Cor: Propriedade de objetos que é percebida visualmente criada pela absorção ou reflexão de comprimentos de onda específicos da luz.Percepção de Cores: Processamento mental de sinais cromáticos (VISÃO DE CORES) vindos dos olhos pelo CÓRTEX VISUAL, onde eles são convertidos em representações simbólicas. A percepção de cores envolve numerosos neurônios e é influenciada não só pela distribuição dos comprimentos de onda do objeto observado, mas também por sua cor básica e pelo contraste do brilho nas suas bordas.Visão de Cores: Função do olho humano que é realizada em iluminação clara ou à luz do dia (em intensidades fotópicas). A visão fotópica é feita pelos três tipos de CONES FOTORRECEPTORES DA RETINA com picos de absorção em comprimentos de onda variados no espectro luminoso (de violeta a vermelho, 400 a 700 nm).Testes de Percepção de Cores: Tipo de teste de visão usado para determinar DEFEITOS DA VISÃO CROMÁTICA.Ultrassonografia Doppler em Cores: Ultrassonografia por aplicação do efeito Doppler, com a sobreposição do fluxo de informação em cores, numa escala de cinza em uma imagem de tempo real. Este tipo de ultrassonografia é bem adequado para identificar a localização de fluxo de alta velocidade (como em uma estenose) ou mapear a extensão do fluxo em determinada região.Defeitos da Visão Cromática: Defeitos da visão cromática são principalmente traços hereditários, mas podem ser secundários a anomalias ontogênicas ou adquiridas nos CONES (RETINA). A gravidade dos defeitos hereditários da visão cromática depende do grau de mutação de genes que codificam as OPSINAS DOS BASTONETES (no CROMOSSOMO X e no CROMOSSOMO 3) que compõem os fotopigmentos sensíveis para vermelho, verde ou azul.Cor de Cabelo: Cor do cabelo ou dos pelos.Cor de Olho: Cor da íris.Pigmentação: Coloração ou descoloração de uma região por um pigmento.Ecocardiografia Doppler em Cores: Ecocardiografia por aplicação do efeito Doppler, com a sobreposição do fluxo de informação em cores em uma escala graduada numa imagem de tempo real.Pigmentação em Prótese: Pigmentação, sombreamento ou tingimento de componentes, dispositivos e materiais protéticos.Colorimetria: Qualquer técnica pela qual uma cor não conhecida é avaliada em termos das cores padrão. A técnica pode ser visual, fotoelétrica ou indireta por meio de espectrofotometria. É usada em química e física.Pigmentação da Pele: Coloração da pele.Iluminação: Iluminação do ambiente e arranjo das luzes para se obter um [determinado] efeito ou visibilidade ótima. Usada em casa ou em lugares públicos e nos ambientes médicos e não médicos.Estimulação Luminosa: Técnica de pesquisa usada durante a ELETROENCEFALOGRAFIA em que uma série de flashes de luz brilhante ou padrões visuais são usados para induzir a atividade cerebral.Células Fotorreceptoras Retinianas Cones: Neurônios aferentes fotossensíveis localizados primariamente dentro da FÓVEA CENTRAL da MÁCULA LÚTEA. Há três tipos principais de cones retinianos (vermelho, azul e verde) cujos fotopigmentos apresentam diferentes curvas espectrais de sensibilidades. Os cones retinianos operam na visão da luz do dia (em intensidades fotópicas), proporcionando o reconhecimento de cor e a acuidade visual.Plumas: Estruturas de queratina planas encontradas na superfície da pele de aves. Penas são feitas em parte de um eixo oco revestido de franjas. O conjunto delas constitui a plumagem.Sensibilidades de Contraste: A capacidade de se detectar limites bem definidos (estímulos) e pequenas mudanças de luminosidade em regiões sem contornos distintos. Medidas psicofísicas desta função visual são utilizadas para avaliar acuidade visual e para detectar doenças do olho.Pigmentos Biológicos: Qualquer substância corante normal ou anormal em PLANTAS, ANIMAIS ou micro-organismos.Psicofísica: A ciência que estuda a correlação entre as características físicas dos estímulos, por exemplo, a frequência ou intensidade, com a resposta ao estímulo, com o objetivo de avaliar os fatores envolvidos nesta relação.Receptor Tipo 1 de Melanocortina: Subtipo de receptor de melanocortina encontrado principalmente nos MELANÓCITOS. O receptor mostra especificidade para ALFA-MSH e para o HORMÔNIO ADRENOCORTICOTRÓPICO. A perda de função de mutações do receptor de melanocortina tipo 1 é a causa da maioria dos cabelos ruivos e traços recessivos de pele clara em humanos.Borboletas: Insetos diurnos de corpo delgado que possuem largas asas frequentemente coloridas e padronizadas de forma marcante.Antocianinas: Grupo de FLAVONOIDES derivados dos FLAVONÓIS que perdeu o oxigênio cetônico na posição 4. São versões glicosiladas de cianidina, pelargonidina ou delfinidina. As ligações conjugadas resultam nas cores azul, vermelho