Exposição Ocupacional: Exposição a agentes químicos, físicos ou biológicos potencialmente prejudiciais, que ocorre como resultado da ocupação profissional.Poluentes Ocupacionais do Ar: Poluentes do ar encontrados na área de trabalho. São geralmente produzidos pela natureza específica da ocupação.Doenças Profissionais: Doenças causadas por fatores que têm relação com o trabalho de uma pessoa.Poeira: Terra ou outra matéria em partículas finas e secas.(Tradução livre do original:Random House Unabridged Dictionary, 2d ed)Indústria Química: O empreendimento agregado de fabricação e produção técnica de substâncias químicas.Concentração Máxima Permitida: Para um determinado agente químico de doença profissional, a concentração atmosférica que, ultrapassada, causaria doenças nos indivíduos trabalhando normalmente oito horas diárias (Repidisca). A presença de um agente poluidor ou potencialmente perturbador no ar, no alimento e na água a um grau que, na absorção por um organismo, permaneça abaixo da dose máxima permitida (Material V - Gunn, S.W.A. Multilingual Dictionary of Disaster Medicine and International Relief, 1990)Metalurgia: A ciência, arte ou tecnologia que lida com processos envolvidos na separação de metais de seus minérios, a técnica de fabricação ou composição de ligas, as técnicas de trabalhar ou tratar os metais com o calor e a mineração de metais. Inclui metalurgia industrial, como também técnicas empregadas na preparação e trabalho de metais usados em odontologia, com referência especial para instrumentos ortodônticos e prostodônticos.Indústrias: Qualquer empreendimento centralizado no processamento, montagem, produção ou negociação de uma linha de produtos, serviços, mercadorias em uma determinada área em particular, que com frequência recebe seu nome pelo produto principal. Exemplos incluem as indústrias de automóveis, da música, de editoras, de seguros e indústrias têxteis.Monitoramento Ambiental: Monitoração do nível de toxinas, poluentes químicos, contaminantes microbianos ou outras substâncias danosas no ambiente (solo, ar e água), no trabalho ou nos corpos das pessoas e animais presentes naquele ambiente.Exposição por Inalação: Exposição (involuntária, ocupacional, etc.) [das vias aéreas] a agentes químicos físicos ou biológicos potencialmente prejudiciais.Exposição Paterna: Exposição do pai de sexo masculino, humano ou animal, a agentes químicos, físicos ou biológicos potencialmente prejudiciais do ambiente, ou a fatores ambientais que podem incluir radiação ionizante, organismos patogênicos ou substâncias tóxicas que podem contaminar os descendentes.SoldagemPinturaBenzeno: Hidrocarboneto aromático, líquido, inflamável, volátil e tóxico, subproduto da destilação do carvão. É utilizado como solvente industrial em tintas, verniz, diluente para laca, gasolina, etc. O benzeno causa lesão aguda no sistema nervoso central e lesão crônica na medula óssea, sendo ainda carcinogênico. Antigamente era usado como parasiticida.Ocupações: Profissões, negócios, atividades ou outro meio de se ganhar a vida.Praguicidas: Compostos químicos usados para destruir pragas de qualquer tipo. O conceito inclui fungicidas (FUNGICIDAS INDUSTRIAIS), INSETICIDAS, RODENTICIDAS, etc.Solventes: Líquidos [usados para] dissolver outras substâncias (solutos), estas geralmente sólidas, sem que haja mudança em sua composição química [do soluto], como açúcar [soluto] [dissolvido] em água [solvente], [ou iodo (soluto) dissolvido em álcool (solvente)].Asbestos: Asbestos (amiantos). Minerais fibrosos, incombustíveis, compostos por magnésio e silicatos de cálcio, com ou sem outros elementos. São relativamente inertes quimicamente e utilizados no isolamento térmico e na proteção contra o fogo. Inalação de seu pó causa asbestose seguida por neoplasias pulmonares e gastrointestinais.Substâncias Perigosas: Elementos, compostos, misturas ou soluções que são consideradas gravemente danosas à saúde humana e ao ambiente. Incluem substâncias tóxicas, corrosivas, inflamáveis ou explosivas.Madeira: Produto duro do xilema secundário (composto por CELULOSE, hemicelulose e LIGNANAS) que está sob a casca das árvores e arbustos. É usado na construção, como fonte de CARVÃO VEGETAL e muitos outros produtos.Ferimentos Penetrantes Produzidos por Agulha: Ferimentos cortantes, penetrantes, causados por agulhas. São concernentes especialmente a trabalhadores da área de saúde, uma vez que tais lesões os colocam em risco de desenvolverem doença infecciosa.Exposição Ambiental: Exposição de um indivíduo a agentes biológicos no ambiente ou a fatores ambientais como radiações ionizantes, produtos químicos e organismos patogênicos.Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos: Grupo importante de hidrocarbonetos cíclicos insaturados contendo dois ou mais anéis. O vasto número de compostos deste grupo importante, derivados principalmente do petróleo e do alcatrão da hulha, são altamente reativos e quimicamente versáteis. O nome é devido ao odor forte e não desagradável, característico da maioria das substâncias desta natureza. (Tradução livre do original: Hawley's Condensed Chemical Dictionary, 12th ed, p96)Campos Eletromagnéticos: Região do espaço (field) [onde] forças elétricas e magnéticas atuam conjuntamente.Níveis Máximos Permitidos: Padrões para limitar a exposição de trabalhadores a contaminantes presentes no ar. Concentração máxima no ar com a qual, se acredita, uma substância particular não produzirá efeitos adversos à saúde com exposição diária repetida. Pode ser uma média ponderada pelo tempo (TLV-TWA: Abrev. de Threshold Limit Value- Time-Weighted Average), um valor de curto prazo (TLV-STEL: Abrev. de Short-Term Value) ou um valor instantâneo (TLV-Ceiling: teto). São expressos em partes por milhão (ppm) ou miligrama por metro cúbico (mg/m3).Transmissão de Doença Infecciosa do Paciente para o Profissional: Transmissão de doenças infecciosas ou de patógenos do paciente para os profissionais ou pessoal técnico de saúde. Inclui transmissão via exposição direta ou indireta às bactérias, fungos, parasitas ou agentes virais.Doenças dos Trabalhadores Agrícolas: Doenças de pessoas envolvidas no cultivo e adubo do solo, cultivo de plantas, colheita de safras, pecuária ou qualquer outra atividade relacionada com criação e lavoura. As doenças não se restringem a fazendeiros, no que concerne aqueles que desenvolvem tarefas agrícolas; se aplica também àqueles engajados com as atividades individuais determinadas acima, como também àqueles que atuam somente na colheita de safras ou àqueles que somente recolhem pó e cinzas.Medicina do Trabalho: Especialidade da medicina que trata da promoção e manutenção da saúde física e mental de trabalhadores em seu local de trabalho.Estireno: Líquido tóxico e incolor com forte odor aromático. É utilizado para fazer borrachas, polímeros e copolímero e plásticos poliestirenos.Manufaturas: Substâncias e materiais fabricados para uso em várias tecnologias e indústrias e para uso doméstico.ImpressãoEstudos de Casos e Controles: Estudos epidemiológicos observacionais nos quais grupos de indivíduos com determinada doença ou agravo (casos) são comparados com grupos de indivíduos sadios (controles) em relação ao histórico de exposição a um possível fator causal ou de risco. (Tradução livre do original: Last, 2001)Estirenos: Derivados e polímeros do estireno. São utilizados na fabricação de borrachas sintéticas, plásticos e resinas. Alguns dos polímeros formam as estruturas esqueléticas das contas de resina de troca iônica.Chumbo: Metal azul-acinzentado macio com sais venenosos de símbolo Pb, número atômico 82, peso atômico 207,19. (Dorland, 28a ed)Patógenos Transmitidos pelo Sangue: Organismos infecciosos no SANGUE, de interesse médico principalmente porque contaminam as roupas manchadas de sangue (toalhas, vestes de dormir) CURATIVOS e outros itens de indivíduos em categoria de risco, AGULHAS e outros objetos cortantes, e RESÍDUOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE e RESÍDUOS ODONTOLÓGICOS, aos quais são expostos os trabalhadores de saúde. Este conceito difere das condições clínicas de BACTERIEMIA, VIREMIA e FUNGEMIA, em que o organismo está presente no sangue do paciente como resultado de um processo infeccioso natural.Dissulfeto de Carbono: CS2. Líquido incolor, inflamável e venenoso. É utilizado como um solvente e apresenta propriedades contrairritante (revulsiva) e anestésica local, mas não é utilizado para esse fim. É altamente tóxico, com pronunciados efeitos hematológico e dermatológico sobre o SNC.Saúde do Trabalhador: Promoção e manutenção no mais alto grau do bem-estar físico, mental e social dos trabalhadores em todas as ocupações; a prevenção entre os trabalhadores de doenças ocupacionais causadas por suas condições de trabalho; a proteção dos trabalhadores em seus labores, dos riscos resultantes de fatores adversos à saúde; a colocação e conservação dos trabalhadores nos ambientes ocupacionais adaptados a suas aptidões fisiológicas e psicológicas.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Materiais de Construção: Sortimentos usados em construções.Indústria Têxtil: Os empreendimentos empresariais agregados da manufatura de tecidos.Mineração: Depuração do minério extraído das minas. (Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa, 2002)Coque: Resíduo, resto da destilação seca (destrutiva) do carvão, usado como combustível.Depuradores de Gases: Aparelhos para remover gases exalados ou gases anestésicos vazados, ou outros agentes voláteis, reduzindo então a exposição do pessoal de salas de operação a tais agentes, bem como prevenindo o desenvolvimento de misturas potencialmente explosivas em salas de operação ou laboratórios.Borracha: Elastômero polimérico de elevado peso molecular, obtido da seiva (LÁTEX) da HEVEA brasiliensis e de outras árvores e plantas. É uma substância que pode ser esticada à temperatura ambiente, até pelo menos duas vezes seu comprimento original e depois de liberada a tensão retrai rapidamente recuperando completamente suas dimensões