Água do Mar: Água salinizada dos OCEANOS E MARES que supre habitat para organismos marinhos.Brânquias: Órgãos respiratórios aos pares de peixes e alguns anfíbios, análogos aos pulmões. São abundantemente supridos de vasos sanguíneos pelo qual o oxigénio e dióxido de carbono são trocados diretamente com o ambiente.Microbiologia da Água: Presença de bactérias, vírus e fungos na água. A expressão não se restringe [apenas] aos organismos patogênicos.Ostreidae: Família de moluscos marinhos (classe BIVALVIA) comumente conhecidos por ostras. Possuem concha áspera e irregular, fechada por um único músculo adutor.RNA Ribossômico 16S: Constituintes da subunidade 30S dos ribossomos procarióticos contendo 1600 nucleotídeos e 21 proteínas. O RNAr 16S encontra-se envolvido no início da síntese polipeptídica.Água Doce: Água contendo quantidades insignificantes de sais, como as águas dos RIOS e LAGOS.Biologia Marinha: Estudo da origem, estrutura, desenvolvimento, crescimento, função, genética e reprodução de organismos que habitam os OCEANOS E MARES.DNA Ribossômico: Sequências de DNA que codificam o RNA RIBOSSÔMICO e os segmentos de DNA separando os genes individuais do RNA ribossômico, citados como DNA ESPAÇADOR RIBOSSÔMICO.Filogenia: Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.Salinidade: Grau de conteúdo salino, que é basicamente a CONCENTRAÇÃO OSMOLAR de CLORETO DE SÓDIO mais quaisquer outros SAIS presentes. É um fator ecológico de considerável importância, que influencia os tipos de organismos que vivem em um MEIO AMBIENTE.Vibrio: Gênero de VIBRIONACEAE composto de curtos bacilos ligeiramente curvos, com motilidade, que são Gram-negativos. Várias espécies produzem cólera e outros distúrbios gastrointestinais, bem como causam aborto em ovelhas e vacas.Oceanos e Mares: Grandes extensões de água salgada que, juntas, cobrem mais de 70 por cento da superfície da Terra. Mares podem ser totalmente ou parcialmente rodeados por terra e são menores do que os cinco oceanos (Atlântico, Pacífico, Índico, Ártico e Antártico).Aclimatação: Adaptação a um novo ambiente ou a uma transformação [ocorrida] na velha.Gammaproteobacteria: Grupo de proteobactérias que compreende bactérias Gram-negativas fermentadoras e facultativamente anaeróbias.Composição de Bases: Quantidades relativas de PURINAS e PIRIMIDINAS em um ácido nucleico.Rhodobacteraceae: Família da ordem Rhodobacterales, classe ALPHAPROTEOBACTERIA.Fundulidae: Família de peixes pequenos que vivem na superfície e habitam águas frescas e salobras, e áreas da costa marinha.Bivalves: Classe (do filo MOLLUSCOS) composta por mexilhões, moluscos bivalves, OSTRAS, berbigão e vieiras. Caracterizados por uma concha articulada (com simetria bilateral) e um pé muscular (usado para escavação e ancoragem).Flavobacteriaceae: Família de bactérias da ordem Sphingobacteriales, classe Sphingobacteria. São bacilos Gram-negativos, a maioria saprófita em habitats terrestres e aquáticos.Antozoários: Classe (filo CNIDARIA)composta principalmente por corais e anêmonas. Todos os membros são pólipos, o estágio de medusa é completamente ausente.AnguillaOceano PacíficoCarbonato de Cálcio: Sal de cálcio do ácido carbônico (CaCO3). Existe na natureza na forma de cristal ou pó inodoro e insípido. É utilizado terapeuticamente como um tampão fosfato em tratamentos de hemodiálise e como suplemento de cálcio.DNA Bacteriano: Ácido desoxirribonucléico que forma o material genético de bactérias.Enguias: Nome vulgar de peixes (ordem Anguilliformes) teleósteos vorazes e alongados (forma de serpente).Equilíbrio Hidroeletrolítico: Equilíbrio de líquidos nos COMPARTIMENTOS LÍQUIDOS CORPORAIS, ÁGUA CORPORAL total, VOLUME SANGUÍNEO, ESPAÇO EXTRACELULAR, ESPAÇO INTRACELULAR, mantidos por processos no corpo que regulam a