Tempo de Reação: Tempo desde o início de um estímulo até que uma resposta seja observada.Desempenho Psicomotor: A coordenação de um processo (cognitivo) sensorial ou ideacional e uma atividade motora.Atenção: Ato de focalizar certos aspectos da experiência atual e excluir outros. É o ato de levar em consideração, de notar ou de se concentrar.Estimulação Luminosa: Técnica de pesquisa usada durante a ELETROENCEFALOGRAFIA em que uma série de flashes de luz brilhante ou padrões visuais são usados para induzir a atividade cerebral.Comportamento de Escolha: O ato de fazer uma seleção entre duas ou mais alternativas, geralmente após um período de deliberação.Testes Neuropsicológicos: Testes projetados para a avaliação da função neurológica associada a certos comportamentos. São utilizados no diagnóstico de disfunção ou dano cerebral e dos transtornos ou lesões do sistema nervoso central.Inibição (Psicologia): O impedimento ou prevenção de uma resposta comportamental ou verbal apesar do estímulo para aquela resposta estar presente. Em psicanálise, a repressão inconsciente de um processo instintivo.Aprendizagem Seriada: Ato de aprender a produzir uma série de respostas em uma ordem exata.Análise e Desempenho de Tarefas: O exame detalhado da atividade e comportamento observáveis associados à execução ou término de uma função necessária ou de uma unidade de trabalho.Percepção Visual: A seleção e organização dos estímulos visuais com base na experiência anterior do indivíduo.Cognição: Processo intelectual ou mental por meio do qual um organismo obtém conhecimento.Sinais (Psicologia): Sinais para uma ação; a porção específica do campo perceptivo ou do padrão de estímulos aos quais o indivíduo aprendeu a responder.Movimentos Sacádicos: Deslocamento voluntário abrupto na fixação ocular de um ponto a outro, como acontece na leitura.Movimento: Ação, processo ou resultado de passar de um lugar, ou posição, para outro. Difere de LOCOMOÇÃO no sentido de que esta se restringe à passagem do corpo inteiro de um lugar para outro, enquanto movimento compreende tanto a locomoção como a mudança na posição do corpo inteiro ou qualquer de suas partes. Movimento pode ser usado em relação a humanos, animais vertebrados e invertebrados, e micro-organismos. Distinguir também de ATIVIDADE MOTORA, movimento associado com o comportamento.Processos Mentais: As funções conceituais ou o pensamento em todas as suas formas.Reconhecimento Visual de Modelos: Processo mental para perceber visualmente um número crítico de fatos (o modelo), como caracteres, formas, exposições ou desenhos.Análise de Variância: Técnica estatística que isola e avalia a contribuição dos fatores incondicionais para a variação na média de uma variável dependente contínua.Comportamento Impulsivo: Ato em resposta a um estímulo, que é executado sem demora, reflexão, direção voluntária ou controle evidente.Lateralidade Funcional: Manifestações comportamentais da dominância cerebral em que há um uso preferencial e um funcionamento superior do lado esquerdo ou direito, como no uso preferencial da mão direita ou do pé direito.Variação Contingente Negativa: Variação negativa dos potenciais elétricos corticais, que aumenta com o tempo. Está associada a uma resposta antecipada a um estímulo esperado. É também um evento elétrico indicativo de um estado de prontidão ou expectativa.Eletroencefalografia: Registro de correntes elétricas produzidas no cérebro, pela medida de eletrodos adaptados ao couro cabeludo, na superfície do cérebro, ou colocados no cérebro.Concussão Encefálica: Termo não específico usado para descrever alterações transitórias ou perda de consciência após traumatismos cranianos fechados. A duração da INCONSCIÊNCIA geralmente dura alguns segundos, porém podendo persistir por várias horas. As concussões podem ser classificadas como leve, intermediária e severa. Os períodos prolongados de inconsciência (geralmente definidos como maior que 6 horas de duração) podem ser referidos como COMA PÓS-TRAUMATISMO DA CABEÇA. (Tradução