Conglomerados Espaço-Temporais: Excesso estatisticamente significante de casos de uma doença ocorrendo dentro de um determinado espaço e tempo.Análise Espaço-Temporal: Técnicas que estudam as entidades por meio do uso de suas propriedades topológicas, geométricas ou geográficas e incluem a dimensão tempo na análise.Sistemas de Informação Geográfica: Sistemas de computação capazes de reunir, armazenar, manipular e exibir informação geograficamente referenciada, i. é, dados identificados de acordo com suas localizações.Medidas em Epidemiologia: Cálculos estatísticos sobre a ocorrência de doenças ou outras condições relacionadas com a saúde em populações definidas.Fenômenos Físicos: As entidades de matéria e energia, e os processos, princípios, propriedades e relacionamentos que descrevem sua natureza e interações.Análise por Conglomerados: Conjunto de métodos de estatística usados para agrupar variáveis ou observações em subgrupos altamente inter-relacionados. Em epidemiologia, pode-se usar para analisar séries de grupos de eventos com grande afinidade entre si ou casos de doença ou outros fenômenos relacionados à saúde cujos modelos de distribuição sejam bem definidos com respeito a tempo ou espaço, ou a ambos.Surtos de Doenças: Aumento repentino na incidência de uma doença. O conceito inclui EPIDEMIA e PANDEMIA.Inocuidade dos Alimentos: Atividades que envolvem a garantia da segurança dos ALIMENTOS, incluindo o impedimento de contaminação por bactérias ou outros tipos de contaminação.Análise Espacial: Técnicas que estudam as entidades por meio do uso de suas propriedades topológicas, geométricas ou geográficas.Geografia: Ciência que estuda a terra e sua vida, especialmente a descrição da terra, mar e ar e a distribuição da vida vegetal e animal, incluindo a humanidade e suas indústrias referentes às relações mútuas destes elementos. (Tradução livre do original: Webster, 3d ed)Vigilância da População: Exame minucioso de uma população (população em geral, estudo de população, objetivo da população, etc.) geralmente usando métodos notáveis por sua praticabilidade, uniformidade e frequentemente por sua rapidez e mais ainda por sua completa precisão.Distribuição de Poisson: Função de distribuição usada para descrever a ocorrência de acontecimentos raros ou para descrever a distribuição da amostragem de cálculos isolados em intervalos de tempo ou espaço contínuos.Topografia Médica: Agrimensura, mapeamento, desenho e descrição sistemática de sítios geográficos específicos, em relação aos aspectos físicos que se acredita influenciarem sobre a saúde e a doença. A topografia médica deve ser diferenciada da EPIDEMIOLOGIA, pois a primeira enfatiza a geografia, enquanto que a segunda enfatiza os surtos de doenças.Doenças dos AnimaisGado: Animais domesticados criados para uso próprio ou comercialização, mas que exclui a criação de AVES DOMÉSTICAS. Caracteristicamente, o termo gado inclui BOVINOS, CARNEIROS, CAVALOS, SUÍNOS, CABRAS e outros.Álcool Feniletílico: Agente antimicrobiano, antisséptico e desinfetante utilizado também como essência aromática e conservante em farmácia e perfumaria.Informática em Saúde Pública: Aplicação sistemática das ciências da informação e da computação à prática, pesquisa e aprendizado em saúde pública.Meio Ambiente Extraterreno: Ambiente fora da Terra ou de sua atmosfera. Pode se referir a uma cabine fechada (como um ônibus espacial ou uma estação espacial) ou ao espaço propriamente, a lua ou outros planetas.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Hepatopatias Parasitárias: Doenças hepáticas causadas por infecções com PARASITAS, como as tênias (CESTÓIDEOS) e TREMATÓDEOS.Método de Monte Carlo: Certas classes de problemas de probabilidade em álgebra e estatística são difíceis de resolver por análise matemática. Em tais casos eles podem ser estudados por experimentos aleatórios que simulam o evento natural.Modelos Estatísticos: Representação de um sistema, processo ou relação através de uma fórmula matemática em que se usam as equações para inferir ou estimar seu funcionamento ou inter-relação.Matadouros: Lugares onde animais são sacrificados e preparados para a comercialização.New MexicoModelos Teóricos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou atividade dos sistemas, processos ou fenômenos. Eles incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Estações do Ano: Estações do ano: Divisões do ano de acordo com algum fenômeno regularmente recorrente, geralmente astronômico ou climático. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed) Variações sazonais: Diferenças sazonais na ocorrência de eventos vitais.Dengue: Doença febril aguda transmitida por picada de mosquitos AEDES infectados com o VÍRUS DA DENGUE. É autolimitada e caracterizada por febre, mialgia, cefaleia e exantema. A DENGUE GRAVE é uma forma mais virulenta da dengue.Tempo: 1) Dimensão do universo físico que, em um determinado lugar, ordena a sequência de eventos. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed) (MeSH 2009) 2) Arranjo sequencial de todos os eventos, ou o intervalo entre dois eventos em tal sequência. O conceito de tempo pode ser discutido em vários níveis diferentes: físico, psicológico, filosófico e científico, e biológico (tradução livre do original: Columbia Electronic Encyclopedia, sixth edition, Columbia University Press, 2003, citada em http://www.answers.com/time). 3) Duração relativa das coisas que cria no ser humano a ideia de presente, passado e futuro; período contínuo e indefinido no qual os eventos se sucedem (Dicionário Eletrônico Houaiss da Língua Portuguesa, 2002). 4) Magnitude física que mede a duração das coisas sujeitas a mudança, isto é, o lapso que transcorre entre dois eventos consecutivos que se medem de um passado para um futuro, passando pelo presente. É a magnitude que permite parametrizar a mudança e ordenar os sucessos em sequências, estabelecendo um passado, um presente e um futuro, e dá lugar ao Princípio de causalidade, um dos axiomas do método científico. Sua unidade básica no Sistema Internacional é o segundo. Seu símbolo é s; por ser um símbolo e não uma abreviatura, não se deve escrever com maiúscula, escrever como "seg. ou acrescentar um ponto posterior. (tradução livre do original: http://es.wikipedia.org/wiki/Tiempo)Incidência: Número de casos novos de doenças ou agravos numa determinada população e período.Percepção Espacial: O reconhecimento das propriedades espaciais do objeto; inclui espaço físico.Transmissão de Doença Infecciosa: Transmissão de doença ou patógenos infecciosos. Quando a transmissão for dentro da mesma espécie, o modo pode ser [chamado] horizontal ou vertical (TRANSMISSÃO VERTICAL DE DOENÇA INFECCIOSA).Inglaterra