originais.Tolueno: Solvente industrial amplamente utilizado.Fibras Minerais: Filamentos longos, flexíveis, aderentes, naturais ou manufaturados de comprimentos variáveis. Eles formam a estrutura de alguns minerais. Sua importância médica reside em suas potenciais capacidades de causar vários tipos de PNEUMOCONIOSES (e.g., ASBESTOSE) após a exposição ocupacional ou ambiental.Efeito do Trabalhador Sadio: Fenômeno observado inicialmente em estudos de doenças ocupacionais. Trabalhadores geralmente exibem coeficientes mais baixos de mortalidade que a população em geral devido ao fato de que os portadores de doenças graves ou incapacitados são normalmente excluídos da força de trabalho ativo. Coeficientes de mortalidade na população geral podem ser inadequados para comparação se este efeito não for considerado.Indústria da BelezaHábito de Fumar: Inalação e exalação da fumaça do TABACO queimado.Indústrias Extrativas e de Processamento: Indústria que se ocupa da remoção de matérias-primas da crosta terrestre e de sua conversão em produtos refinados.United States Occupational Safety and Health Administration: Escritório no Department of Labor responsável pelo desenvolvimento e estabelecimento de segurança ocupacional e padrões de saúde.National Institute for Occupational Safety and Health (U.S.): Instituto do CENTERS FOR DISEASE CONTROL AND PREVENTION responsável por garantir condições de trabalho seguras e salutares e por desenvolver padrões de segurança e saúde. Atividades de pesquisa que visam estas metas são desenvolvidas.Dispositivos de Proteção Respiratória: Respiradores para proteção individual evitando a respiração de ar contaminado com poeiras prejudiciais, gases, fumaças, "sprays" ou vapores.Plásticos: Materiais poliméricos (geralmente orgânicos) de massa molecular elevada, que podem ser moldados por fluxo. O termo plástico geralmente se refere ao produto final com cargas (fillers), plastificantes e pigmentos, além de estabilizadores (acrescidos à resina, o material inicial polimérico homogêneo). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)Tetracloroetileno: Hidrocarboneto clorado utilizado como solvente industrial e esfriamento de líquido em transformadores elétricos. É um potente carcinógeno.Agricultura: A ciência, arte ou prática do cultivo da terra, produção agrícola e criação de gado.Exposição Materna: Exposição da mãe, humana ou animal, a agentes químicos, físicos ou biológicos potencialmente prejudiciais no ambiente, ou a fatores ambientais que podem incluir radiação ionizante, organismos patogênicos ou substâncias tóxicas que podem afetar os descendentes. Inclui a exposição materna anterior à concepção.Dermatite Ocupacional: Dermatite de contato recidivante causada por substâncias encontradas no local de trabalho.Tricloroetileno: Anestésico inalante altamente volátil utilizado principalmente em procedimentos cirúrgicos curtos, onde uma anestesia leve com boa analgesia se faz necessária. É também utilizado como solvente industrial. A exposição prolongada à altas concentrações do vapor pode levar à um prejuízo neurológico, além de ser cardiotóxico.Fumigação: Aplicação de fumaça, vapor ou gás para desinfetar ou destruir pestes ou micro-organismos. (MeSH/NLM) Fumigante, m. Produto formulado com base em substâncias voláteis, que penetram no inseto através das espiráculas respiratórias. Ver Fumigação. F1: BRASIL. Fundação Nacional de Saúde. Controle de vetores: procedimentos de segurança. Brasília: Fundação Nacional de Saúde, 2001. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/funasa/controle_vetores.pdfDióxido de Silício: Cristal transparente e insípido encontrado na natureza como ágata, ametista, calcedônia, cristobalita, pedra, areia, QUARTZO e tridimita. O composto é insolúvel em água ou ácidos, exceto o ácido fluorídrico.Cromo: Oligoelemento que participa do metabolismo da glucose. Possui símbolo atômico Cr, número atômico 24 e peso atômico 52. De acordo com o Quarto Relatório Anual sobre Carcinógenos (NTP85-002, 1985), o cromo e alguns de seus compostos foram listados como substâncias carcinógenas notórias.Poluição do Ar em Ambientes Fechados: Contaminação de ar em recinto fechado.Equipamentos de Proteção: Dispositivos destinados à proteção individual contra agressões a indivíduos expostos a riscos na indústria, esportes, aviação ou em suas atividades cotidianas.Recursos Humanos em Odontologia: Pessoal que presta serviços odontológicos a pacientes em uma clínica organizada, instituição ou agência.Luvas Protetoras: Coberturas para as mãos, usualmente com separações para os dedos, feitas de vários materiais, para proteção contra infecções, substâncias tóxicas, extremos de calor e frio, radiações, imersão em água, etc. As luvas podem ser usadas por pacientes, pessoas que cuidam, donas-de-casa, trabalhadores de laboratório e indústria, policiais, etc.Pirenos: Grupo de hidrocarbonetos de anel condensado.Doenças RespiratóriasVentilação: O processo ou ato de suprir uma casa ou aposento continuamente com ar fresco. (Dorland, 