captação e excreção de ÁGUA e ELETRÓLITOS, particularmente SÓDIO e POTÁSSIO.Alphaproteobacteria: Classe do filo PROTEOBACTÉRIAS que apresentam dois fenótipos principais: bactérias não sulfúricas púrpura e bactérias aeróbicas com bacterioclorofila.Cloreto de Sódio: Sal de sódio ubíquo que é comumente usado para temperar comida.Salmo salar: Espécie de SALMON, comercialmente importante, (família SALMONIDAE, ordem Salmoniformes) que ocorre no Atlântico norte.Análise de Sequência de DNA: Processo de vários estágios que inclui clonagem, mapeamento físico, subclonagem, determinação da SEQUÊNCIA DE DNA e análise de informação.Aquicultura: Cultivo dos recursos naturais da fauna aquática.Doenças dos Peixes: Doenças dos peixes de aquário, marinhos ou de água fresca. Este termo inclui doenças de ambos os peixes, teleostes (peixes verdadeiros) e elasmobranches (tubarões, raias e skates).Processos Heterotróficos: Processos pelos quais os organismos utilizam substâncias orgânicas como fonte de nutrientes. Diferem dos PROCESSOS AUTOTRÓFICOS que utilizam substâncias inorgânicas simples como fonte nutricional, os heterótrofos podem ser quimio-heterótrofos (ou quimiorganotróficos), que também necessitam de substâncias orgânicas, como a glucose, para suas necessidades energéticas metabólicas primárias, ou foto-heterotróficos (ou fotorganotróficos) que obtêm suas necessidades energéticas primárias da luz. Dependendo das condições ambientais, alguns organismos podem alternar entre os diferentes tipos de nutrição (autotrofia, heterotrofia, quimiotrofia ou fototrofia) para utilizar as diferentes fontes para suprir suas necessidades nutricionais e energéticas.Regiões Antárticas: O continente situado ao redor do Polo Sul e das águas meridionais dos Oceanos Atlântico, Pacífico e Índico. Inclui as Dependências das Ilhas Falkands.Tilápia: Peixe (família Cichlidae) de água doce, usado como organismo experimental e como alimento. Os membros deste gênero (CÍCLIDES) habitam nas Américas Central e do Sul (uma espécie estende-se ao norte até o Texas), na Índia Ocidental, África, Madagascar, Síria e na costa da Índia.Mar MediterrâneoPlâncton: Comunidade de PLANTAS e ANIMAIS aquáticos muito pequenos e BACTÉRIAS fotossintetizantes que são flutuantes ou suspendidas na água, com pequeno ou nenhum poder de locomoção. São divididos em FITOPLÂNCTON e ZÔOPLANCTON.Ácidos Graxos: Ácidos monobásicos orgânicos derivados de hidrocarbonetos pela oxidação equivalente de um grupo metil em um álcool, aldeído e, então, ácido. Ácidos graxos são saturados e não saturados (ÁCIDOS GRAXOS NÃO SATURADOS).Frutos do Mar: Invertebrados aquáticos que pertencem ao filo dos MOLUSCOS ou o subfilo dos CRUSTÁCEOS e utilizados como alimento.Técnicas de Tipagem Bacteriana: Procedimentos para identificação de tipos e variedades de bactérias. Os sistemas de tipagem mais frequentemente empregados são TIPAGEM DE BACTERIÓFAGO e SOROTIPAGEM bem como tipagem de bacteriocinas e biotipagem.Genes de RNAr: Genes encontrados tanto nos procariotos como nos eucariotos, que são transcritos para produzir o RNA que é incorporado nos RIBOSSOMOS. Os genes dos RNAr procarióticos geralmente são encontrados em óperon dispersados no GENOMA, enquanto os genes dos RNAr eucarióticos são unidades transcritivas multicistrônicas agrupadas.