em altas doses, especialmente nos pacientes imunossuprimidos.Biotransformação: Alteração química de uma substância exógena por/ou em um sistema biológico. A alteração pode inativar o composto ou pode resultar na produção de um metabólito ativo de um composto precursor inativo. As alterações podem ser divididas em DESINTOXICAÇÃO METABÓLICA FASE I e DESINTOXICAÇÃO METABÓLICA FASE II.Fenacetina: Fenilacetamida que outrora fora utilizada como ANALGÉSICO, mas casos de nefropatia e METEMOGLOBINEMIA levaram a sua retirada do mercado. (Tradução livre do original: Smith and Reynard, Textbook of Pharmacology, 1991, p431)Varfarina: Anticoagulante que age inibindo a síntese de fatores de coagulação dependentes da vitamina K. Warfarina é indicado para a profilaxia e/ou tratamento da trombose venosa e sua extensão, da embolia pulmonar e da fibrilação atrial com embolia. Também é usado como adjunto na profilaxia da embolia sistêmica após infarto do miocárdio. Warfarina também é usado para matar roedores.Antagonismo de Drogas: Fenômenos e farmacologia de compostos que inibem a função de agonistas (AGONISMO DE DROGAS) e agonistas inversos (AGONISMO INVERSO DE DROGAS) para um receptor específico. Sozinhos, os antagonistas não produzem nenhum efeito para um receptor, e parecem não ter atividade intrínseca nem eficácia.Quimioterapia Combinada: Terapia administrada simultaneamente com duas ou mais preparações diferentes para obter um efeito combinado.Fenindiona: Indandiona que tem sido utilizada como anticoagulante. A fenindiona possui ações semelhantes à WARFARINA, mas agora é raramente empregada por causa da alta incidência de efeitos adversos graves. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p234).Fenitoína: Anticonvulsivante usado para tratar uma grande variedade de surtos convulsivos. Também é antiarrítmico e relaxante muscular. O mecanismo de ação terapêutica não foi esclarecido, embora várias ações celulares tenham sido descritas, incluindo efeitos nos canais iônicos, transporte ativo e estabilização geral da membrana. O mecanismo do seu efeito de relaxante muscular parece envolver a redução da sensibilidade dos feixes musculares ao alongamento. A fenitoína tem sido indicada para várias outras aplicações terapêuticas, mas seu uso tem sido limitado pelos seus muitos efeitos adversos e interações com outras drogas.Sistemas de Notificação de Reações Adversas a Medicamentos: Sistemas desenvolvidos para coleta de dados de reações adversas a medicamentos por agências governamentais, fabricantes, hospitais, médicos e outras fontes.Hypericum: Gênero de plantas perenes, da família CLUSIACEAE (às vezes classificada como Hypericaceae). Preparações herbais e homeopáticas são usadas para depressão, neuralgia e uma variedade de outras afecções. Contém FLAVONOIDES, GLICOSÍDEOS, mucilagem, TANINOS e ÓLEOS ESSENCIAIS.Hidroxitestosteronas: 17 beta-Hidroxi-4-androsten-3-onas. Derivados da testosterona formados pela substituição de um ou mais grupos hidroxilas em qualquer posição.Midazolam: Droga hipnótico-sedativa com efeito de curta duração, com propriedades ansiolítica e amnésica. É usada para sedação em odontologia, cirurgia cardíaca, procedimentos endoscópicos, como medicação pré-anestésica e como adjunto para anestesia local. Devido a sua curta duração e estabilidade cardiorrespiratória torna-se útil em pacientes de risco, idosos e cardíacos. É hidrossolúvel em pH menor que 4 e lipossolúvel em pH fisiológico.Preparações Farmacêuticas Odontológicas: Drogas voltadas para a ODONTOLOGIA.Glicoproteína P: Glicoproteína transmembrana de 170 kDa da superfamília de TRANSPORTADORES DE CASSETE DE LIGAÇÃO DE ATP. Serve como bomba de efluxo dependente de ATP para diversas substâncias químicas, incluindo muitos ANTINEOPLÁSICOS. A superexpressão desta glicoproteína está associada com a RESISTÊNCIA A MÚLTIPLAS DROGAS.Femprocumona: Derivado de cumarina que age como anticoagulante oral de longa duração.Aplicação de Novas Drogas em Teste: Aplicação que deve ser submetida a uma agência de regulamento (o FDA nos Estados Unidos) antes que um medicamento possa ser estudado em humanos. Esta aplicação inclui resultados de experimentos prévios; como, onde e por quem os novos estudos serão conduzidos; a estrutura química do composto; como é seu funcionamento do corpo; quaisquer efeitos tóxicos encontrados em estudos animais; e como o composto é fabricado.Inibidores Enzimáticos: Compostos ou agentes que se combinam com uma enzima de tal maneira a evitar a combinação substrato-enzima normal e a reação catalítica.Bupropiona: Aminocetona antidepressiva monocíclica. O mecanismo de suas ações terapêuticas não é bem compreendido, porém acredita-se que atue bloqueando a recaptação da dopamina. O hidrocloreto está disponível como auxiliar no tratamento para parar de fumar.Oxigenases de Função Mista: Enzima amplamente distribuída e que atua em reações de oxirredução nas quais um átomo da molécula de oxigênio é incorporado no substrato orgânico. O outro átomo de oxigênio é reduzido e combinado com íons hidrogênio para formar água. Também são conhecidas como monooxigenases ou hidroxilases. Para estas