28a ed)Óxido de Etileno: Gás incolor e inflamável a temperatura e pressão ambiente. O óxido de etileno é um bactericida, fungicida e um desinfetante esporicida. É eficaz contra muitos microrganismos, incluindo os vírus. É uma substância utilizada para fumigação de alimentos e tecidos, além de esterilizante gasoso de drogas instáveis a altas temperaturas e de materiais cirúrgicos.Local de Trabalho: Local ou localização física do trabalho ou emprego.Gases: Fluido aeriforme. Toma a forma do espaço onde está confinado e pode mudar para o estado líquido ou sólido por perda de temperatura ou aumento de pressão (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Medição de Risco: Métodos e técnicas aplicadas para identificar os fatores de risco e medir a vulnerabilidade aos perigos potenciais causados por desastres e substâncias químicas.Irritantes: Drogas que agem localmente nas superfícies cutâneas ou mucosas para produzir inflamação. As que causam rubor devido à hiperemia são rubefacientes, as que produzem bolhas são vesicantes, e as que penetram nas glândulas sebáceas e causam abscessos são pustulantes. O gás lacrimogênio e o gás mostarda também são irritantes.Asma Ocupacional: Ataques de asma causados, desencadeados ou exarcebados por EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL.Ácido Sórbico: Inibidor de fungos e leveduras. Utilizado como fungistático em alimentos, especialmente queijos.Monitoramento Epidemiológico: Coleção, análise e interpretação de dados sobre a frequência, distribuição e consequências das doenças ou das condições de saúde para uso em planejamento, implementação e avaliação dos programas de saúde pública.França: País na Europa ocidental limitado pelo Oceano Atlântico, Canal Inglês, Mar Mediterrâneo e pelos países Bélgica, Alemanha, Itália, Espanha, Suíça, os principados de Andorra e Mônaco e ducado de Luxemburgo. Sua capital é Paris.Petróleo: Hidrocarbonetos líquidos e complexos, de ocorrência natural, que após destilação permitem obter combustíveis, compostos petroquímicos e lubrificantes.Compostos Inorgânicos: Ampla classe de substâncias abrangendo todas aquelas que não incluem carbono e seus derivados como principais elementos. Entretanto, carburetos, carbonetos, cianetos, cianatos e dissulfeto de carbono estão incluídos nesta classe.Emissões de Veículos: Gases, fumaças, vapores e odores que escapam dos cilindros de um motor de combustão interna, com gasolina ou diesel.Ruído Ocupacional: Ruído presente em situações ocupacionais e industriais.Pneumoconiose: Doença difusa do parênquima pulmonar causada pela inalação de poeira e pela reação tecidual ante sua presença. Estes materiais inorgânicos, orgânicos, particulados ou sob a forma de vapores geralmente são inalados por trabalhadores em seu ambiente laboral, levando às várias formas da doença (ASBESTOSE, BISSINOSE, e outras). Da mesma forma, a poluição do ar também pode ter efeitos deletérios na população geral.Gasolina: Combustível volátil inflamável (hidrocarbonetos líquidos) obtido a partir do petróleo bruto através de processos como destilação, [craqueamento], reforma [catalítica], polimerização, etc.Monitoramento de Radiação: Medida sistemática da radiação ambiental.Carcinógenos: Substâncias que aumentam (em seres humanos e animais) o risco para [apresentar] NEOPLASIAS. Entre elas estão tanto as substâncias químicas genotóxicas (que afetam diretamente o DNA) como as substâncias químicas não genotóxicas (que induzem as neoplasias por outro mecanismo).Asbestose: Forma de pneumoconiose causada pela inalação de fibras de asbestos que desencadeiam respostas inflamatórias potentes no parênquima do pulmão. A doença é caracterizada por fibrose intersticial do pulmão variando em extensão, desde regiões dispersas até a cicatrização extensa do interstício do alvéolo.Roupa de Proteção: Vestuário planejado para proteger o indivíduo contra possíveis exposições às ameaças conhecidas.Silicose: Forma de pneumoconiose resultante de inalação de poeira contendo DIÓXIDO DE SILÍCIO cristalino, geralmente na forma de quartzo. Sílica amorfa é relativamente não tóxica.Curtume: Processo de preservar couros animais através de tratamento químico (usando taninos vegetais, sulfatos metálicos e compostos fenóis sulfurados ou syntans (produto tanântico orgânico sintético)), para deixá-los imunes ao ataque bacteriano, e tratamentos subsequentes com gorduras e graxas para torná-los maleáveis.Razão de Chances: É uma aproximação do risco relativo, característica de estudos de casos e controles, dada pela proporção entre a probabilidade de adoecer e não adoecer mediante a exposição e não exposição ao fator de risco em estudo.Barbearia: A ocupação preocupada com o corte e arrumação do cabelo de clientes e, nos homens, o barbear e aparar da barba e bigode.Recursos Humanos em Hospital: Mão de obra empregada em um hospital.Pessoal de Saúde: Indivíduos que trabalham na provisão de serviços de saúde, quer como médicos individuais ou empregados de instituições e programas de saúde, profissionais