Transfusão de Eritrócitos: Transferência de eritrócitos de um doador a um receptor, ou a reinfusão ao doador.Cinarizina: Derivada da piperazina com atividades bloqueadora do canal de cálcio e de receptor histamínico H1 com propriedades vasodilatadora e antiemética, mas induz aos TRANSTORNOS PARKINSONIANOS.Flunarizina: Flunarizina é um bloqueador seletivo de entrada de cálcio, com propriedades de se ligar à calmodulina e com atividade bloqueadora da histamina H1. É eficaz na profilaxia da enxaqueca, doença vascular periférica oclusiva, vertigem de origem central e periférica e como adjuvante na terapia da epilepsia.Transfusão de Sangue: A introdução de sangue total ou componente de sangue diretamente dentro da corrente sanguínea. (Dorland, 28a ed)Eritrócitos: Células vermelhas do sangue. Os eritrócitos maduros são anucleados, têm forma de disco bicôncavo e contêm HEMOGLOBINA, cuja função é transportar OXIGÊNIO.Perda Sanguínea Cirúrgica: Perda de sangue durante um procedimento cirúrgico.Anemia: Redução no número de ERITRÓCITOS circulantes ou na quantidade de HEMOGLOBINA.Membrana Eritrocítica: Porção semipermeável mais externa do glóbulo vermelho. Após a HEMÓLISE esta membrana é conhecida como 'fantasma'.Transfusão de Plaquetas: Transferência de plaquetas sanguíneas de um doador a um receptor, ou a reinfusão ao doador.Transfusão Total: Retirada repetitiva de pequenas quantidades de sangue e substituição por sangue de um doador, até que uma grande proporção do volume sanguíneo tenha sido substituída. É utilizada no tratamento de eritroblastose fetal, coma hepático, anemia falciforme, coagulação intravascular disseminada, septicemia, queimaduras, púrpura trombótica trombocitopênica e malária fulminante.Transfusão de Sangue Autóloga: Reinfusão de sangue ou produtos de sangue derivados da circulação do próprio paciente. (Dorland, 28a ed)Transfusão de Componentes Sanguíneos: Transferência dos componentes sanguíneos (como eritrócitos, leucócitos, plaquetas e plasma) de um doador para um receptor (ou de volta ao próprio doador). Difere dos procedimentos realizados na PLASMAFERESE e em alguns tipos de CITAFERESE (PLAQUETOFERESE e LEUCAFERESE), pois após a remoção do plasma ou de componentes celulares específicos, o restante é transfundido de volta ao doador.Envelhecimento Eritrocítico: Senescência dos GLÓBULOS VERMELHOS. Sem as organelas que tornam a síntese proteica possível, o eritrócito maduro é incapaz de auto-reparação, reprodução e execução de determinadas funções desempenhadas por outras células. Isso limita a duração da vida média de um eritrócito a 120 dias.Transfusão de Sangue Intrauterina: Transfusão de SANGUE no FETO para tratamento de DOENÇAS FETAIS no útero, como a ERITROBLASTOSE FETAL.Transfusão Feto-Fetal: Passagem de sangue de um feto para outro, através de uma comunicação arteriovenosa ou outra via, em uma gestação de gêmeos monozigóticos. Resulta em anemia em um dos gêmeos e policitemia no outro.Deformação Eritrocítica: Capacidade dos ERITRÓCITOS mudar de forma ao passarem através de espaços estreitos, como a microvasculatura.Proteína 1 de Troca de Ânion do Eritrócito: Uma importante proteína transmembrana integral das MEMBRANAS DOS ERITRÓCITOS. É o intercambiador de ânion responsável pelo transporte eletroneutro de íons cloreto (CLORETOS) em troca com íons bicarbonato (BICARBONATOS), permitindo a absorção e transporte de CO2 pelos ERITRÓCITOS desde os tecidos até os pulmões. Mutações genéticas que resultam na perda da função da proteína têm sido associadas com a ESFEROCITOSE HEREDITÁRIA tipo 4.Hemólise: Destruição de ERITRÓCITOS por muitos agentes causais diferentes, como anticorpos, bactérias, químicos, temperatura e alterações na tonicidade.Contagem de Eritrócitos: Número de glóbulos vermelhos por unidade de volume em uma amostra de SANGUE venoso.Tipagem e Reações Cruzadas Sanguíneas: Teste de eritrócitos para determinar a presença ou ausência de antígenos de grupo sanguíneo, teste de soro para determinar a presença ou ausência de anticorpos a esses antígenos e selecionar a biocompatibilidade sanguínea por reações cruzadas de amostras do doador com amostras do receptor. A reação cruzada é feita antes da transfusão.Hemoglobinas: Proteínas carreadoras de oxigênio dos ERITRÓCITOS. São encontradas em todos os vertebrados e em alguns invertebrados. O número de subunidades de globina na estrutura quaternária da hemoglobina difere entre as espécies. As estruturas variam de monoméricas a uma vasta possibilidade de arranjos multiméricos.