e roxo das flores das plantas.Fotografia: Método de produzir imagens em uma superfície sensibilizada por exposição à luz ou outra fonte de energia luminosa.Luz: Parte do espectro eletromagnético nas faixas visível, ultravioleta e infravermelha.Reconhecimento Visual de Modelos: Processo mental para perceber visualmente um número crítico de fatos (o modelo), como caracteres, formas, exposições ou desenhos.Pigmentos da Retina: Complexos proteicos fotossensíveis, de propriedades variáveis de absorção de luz, que são expressos nas CÉLULAS FOTORRECEPTORAS. São OPSINAS conjugadas com cromóforos à base de VITAMINA A. Os cromóforos capturam fótons de luz, levando à ativação das opsinas e a uma cascata bioquímica que, em última instância, excita as células fotorreceptoras.Limiar Sensorial: A quantidade mínima necessária de energia do estímulo para que ele elicie uma resposta sensorial.Espectrofotometria: Arte ou processo de comparar fotometricamente a intensidade relativa da luz em diferentes regiões do espectro.Embalagem de Alimentos: Recipientes, embalagem e materiais de embalagem para alimentos crus e processados e bebidas. Inclui embalagem que se pretende usar para armazenamento e também para preparação de alimentos, como recipientes de alimento para micro-ondas em oposição a UTENSÍLIOS DE ALIMENTAÇÃO E CULINÁRIA. Materiais de embalagem podem ser projetados para contato com o alimento ou designados para não contato, como por exemplo, contêineres para transporte.Carne: As porções comestíveis de qualquer animal usados como comida e que incluem mamíferos domésticos (sendo os principais gado, suínos e ovelha) junto com aves, peixes, moluscos e caça.Discriminação (Psicologia): Respostas diferenciadas para diferentes estímulos.Corantes de Alimentos: Corantes naturais ou sintéticos usados como agentes corantes em alimentos processados.Velocidade do Fluxo Sanguíneo: Valor igual ao volume total do fluxo dividido pela área de secção do leito vascular.Polimento Dentário: Criação de um acabamento de superfície lisa e polida em uma dentadura ou amálgama.Adaptação Ocular: Ajuste visual às variações na intensidade da luz. Adaptação à luz resulta do ajuste visual quando o limiar de luz é aumentado; a ADAPTAÇÃO À ESCURIDÃO ocorre quando a iluminação é muito reduzida.Percepção de Forma: A discriminação sensorial de uma forma ou esboço.Proteína Agouti Sinalizadora: Proteína secretada de aproximadamente 131 aminoácidos (dependendo da espécie) que regula a síntese de eumelanina (marrom/preto) em MELANÓCITOS. A proteína agouti antagoniza a sinalização dos RECEPTORES DE MELANOCORTINA e possui ampla distribuição entre o TECIDO ADIPOSO, GÔNADAS e CORAÇÃO. Sua máxima expressão em camundongos agouti resulta na cor do pelo amarelo uniforme, OBESIDADE e deficiências metabólicas semelhantes ao diabetes tipo II em humanos.Melaninas: Polímeros insolúveis de derivados de TIROSINA (encontrados na pele), causadores do escurecimento da pele (PIGMENTAÇÃO DA PELE), cabelo e penas, e trazem proteção contra QUEIMADURA SOLAR induzida pela LUZ SOLAR. Os CAROTENOS contribuem com as cores amarela e vermelha.Sensibilidade e Especificidade: Medidas de classificação binária para avaliar resultados de exames. Sensibilidade ou taxa de recall é a proporção de verdadeiros positivos. Especificidade é a probabilidade do teste determinar corretamente a ausência de uma afecção. (Tradução livre do original: Last, Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Flores: Órgão reprodutivo das plantas.Descoloração de Dente: Qualquer mudança na tonalidade, cor ou translucência de um dente devido a qualquer causa. Materiais restauradores, drogas (tanto tópicas como sistêmicas), necrose da polpa ou hemorragia podem ser responsáveis.Opsinas: Proteínas fotossensíveis nas membranas de CÉLULAS FOTORRECEPTORAS tais como bastonetes e cones. Opsinas possuem propriedades variáveis de absorção de luz e são membros da família de RECEPTORES ACOPLADOS A PROTEÍNAS G. Seus ligantes são cromóforos dependentes de VITAMINA A.Tecnologia de Alimentos: Aplicação da ciência e da tecnologia para a utilização eficiente e eficaz dos alimentos para assegurar que estarão o mais disponível possível e para manter ou aumentar seu valor nutritivo e para melhorar ou modificar suas características organolépticas. Usualmente em referência à produção e preparação de alimentos em grande escala: abrange aroma, sabor, cor, textura, temperatura, preparação, cozimento, empacotamento, etc.Atenção: Ato de focalizar certos aspectos da experiência atual e excluir outros. É o ato de levar em consideração, de notar ou de se concentrar.Percepção Visual: A seleção e organização dos estímulos visuais com base na experiência anterior