de saúde treinados ou não, sujeitos ou não a regulamento público.Engenharia: A aplicação prática de princípios físicos mecânicos e matemáticos. (Stedman, 25a ed). Inclui Engenharia Civil, Engenharia de Minas, Engenharia de Materiais e Metalúrgica, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia Sanitária, Engenharia de Produção, Engenharia Nuclear, Engenharia de Transportes, Engenharia Naval e Oceânica, Engenharia Aeroespacial, Engenharia Biomédica.Carcinógenos Ambientais: Substâncias carcinogênicas encontradas no meio ambiente.Hexanos: Grupo de hidrocarbonetos saturados com seis carbonos da série dos metanos. Incluem isômeros e derivados. Várias polineuropatias são causadas por intoxicação por hexano.Infecção Laboratorial: A infecção adquirida acidentalmente em trabalhadores de laboratório.Óleos Industriais: Óleos que são usados em aplicações industriais ou comerciais.Hidrocarbonetos: Cada um dos compostos químicos resultantes da combinação do carbono com o hidrogênio, substância combustível fóssil que se encontra em jazigos subterrâneos. Este termo refere-se basicamente ao petróleo em todas as suas manifestações, inclusive os petróleo cru, óleo combustível, os lodos, os resíduos petrolíferos e os produtos de refinamento, assim como os listados nos anexos do MARPOL 73/78. (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Cloreto de Vinil: Gás que tem sido utilizado como um propelente aerossol e é o material de início para as resinas polivinílicas. Estudos de toxicidade mostraram vários efeitos adversos, particularmente a ocorrência de neoplasias hepáticas.Quartzo: Quartzo (SiO2). Uma forma cristalina ou vítrea do dióxido de sílica. Muitas variedades coloridas são pedras semipreciosas.Radiação não Ionizante: RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA ou radiação sonora (SOM) que não produzem ÍONS na matéria através das quais passa. Os comprimentos de onda da radiação eletromagnética não ionizante são geralmente maiores do que os da radiação ultravioleta distante e limitam-se com as ONDAS DE RÁDIO mais compridas.Transtornos Respiratórios: As doenças do sistema respiratório em geral ou não especificadas ou para uma doença respiratória específica não disponível.Óleos Combustíveis: Produtos líquidos que são queimados para geração de calor; inclui óleos para aquecimento, para estufas e fornalhas.Neoplasias do Sistema RespiratórioIsocianatos: Compostos orgânicos que contêm o radical -NCO.Ácidos Mandélicos: Análogos ou derivados do ácido mandélico (ácido alfa-hidroxibenzenoacético).Centrais Elétricas: Unidades que convertem algumas formas de energia em energia elétrica.Metilenobis (cloroanilina): Diamina aromática utilizada na indústria plástica como agente de secagem para resinas de epóxi e borrachas de uretano. Causa neoplasias na bexiga, fígado, pulmão e em outros órgãos.Hidrocarbonetos Aromáticos: Compostos orgânicos contendo carbono e hidrogênio na forma de uma estrutura insaturada, geralmente com anel hexagonal. Os compostos podem ser um único anel, duplos, triplos ou múltiplos anéis fundidos.Formaldeído: Aldeído gasoso altamente reativo formado pela oxidação ou combustão incompleta de hidrocarbonetos. Em solução, apresenta um amplo espectro de utilidades: na fabricação de resinas e tecidos, como desinfetante e como fixador ou conservante laboratorial. A solução de formaldeído (formalina) é considerada perigosa e seu vapor, tóxico.Poluentes Ambientais: Substâncias ou energias, por exemplo, calor ou luz, que, ao serem introduzidas no ar, água ou solo, ameaçam a vida ou a saúde de indivíduos ou ECOSSISTEMAS.Minas de CarvãoFatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Mesotelioma: Tumor derivado de tecido mesotelial (peritônio, pleura, pericárdio); existem variedades benignas e malignas. As malignas são muitas vezes resultado de exposição excessiva ao asbesto. (Dorland, 28a ed)SuéciaNeoplasias Pulmonares: Tumores ou câncer do PULMÃO.Estudos de Coortes: Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a factores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de doença em particular ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos.Absorção Cutânea: Captação de substâncias através da PELE.Volatilização: Fase de transição do estado líquido para o estado gasoso, que está afetado pela lei de Raoult. Pode ser realizada pela destilação parcial.Controle de Infecções Dentárias: Esforços para prevenção e controle da extensão de infecções em instalações de saúde dentária ou naquelas envolvendo provisão de cuidado dentário.Questionários: Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.Hidrocarbonetos Clorados: Hidrocarbonetos compostos com um ou mais hidrogênios substituídos por CLORO.Creosoto: Substância gordurosa com odor de fumaça e gosto de queimado, produzido por tratamento a alta temperatura de FAIA e outra MADEIRA, ALCATRÃO ou resina da CREOSOTO (PLANTA). Contém CRESÓIS e HIDROCARBONETOS POLICÍCLICOS AROMÁTICOS que são CARCINÓGENOS. Tem sido amplamente utilizado como conservante de madeira e em