livre do original: Rowland, Merritt's Textbook of Neurology, 9th ed, p418)Micro-Ondas: Porção do espectro eletromagnético das ondas de rádio UHF (frequência ultraelevada) que se estende até a frequência dos RAIOS INFRAVERMELHOS.Memória de Curto Prazo: Lembrança de informação por poucos segundos a horas.Fixação Ocular: Posicionamento e acomodação de olhos que permite trazer a imagem ao lugar na FÓVEA CENTRAL de cada olho.Potencial Evocado P300: Componente de aparecimento tardio do potencial relacionado com o evento. P300 é abreviatura de potencial de voltagem positiva, e 300 representa 300 milissegundos pós-estímulo. Sua amplitude aumenta com estímulos não predizíveis, improváveis ou altamente significantes, constituindo assim um índice de atividade mental. (Tradução livre do original: Campbell, Psychiatric Dictionary, 6th ed)Fusão Flicker: Ponto ou frequência no qual toda luz bruxuleante de um estímulo luminoso intermitente desaparece.Mapeamento Encefálico: Técnicas de imagem usadas para colocalizar os sítios das funções ou atividades fisiológicas do encéfalo com suas respectivas estruturas.Discriminação (Psicologia): Respostas diferenciadas para diferentes estímulos.Nível de Alerta: Vigilância cortical ou prontidão para modular presumidamente em resposta a uma estimulação sensorial, por meio do sistema reticular ativador.Detecção de Sinal Psicológico: Técnica psicofísica que permite estimar o viés do observador, bem como, detectar o sinal (i. é, estímulo) em qualquer modalidade sensitiva. (Tradução livre do original: APA, Thesaurus of Psychological Index Terms, 8th ed.)Potenciais Evocados: Respostas elétricas registradas a partir do nervo, músculo, RECEPTORES SENSITIVOS ou área do SISTEMA NERVOSO CENTRAL seguida à estimulação. Sua intensidade varia de menos de um microvolt a vários microvolts. Os potenciais evocados podem ser auditivos (POTENCIAIS EVOCADOS AUDITIVOS), POTENCIAIS SOMATOSSENSORIAIS EVOCADOS ou POTENCIAIS EVOCADOS VISUAIS, ou POTENCIAIS EVOCADOS MOTORES, ou outras modalidades tenham sido descritas.Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade: Transtorno comportamental que tem origem na infância e cujas características essenciais são sinais de desatenção inconsistentes com o nível de desenvolvimento, impulsividade e hiperatividade. Embora muitos indivíduos tenham sintomas tanto de desatenção como de hiperatividade-impulsividade, um ou outro padrão podem ser predominantes. O transtorno é mais frequente em indivíduos do sexo masculino do que feminino. O início se dá na infância. Os sintomas geralmente são atenuados no fim da adolescência, embora uma minoria experimente o quadro completo de sintomas até o meio da idade adulta. (Tradução livre do original: DSM-V)Teste de Stroop: Teste de cronometragem de tempo no qual o sujeito deve ler uma lista de palavras ou identificar cores apresentadas com intruções variadas e diferentes graus de distração. (Tradução livre do original: Campbell's Psychiatric Dictionary. 8th ed.)Função Executiva: Conjunto de funções cognitivas que controla os complexos pensamentos e comportamentos direcionados a objetivos. A função executiva envolve vários domínios, como FORMAÇÃO DE CONCEITO, gerenciamento de objetivos, flexibilidade cognitiva, controle da INIBIÇÃO e MEMÓRIA OPERACIONAL. O comprometimento da função executiva é observado em uma série de distúrbios, como ESQUIZOFRENIA e TRANSTORNO DO DEFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE.Transtornos Cognitivos: Distúrbios do processo mental relacionados com o aprendizado, pensamento, o raciocínio e o julgamento.Condução de Veículo: O efeito dos fatores ambientais ou psicológicos sobre os motoristas e a capacidade de dirigir. Estão incluídos a fadiga ao dirigir e o efeito de drogas, doença e incapacidades físicas no dirigir.Psicofísica: A ciência que estuda a correlação entre as características físicas dos estímulos, por exemplo, a frequência ou intensidade, com a resposta ao estímulo, com o objetivo de avaliar os fatores envolvidos nesta