do indivíduo.Ultrassonografia Doppler de Pulso: Ultrassonografia por aplicação do efeito Doppler, com detecção de velocidade combinada com resolução à distância. Curtos disparos de ultrassom são transmitidos a intervalos regulares e os ecos são detectados quando retornam.Imersão: A colocação de um corpo ou de parte dele em um líquido.Materiais Dentários: Materiais usados na produção de bases dentais, restaurações, impressões, próteses, etc.Ilusões Ópticas: Ilusão da visão que geralmente modifica as relações espaciais.Natureza: Sistema [constituído] por todos os fenômenos [que ocorrem] no espaço e no tempo; o conjunto da realidade física. É um conceito científico e filosófico que aparece em todas as eras históricas.Córtex Visual: Área do LOBO OCCIPITAL relacionada com o processamento da informação visual transmitida pelas VIAS VISUAIS.Reprodutibilidade dos Testes: Propriedade de se obter resultados idênticos ou muito semelhantes a cada vez que for realizado um teste ou medida. (Tradução livre do original: Last, 2001)Sinais (Psicologia): Sinais para uma ação; a porção específica do campo perceptivo ou do padrão de estímulos aos quais o indivíduo aprendeu a responder.Percepção de Movimento: O movimento real ou aparente dos objetos através do campo visual.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Resinas Compostas: Resinas sintéticas que contêm um expansor inerte, muito utilizadas em odontologia.Tempo de Reação: Tempo desde o início de um estímulo até que uma resposta seja observada.Pós-Imagem: A continuação da impressão visual após o desaparecimento do estímulo causador da imagem original.Processamento de Imagem Assistida por Computador: Técnica de entrada de imagens bidimensionais em um computador e então realçar ou analisar a imagem em uma forma que é mais útil ao observador humano.Teste de Materiais: Teste de materiais e dispositivos, especialmente os usados para PRÓTESES E IMPLANTES; SUTURAS; ADESIVOS TECIDUAIS, etc., para dureza, força, durabilidade, segurança, eficácia e biocompatibilidade.Resinas AcrílicasCiclídeos: Nome vulgar de peixes (família Cichlidae, subordem Labroidei, ordem PERCIFORMES) semelhantes a perca.Abelhas: Insetos da superfamília Apoidea encontradas em praticamente todo lugar, particularmente sobre flores. Por volta de 3500 espécies ocorrem na América do Norte. Diferem da maioria das VESPAS pelo fato de que suas crias são alimentadas com mel e pólen, ao invés de alimento de origem animal.S-Nitrosotióis: Grupo de enxofre orgânico que contém nitritos e alquil tionitritos. Os S-nitrosotióis incluem os compostos S-NITROSO-N-ACETILPENICILAMINA e o S-NITROSOGLUTATIONA.Fenótipo: Aparência externa do indivíduo. É o produto das interações entre genes e entre o GENÓTIPO e o meio ambiente.Prótese Maxilofacial: Aparelho protético para a substituição de áreas do maxilar, mandíbula e face, perdidas como resultado de deformidade, doença, lesão ou cirurgia. Quando a prótese substitui somente porções da mandíbula, é referida como PRÓTESE MANDIBULAR.Fundo de Olho: Região côncava interior do olho, consistindo da retina, da coroide, da esclera, do disco óptico e dos vasos sanguíneos, observada através do oftalmoscópio.Corantes: Compostos químicos ou substâncias que dão cor incluindo tinturas solúveis e pigmentos insolúveis. São usados em TINTAS, PINTURAS e como INDICADORES E REAGENTES.Dente Artificial: Dente fabricado que substitui um dente natural em uma prótese. Geralmente é feito de porcelana ou plástico.Visão Ocular: Processo no qual sinais luminosos são transformados por CÉLULAS FOTORRECEPTORAS em sinais elétricos que podem, então, ser transmitidos ao encéfalo.Campos Visuais: Área total ou espaço visível na visão periférica de uma pessoa com o olho direcionado para frente.Microespectrofotometria: Técnica analítica para estudo das substâncias presentes nas concentrações enzimáticas em células únicas, in situ, pela medida da absorção da luz. A faixa de luz de uma lâmpada de tungstênio ou um arco de xenônio é dispersa por um raio de iluminação monocromática no sistema ótico de um microscópio. A absorbância da luz é medida (em nanômetros) pela comparação da diferença entre a imagem da amostra e a imagem de referência.Opsinas de Bastonetes: Proteínas fotossensíveis expressas nas CÉLULAS FOTORRECEPTORAS RETINIANAS BASTONETES. São os componentes proteicos dos pigmentos fotorreceptores dos bastonetes, como a RODOPSINA.Clareamento Dental: Uso de um agente oxidante químico para clarear os DENTES. Em alguns procedimentos, o processo de oxidação é ativado pelo uso de calor ou luz.Fechamento Perceptivo: Tendência de perceber um padrão ou objeto incompletos como completos ou inteiros. Inclui a Lei Gestáltica do Fechamento.