PESTICIDAS e inicialmente utilizados clinicamente em DESINFETANTES, LAXATIVOS e AGENTES DERMATOLÓGICOS.Agroquímicos: Substâncias químicas usadas na agricultura. Compreendem praguicidas, fumigantes, fertilizantes, hormônios vegetais, esteroides, antibióticos, micotoxinas, etc.Técnicos em Prótese Dentária: Pessoas responsáveis pela fabricação de aparelhos dentais.Mercúrio: Elemento metálico prateado que existe no estado líquido à temperatura ambiente. Possui o símbolo atômico Hg (de "hydrargyrum", líquido prateado), número atômico 80 e peso atômico 200,59. O mercúrio é utilizado em muitas aplicações industriais e seus sais são empregados terapeuticamente como purgantes, antissifilíticos, desinfetantes e adstringentes. Pode ser absorvido pela pele e mucosas levando à INTOXICAÇÃO POR MERCÚRIO. Devido a sua toxicidade, a utilização clínica do mercúrio e de mercuriais está diminuindo.Incineração: Destruição de resíduos sólidos por altas temperaturas, pela combustão, com consequente redução a cinzas ou conversão a uma massa inerte (MeSH/NLM). Oxidação dos resíduos por meio de combustão controlada. Usa-se mais comumente no tratamento de cadáveres (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Talco: Silicato de magnésio hidratado em pó, extremamente fino e puro. É utilizado como pó para desempoar, tanto sozinho como em conjunto com o amido ou o ácido bórico, como produto de asseio e em preparações medicinais. É também um excipiente para pílulas e comprimidos, além de desempoar chapas de moldes.Profilaxia Pós-Exposição: Prevenção de infecção ou doença após a exposição a um patógeno.Galvanoplastia: Revestimento com metal ou liga usando-se eletrólise.Passatempos: Atividades de lazer envolvidas com o prazer.Produtos de Decaimento de Radônio: Os produtos do decaimento do radônio são efêmeros. Incluem 216-Po, 214-Pb, 214-Bi e 214-Po. Apresentam meia-vida efetiva de aproximadamente 30 minutos. São sólidos que podem se depositar na árvore brônquica durante a inspiração e expiração, levando a exposição das vias respiratórias à radiação alfa e podendo levar a doenças no sistema respiratório, incluindo câncer de pulmão.Neoplasias Induzidas por Radiação: Tumores, câncer ou outras neoplasias produzidas por exposição a radiações ionizante ou não ionizante.Clorofluorcarbonetos de Metano: Grupo de hidrocarbonetos halogenados baseados no metano contendo um ou mais átomos de flúor e cloro.Carvão Mineral: Combustível natural formado pela decomposição parcial de matéria vegetal em determinadas condições ambientais.LavanderiaXilenos: Família de hidrocarbonetos líquidos, aromáticos, incolores e isoméricos que contém a fórmula geral C6H4(CH3)2. São produzidos pela destilação destrutiva de carvão ou pela reformulação catalítica das frações naftênicas do petróleo. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 5th ed)Alcatrão: Subproduto da destilação destrutiva do carvão betuminoso, usado como um antieczemático tópico. É antipruriginoso e queratoplástico, sendo usado também no tratamento da psoríase e de outros problemas de pele. De acordo com o 'Quarto Relatório Anual sobre Carcinógenos', a exposição ocupacional à fuligem, ao alcatrão e a certos óleos minerais é carcinogênica (Tradução livre do original: (NTP 85-002, 1985) (Merck Index, 11th ed)).Preparações para Cabelo: Preparados para penteado, lavagem e produtos que modificam as condições anteriores para aplicação tópica no cabelo, em geral humano. Incluem sprays, clareadores, colorantes, condicionadores, enxaguantes, xampus, loções nutrientes, etc.Compostos Orgânicos: Ampla classe de substâncias que contêm carbono e seus derivados. Muitas dessas substâncias químicas irão conter frequentemente hidrogênio com ou sem oxigênio, nitrogênio, enxofre, fósforo e outros elementos. Eles existem tanto na forma de cadeias como na forma de anéis carbônicos.Aço: Liga resistente e maleável a base de ferro, contendo (não mais que dois por cento) carbono e frequentemente outros metais. É utilizado na medicina e odontologia em implantes e instrumentação.Anidridos Ftálicos: Anidridos de ácidos ftálicos. Pode ser substituído em qualquer átomo de carbono. Utilizado extensivamente na indústria e como reagente na acilação de grupos amino e hidroxílicos.Indústria de Processamento de Alimentos: Os empreendimentos produtivos preocupados com o processamento de alimentos.Eletricidade: Efeitos físicos que envolvem a presença de cargas elétricas em repouso ou em movimento.Poluentes do Ar: Qualquer substância no ar que poderia (se presente, em concentração suficiente elevada) prejudicar humanos, animais, vegetação ou material. Entre as substâncias estão GASES, MATERIAL PARTICULADO e COMPOSTOS ORGÂNICOS voláteis.Vibração: Alteração periódica contínua em deslocamento em relação a uma referência fixa (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Óleo Mineral: Mistura líquida de hidrocarbonetos obtida a partir do petróleo. É utilizado como laxante, lubrificante, base de unguentos e emoliente.Métodos Epidemiológicos: Técnicas de