Doxiciclina: Derivado sintético da TETRACICLINA com atividade antimicrobiana semelhante.Antibacterianos: Substâncias que reduzem a proliferação ou a reprodução de BACTÉRIAS.Tetraciclinas: Derivados congêneres bastante próximos da naftacenocarboxamida policíclica.Tetraciclina: Antibiótico naftaceno que inibe a ligação da aminoacil RNAt durante a síntese proteica.Inibidores de Metaloproteinases de Matriz: Compostos que inibem a atividade enzimática ou a ativação de METALOPROTEASES DE MATRIZ.Azitromicina: Antibiótico macrolídeo semissintético estruturalmente relacionado com a ERITROMICINA. Tem sido utilizado no tratamento das infecções intracelulares por Mycobacterium avium, toxoplasmose e criptosporidiose.Minociclina: Análogo da TETRACICLINA tendo 7-dimetilamino, sem os grupos 5 metil e hidroxila, que o torna eficaz contra infecções por STAPHYLOCOCCUS resistentes à tetraciclina.Brucelose: Infecções causadas por bactérias do gênero BRUCELLA envolvendo principalmente o SISTEMA FAGOCITÁRIO MONONUCLEAR. Esta afecção é caracterizada por febre, fraqueza, mal-estar e perda de peso.Oxitetraciclina: Análogo da TETRACICLINA isolada do actinomiceto STREPTOMYCES rimosus e utilizado em uma variedade de estados clínicos.Filaricidas: Agentes farmacológicos destrutivos para os nematoides da superfamília Filarioidea.Testes de Sensibilidade Microbiana: Qualquer teste que demonstre a eficácia relativa de diferentes agentes quimioterápicos contra micro-organismos específicos (isto é, bactérias, fungos, vírus).Metaloproteinase 8 da Matriz: Membro das METALOPROTEINASES DA MATRIZ que cliva o COLÁGENO de tripla hélice tipos I, II e III.Quimioterapia Combinada: Terapia administrada simultaneamente com duas ou mais preparações diferentes para obter um efeito combinado.Anti-Infecciosos: Substâncias que impedem a disseminação de agentes ou organismos infecciosos ou que matam agentes infecciosos para impedir a disseminação da infecção.