reações são necessários dois substratos como redutores para cada um dos dois átomos de oxigênio. Há diferentes classes de monooxigenases dependendo do tipo de co-substrato fornecedor de hidrogênio (COENZIMAS) necessários para a oxidação de função mista.Buprenorfina: Alcaloide opioide derivado da TEBAÍNA que é um analgésico mais potente e de maior duração do que a MORFINA. Parece agir como agonista parcial dos receptores opioides mu e kapa e como antagonista dos receptores delta. A falta de atividade do agonista delta tem sido sugerida como responsável pela observação de que a tolerância à buprenorfina pode não se desenvolver com o uso crônico.Theales: Ordem de plantas (subclass Dilleniidae, class Magnoliopsida) constituída por 18 famílias, aproximadamente 175 gêneros e 3.400 espécies. Seus membros são principalmente árvores e arbustos tropicais.Citocromo P-450 CYP1A2: Subtipo de enzima do complexo do citocromo P450 que possui especificidade para pequenas moléculas heteroaromáticas planares, como CAFEÍNA e ACETAMINOFEN.Ritonavir: Inibidor de protease do HIV que funciona interferindo no ciclo reprodutivo do HIV. Também inibe o CITOCROMO P-450 CYP3A.Rifampina: Antibiótico semissintético produzido de Streptomyces mediterranei. Tem um amplo espectro antibacteriano, incluindo atividade contra várias formas de Mycobacterium. Em organismos suscetíveis, inibe a atividade da RNA polimerase dependente de DNA, formando um complexo estável com a enzima. Então, suprime a iniciação da síntese de RNA. A rifampina é bactericida, e age tanto em organismos intracelulares quanto extracelulares.Serviços de Informação sobre Medicamentos: Serviços que fornecem informação e consultoria sobre drogas e produtos de uso terapêutico.Antifúngicos: Substâncias que destroem fungos ao suprimir sua capacidade para crescer ou se reproduzir. Diferem dos FUNGICIDAS INDUSTRIAIS porque são defensores contra os fungos presentes em tecidos humanos ou de outros animais.Cimetidina: Congênere da histamina, inibe competitivamente a ligação da HISTAMINA com os RECEPTORES DE HISTAMINA H2. A cimetidina possui várias ações farmacológicas. Inibe a secreção de ÁCIDO GÁSTRICO, bem como a liberação de PEPSINA e GASTRINAS.Rotulagem de Medicamentos: Uso de material escrito, impresso ou gráfico sobre ou acompanhando um recipiente de um medicamento ou invólucro. Inclui teor, indicações, efeitos, dosagens, vias, métodos, frequência e duração de administração, advertências, riscos, contra-indicações, efeitos colaterais, precauções e outras informações relevantes.Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.Kava: Rizoma e raizes secos de "Piper methysticum", um arbusto nativo da Oceania e conhecido por suas propriedades ansiolíticas e sedativas. O uso excessivo resulta em efeitos adversos. Contêm ALCALOIDES, LACTONAS, kavaína, metisticina, mucilagem, AMIDO e iangonina. Kava também é o nome da bebida de sabor pungente preparada das raizes da planta.Medicina Herbária: Estudo medicinal originado das fontes botânicas.Inibidores da Protease de HIV: Inibidores da PROTEASE DE HIV, uma enzima requerida para a produção de proteínas necessárias para a montagem viral.Paroxetina: Inibidor da captação de serotonina que é eficiente no tratamento de depressão.Anticoagulantes: Agentes que impedem a coagulação.Monitoramento de Medicamentos: Processo de observação ou detecção dos efeitos de uma substância química administrada a um indivíduo, com fins terapêuticos ou diagnósticos.Estudos Cross-Over: Estudos comparando dois ou mais tratamentos ou intervenções nos quais os sujeitos ou pacientes, após terminado o curso de um tratamento, são ligados a outro. No caso de dois tratamentos, A e B, metade dos sujeitos são randomicamente alocados para recebê-los pelo método A, B e metade para recebê-los pelo método B, A. Uma crítica deste desenho experimental é que os efeitos do primeiro tratamento podem ser transportados para o período quando o segundo é executado. (Tradução livre do original: Last, A Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Itraconazol: Antifúngico do tipo triazol que inibe as enzimas dependentes de P-450 necessárias para a síntese de ERGOSTEROL.Anticonvulsivantes: Drogas utilizadas para impedir CONVULSÕES ou reduzir sua gravidade.Administração Oral: Administração de medicamentos, substâncias químicas ou outras substâncias pela boca.Sulfóxidos: Compostos orgânicos que possuem a fórmula geral R-SO-R. São obtidos pela oxidação de mercaptanos (análogos às cetonas).Nelfinavir: Inibidor potente da protease de HIV. É usado em combinação com outras drogas antivirais, no tratamento do HIV tanto em adultos como em crianças.Quinidina: Isômero óptico da quinina, extraído da casca da árvore da CINCHONA e espécies similares de plantas. Este alcaloide deprime a excitabilidade dos músculos cardíaco e esquelético, bloqueando as correntes de sódio e de potássio através das membranas celulares. Prolonga os POTENCIAIS DE AÇÃO celulares, e diminui a automaticidade. A quinidina também bloqueia a neurotransmissão muscarínica e alfa-adrenérgica.Fármacos Anti-HIV: Usados para tratar a AIDS e/ou para deter a