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Sedimentos Geológicos: Massa de material sólido fragmentado, orgânico ou inorgânico, ou o próprio fragmento sólido, que vem do desgaste das rochas, sendo transportado, suspenso ou aprisionado pelo ar, água ou gelo. Refere-se também a uma massa acumulada por qualquer outro agente natural e que se deposita em camadas na superfície terrestre, como areia, pedregulhos, lodo, lama, terra ou argila.Bactérias: Um dos três domínios da vida, também denominado Eubacterias (os outros são Eukarya e ARCHAEA). São micro-organismos procarióticos, unicelulares, com parede celular geralmente rígida. Multiplicam-se por divisão celular e apresentam três formas principais: redonda (cocos), bastonete (bacilos) e espiral (espiroquetas). Podem ser classificadas pela resposta ao OXIGÊNIO (aeróbicas, anaeróbicas, ou anaeróbicas facultativas), pelo modo de obter energia: quimiotróficas (via reação química) ou PROCESSOS FOTOTRÓFICOS (via reação com luz), quimiotróficas, pela fonte de energia química. As quimiolitotróficas (a partir de compostos inorgânicos) ou CRESCIMENTO QUIMIOAUTOTRÓFICO (a partir de compostos orgânicos), e pela fonte de CARBONO, NITROGÊNIO, etc. PROCESSOS HETEROTRÓFICOS (a partir de fontes orgânicas) e PROCESSOS AUTOTRÓFICOS (a partir de DIÓXIDO DE CARBONO). Podem também ser classificadas por serem coradas ou não (com base na estrutura da PAREDE CELULAR) pelo CRISTAL VIOLETA: Gram-positivas ou Gram-negativas.Poluição Química da Água: Efeitos adversos em corpos aquáticos (LAGOS, RIOS, mares, água subterrânea etc.) causados por POLUENTES QUÍMICOS DA ÁGUA.Poluição da Água: Contaminação de corpos d'água (como LAGOS, RIOS, OCEANOS E MARES e ÁGUAS SUBTERRÂNEAS).Temperatura Ambiente: Propriedade de objetos que determina a direção do fluxo de calor quando eles são posicionados em contato térmico direto. A temperatura é a energia dos movimentos microscópicos (translacionais e de vibração) das partículas dos átomos.Dinoflagelados: EUCARIOTOS flagelados, encontrados principalmente nos oceanos. São caracterizados pela presença de flagelos transversais e longitudinais que impelem os organismos por movimentos de rotação na água. Os dinoflagelados foram outrora membros da classe Phytomastigophorea, sob o antigo paradigma dos cinco reinos.Crassostrea: Gênero de ostras na família OSTREIDAE (classe BIVALVIA).Vibrio parahaemolyticus: Espécie de bactéria encontrada no ambiente marinho, alimentos marinhos e fezes de pacientes com enterite aguda.Peixes: Grupo de vertebrados aquáticos de sangue frio que possuem brânquias, nadadeiras, endoesqueleto ósseo ou cartilaginoso e corpos alongados cobertos com escamas.Aerobiose: Reações vitais ou metabólicas que ocorrem em um meio ambiente contendo oxigênio.Pigmentos Biológicos: Qualquer substância corante normal ou anormal em PLANTAS, ANIMAIS ou micro-organismos.Coreia (Geográfico): Ex-reino, localizado na Península da Coreia, entre o Mar do Japão e o Mar Amarelo, na costa leste da Ásia. Em 1948, a monarquia caiu e foram formados dois países independentes separados pelo paralelo 38.Ecossistema: 1) Sistema funcional que inclui os organismos de uma comunidade natural junto a seu ambiente. (MeSH/NLM)(Tradução livre do original: McGraw Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed) 2)Sistema aberto integrado pelos organismos vivos (inclusive o homem) e os elementos não vivos de um setor ambiental definido no tempo e no espaço, cujas propriedades globais de funcionamento e autorregulação derivam da interação entre seus componentes, tanto pertencentes aos sistemas naturais como aqueles modificados ou organizados pelo próprio homem. 3) Complexo constituído pelo biótopo e pela biocenose (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Decapodiformes: Superordem de CEFALÓPODES composta por lula, siba e seus parentes. Sua característica diferencial é a modificação de seu quarto par de braços em tentáculos, resultando em 10 membros.Recifes de Corais: Vértices marinhos compostos de CORAIS vivos, esqueletos de corais, algas calcáreas e outros organismos, misturados com minerais e matéria orgânica. São encontrados mais comumente em águas tropicais e sustentam outros tipos de vida animal e vegetal. (MeSH/NLM) Recife: