Curetagem: Raspagem, geralmente do interior de uma cavidade ou trajeto, para a remoção de neoformações ou outros tecidos anormais, ou para obter material para diagnóstico histológico, por meio de uma cureta, um instrumento em forma de colher. (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Dilatação e Curetagem: Dilatação do cérvix uterino seguido por uma raspagem do endométrio com uma cureta.Tumor de Células Gigantes do Osso: Tumor ósseo composto de estroma celular de células fusiformes, contendo células gigantes multinucleadas dispersas que se assemelham a osteoclastos; os sintomas podem incluir dor local espontânea e à palpação, incapacidade funcional e, ocasionalmente, fraturas patológicas. Os tumores permanecem benignos ou progridem para lesões francamente malignas e são mais frequentes em uma extremidade de um osso tubular longo de adultos jovens. (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Curetagem a Vácuo: Aspiração do conteúdo do útero com uma cureta a vácuo.Cistos Ósseos Aneurismáticos: Cisto fibroso preenchido por sangue. Apesar de ser benigno, pode ser degenerativo e causar deformações e fraturas.Cistos Ósseos: Áreas líticas uniloculares benignas na extremidade proximal de um osso longo com margens endosteais estreitas e bem definidas. Os cistos contêm líquido e as paredes contêm algumas células gigantes. Os cistos ósseos, normalmente ocorrem em meninos entre as idades de 3 a 15 anos.Condroblastoma: Um tumor geralmente benigno composto por células que surgem a partir de condroblastos ou seus precursores e que tendem a se diferenciar em células da cartilagem. Ocorre principalmente nas epífises dos adolescentes. É relativamente raro e representa menos de 2 por cento de todos os tumores ósseos primários. O pico de incidência é na segunda década de vida, é duas vezes mais comum em homens que em mulheres. (Tradução livre do original: Dorland, 27th ed; Holland et al., Cancer Medicine, 3d ed, p. 1846)Hiperplasia Endometrial: Proliferação benigna do ENDOMÉTRIO no ÚTERO. A hiperplasia endometrial é classificada de acordo com sua citologia e o tecido glandular. A hiperplasia pode ser simples, complexa (adenomatosa sem atipia) e atípica também representando um risco de se tornar maligna.Aborto Incompleto: Perda prematura da GRAVIDEZ, em que nem todos os produtos da FERTILIZAÇÃO foram expelidos.Neoplasias Ósseas: Tumores ou câncer localizados em tecido ósseo ou em OSSOS específicos.Abortivos não Esteroides: Compostos químicos não esteroides com atividade abortiva.Hemorragia Uterina: Hemorragia dos vasos sanguíneos do ÚTERO, às vezes, manifestada como sangramento vaginal.Condroma: Neoplasia benigna derivada de células mesodérmicas que formam a cartilagem. Ele pode permanecer centralmente dentro da substância de uma cartilagem ou um osso (encondroma) ou pode desenvolver-se na superfície de uma cartilagem ou um osso (econdroma). (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Histeroscopia: Exame endoscópico, terapia ou cirurgia do interior do útero.Transplante Ósseo: Enxerto ósseo de um sítio doador a um sítio receptor.Doenças Uterinas: Processos patológicos envolvendo qualquer parte do ÚTERO.Placenta Retida: Placenta que não é expelida após o NASCIMENTO do FETO. A PLACENTA é retida quando o ÚTERO não contrai após a liberação de seu conteúdo ou quando a placenta está anormalmente aderida ao MIOMÉTRIO.Cauterização: Aplicação de uma substância cáustica, um instrumento quente, uma corrente elétrica ou outro agente para controlar o sangramento durante a remoção ou destruição de um tecido.Úmero: Osso em humanos e primatas que se estende da ARTICULAÇÃO DO OMBRO até a ARTICULAÇÃO DO COTOVELO.Osteoblastoma: Tumor benigno do osso, doloroso, muito vascularizado e caracterizado pela formação de tecido osteoide e osso primitivo. Ocorre com maior frequência na coluna vertebral de uma pessoa jovem. (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Misoprostol: Análogo sintético da prostaglandina E1 natural. Produz uma inibição dose-dependente da secreção do ácido gástrico e da pepsina e aumenta a resistência da mucosa à lesão. É um agente eficaz contra a úlcera, além de exibir propriedades oxitócicas.Neoplasias FemoraisGravidez Ectópica: Afecção com risco de morte materna na qual a IMPLANTAÇÃO DO EMBRIÃO ocorre fora da cavidade do ÚTERO. A maioria das gestações ectópicas (mais de 96 por cento) ocorre nas TUBAS UTERINAS e é conhecida como GRAVIDEZ TUBÁRIA. Podem ocorrer em outros locais, como no COLO DO ÚTERO, OVÁRIO e cavidade abdominal (GRAVIDEZ ABDOMINAL).Metrorragia: Sangramento uterino anormal, não relacionado com a MENSTRUAÇÃO, geralmente em fêmeas sem CICLO MENSTRUAL regular. O sangramento irregular (ou imprevisível) vem de uma disfunção no ENDOMÉTRIO.Calázio: Cisto não neoplásico das GLÂNDULAS