relação.Simulação de Doença: Simulação proposital dos sintomas de uma doença ou de um ferimento, com a intenção de atingir uma meta, como por exemplo, uma alegação de doença física com o objetivo de não comparecer a uma convocação a júri.Destreza Motora: A realização de atos motores complexos.Estimulação Acústica: Uso do som para extrair uma resposta no sistema nervoso.Orientação: Noção de si mesmo em relação ao tempo, ao espaço e ao próprio "eu".Percepção Espacial: O reconhecimento das propriedades espaciais do objeto; inclui espaço físico.Eletromiografia: Registro das alterações no potencial elétrico do músculo por meio de eletrodos de superfície ou agulhas.Estimulação Magnética Transcraniana: Técnica que envolve o uso de bobinas elétricas na cabeça para gerar um campo magnético transitório que atinge o CÓRTEX CEREBRAL. Está acoplado com a detecção da resposta a ELETROMIOGRAFIA para avaliar a excitabilidade cortical pelo limiar necessário para induzir o POTENCIAL EVOCADO MOTOR. Este método também é usado para MAPEAMENTO ENCEFÁLICO, estudo da NEUROFISIOLOGIA e como um substituto para a ELETROCONVULSOTERAPIA no tratamento da DEPRESSÃO. A indução de CONVULSÕES limita seu uso clínico.Lobo Parietal: Parte superior central do hemisfério cerebral. Está localizada posteriormente ao sulco central, anteriormente ao LOBO OCCIPITAL e superiormente ao LOBO TEMPORAL.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Enquadramento (Psicologia): Prontidão para pensar ou responder de uma forma predeterminada quando confrontado com um problema ou uma situação-estímulo.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Percepção de Cores: Processamento mental de sinais cromáticos (VISÃO DE CORES) vindos dos olhos pelo CÓRTEX VISUAL, onde eles são convertidos em representações simbólicas. A percepção de cores envolve numerosos neurônios e é influenciada não só pela distribuição dos comprimentos de onda do objeto observado, mas também por sua cor básica e pelo contraste do brilho nas suas bordas.Volição: Atividade voluntária sem a compulsão externa.Córtex Motor: Área do LOBO FRONTAL relacionada com o controle motor primário localizado no giro pré-central (ver LOBO FRONTAL) dorsal imediatamente anterior ao sulco central. É composto por três áreas: o córtex motor primário localizado no lóbulo paracentral anterior na superfície medial do cérebro; o córtex pré-motor localizado anteriormente ao córtex motor primário; e a área motora suplementar localizada na superfície mediana do hemisfério anterior ao córtex motor primário.Individualidade: Aquelas características psicológicas que diferenciam os indivíduos entre si.Memória: Função mental complexa que tem quatro fases distintas: (1) memorização ou aprendizagem, (2) retenção, (3) rememoração e (4) reconhecimento. Clinicamente, a memória é, em geral, subdividida em imediata, recente, e remota.Limiar Sensorial: A quantidade mínima necessária de energia do estímulo para que ele elicie uma resposta sensorial.Nitrazepam: Um derivado das benzodiazepinas usado como anticonvulsivo e hipnótico.Córtex Pré-Frontal: Parte rostral do lobo frontal, delimitado pelo sulco pré-central inferior nos humanos, o qual recebe fibras de projeção do NÚCLEO MEDIODORSAL DO TÁLAMO. O córtex pré-frontal recebe fibras aferentes de numerosas estruturas do DIENCÉFALO, MESENCÉFALO e SISTEMA LÍMBICO, bem como também de aferências corticais de origem visual, auditivas e somáticas.Lobo Frontal: Parte do hemisfério cerebral anterior ao sulco central e superior ao sulco lateral.Privação do Sono: Estado de privação de sono devido a condições experimentais, eventos da vida ou de uma ampla variedade de causas fisiológicas, como efeito de medicamentos, doenças crônicas, enfermidades psiquiátricas ou transtornos do sono.