Araceae: Família de plantas monocotiledôneas da ordem Arales, subclasse Arecidae, classe Liliopsida. Muitos membros contêm ÁCIDO OXÁLICO e oxalato de cálcio (OXALATOS).Amorphophallus: Gênero de plantas da família ARACEAE cujos membros contêm glicomananas de konjac (MANANAS) e SEROTONINA.Arisaema: Gênero de plantas da família ARACEAE. As espécies possuem raizes tuberosas sem caule.Philodendron: Gênero de plantas da família ARACEAE. Como também é planta de interior, são frequentes os casos de intoxicação de crianças e animais.Inflorescência: Agrupamento de FLORES (em oposição a uma flor solitária) organizado em uma haste principal da planta.Alismatidae: Subclasse de plantas da classe Liliopsida (monocotiledôneas) no sistema de classificação de Chronquist, equivalente à ordem Alismatales no sistema de classificação APG. É um grupo primitivo de plantas mais ou menos aquáticas.Colocasia: Gênero de plantas da família ARACEAE. Seus membros contêm oxalato de cálcio (amargo e irritante) e LECTINAS. Os polinésios usam a raiz para a confecção do típico 'poi'. Os nomes vulgares inhame-taioba e inhame-coco podem ser confundidos com outras plantas da família ARACEAE, com XANTHOSOMA, ou com o cará comum (DIOSCOREA).Alocasia: Gênero de plantas da família ARACEAE cujos membros contêm beta-glucosidases e inibidores de tripsina.Angiospermas: Membros do grupo de plantas vasculares que possuem flores. São diferenciadas das GIMNOSPERMAS por sua produção de sementes dentro de câmaras (OVÁRIO VEGETAL). A divisão de Angiospermas é composta por duas classes: as monocotiledôneas (Liliopsida) e as dicotiledôneas (Magnoliopsida). As angiospermas representam aproximadamente 80 por cento de todas as plantas vivas conhecidas.