Feijão de Soja: Legume anual. As SEMENTES dessa planta são comestíveis e usadas para a produção de uma variedade de ALIMENTOS DE SOJA.Proteínas de Soja: Proteínas presentes ou isoladas de FEIJÃO DE SOJA.Óleo de Soja: Óleo derivado do grão de soja ou da sua planta.Inibidor da Tripsina de Soja de Kunitz: Proteína de alto peso molecular (aproximadamente 22.500) que contém 198 resíduos aminoácidos. É um potente inibidor de tripsina e plasmina humana.Proteínas de Vegetais Comestíveis: Proteínas presentes em ou isoladas de verduras e legumes [hortaliças] ou produtos vegetais utilizados como alimento. O conceito é distinto de PROTEÍNAS DE PLANTAS, que se refere às proteínas não dietéticas derivadas de plantas.Inibidor da Tripsina de Soja de Bowman-Birk: Proteína de baixo peso molecular (peso molecular mínimo de 8.000) que possui a habilidade de inibir a tripsina bem como a quimiotripsina em sítios de ligação independentes. É caracterizado por um alto conteúdo cisteína e pela ausência de glicina.Bradyrhizobium: Gênero de bactérias Gram-negativas aeróbias, em bastonetes, que geralmente contêm grânulos de poli-beta-hidroxibutirato. Elas caracteristicamente invadem as raizes de plantas leguminosas e agem como simbiontes intracelulares.Ração Animal: Produtos alimentícios usados para animais domésticos, de laboratório ou para o gado.Proteínas de Armazenamento de Sementes: Um ou mais tipos de proteínas de sementes (vegetais) que proporcionam as grandes quantidades de AMINOÁCIDOS utilizadas para GERMINAÇÃO e crescimento da PLÂNTULA. Como as sementes constituem a principal fonte de alimento proveniente das SAFRAS AGRÍCOLAS, as proteínas de armazenamento de sementes constituem a principal fonte de PROTEÍNAS NA DIETA.Sementes: Embriões encapsulados de plantas com florescência. São usados como são, ou como ração animal, por causa do alto conteúdo de nutrientes concentrados, como amido, proteínas e lipídeos. Sementes de colza, de algodão e de girassol são também produzidas por causa dos óleos que produzem.Proteínas de Plantas: Proteínas encontradas em plantas (flores, ervas, arbustos, árvores, etc.). O conceito não inclui proteínas encontradas em vegetais para os quais PROTEÍNAS DE VERDURAS estão disponíveis.Digestão: Processo de degradação de alimentos para o metabolismo e uso pelo corpo.Leghemoglobina: Hemeproteína ligada ao oxigênio similar à hemoglobina presente em nódulos de raizes fixadoras de oxigênio de plantas leguminosas. O pigmento vermelho tem peso molecular de aproximadamente 1/4 daquele da hemoglobina e sugere-se que atue como um catalisador da óxido-redução na fixação simbiótica do nitrogênio.Pterocarpanos: Grupo de compostos que podem ser descritos como benzo-pirano-furano-benzenos os quais podem ser formados a partir das ISOFLAVONAS por acoplamento interno do anel B à posição 4-cetona. Entre seus membros estão medicarpina, faseolina e pisatina que são encontrados em FABACEAE.Inibidores da Tripsina: Inibidores de serino proteinases que inibem a tripsina. Podem ser compostos endógenos ou exógenos.beta-Amilase: Enzima que catalisa a hidrólise de ligações 1,4-alfa-glicosídicas no amido, glicogênio e polissacarídeos e oligossacarídeos relacionados, para remover unidades sucessivas de beta-maltose dos terminais não redutores das cadeias. EC 3.2.1.2.Proteínas na Dieta: Proteínas obtidas de alimentos. São a principal fonte dos AMINOÁCIDOS ESSÊNCIAIS.Nodulação: Formação de uma massa celular fixadora de nitrogênio nas RAÍZES DE PLANTAS após infecção por bactérias fixadoras de nitrogênio como RHIZOBIUM ou FRANKIA.Genes de Plantas: Unidades hereditárias funcionais de PLANTAS.Isoflavonas: 3-Fenilcromonas. Forma isomérica dos FLAVONOIDES em que o grupo benzeno está ligado na posição 3 do anel benzopirano, ao invés da posição 2.Lipoxigenase: Enzima da classe das oxirredutases encontrada principalmente nas PLANTAS. Catalisa reações entre o linoleato e outros ácidos graxos e o oxigênio, formando derivados de hidroperóxidos de ácidos graxos.Raízes de Plantas: Porções geralmente subterrâneas de uma planta, que servem como suporte e estocagem de alimento, e pelas quais a água e nutrientes minerais penetram na planta.Phytophthora: Gênero de algas parasitas destrutivas OOMICETOS da família Peronosporaceae, ordem Peronosporales, que afetam numerosos frutos, vegetais e outras culturas. A diferenciação dos zoósporos geralmente acontece no esporângio e não há a formação de vesículas. Fora previamente considerado fungo.Regulação da Expressão Gênica de Plantas: Qualquer dos processos pelos quais os fatores nucleares, citoplasmáticos ou intercelulares influem no controle diferencial da ação gênica nas plantas.