Dinâmica não Linear: Estudo de sistemas que respondem desproporcionalmente (não linearmente) a condições iniciais ou a estímulos perturbadores. Os sistemas não lineares podem exibir "caos", classicamente caracterizado pela dependência sensível às condições iniciais. Os sistemas caóticos, diferentes dos sistemas periódicos mais ordenados, não são casuais. Quando seu comportamento temporal é adequadamente apresentado (no "espaço de fase"), são evidentes as restrições descritas por "atratores estranhos". As representações do espaço de fase de sistemas caóticos, ou atratores estranhos, geralmente revelam autossimilaridade fractal (FRACTAIS) em escalas de tempo. Os sistemas naturais, inclusive os biológicos, frequentemente apresentam dinâmica e caos não linear.Fractais: Padrões (reais ou matemáticos) que parecem semelhantes em escalas diferentes, por exemplo, a cadeia das vias aéreas no pulmão, que mostra padrões de ramificação semelhantes em amplificações progressivamente maiores. Fractais naturais são autosemelhantes ao longo de uma faixa finita de escalas enquanto fractais matemáticos são os mesmos ao longo de uma faixa infinita. Muitas estruturas naturais, Inclusive as biológicas, são fractais (ou semelhantes a fractais). Os fractais estão relacionados com o "caos" (veja DINÂMICA NÃO LINEAR) no sentido de que os processos caóticos podem produzir estruturas fractais na natureza, e representações apropriadas de processos caóticos geralmente revelam autosimilaridade ao longo do tempo.Modelos Cardiovasculares: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a atividade dos sistemas, processos ou fenômenos cardiovasculares; inclui o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Modelos Biológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a actividade de processos biológicos ou doenças. Para modelos de doença em animais vivos, MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS está disponível. Modelos biológicos incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Modelos Neurológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a atividade dos sistemas, processos ou fenômenos neurológicos; inclui o uso de equações matemáticas, computadores, e outros equipamentos eletrônicos.Simulação por Computador: Representação feita por computador de sistemas físicos e fenômenos como os processos químicos.Algoritmos: Procedimento constituído por uma sequência de fórmulas algébricas e/ou passos lógicos para se calcular ou determinar uma dada tarefa.Frequência Cardíaca: Número de vezes que os VENTRÍCULOS CARDÍACOS se contraem por unidade de tempo, geralmente por minuto.Simulação de Dinâmica Molecular: Simulação computacional desenvolvida para estudar a movimentação de moléculas ao longo de um período de tempo.Dinâmica Populacional: Qualquer processo ou inter-relação de fenômenos que provocam mudanças em uma população.