Alginatos: Sais do ácido algínico extraídos de algas pardas marinhas grandes e usados para fazer moldagens odontológicas e como material absorvente para curativos cirúrgicos.Ácidos Hexurônicos: Termo utilizado para designar os ácidos tetraidroxi aldeídicos pela oxidação do açúcar hexose, i. é, ácido glucurônico, ácido galacturônico, etc. Historicamente, o nome do ácido hexurônico foi originalmente dado ao ácido ascórbico.Ácido Glucurônico: Ácido de açúcar formado pela oxidação do carbono C6 da GLUCOSE. Além de ser um metabólito intermediário central da via do ácido urônico, o ácido glucurônico também desempenha papel na desentoxicação de certos medicamentos e toxinas por meio de sua conjugação com eles, formando GLUCURONÍDEOS.Polissacarídeo-Liase: Grupo de carbono-oxigênio liases. Estas enzimas catalisam a quebra de uma ligação carbono-oxigênio nos polissacarídeos, levando a um produto insaturado e à eliminação de um álcool. EC 4.2.2.Células Imobilizadas: Células microbianas, vegetais ou animais que são imobilizadas pela fixação a estruturas sólidas, usualmente uma matriz colunar. Um uso comum de células imobilizadas está na biotecnologia para a conversão de um substrato em um produto específico.Pseudomonas aeruginosa: Espécie de bactérias em bastonete, gram-negativas e aeróbias, comumente isoladas de amostras clínicas (feridas, queimaduras e infecções do trato urinário). Também é amplamente distribuída no solo e na água. P. aeruginosa é um dos principais agentes de infecção hospitalar.Isótopos de Estrôncio: Átomos de estrôncio estáveis que possuem o mesmo número atômico que o elemento estrôncio, porém diferem em relação ao peso atômico. Sr-84, 86, 87 e 88 são isótopos estáveis de estrôncio.Materiais para Moldagem Odontológica: Substâncias usadas para criar uma impressão ou reprodução negativa dos dentes e das arcadas dentárias. Estes materiais incluem moldes, cementos dentários, pastas de óxidos metálicos, materiais com base de silicone ou materiais elastoméricos.Laminaria: Gênero de ALGAS PARDAS (família Laminariaceae). Pedaços secos destas algas (forma de lápis) podem ser inseridos no colo uterino onde absorvem líquido e se dilatam, servindo como dilatadores osmóticos.Desidrogenases de Carboidrato: Catalisam reversivelmente a oxidação de um grupo hidroxila dos carboidratos para formar um cetoaçúcar, aldeído ou lactona. Qualquer aceptor, exceto o oxigênio molecular, é permitido. Inclui EC 1.1.1., EC 1.1.2 e 1.1.99.Cápsulas: Cápsulas duras ou moles solúveis utilizadas para a administração oral de medicamento.Microesferas: Pequenas partículas esféricas de tamanho uniforme e dimensões micrométricas, frequentemente marcadas com radioisótopos ou vários reagentes que atuam como etiquetas ou marcadores.Ácidos Urônicos: Ácidos derivados de monossacarídeos por oxidação do grupo álcool primário (-CH2OH) removido do grupo carbonil em um grupo carboxila (-COOH); p. ex., ácido glicurônico. (Stedman, 25a ed)Hidrogéis: Macromoléculas hidrofílicas rígidas, com malha tridimensional contendo ligações intercruzadas, inchada (swollen) com 20-95 por cento de água. Usados em pinturas, tintas para impressão, alimentos, fármacos e cosméticos.Sphingomonas: Gênero de bactérias Gram-negativas aeróbias, em forma de bastonete, que são caracterizadas por membrana externa que contém glicoesfingolipídeos, mas não contém lipopolissacarídeos. Possuem a habilidade de degradar ampla variedade de compostos aromáticos substituídos.Quitosana: QUITINA desacetilada, polissacarídeo linear de beta-1,4-D-glucosamina desacetilada. É utilizada em HIDROGEL e para tratar ferimentos.Géis: Coloides com uma fase sólida contínua e líquido como a fase dispersa. Os géis podem ser instáveis quando a fase sólida se liquefaz devido à temperatura ou outra causa. O coloide resultante é chamado um sol.Manose-6-Fosfato Isomerase: Enzima que catalisa a isomerização reversível de D-manose-6-fosfato para formar D-frutose-6-fosfato, um passo importante na glicólise. EC 5.3.1.8.Ácido Silícico: Forma hidratada de dióxido de silício encontrado na natureza. É comumente usado na manufatura de CREMES DENTAIS e como fase estacionária em CROMATOGRAFIA.Composição de Medicamentos: Preparação, dosagem e montagem de uma droga.Desinfetantes de Equipamento Odontológico: Compostos químicos especialmente indicados para uso nos instrumentos odontológicos, e que destroem os organismos patogênicos.Azotobacter vinelandii: Espécie de bactérias Gram-negativas, aeróbicas, isoladas pela primeira vez no solo de Vineland (Nova Jersey). Utiliza amônio e nitrato como fonte de nitrogênio. Distingue-se de outros membros do gênero pela capacidade para utilizar ramnose como fonte de carbono (Tradução livre do original: Bergey's Manual of Determinative Bacteriology, 9th ed).Macrocystis: Gênero de ALGAS PARDAS da família Lessoniaceae e uma das principais formas de KELP. A espécie Macrocystis pyrifera, também conhecida como kelp gigante, é a maior das algas marinhas.Hidrogel: Rede de macromoléculas hidrofílicas inter-relacionadas utilizadas em aplicações biomédicas.Fosfotransferases (Fosfomutases): Grupo de enzimas que catalisam uma transferência intramolecular de um grupo fosfato. Foi mostrado, em alguns casos, que a enzima tem um grupo fosfato funcional, que pode agir como o doador. Foram listados previamente como FOSFOTRANSFERASES (EC 2.7.-). EC 5.4.2.Sulfato de Cálcio: Sal de cálcio utilizado para várias finalidades: como dessecante em material de construção, na odontologia como material de impressão (molde ou tintura), em medicina para imobilizar moldes e como excipiente de comprimidos. Há várias formas e estados de hidratação. O gesso comum é uma mistura de gesso pulverizado e fermentado.