disseminação da infecção pelo HIV. Essa classificação não inclui os fármacos usados para tratar os sintomas da AIDS ou as infecções oportunistas a ela associadas.Barbitúricos: Classe de compostos químicos derivados do ácido barbitúrico ou ácido tiobarbitúrico. Muitos desses são MODULADORES GABAÉRGICOS utilizados como HIPNÓTICOS E SEDATIVOS, como ANESTÉSICOS, ou mesmo, como ANTICONVULSIVANTES.Preparações de Plantas: Material preparado de plantas para uso medicinal.Carbamatos: Derivados do ácido carbâmico, (H2NC(=O)OH). Estão incluídos sob este descritor os ácidos carbâmicos N-substituídos e O-substituídos. De maneira geral, os ésteres de carbamato são chamados de uretanos e os polímeros que incluem unidades repetidas de carbamato são chamadas de POLIURETANOS. Note-se, entretanto, que os poliuretanos derivam da polimerização de ISOCIANATOS e o termo isolado URETANO refere-se ao éster etil do ácido carbâmico.Hidroxilação: Colocação de um grupo de hidroxila em um composto na posição onde não se encontrava antes. (Stedman, 25a ed)Transportadores de Ânions Orgânicos: Proteínas envolvidas no transporte de ânions orgânicos. Desempenham um importante papel na eliminação de uma variedade de substâncias endógenas, xenobióticas e seus metabólitos do corpo.Inibidores de Hidroximetilglutaril-CoA Redutases: Compostos que inibem as HMG-CoA redutases. Foi demonstrado que reduzem diretamente a síntese de colesterol.Inibidores da Bomba de Prótons: Compostos que inibem ATPASE TROCADORA DE HIDROGÊNIO-POTÁSSIO. São utilizados como ANTIULCEROSOS e, às vezes, no lugar de ANTAGONISTAS DOS RECEPTORES H2 DE HISTAMINA para REFLUXO GASTROESOFÁGICO.Taxa de Depuração Metabólica: Volume de fluidos biológicos completamente livres de metabólitos de drogas, medidos numa unidade de tempo. A eliminação ocorre como resultado de processos metabólicos dos rins, fígado, saliva, suor, intestinos, coração, cérebro, ou outros órgãos.Criação de Abelhas: Gerenciamento e manutenção de colônias de abelhas melíferas.Cardo Mariano: A planta 'Silybum marianum' (família ASTERACEAE) contém o complexo bioflavonoide SILIMARINO e há séculos é tradicionalmente usada para tratar pessoas com doenças hepáticas. Silybum marianum (L.) Gaertn. = Carduus marianus L.Prescrições de Medicamentos: Orientações escritas para a aquisição e uso de MEDICAMENTOS.Digoxina: Glicosídeo cardiotônico obtido principalmente da Digitalis lamata. Consiste em três açúcares e da DIGOXIGENINA aglicona. A digoxina tem atividade inotrópica positiva e cronotrópica negativa. É utilizada para controlar a velocidade ventricular na FIBRILAÇÃO ATRIAL e no tratamento da insuficiência cardíaca congestiva com fibrilação atrial. Seu uso na insuficiência cardíaca congestiva e no ritmo do seio é menos certo. A margem entre as doses tóxica e terapêutica é pequena. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p666).Rabdomiólise: A necrose ou a desintegração do músculo esquelético frequentemente seguida por mioglobinuria.Fenilbutazona: Butil difenil pirazolidinediona que tem atividades anti-inflamatória, antipirética e analgésica. Tem sido utilizada em ESPONDILITE ANQUILOSANTE, ARTRITE REUMATOIDE, e ARTRITE REATIVA.Medicamentos sem Prescrição: Medicamentos que podem ser vendidos legalmente sem RECEITA MÉDICA.Benzoxazinas: OXAZINAS com um anel benzênico ligado.Indução Enzimática: Aumento na taxa de síntese de uma enzima, devido à presença de um indutor que age desreprimindo o gene responsável pela síntese [dessa] enzima.Remoção de Radical Alquila: Remoção de grupos alquila de um composto.Legislação de Medicamentos: Leis e regulamentos referentes à produção, dispensação e comercialização de medicamentos.Imipramina: Antidepressivo tricíclico protótipo. Tem sido usado na depressão maior, disritmia, depressão bipolar, transtornos de déficit de atenção, agorafobia e síndromes do pânico. Tem efeito sedativo menor do que alguns outros membros deste grupo terapêutico.Coeficiente Internacional Normatizado: Sistema estabelecido pela Organização Mundial de Saúde e pelo Comitê Internacional em Trombose e Hemostase, para monitorar e informar testes de coagulação sanguínea. Nesse sistema, os resultados são padronizados utilizando o Índice de Sensibilidade Internacional para a combinação usada no teste de reagentes/instrumentos particulares.Incompatibilidade de Medicamentos: A qualidade de não ser miscível com outra substância dada sem uma alteração química. Um medicamento não é de composição apropriada para ser combinado ou misturado com outro agente ou substância. A incompatibilidade resulta frequentemente em uma reação indesejável (incluindo alteração química ou destruição). (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Erros de Medicação: Erros [na prescrição, aviamento ou administração dos medicamentos] que permitam o paciente não receber a medicação correta ou a dosagem indicada da própria droga.Opipramol: Antidepressivo tricíclico com ações similares à AMITRIPTILINA.Farmacogenética: Ramo da genética que se ocupa da variabilidade genética das respostas individuais a drogas e metabolismo (BIOTRANSFORMAÇÃO) de drogas.Glucuronosiltransferase: Família de enzimas que aceitam uma ampla gama de substratos, incluindo fenóis, álcoois, aminas e ácidos graxos. Funcionam como enzimas metabolizadoras de drogas, que catalisam a conjugação de ácido UDP-glucurônico a uma variedade de compostos endógenos e exógenos. EC 2.4.1.17.Farmacopeias como Assunto: Tratados autorizados sobre drogas e preparações, sua descrição, formulação, composição analítica, constantes físicas, propriedades químicas principais usadas em identificação, padrões de força, pureza, e dosagem, testes químicos para determinação de identidade e pureza, etc. Elas normalmente são publicadas sob jurisdição governamental ( por exemplo, USP, the United States Pharmacopoeia; BP, British Pharmacopoeia; P. Helv., the Swiss Pharmacopoeia). Elas diferem de FORMULÁRIOS por serem mais completas: formulários tendem a ser meras listas de fórmulas e prescrições.TriazóisBases de Dados Factuais: Coleções extensivas, supostamente completas, de fatos e dados armazenados do material de uma área de assunto especializada posto à disposição para análise e aplicação. A coleção pode ser automatizada através de vários métodos contemporâneos para recuperação. O conceito deve ser diferenciado de BASES DE DADOS BIBLIOGRÁFICAS que é restringida a coleções de referências bibliográficas.Quimioterapia: Uso de MEDICAMENTOS para tratar uma DOENÇA ou seus sintomas. Um exemplo é o uso de ANTINEOPLÁSICOS para tratar o CÂNCER.Automedicação: Autoadministração de medicação que não tenha sido prescrita por um médico, ou de maneira não supervisionada por um médico.Miocamicina: Antibiótico macrolídeo que possui amplo espectro antimicrobiano e é particularmente eficaz nas infecções respiratória e genital.United States Food and Drug Administration: Agência do PUBLIC HEALTH SERVICE envolvida com o planejamento global, promoção e administração de programas pertinentes à manutenção de padrões de qualidade de comida, medicamentos, dispositivos terapêuticos, etc.Desintoxicação Metabólica de Drogas: Redução da atividade farmacológica ou da toxicidade de uma droga (ou outra substância estranha) por um sistema vivo, geralmente por ação enzimática. Inclui as transformações metabólicas que tornam a substância mais solúvel, proporcionando uma excreção renal mais rápida.Fitoterapia: Uso de plantas e ervas para tratar doenças ou aliviar dores.Hepatócitos: O principal componente estrutural do FÍGADO. São CÉLULAS EPITELIAIS especializadas, organizadas em pratos interconectados chamadas lóbulos.Prenilamina: Droga inicialmente utilizada para tratar a angina pectoris, porém substituída por drogas menos perigosas. Prenilamina depleta os armazenamentos de catecolaminas no miocárdio, além de apresentar atividade bloqueadora sobre alguns tipos de canais de cálcio.Cromatografia Líquida de Alta Pressão: Técnica de cromatografia líquida que se caracteriza por alta pressão de passagem, alta sensibilidade e alta velocidade.Anti-Infecciosos: Substâncias que impedem a disseminação de agentes ou organismos infecciosos ou que matam agentes infecciosos para impedir a disseminação da infecção.Ginkgo biloba: Espécie exclusiva (gênero Ginkgo, família Ginkgoacea) fonte de extratos de interesse medicinal, especialmente Egb 761. Ginkgo pode se referir ao gênero ou à espécie.Ciclosporinas: Grupo de undecapeptídeos cíclicos intimamente relacionados derivados do fungo Trichoderma polysporum e Cylindocarpon lucidum. Possuem algumas ações antineoplásicas e antifúngicas e significantes efeitos imunossupressores. As ciclosporinas têm sido utilizadas nos trasplantes de órgãos e tecidos para suprimir a rejeição.Verapamil: Bloqueador de canais de cálcio que é um antiarrítmico classe IV.Alfentanil: Opioide anestésico e analgésico de curta duração, derivado do FENTANIL. Produz um pico inicial de efeito analgésico e rápida recuperação da consciência. Alfentanil é eficaz como anestésico durante a cirurgia, para suplementação da analgesia durante procedimentos cirúrgicos e como analgésico para pacientes criticamente enfermos.Analgésicos Opioides: Compostos com atividade semelhante as dos ALCALOIDES OPIÁCEOS, atuando como RECEPTORES OPIOIDES. Entre as propriedades estão ANALGESIA ou ESTUPOR.Promazina: Fenotiazina com ações similares à CLORPROMAZINA, mas atividade antipsicótica menor. É usado primariamente no tratamento a curto prazo de distúrbios de comportamento e como antiemético.Mialgia: Sensação dolorosa nos músculos.Inibidores da Monoaminoxidase: Grupo quimicamente heterogêneo de drogas que têm em comum a capacidade de bloquear a desaminação oxidativa das monoaminas que ocorrem na natureza. (Tradução livre do original: From Gilman, et al., Goodman and Gilman's The Pharmacological Basis of Therapeutics, 8th ed, p414)Sulfonamidas: Grupo de compostos que contêm a estrutura SO2NH2.Genfibrozila: Regulador lipídico que diminui os níveis elevados de lipídeos séricos, basicamente diminuindo os triglicerídeos séricos com uma redução variável do colesterol total.Combinação de Medicamentos: Preparação única (com dois agentes ativos ou mais), para administração simultânea como uma mistura de dose fixa.Loratadina: Antagonistas dos