Estrutura rochosa, frequentemente coralina, que emerge da superfície do mar ou que se encontra a muito pouca profundidade e que pode representar um perigo para a navegação (Material IV - Glossário de Proteção Civil, OPAS, 1992).Alteromonadaceae: Família de PROTEOBACTÉRIAS Gram-negativas, marinhas, que inclui os gêneros ALTEROMONAS, Colwellia, Idiomarina, MARINOBACTER, MORITELLA, PSEUDOALTEROMONAS e SHEWANELLA.Petróleo: Hidrocarbonetos líquidos e complexos, de ocorrência natural, que após destilação permitem obter combustíveis, compostos petroquímicos e lubrificantes.Vibrioses: As infecções por bactérias do gênero VIBRIO.Incrustação Biológica: Processo pelo qual material indesejado de origem microbiana, vegetal ou animal, ou organismos inteiros se acumulam sobre superfícies feitas pelo homem.Baías: Extensão de água circundada em sua grande maioria por terra, geralmente menor que um golfo e que possui acesso ao mar.Concentração de Íons de Hidrogênio: Normalidade de uma solução com relação a íons de HIDROGÊNIO, H+. Está relacionada com medições de acidez na maioria dos casos por pH = log 1/2[1/(H+)], onde (H+) é a concentração do íon hidrogênio em equivalentes-grama por litro de solução. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Braquiúros: Infraordem de CRUSTÁCEOS predominantemente carnívoros, quase todos marinhos (ordem DECAPODA) composta pelos gêneros: Cancer, Uca e Callinectes.Proteínas de Peixes: Proteínas obtidas de espécies de peixes (PEIXES).Eucariotos: Um dos três domínios da vida (os outros são BACTÉRIAS e ARCHAEA), também chamado de Eukarya. Constituem os organismos cujas células são envolvidas por membranas e possuem um núcleo. Compreendem quase todos os organismos pluricelulares e muitos dos unicelulares, e são tradicionalmente divididos em grupos (algumas vezes chamados reinos) que incluem ANIMAIS, PLANTAS, FUNGOS, várias algas e outros ‘taxa’ que foram previamente parte do antigo reino Protista.Poluentes Químicos da Água: Compostos químicos que poluem a água dos rios, córregos, lagos, mar, reservatórios ou outros corpos aquáticos.Carbonatos: Sais ou íons do teórico ácido carbônico que contêm o radical CO2(3-). Os carbonatos são prontamente decompostos pelos ácidos. Os carbonatos dos metais alcalinos são hidrossolúveis; todos os outros são insolúveis.Poluentes Radioativos da Água: Poluentes, presentes na água ou organismos aquáticos, que exibem radioatividade.Vibrio vulnificus: Espécie de bactérias (gênero VIBRIO) halofílicas, que habitam ÁGUA DO MAR quente. Podem causar infecção nas pessoas que ingerem alimentos marinhos crus contaminados ou nos que têm feridas abertas expostas à água do mar.Linguado: Nome vulgar para duas famílias de LINGUADOS que pertencem à ordem Pleurinectiformes: linguados de olhos esquerdos (Bothidae) e de olhos direitos (Pleuronectidae). Estes últimos são normalmente utilizados em pesquisas.Quinonas: Anéis de hidrocarbonetos que contêm duas partes cetona em qualquer posição. Podem ser substituídos em qualquer posição exceto nos grupos cetonas.Tenacibaculum: Gênero de bactérias do tipo bastonete Gram-negativas da família FLAVOBACTERIACEAE. O gênero Tenacibaculum adere a superfícies de organismos marinhos e é patogênico em peixes.Poríferos: Filo de esponjas (multicelulares) sésseis que alimentam-se de suspensões e utilizam células com flagelos (coanócitos) para a circulação da água. A maioria é hermafrodita. Provavelmente existiu um ramo na escala evolutiva que não originou nenhum grupo de animal. As esponjas são animais marinhos (cerca de 150 espécies de água doce) e fonte de ALCALOIDES, ESTERÓIS e outras moléculas complexas úteis na medicina e pesquisa biológica.SvalbardEsgotos: Líquido ou matéria residual que corre nos esgotos.Bacteroidetes: Filo de bactéria composto