Clotrimazol: Derivado imidazólico com largo espectro de atividade antimicótica. Inibe a biossíntese do esterol ergostol, um componente importante das MEMBRANAS CELULARES fúngicas. Sua ação acarreta permeabilidade aumentada da membrana e aparente rompimento de sistemas enzimáticos ligados à membrana.Miconazol: Agente imidazólico antifúngico usado topicamente e por infusão intravenosa.Econazol: Derivado de imidazol usado comumente como agente antimicótico tópico.Candidíase Vulvovaginal: Infecção da VULVA e da VAGINA por fungo do gênero CANDIDA.Antifúngicos: Substâncias que destroem fungos ao suprimir sua capacidade para crescer ou se reproduzir. Diferem dos FUNGICIDAS INDUSTRIAIS porque são defensores contra os fungos presentes em tecidos humanos ou de outros animais.Griseofulvina: Antifúngico usado no tratamento de infecções por TINEA.Cetoconazol: Agente antifúngico de largo espectro usado por longos períodos em altas doses, especialmente nos pacientes imunossuprimidos.Canais de Potássio Ativados por Cálcio de Condutância Intermediária: Principal classe de canais de potássio ativados por cálcio que foram originalmente descobertos nos ERITRÓCITOS. São encontrados principalmente em CÉLULAS não excitáveis e estabelecem os gradientes elétricos para o transporte passivo de íons.Imidazóis: Compostos contendo 1,3-diazol, um composto aromático pentacíclico contendo dois átomos de nitrogênio separados por um dos carbonos. Entre os imidazóis quimicamente reduzidos estão as IMIDAZOLINAS e IMIDAZOLIDINAS. Diferenciar do 1,2-diazol (PIRAZÓIS).Trichophyton: Gênero fúngico mitospórico e forma anamórfica de Arthroderma. Várias espécies atacam a pele, unhas e cabelos.Balanite: Inflamação da cabeça do PÊNIS (glande).Derivados de BenzenoTinha dos Pés: Lesão dermatológica prurídica nos pés, causada por Trichophyton rubrum, T. mentagrophytes ou Epidermophyton floccosum.Fita Cirúrgica: Tira plana e flexível de material usado para cobrir ou fixar tecido lesionado.Creme para a Pele: Preparação medicinal solúvel em água aplicada à pele.Epidermophyton: Gênero fúngico que cresce na epiderme e é a causa de TINHA.Candida albicans: Fungo unicelular de brotamento que é a principal espécie patogênica causadora de CANDIDÍASE (monilíase).Proadifeno: Inibidor do metabolismo de drogas e da atividade do SISTEMA ENZIMÁTICO DO CITOCROMO P-450.Azóis: Anéis com cinco membros contendo um átomo de NITROGÊNIO.Tinha: Infecção fúngica de tecidos queratinizados como cabelo, pele e unhas. Os principais fungos causadores incluem MICROSPORUM, TRICHOPHYTON, e EPIDERMOPHYTON.Pessários: Dispositivos introduzidos na vagina para fornecer suporte ao útero ou reto deslocados. Os pessários são usados em situações como PROLAPSO UTERINO, CISTOCELE ou RETOCELE.Sistema Enzimático do Citocromo P-450: Superfamília de centenas de HEMEPROTEÍNAS intimamente relacionadas encontradas por todo o espectro filogenético desde animais, plantas, fungos e bactérias. Incluem numerosas monooxigenases complexas (OXIGENASES DE FUNÇÃO MISTA). Em animais, estas enzimas P-450 atuam em duas importantes funções: (1) biossíntese de esteroides, ácidos graxos e ácidos e sais biliares; (2) metabolismo de subtratos endógenos e uma grande variedade de exógenos, como toxinas e drogas (BIOTRANSFORMAÇÃO). São classificados de acordo com a semelhança entre suas sequências mais do que suas funções dentro das famílias de gene CYP (mais de 40 por cento de homologia) e subfamílias (mais de 59 por cento de homologia). Por exemplo, enzimas das famílias de gene CYP1, CYP2 e CYP3 são responsáveis pela maioria do metabolismo da droga.Vulvovaginite: Inflamação da VULVA e VAGINA caracterizada por erupção, queimadura e PRURIDO.