pesquisa focalizadas em desenhos de estudo e dados que reúnem métodos em populações humanas e animais.Aerossóis: Coloides com uma fase de dispersão gasosa e outra fase de dispersão líquida (nevoeiro) ou sólida (fumaça). Usados em fumigação ou em terapia por inalação. Podem conter agentes propelentes.Testes para Micronúcleos: Indução e medida quantitativa de dano cromossômico levando à formação de micronúcleos (MICRONÚCLEOS COM DEFEITO CROMOSSÔMICO) em células que foram expostas a agentes genotóxicos ou a RADIAÇÃO IONIZANTE.Amiantos Anfibólicos: Classe de asbestos (amiantos) que incluem os silicatos de magnésio, ferro, cálcio e sódio. Suas fibras são geralmente quebradiças e não podem ser torcidas, porém são mais resistentes às substâncias químicas que os AMIANTOS SERPENTINAS.Testes do Emplastro: Testes dermatológicos nos quais um sensibilizador é aplicado a um pedaço de tecido de algodão ou gaze, mantido no local por aproximadamente 48-72 horas. É utilizado para provocar uma reação de hipersensibilidade de contato.Hipospadia: Defeito de nascimento devido à malformação na URETRA, em que a abertura uretral está abaixo da localização normal. No homem, a uretra malformada geralmente se abre na superfície ventral do PÊNIS ou do PERÍNEO. Na mulher, a abertura uretral malformada está na VAGINA.Metais: Elementos químicos eletropositivos caracterizados pela ductibilidade, maleabilidade, brilho e condutibilidade de calor e eletricidade. Podem substituir o hidrogênio existente nos ácidos formando bases com radicais hidroxila.Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Combustíveis Fósseis: 1) Qualquer depósito de hidrocarbonetos que possa ser usado como combustível, por ex. petróleo, carvão e gás natural (MeSH/NLM). 2) Produtos derivados de restos de plantas e animais que viveram na Terra em épocas muito anteriores ao surgimento do homem, como o carvão mineral, o petróleo e o gás mineral, o petróleo e o gás. (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Cloreto de Metileno: Hidrocarboneto clorado que tem sido utilizado como anestésico inalante e atua como narcótico em altas concentrações. Seu principal uso é como solvente na fabricação e na tecnologia alimentar.Carga Corporal (Radioterapia): Quantidade total de uma substância química radioativa ou metálica presente no corpo de um ser humano ou animal em qualquer momento após a absorção da mesma.PolôniaTricloroetanos: Etanos clorados que são utilizados extensivamente como solventes industriais. Foram utilizados em inúmeros produtos de uso doméstico, incluindo preparações de removedores de manchas e "sprays" descongestionantes para inalação. Estes compostos causam depressão no sistema nervoso central e no sistema cardiovascular, além de serem hepatotóxicos. Incluem os isômeros 1,1,1- e 1,1,2-.Intoxicação por MercúrioInseticidas: Pesticidas designados para controlar insetos prejudiciais ao homem. Os insetos podem ser diretamente prejudiciais, como aqueles que agem como vetores de doenças, ou indiretamente prejudiciais, como destruidores de safras, produtos alimentícios ou tecidos.Aeronaves: Estrutura que transporta carga para navegação pelo ar que é apoiada por sua própria flutuabilidade ou pela ação dinâmica do ar contra suas superfícies. (Tradução livre do original: Webster, 1973)Intervalos de Confiança: Classe de valores para um parâmetro de interesse, por exemplo, uma taxa, calculada de tal maneira que tenha uma probabilidade específica de incluir o valor real do parâmetro.Estudos Transversais: Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)Asbestos Serpentinas: Tipo de asbesto que existe na natureza como silicato de magnésio di-hidratado. Existe sob duas formas: a antigorita, uma variedade laminada, e a crisotila, uma variedade fibrosa. Esta última faz 95 por cento de todos os produtos de asbestos. (Tradução livre do original: Merck Index, 11th ed, p.893)Pessoal de Laboratório Médico: Profissionais de saúde, técnicos e LABORATÓRIOS auxiliares em pesquisa ou em instalações de atenção à saúde.ItáliaGestão de Riscos: Identificação, avaliação das perdas e controle de riscos, que geralmente não são assegurados visando minimizar as obrigações financeiras.Perda Auditiva Provocada por Ruído: Perda auditiva por exposição a ruído intenso de explosão ou exposição crônica a nível sonoro acima de 85 dB. A perda de audição frequentemente ocorre na faixa de frequências de 4000-6000 hertz.Risco: A probabilidade de que um evento ocorrerá. Ele abrange uma variedade de medidas de probabilidade de um resultado geralmente desfavorável (MeSH/NLM). 1. Medida de dano potencial ou prejuízo econômico expressa em termos de probabilidade estatística de ocorrência e de intensidade ou grandeza das consequências previsíveis. 2. Probabilidade de ocorrência de um acidente ou evento adverso, relacionado com a intensidade dos danos ou perdas, resultantes dos mesmos. 3. Probabilidade de danos potenciais dentro de um período especificado de tempo e/ou de ciclos operacionais. 