de três classes: Bacteroides, Flavobacteria e Sphingobacteria.Pseudoalteromonas: Gênero de BACTÉRIAS GRAM-NEGATIVAS AERÓBICAS de origem marinha. Muitas espécies foram formalmente classificadas como ALTEROMONAS.Moluscos: Filo do reino Metazoa. Moluscos possuem corpos moles, não segmentados com cabeça anterior, massa visceral dorsal e pé ventral. A maioria é revestida por concha protetora calcárea. Composto por classes GASTROPODA, BIVALVIA, CEPHALOPODA, Aplacophora, Scaphopoda, Polyplacophora e Monoplacophora.Filtração: Processo de separação de partículas de um fluido, como ar ou líquido, pela passagem do fluido carreador através de um meio pelo qual as partículas não passarão.Mytilus: Gênero de mexilhões marinhos (família MYTILIDAE, classe BIVALVIA). A espécie MYTILUS EDULIS é o mexilhão comum muito apreciado como alimento.Fitoplâncton: Organismos minusculos que flutuam livremente e são fotossintetizantes. O termo não é taxonômico, referindo-se mais ao estilo de vida (utilização da energia e motilidade) do que ao tipo específico de organismo. Muitos (não todos) são algas unicelulares. Grupos importantes incluem DIATOMÁCEAS, DINOFLAGELADOS, CIANOBACTÉRIAS, CLORÓFITAS, HAPTÓFITOS, CRIPTOMONADES e silicoflagelados.Compostos de Sulfônio: Compostos sulfúreos em que o átomo de enxofre está anexado a três radicais orgânicos e a um elemento eletronegativo ou radical.Vitamina K 2: Grupo de substâncias semelhantes a VITAMINA K 1 que contém o anel 2-metil-1,4-naftoquinona e uma cadeia lateral isoprenoide de um número variável de unidades de isoprenos. Na vitamina K 2, cada unidade de isopreno contém uma dupla ligação. São produzidas por bactérias incluindo a flora intestinal normal.Fenômenos Geológicos: Matéria inanimada da Terra, as estruturas e propriedades desta matéria e os processos que a afetam.Contagem de Colônia Microbiana: Enumeração por contagem direta de CÉLULAS ou ESPOROS viáveis isolados de bactérias, archaea ou fungos capazes de crescerem em MEIOS DE CULTURA sólidos. O método é usado rotineiramente por microbiologistas ambientais para quantificar organismos no AR, ALIMENTOS E ÁGUA; por clínicos, para medir a resistência microbiana dos pacientes e no teste de medicamentos antimicrobianos.Salmão: Peixes dos gêneros ONCORHYNCHUS e Salmo na família SALMONIDAE. São peixes selvagens anádromos que frequentam as águas costais do norte Atlântico e Pacífico. São conhecidos, por serem selvagens, como peixes de pesca esportiva e pela qualidade de sua carne, como alimento.Briozoários: Filo de pequenos animais aquáticos sésseis vivendo como pequenas colônias em tufos. Algumas parecem com hidroides ou corais, mas sua estrutura interna é mais avançada. A maioria dos briozoários são como tapetes, formando finas encrustrações em rochas, conchas ou algas.Calcificação Fisiológica: Processo pelo qual um tecido orgânico se torna endurecido pelo depósito fisiológico de sais de cálcio.Peixes Listrados: Pequenos peixes ovíparos (família Cyprinodontidae) geralmente listrados ou com faixas pretas. São muito utilizados no controle de mosquitos.Organismos Aquáticos: Organismos que vivem na água.Análise por Conglomerados: Conjunto de métodos de estatística usados para agrupar variáveis ou observações em subgrupos altamente inter-relacionados. Em epidemiologia, pode-se usar para analisar séries de grupos de eventos com grande afinidade entre si ou casos de doença ou outros fenômenos relacionados à saúde cujos modelos de distribuição sejam bem definidos com respeito a tempo ou espaço, ou a ambos.ATPase Trocadora de Sódio-Potássio: Enzima que catalisa o sistema de transporte ativo de íons sódio e potássio através da parede celular. Os íons sódio e potássio são intimamente acoplados à ATPase da membrana, que sofre fosforilação e