receptores H1 de histamina de segunda geração utilizada no tratamento da rinite alérgica e urticária. Diferentemente dos anti-histamínicos mais clássicos (ANTAGONISTAS DOS RECEPTORES H1 DE HISTAMINA), é desprovida de efeitos depressores sobre o sistema nervoso central, como a sonolência.Ticlopidina: Inibidor eficiente de agregação plaquetária que é usado comumente na colocação de STENTS nas ARTÉRIAS CORONÁRIAS.Disponibilidade Biológica: Ponto até o qual o ingrediente ativo da formulação de uma droga se torna disponível no sítio de ação para essa droga ou em um meio biológico que supostamente permita o acesso ao sítio de ação.Carbamazepina: Anticonvulsivante usado para controlar o grande mal e ataques psicomotores ou focais. Seu modo de ação não está completamente esclarecido, mas algumas das suas ações lembram as da FENITOÍNA. Embora haja pouca semelhança química entre os dois compostos, sua estrutura tridimensional é similar.Inibidores de Integrase de HIV: Inibidores da HIV integrase, uma enzima requerida para a integração do DNA viral ao DNA celular.Bebidas: Líquidos que são apropriados para beber. (tradução livre do original: Merriam Webster Collegiate Dictionary, 10th ed)Clorpromazina: Droga antipsicótica protótipo da fenotiazina. Acredita-se que as ações antipsicóticas da clorpromazina, assim como as outras drogas desta classe, resultam da adaptação, a longo prazo, pelo encéfalo, bloqueando os RECEPTORES DOPAMINÉRGICOS. A clorpromazina tem várias outras ações e usos terapêuticos, inclusive como antiemético e no tratamento do soluço intratável.Acenocumarol: Cumarina usada como anticoagulante. Suas ações e usos são similares àqueles da WARFARINA.Imunossupressores: Agentes que suprimem a função imunitária por um dos vários mecanismos de ação. Os imunossupressores citotóxicos clássicos agem inibindo a síntese de DNA. Outros podem agir através da ativação de CÉLULAS T ou inibindo a ativação de LINFOCITOS T AUXILIARES-INDUTORES. Enquanto no passado a imunossupressão foi conduzida basicamente para impedir a rejeição de órgãos transplantados, estão surgindo novas aplicações que envolvem a mediação do efeito das INTERLEUCINAS e outras CITOCINAS.Inibidores da Captação de Serotonina: Compostos que inibem especificamente a recaptação de serotonina no cérebro.Medicina Kampo: Sistema de medicina herbária praticada no Japão por herbalistas e praticantes da medicina moderna. Kampo se originou na China e é baseada na medicina herbária chinesa (MEDICINA TRADICIONAL CHINESA).Infecções por HIV: Incluem o espectro das infecções pelo vírus da imunodeficiência humana que vão desde o estado soropositivo assintomático, passando pelo complexo relação-AIDS até a síndrome de imunodeficiência adquirida (AIDS).Antidepressivos: Drogas estimuladoras do humor usadas inicialmente no tratamento de distúrbios afetivos e outras afecções relacionadas. Vários INIBIDORES DA MONOAMINOXIDASE são úteis como antidepressivos, aparentemente como consequência tardia da modulação de seus níveis de catecolaminas. Os compostos tricíclicos usados como agentes antidepressores (ANTIDEPRESSIVOS TRICÍCLICOS) também parecem agir através dos sistemas de catecolaminas do cérebro. Um terceiro grupo (ANTIDEPRESSIVOS DE SEGUNDA GERAÇÃO) diferente inclui algumas drogas que atuam especificamente sobre os sistemas serotoninérgicos.Pirimidinas: Família de compostos heterocíclicos de 6 membros de ocorrência natural em ampla variedade de formas. Incluem vários constituintes de ácidos nucleicos (CITOSINA, TIMINA e URACILA) e formam a estrutura básica dos barbituratos.Farmacoepidemiologia: Ciência voltada para o benefício e o risco das drogas usadas em populações e para a análise dos resultados das terapias [feitas] com essas drogas. Os dados farmacoepidemiológicos vêm tanto de ensaios clínicos como dos estudos epidemiológicos, com ênfase em: métodos para descoberta e avaliação dos efeitos adversos relacionados com as drogas, avaliação da razão risco/benefício da terapia com a droga, padrões de utilização da droga, [a relação entre] custo e eficiência das drogas específicas, metodologia de vigilância "pós-marketing", e a relação entre farmacoepidemiologia e a formulação e interpretação das diretrizes reguladoras.Receptores de Amina Biogênica: Proteínas de superfície celular que ligam aminas biogênicas com alta afinidade e regulam sinais intracelulares que influenciam o comportamento das células. A amina biogênica é um termo quimicamente impreciso que, por convenção, inclui as catecolaminas epinefrina, norepinefrina e dopamina, a indolamina serotonina, a imidazolina histamina e compostos intimamente relacionados a esses.Trimetrexato: Inibidor não clássico do ácido fólico e que atua por meio da inibição da enzima di-hidrofolato redutase. Sua eficácia está sendo testada como antineoplásico e antiparasitário contra a PNEUMONIA POR PNEUMOCISTES nos pacientes com AIDS. A mielossupressão é o efeito tóxico limitante da dose.Antirretrovirais: Fármacos utilizados para tratar INFECÇÕES POR RETROVIRIDAE.Quimioterapia Assistida por Computador: Programas computadorizados que dão um tratamento medicamentoso adicional ao paciente.Rifabutina: Antibiótico de largo espectro que está sendo usado como profilaxia contra a infecção complexa disseminada por Mycobacterium avium, em pacientes HIV-positivos.Metadona: Opioide sintético utilizado como o cloridrato. É um analgésico opioide que é predominantemente um agonista do receptor mu-opioide. Apresenta ação e usos similares aos da MORFINA. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p1082-3)FluorbenzenosAntibióticos Antituberculose: Substâncias obtidas de várias espécies de micro-organismos que são, isoladamente ou em combinação com outros agentes, úteis no tratamento de várias formas de tuberculose. Em sua maioria estes agentes são apenas bacteriostáticos, induzem resistência nos organismos, podendo ser tóxicos.Teofilina: Derivado da metil xantina obtida do chá, com atividades relaxante diurética e muscular lisa, dilatação brônquica e estimuladora cardíaca e do sistema nervoso central. A teofilina inibe a 3',5'-NUCLEOTÍDEO CÍCLICO FOSFODIESTERASE que degrada o AMP CÍCLICO potencializando, assim, as ações dos agentes que atuam através de ADENILIL CICLASES e do AMP cíclico.Fígado: Grande órgão glandular lobulado no abdomen de vertebrados responsável pela desintoxicação, metabolismo, síntese e armazenamento de várias substâncias.Avaliação Pré-Clínica de Medicamentos: Teste pré-clínico de medicamentos em animais experimentais ou in vitro, para seus efeitos biológicos e tóxicos e aplicações clínicas potenciais.Inibidores da Transcriptase Reversa: Inibidores da transcriptase reversa (DNA POLIMERASE DIRIGIDA POR RNA), uma enzima que sintetiza DNA sobre um molde de RNA.Educação Continuada em Farmácia: Programas educacionais destinados a informar os farmacêuticos diplomados sobre recentes avanços em seu campo específico.Oxazinas: Heterocíclicos de seis membros contendo um oxigênio e um nitrogênio.Antineoplásicos: Substâncias que inibem ou impedem a proliferação de NEOPLASIAS.Indústria Farmacêutica: O segmento de empresas comerciais dedicado ao projeto, desenvolvimento e fabricação de produtos químicos para uso no diagnóstico e tratamento de doenças, deficiências ou outras disfunções ou para melhorar as funções orgânicas e corporais.Cinética: Taxa dinâmica em sistemas químicos ou físicos.Ciclosporina: Undecapeptídeo cíclico extraído de um fungo do solo. É imunossupressor poderoso com ação específica sobre os linfócitos T. É utilizada para a profilaxia da rejeição nos transplantes de órgãos e tecidos. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed).Anti-Inflamatórios não Esteroides: Anti-inflamatórios não esteroidais. Além das ações anti-inflamatórias eles têm ações analgésicas, antipiréticas, e inibidoras de plaquetas. Eles bloqueiam a síntese de prostaglandinas inibindo a ciclo-oxigenase, que converte o ácido araquidônico em endoperóxidos cíclicos, precursores de prostaglandinas. A inibição da síntese de prostaglandinas explica as ações analgésicas, antipiréticas, e inibidoras de plaquetas; outros mecanismos podem contribuir para seus efeitos anti-inflamatórios.Omeprazol: Derivado de 4-metoxi-3,5-dimetilpiridil, 5-metoxibenzimidazol do timoprazol usado na terapia de ÚLCERA GÁSTRICA e SÍNDROME DE ZOLLINGER-ELLISON. A droga inibe a ATPASE TROCADORA DE HIDROGÊNIO-POTÁSSIO encontrada em CÉLULAS PARIETAIS GÁSTRICAS.Meia-Vida: Tempo necessário para que a emissão radioativa se reduza à metade da dose inicial. As substâncias de meia-vida prolongada são as que se constituem como maiores fontes de problemas, no que diz respeito ao destino dos resíduos após a utilização (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Síndrome da Serotonina: Interação adversa de droga, caracterizada por estado mental alterado, disfunção autonômica e anormalidades neuromusculares. É causada com mais frequência pelo uso de ambos inibidores, da recaptura de serotonina e da monoamino oxidase, levando ao excesso de serotonina disponível no SNC, no receptor de serotonina 1 A.Educação de Pós-Graduação em Farmácia: Programas educacionais para farmacêuticos que tenham grau de bacharel ou um grau de Doutor em Farmácia que ingressam em um campo específico da farmácia. Eles podem conduzir a um grau avançado.Bloqueadores dos Canais de Cálcio: Classe de drogas que agem inibindo seletivamente a entrada de cálcio através da membrana celular.Transportadores de Ânions Orgânicos Sódio-Independentes: Subclasse de TRANSPORTADORES DE ÂNIONS ORGÂNICOS que não está baseada direta ou indiretamente sobre os gradientes de íons sódio para o transporte de íons orgânicos.Oxicodona: Derivado semissintético da CODEÍNA.Sinvastatina: Derivado da LOVASTATINA e inibidor competitivo potente da 3-hidroxi-3-metilglutaril coenzima A redutase (HIDROXIMETILGLUTARIL COA REDUTASES), que é a enzima limitante da velocidade de reação na biossíntese de colesterol. Pode também interferir com a produção de hormônios esteroides. Devido à indução de RECEPTORES LDL hepáticos, aumenta a quebra do LDL-COLESTEROL.Esteroide 16-alfa-Hidroxilase: Enzima microssomal hepática dependente do citocromo P-450 que catalisa a 16-alfa-hidroxilação de um amplo espectro de esteroides, ácidos graxos e