MEIBOMIANAS das pálpebras.Aborto Retido: Retenção no ÚTERO de um FETO morto, dois meses ou mais depois de sua MORTE.Aborto Induzido: Remoção intencional de um feto do útero por qualquer uma das numerosas técnicas.Neoplasias do Endométrio: Tumores ou câncer do ENDOMÉTRIO, mucosa que reveste o ÚTERO. Estas neoplasias podem ser benignas ou malignas. Sua classificação e grau dependem dos diferentes tipos de células e da percentagem de células indiferenciadas.Fenol: Álcool aromático antisséptico e desinfetante.Primeiro Trimestre da Gravidez: Primeira terça parte da GRAVIDEZ humana, a partir do primeiro dia do último período menstrual normal (MENSTRUAÇÃO) até completar as 14 semanas (98 dias) de gestação.Curetagem Subgengival: Remoção de epitélio degenerado e necrótico e de tecido conjuntivo subjacente de uma cavidade periodontal em um esforço para converter um ferimento ulcerado crônico a um ferimento cirúrgico agudo, assegurando desse modo a cicatrização e fixação ou adesão epitelial, e retraimento da gengiva marginal. O termo é algumas vezes utilizado em conexão com polimento da superfície de uma raiz ou NIVELAMENTO DA RAIZ.Histerectomia: Excisão do útero.Displasia Fibrosa Óssea: Doença do osso marcada por adelgaçamento do córtex e substituição da medula óssea por tecido fibroso arenoso contendo espículas ósseas, produzindo dor, incapacidade, e deformidade que aumenta gradualmente. Pode comprometer apenas um osso (DISPLASIA FIBROSA MONOSTÓTICA) ou vários (DISPLASIA FIBROSA POLIOSTÓTICA).Endométrio: Membrana mucosa que reveste a cavidade uterina (responsável hormonalmente) durante o CICLO MENSTRUAL e GRAVIDEZ. O endométrio sofre transformações cíclicas que caracterizam a MENSTRUAÇÃO. Após FERTILIZAÇÃO bem sucedida, serve para sustentar o desenvolvimento do embrião.Tíbia: Área que ocupa a região mais posterior da CAVIDADE ABDOMINAL. Esta área é limitada lateralmente pelas bordas dos músculos quadrados lombares e estende-se do DIAFRAGMA à borda da PELVE verdadeira, continuando então como espaço extraperitoneal pélvico.Aborto Espontâneo: Expulsão do produto da concepção antes que se complete a vigésima (20a) semana de gestação, sem interferência deliberada.Eletrocoagulação: Procedimentos que utilizam fio ou bisturi aquecido eletricamente para tratar hemorragias (por exemplo, sangramento de úlceras) e remover tumores, lesões de mucosas e arritmias refratárias. É diferente de ELETROCIRURGIA, que é usada mais para cortar tecido do que para destruí-lo e em que o paciente faz parte do circuito elétrico.Ginatresia: Ausência de uma abertura normal na luz do trato genital feminino, das TUBAS UTERINAS para a VAGINA. Esta anomalia pode ser congênita ou adquirida devido a lesões, doenças ou ADERÊNCIAS TECIDUAIS.Menorragia: Sangramento uterino excessivo durante a MENSTRUAÇÃO.Unhas Encravadas: Crescimento excessivo lateral de unha para a borda da unha. Devido à margem lateral da unha agir como um corpo estranho, a condição pode resultar em inflamação e granulação. É causado por tênis esportivos impróprios e por corte inadequado das unhas.Fibroma: Tumor benigno fibroso ou tecido conjuntivo completamente desenvolvido.Procedimentos Cirúrgicos Menores: Cirurgia restrita ao tratamento de problemas e lesões menores; procedimento cirúrgico de extensão relativamente pequena e não prejudicial à vida por si só. (Dorland, 28a ed; Stedman, 25a ed)Condrossarcoma: Neoplasia maligna de crescimento lento, derivada de células cartilaginosas, que ocorre com mais frequência nos ossos pélvicos ou próximo das extremidades de ossos longos em pessoas da meia-idade ou idosas; a maioria dos condrossarcomas se origina de novo, mas alguns podem se desenvolver em uma lesão cartilaginosa benigna preexistente ou em pacientes com ENCONDROMATOSE. (Stedman, 25a ed)Estudos Retrospectivos: Estudos nos quais os dados coletados se referem a eventos do passado.Cimentos para Ossos: Adesivos usados para fixar dispositivos protéticos a ossos, e para cimentar ossos entre si nas fraturas difíceis. As resinas sintéticas geralmente são usadas como cimento. Uma pasta óssea útil é a mistura de fosfato monocálcico monoidratado, fosfato alfa-tricálcico e carbonato de cálcio em solução de fosfato de sódio.Gravidez: Estado durante o qual os mamíferos fêmeas carregam seus filhotes em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero (antes de nascer) começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Placenta Acreta: Aderência anormal de parte ou toda a PLACENTA ao MIOMÉTRIO devida à ausência parcial ou completa da DECÍDUA. Está associada com HEMORRAGIA PÓS-PARTO devido a um defeito da separação da placenta.Neoplasias Uterinas: Tumores ou câncer do ÚTERO.Tálus: O segundo maior OSSO DO TARSO. Articula-se com a TÍBIA e a FÍBULA para formar a ARTICULAÇÃO DO TORNOZELO.