desfosforilação, fornecendo dessa maneira energia para o transporte desses íons contra os gradientes de concentração.Linguados: Nome vulgar da ordem Pleuronectiformes. Grupo peculiar pela assimetria adquirida durante o desenvolvimento (p.ex., um olho migra, ficando adjacente ao outro; nadam do lado em que não há olhos). O LINGUADO, solha, turbot e várias outras espécies fazem parte desta ordem.Larva: Estágio de desenvolvimento em que os seres apresentam forma semelhante a uma minhoca (wormlike) ou a uma lagarta (grublike), após o de ovo no ciclo de vida de insetos, vermes (worms), e outros animais que sofrem metamorfose.Anfípodes: Ordem de CRUSTÁCEOS predominantemente marinhos (mais de 5.500 espécies em mais de 100 famílias). Assim como nos ISOPODA (a outra grande ordem na superordem Peracarida), seus membros parecem camarões, apresentam olhos compostos sésseis e não têm carapaça. Porém, diferentemente dos Isopoda, possuem guelras torácicas e corpo achatado lateralmente.Cytophaga: Gênero de bactérias Gram-negativas deslizantes encontradas no SOLO, HÚMUS, ÁGUA DOCE e habitats marinhos.Tolerância a Sal: Habilidade de organismos de sentir e se adaptar a altas concentrações de sal em seu ambiente.Especificidade da Espécie: Restrição de um comportamento característico, estrutura anatômica ou sistema físico, como resposta imunológica, resposta metabólica ou gene ou variante gênico dos membros de uma espécie. Refere-se às propriedades que diferenciam uma espécie de outra, mas também se usa para níveis filogenéticos superiores ou inferiores ao nível de espécie.Ouriços-do-Mar: Equinodermos ligeiramente achatados e globulares, que possuem conchas frágeis e finas de placas calcárias. São modelos úteis para estudos de FERTILIZAÇÃO e DESENVOLVIMENTO DO EMBRIÃO.Poluentes da Água: Substâncias ou organismos que poluem a água ou corpos aquáticos. Geralmente empregado para poluentes da água ou para aqueles sem título específico.Infecções Protozoárias em Animais: Infecções causadas por organismos unicelulares membros do antigo sub-reino Protozoa. As infecções podem ser experimentais ou veterinárias.Oceanografia: Ciência que estuda os mares e oceanos, seus elementos (águas, fundos, organismos vivos) e a dinâmica do sistema. Seu auge tem se mantido desde o século XIX até hoje. Existem duas motivações principais do estudo: a ecológica, ou protecionista, e a exploração dos recursos marinhos, com amplo predomínio da segunda. O principal organismo internacional é a Comissão Oceanográfica Intergovernamental pertencente a UNESCO. (Tradução livre do original: Material IV - Glosario de Protección Civil, OPS, 1992).Meios de Cultura: Qualquer preparação líquida ou sólida preparada especificamente para o crescimento, armazenamento ou transporte de micro-organismos ou outros tipos de células. A variedade de meios existentes (como os meios diferenciados, seletivos, para teste, e os definidos) permite o cultivo de micro-organismos e tipos celulares específicos. Os meios sólidos são constituídos de meios líquidos que foram solidificados com um agente como AGAR ou GELATINA.Truta: Peixes variados da família SALMONIDAE, geralmente menores que salmões. São majoritariamente restritas a água doce limpa e fresca. Algumas são anadrômicas. São estimadas por suas belas cores, carne rica e saborosa e como pesca esportiva. Os gêneros Salvelinus, Salmo e ONCORHYNCHUS foram introduzidos praticamente no mundo todo.Regiões Árticas: Região que abrange o Oceano Ártico, as terras nele e adjacentes a ele. Inclui a Ponta Barrow (no Alasca), a maioria do Distrito de Franklin no Canadá, dois terços da Groenlândia, o arquipélago de Esvalbarda, o arquipélago de Franz Josef Land, a Lapônia, o arquipélago de Novaya Zemlya e a Sibéria Setentrional. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p66)Poliquetos: Classe de anelídeos marinhos incluindo os vermes de areia, tubários, "clamworms" e vermes de fogo. Também inclui o gênero Myxicola infundibulum.Cloretos: Compostos inorgânicos derivados do ácido clorídrico que contêm o íon Cl-.RNA Bacteriano: Ácido ribonucleico das bactérias, que tem papéis regulatórios e catalíticos, tanto quanto envolvimento na síntese proteica.Fontes Hidrotermais: Nascentes de águas quentes no fundo do oceano. São comumente encontradas próximas a locais de atividade vulcânica como cristas meso-oceânicas.Hepatopâncreas: Forma primitiva de glândula digestória encontrada em ARTRÓPODES marinhos, que contém células similares àquelas encontradas no FÍGADO dos mamíferos (HEPATÓCITOS) e PÂNCREAS.Oceano AtlânticoLocomoção: Movimento ou capacidade para se deslocar de um lugar a outro. Pode se referir a humanos, vertebrados ou invertebrados, e microrganismos.Oceano Índico: Corpo de água que cobre aproximadamente um quinto da área oceânica total da terra, estendendo-se entre a África no oeste, Austrália no leste, Ásia no norte e Antártica no sul. Inclui o Mar Vermelho e o Golfo Pérsico, constitui o terceiro maior oceano depois do OCEANO ATLÂNTICO e do OCEANO PACÍFICO.Adaptação Fisiológica: Mudanças biológicas não genéticas de um organismo em resposta a exigências do MEIO AMBIENTE.Exoesqueleto: Cobertura rígida de animais que incluem MOLUSCOS, TARTARUGAS, INSETOS e crustáceos.Rodófitas: Plantas da divisão Rhodophyta conhecidas comumente como algas vermelhas em que predomina o pigmento vermelho (FICOERITRINA). Entretanto, quando este pigmento é destruído, as algas podem aparecer roxas, castanhas, verdes ou amarelas. Duas substâncias importantes são encontradas nas paredes celulares das algas vermelhas: ÁGAR e CARRAGENINA. Algumas rodofíceas são ALGAS MARINHAS (macroalgas) notáveis.República da Coreia: A capital é Seul. O país, estabelecido em 9 de setembro de 1948, é localizado na parte meridional da Península da Coreia. Faz fronteira ao norte com a República Democrática Popular da Coreia.Espectrofotometria Atômica: Técnicas espectrofotométricas pelas quais o espectro de absorção ou emissão de radiação dos átomos são produzidos e analisados.Serratia: Gênero de bactérias Gram-negativas, facultativamente anaeróbias e em forma de bastonete, que ocorrem no ambiente natural (solo, água e superfícies de plantas) ou como patógenos oportunistas para o homem.Movimentos da Água: Fluxo de água nos corpos hídricos ambientais, como rios, oceanos, fontes, aquários, etc. O termo inclui correntes, marés e ondas.Arbacia: Gênero de OURIÇOS-DO-MAR (família Arbaciidae) que possuem apenas um spheridium (corpo peduncular) por área ambulacrária (contém pés tubulares); a maioria dos ouriços-do-mar possue vários esferídios por área.Alteromonas: Gênero de bacilos Gram-negativos retos ou encurvados que se movem por meio de um único flagelo polar. Membros deste gênero são encontrados em águas costeiras e no oceano aberto.Hidrocarbonetos: Cada um dos compostos químicos resultantes da combinação do carbono com o hidrogênio, substância combustível fóssil que se encontra em jazigos subterrâneos. Este termo refere-se basicamente ao petróleo em todas as suas manifestações, inclusive os petróleo cru, óleo combustível, os lodos, os resíduos petrolíferos e os produtos de refinamento, assim como os listados nos anexos do MARPOL 73/78. (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Diatomáceas: Nome vulgar do filo de ESTRAMENÓPILAS unicelulares microscópicas. A maioria é aquática, sendo encontrada em água doce, salobra e salgada. As diatomáceas são notáveis pela simetria e forma de suas paredes celulares silicosas. Equivalem a 40 por cento do FITOPLÂNCTON, mas nem todas as diatomáceas são planctônicas.