xenobióticos na presença de oxigênio molecular e NADPH-FERRI-HEMOPROTEÍNA REDUTASE. Esta enzima é codificada por vários genes de diversas subfamílias CYP2.Esquema de Medicação: Esquema de tempo para administração de um medicamento para se obter efetividade e conveniência ótimas.Probenecid: Protótipo dos uricosúricos. Inibe a excreção renal de ânions orgânicos e diminui a reabsorção tubular de urato. O Probenecid também tem sido utilizado para tratar pacientes com prejuízo renal e como fármaco auxiliar na terapia antibacteriana, devido a sua capacidade em diminuir a excreção tubular renal de outras drogas.Benzimidazóis: Compostos com um BENZENO ligado aos IMIDAZÓIS.2-Piridinilmetilsulfinilbenzimidazóis: Compostos que contêm benzilmidazol unido a uma 2-metilpiridina através de uma ligação sulfóxido. Vários compostos desta classe são ANTIULCEROSOS que atuam por meio da inibição da ATPase de hidrogênio e potássio encontrada na BOMBA DE PRÓTON das CÉLULAS PARIETAIS GÁSTRICAS.Lovastatina: Metabólito fúngico isolado de culturas de Aspergillus terreus. O composto é um agente anticolesterêmico potente. Inibe a 3-hidroxi-3-metilglutaril coenzima A redutase (HIDROXIMETILGLUTARIL COA REDUTASES), que é a enzima limitante da velocidade da reação na biossíntese de colesterol. Também estimula a produção de receptores de lipoproteína de baixa densidade no fígado.Amiodarona: Droga antiangina e antiarrítmica de classe III. Aumenta a duração da ação na atividade do músculo ventricular e atrial por inibição dos CANAIS DE POTÁSSIO e por CANAIS DE SÓDIO DISPARADOS POR VOLTAGEM. Como resultado, há um decréscimo na frequência cardíaca e na resistência vascular.Concentração Inibidora 50: Concentração de um composto necessária para reduzir o crescimento populacional de organismos, incluindo células eucarióticas, em 50 por cento, in vitro. Embora em geral expresso para denotar atividade antibacteriana in vitro, também é utilizada como um ponto de referência para citotoxicidade a células eucarióticas em cultura.SulfonasPirróis: Azóis de um NITROGÊNIO e duas ligações duplas que possuem propriedades químicas aromáticas.Neoplasias: Crescimento novo anormal de tecido. As neoplasias malignas apresentam um maior grau de anaplasia e têm propriedades de invasão e de metástase quando comparadas às neoplasias benignas.Algoritmos: Procedimento constituído por uma sequência de fórmulas algébricas e/ou passos lógicos para se calcular ou determinar uma dada tarefa.Medicamentos de Ervas Chinesas: Extratos de ervas ou plantas chinesas usadas como drogas para tratar doenças ou para promover bem-estar geral. Não inclui os compostos sintéticos preparados na China.Antibacterianos: Substâncias que reduzem a proliferação ou a reprodução de BACTÉRIAS.Medicamentos sob Prescrição: 1) Medicamentos que não podem ser vendidos legalmente sem prescrição médica. (MeSH) 2) Medicamentos cujo uso requer a prescrição do médico ou dentista e que apresentam, em sua embalagem, tarja (vermelha ou preta) indicativa desta necessidade (fonte: Portaria n. 3916, de 30 de outubro de 1998, Brasil).TiofenosProteína 1 Transportadora de Ânions Orgânicos: Transportadora poliespecífica para ânions orgânicos encontrada principalmente no rim. Media o contra-transporte de alfa-cetoglutarato com íons orgânicos, como o ÁCIDO P-AMINO-HIPÚRICO.Cicloexanos: Hidrocarbonetos alicíclicos com seis carbonos.Isoenzimas: Formas estruturalmente relacionadas de uma enzima. Cada isoenzima tem o mesmo mecanismo e classificação, mas difere nas características químicas, físicas ou imunológicas.Fentanila: Potente analgésico narcótico que leva ao hábito ou vício. É principalmente um agonista do receptor opioide mu. A fentanila é também usada como adjunto na anestesia geral e como anestésico para indução e manutenção. (Tradução livre do original: Martindale, The Extra Pharmacopoeia, 30th ed, p1078)Piridinas: Compostos com anel aromático de 6 membros contendo NITROGÊNIO. A versão saturada são as PIPERIDINAS.Avaliação de Medicamentos: Qualquer processo pelo qual a toxicidade, metabolismo, absorção, eliminação, rota de administração preferida, variação da dose de segurança, etc., para um medicamento ou grupo de medicamentos é determinada, através de avaliação clínica em humanos ou animais veterinários.Ácido Valproico: Ácido graxo com propriedades anticonvulsivantes utilizado no tratamento de epilepsia. Os mecanismos de suas ações terapêuticas não são muito compreendidos. Pode atuar aumentando os níveis de ÁCIDO GAMA-AMINOBUTÍRICO no encéfalo ou por alteração das propriedades dos canais de sódio dependente de voltagem.Glucuronídeos: Glicosídeos do ÁCIDO GLUCURÔNICO formados pela reação do ÁCIDO GLUCURÔNICO URIDINA DIFOSFATO com algumas substâncias endógenas e exógenas. Sua formação é importante na destoxificação de drogas, na excreção dos esteroides e no metabolismo da BILIRRUBINA, transformando-a em um compostos mais hidrossolúvel que pode ser eliminado na URINA ou na BILE.Extratos Vegetais: Preparações farmacêuticas concentradas de plantas obtidas pela remoção dos constituintes ativos com um solvente adequado (que é eliminado por evaporação) e ajuste