4. Fatores estabelecidos, mediante estudos sistematizados, que envolvem uma probabilidade significativa de ocorrência de um acidente ou desastre. 5. Relação existente entre a ameaça de um evento adverso ou acidente determinado e o grau de invulnerabilidade do sistema receptor a seus efeitos (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992). Número esperado de perdas (de vidas, pessoas feridas, propriedades danificadas e interrupção de atividades econômicas), devido a um fenômeno particular, em um período de referência e em uma dada área. O risco é o produto de ameaça e vulnerabilidade.Fatores de Confusão (Epidemiologia): (1) Fatores que podem causar ou evitar o desfecho de interesse, que não são variáveis intermediárias e não estão associadas com o(s) fator(es) sob investigação. Desencadeiam situações em que os efeitos de dois processos não se separam ou a contribuição de cada fator causal não pode ser separada, ou a medida do efeito da exposição ou risco é distorcida devido à sua associação com outros fatores que influemciam o desfecho do estudo (MeSH).(2) Situação em que os efeitos de dois processos (fatores) não são separáveis ou distinguíveis. (Tradução livre do original: Last, 2001)Farinha: Semente de TRIGO triturada.Polícia: Agentes da lei encarregados da responsabilidade de manter e reforçar a lei e a ordem entre os cidadãos.Chumbo Tetraetílico: Composto altamente tóxico utilizado como um aditivo de gasolina. Causa psicose tóxica aguda ou envenenamento crônico se inalado ou absorvido através da pele.Salas Cirúrgicas: Instalações equipadas para executar procedimentos cirúrgicos.Hipuratos: Sais e ésteres do ácido hipúrico.ParisNoruegaBerílio: Berílio. Um elemento com símbolo atômico Be, número atômico 4 e peso atômico 9,01218. Uma breve exposição a esse elemento pode levar a um tipo de envenenamento conhecido como BERILIOSE.Urânio: Urânio. Um elemento radioativo da série dos actinídeos metálicos. Seu símbolo atômico é U, seu número atômico 92, e seu peso atômico 238,03. U-235 é utilizado como combustível de fissão nuclear em armas e reatores nucleares.Neoplasias: Crescimento novo anormal de tecido. As neoplasias malignas apresentam um maior grau de anaplasia e têm propriedades de invasão e de metástase quando comparadas às neoplasias benignas.Microbiologia do Ar: Presença de bactérias, vírus, e fungos no ar. Esta expressão não se restringe a organismos patogênicos.Indústria da Construção: Empreendimento no ramo de negócios agregados de construção civil.Química Agrícola: Ciência que lida com composição e reações químicas das substâncias químicas envolvidas na produção, proteção e uso de produtos agrícolas e de pecuária. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Automóveis: Veículo automotivo normalmente com quatro rodas projetado para transporte de passageiros e comumente impulsionado por um motor de combustão interna que usa um combustível volátil.Asma: Forma de transtorno brônquico com três componentes distintos: hiper-responsividade das vias aéreas (HIPERSENSIBILIDADE RESPIRATÓRIA), INFLAMAÇÃO das vias aéreas e intermitente OBSTRUÇÃO DAS VIAS RESPIRATÓRIAS. É caracterizado por contração espasmódica do músculo liso das vias aéreas, RUÍDOS RESPIRATÓRIOS, e dispneia (DISPNEIA PAROXÍSTICA).Radônio: Elemento naturalmente radioativo com símbolo atômico Rn, número atômico 86 e peso atômico 222. É membro da família dos gases nobres encontrado no solo e é liberado durante o decaimento do elemento químico rádio.FinlândiaIntoxicação por ChumboBenzidinas: Compostos químicos industriais muito tóxicos. São absorvidos pela pele, causando lesões letais no sangue, bexiga, fígado e rim. São potentes carcinógenos de amplo espectro em muitas espécies.Líquidos Corporais: Componentes líquidos presentes em organismos vivos.Acidentes de Trabalho: Ocorrências imprevistas, especialmente lesões ou traumatismos durante atividades relacionadas ao trabalho.Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.Navios: Largas embarcações impulsionadas por energia ou velas usadas para transporte em rios, mares, oceanos ou outras águas navegáveis. Barcos são embarcações menores impulsionadas por remos, pás, velas ou energia; eles podem ou não ter um convés.Mutagênicos: Agentes químicos que aumentam a velocidade de mutação genética interferindo na função dos ácidos nucleicos. Um clastógeno é um mutágeno específico que causa quebras nos cromossomos.Neoplasias Pleurais: Neoplasias da membrana serosa fina que recobre os pulmões e reveste a cavidade torácica. As neoplasias pleurais são extremamente raras e geralmente só são diagnosticadas em estágio avançado porque não produzem sintomas em estágios iniciais.Ácidos Sulfúricos: Derivados inorgânicos e orgânicos do ácido sulfúrico (H2SO4). Os sais e ésteres do ácido sulfúrico são conhecidos por SULFATOS e ÉSTERES DO ÁCIDO SULFÚRICO, respectivamente.Fibra de Algodão: Fibras TÊXTEIS obtidas do arilo (exterior das SEMENTES) das sementes do algodoeiro (GOSSYPIUM). A inalação do pó da fibra do algodão por um periodo prolongado pode resultar em BISSINOSE.