do resíduo [seco] a um padrão prescrito.Voluntários Saudáveis: Pessoas sem qualquer problema significante e conhecido de saúde que são recrutadas para participar de pesquisa para testar um novo medicamento, dispositivo ou intervenção como controles de um grupo de pacientes. (Tradução livre do original: http://clinicalcenter.nih.gov/recruit/volunteers.html, accessed 2/14/2013)Computadores de Mão: Tipo de MICROCOMPUTADORES, às vezes denominados PDA [de Personal Digital Assistant, ou seja, Assistente Digital Pessoal], que são muito pequenos e portáteis, cabendo em uma mão. São convenientes para o uso na clínica e outras situações de campo para uma rápida análise dos dados. Geralmente precisam ser acoplados a MICROCOMPUTADORES para as atualizações.Tacrolimo: Macrolídeo isolado a partir do caldo da cultura de cepas de Streptomyces tsukubaensis que tem uma forte atividade imunossupressora 'in vivo', prevenindo a ativação de linfócitos T em resposta a estímulos antigênicos e mitogênicos 'in vitro'.Ácidos Heptanoicos: Ácidos monocarboxílicos saturados de sete carbonos.PiperazinasAntivirais: Agentes usados na profilaxia ou no tratamento das VIROSES. Entre seus modos de ação estão o impedimento da replicação viral por meio da inibição da polimerase de DNA viral; unindo-se a receptores específicos de superfície celular, inibindo a penetração viral ou provocando a perda do capsídeo; inibindo a síntese proteica viral o bloqueando as etapas finais da montagem viral.Fluconazol: Antimicótico de triazol utilizado para tratar a CANDIDÍASE da orofaringe e MENINGITE criptocócica na AIDS.Amsacrina: Derivado da aminoacridina que se intercala no DNA e é usado como antineoplásico.Desenho de Drogas: Projeto (design) molecular de drogas para finalidades específicas (como ligação de DNA, inibição enzimática, eficácia anticancerígena, etc.) baseado no conhecimento de propriedades moleculares como atividade de grupos funcionais, geometria molecular, e estrutura eletrônica, e também em informações catalogadas sobre moléculas análogas. O desenho de drogas geralmente é uma modelagem molecular auxiliada por computador, mas não inclui farmacocinética, análise de dosagem ou de administração da droga.Aprovação de Drogas: Processo através do qual um medicamento recebe aprovação por uma agência de regulamento governamental. Inclui qualquer teste pré-clínico ou clínico requisitado, revisão, submissão e avaliação das aplicações e resultados de testes, e vigilância "pós-marketing" da droga.Pironas: Cetopiranos.Indinavir: Inibidor potente e específico da protease de HIV que parece ter boa biodisponibilidade oral.Plantas Medicinais: Plantas cujas raizes, folhas, sementes, cascas ou outros constituintes possuem atividades terapêuticas, tônicas, purgativas, curativas ou outros atributos farmacológicos quando administradas a humanos ou outros animais.Ensaios Clínicos como Assunto: Trabalhos sobre estudos pré-planejados sobre segurança, eficácia, ou esquema de dosagem ótima (se apropriado) de uma ou mais drogas diagnósticas, terapêuticas, ou profiláticas, dispositivos, ou técnicas selecionadas de acordo com critérios pré-determinados de elegibilidade e observadas para evidência pré-definida de efeitos favoráveis ou desfavoráveis. Este conceito inclui ensaios clínicos conduzidos tanto nos EUA quanto em outros países.QuinolinasFluvoxamina: Inibidor seletivo da recaptação de serotonina usado no tratamento da DEPRESSÃO e em uma variedade de TRANSTORNOS DE ANSIEDADE.Serviço de Farmácia Hospitalar: Departamento hospitalar responsável pela recepção, armazenamento e distribuição de materiais farmacêuticos.Dextrometorfano: Metil análogo do DEXTROMETORFANO que apresenta grande afinidade de ligação a várias regiões do encéfalo, inclusive o centro medular da tosse. Este composto é um antagonista do receptor NMDA (RECEPTORES DE N-METIL-D-ASPARTATO) e age como um bloqueador de canal não competitivo. É um dos ANTITUSSÍGENOS mais amplamente utilizados, e é também utilizado para estudar o envolvimento dos receptores glutamato na neurotoxicidade.Células CACO-2: Células de ADENOCARCINOMA de colo humano que são capazes de expressar aspectos de diferenciação característicos de células intestinais maduras, tais como ENTERÓCITOS. Estas células são valiosas ferramentas para estudos in vitro relacionados à função e diferenciação das células intestinais.Modelos Biológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a actividade de processos biológicos ou doenças. Para modelos de doença em animais vivos, MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS está disponível. Modelos biológicos incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Organofosfonatos: Compostos de ácido fosfônico que contêm carbono. Estão incluídos sob este descritor os compostos que possuem carbono ligado ao átomo de OXIGÊNIO ou ao átomo de FÓSFORO da estrutura (P=O)O2.Estereoisomerismo: Fenômeno através do qual compostos cujas moléculas têm o mesmo número e tipo de átomos e o mesmo arranjo atômico, mas diferem nas relações espaciais.Descoberta de Drogas: Processo de encontrar compostos químicos para potencial uso terapêutico.