Área de Dependência-Independência: Capacidade de responder a segmentos da experiência perceptiva em vez de responder a ela como um todo.Potenciais Evocados Visuais: Resposta elétrica evocada no córtex cerebral por estimulação visual ou por estimulação das vias visuais.Percepção de Movimento: O movimento real ou aparente dos objetos através do campo visual.Simbolismo: Conceito que representa ou sugere alguma coisa mais em razão de seu relacionamento, associação, convenção ou semelhança. O simbolismo pode ser mental ou um signo ou representação visível.Percepção Auditiva: Processo por meio do qual os estímulos auditivos são selecionados, organizados e interpretados por um organismo.Aprendizagem: Mudança de comportamento relativamente duradoura que resulta da experiência passada ou da prática. O conceito inclui a aquisição de conhecimento.Sensibilidades de Contraste: A capacidade de se detectar limites bem definidos (estímulos) e pequenas mudanças de luminosidade em regiões sem contornos distintos. Medidas psicofísicas desta função visual são utilizadas para avaliar acuidade visual e para detectar doenças do olho.Tomada de Decisões: O processo de realizar um julgamento intelectual seletivo quando se é apresentado a várias alternativas complexas consistindo de diversas variáveis, e que geralmente leva à definição de um modo de agir ou de uma ideia.Afeto: O tom emocional que acompanha uma ideia ou representação mental. É o derivado psíquico mais direto do instinto e o representante das várias transformações corporais através do qual os instintos se manifestam.Prática (Psicologia): Realização de uma ação uma ou mais vezes, com vistas à sua fixação ou aperfeiçoamento; qualquer ação ou comportamento que leve à aprendizagem.Eletroculografia: Registro da amplitude média do potencial de repouso, começando entre a córnea e a retina, nas adaptações dos olhos à luz e ao escuridão, à medida que os olhos alternam uma distância padrão para a direita e esquerda. O aumento no potencial com adaptação à luz é usado para avaliar a condição do pigmento retinal do epitélio .Aprendizagem por Discriminação: Aprendizagem que se manifesta pela capacidade de responder diferencialmente a estímulos variados.Campos Visuais: Área total ou espaço visível na visão periférica de uma pessoa com o olho direcionado para frente.Comportamento: A resposta observável de uma pessoa ou de um animal frente a uma situação.Músculos do Pescoço: Os músculos do pescoço consistem do platisma, esplênio da cabeça, esternocleidomastóideo, longo do pescoço (longo cervical), escaleno anterior, médio e posterior, digástrico, estiloióideo, miloióideo, genioióideo, esternoióideo, omoióideo, esternotireóideo e tireoióideo.Mãos: Parte distal do braço além do punho em seres humanos e primatas, que inclui a palma da mão, dedos e o polegar.Encéfalo: A parte do SISTEMA NERVOSO CENTRAL contida no CRÂNIO. O encéfalo embrionário surge do TUBO NEURAL, sendo composto de três partes principais, incluindo o PROSENCÉFALO (cérebro anterior), o MESENCÉFALO (cérebro médio) e o ROMBENCÉFALO (cérebro posterior). O encéfalo desenvolvido consiste em CÉREBRO, CEREBELO e outras estruturas do TRONCO ENCEFÁLICO (MeSH). Conjunto de órgãos do sistema nervoso central que compreende o cérebro, o cerebelo, a protuberância anular (ou ponte de Varólio) e a medula oblonga, estando todos contidos na caixa craniana e protegidos pela meninges e pelo líquido cefalorraquidiano. É a maior massa de tecido nervoso do organismo e contém bilhões de células nervosas. Seu peso médio, em um adulto, é da ordem de 1.360 g, nos homens e 1.250 g nas mulheres. Embriologicamente, corresponde ao conjunto de prosencéfalo, mesencéfalo e rombencéfalo. Seu crescimento é rápido entre o quinto ano de vida e os vinte anos. Na velhice diminui de peso. Inglês: encephalon, brain. (Rey, L. 1999. Dicionário de Termos Técnicos de Medicina e Saúde, 2a. ed. Editora Guanabara Koogan S.A. Rio de Janeiro)Doença de Parkinson: Doença neurológica degenerativa progressiva caracterizada por TREMOR, que se torna máximo durante o repouso, retropulsão (i. é, tendência em cair para trás), rigidez, postura estática, lentidão dos movimentos voluntários e uma expressão facial semelhante a uma máscara. Entre os sinais patológicos estão a perda de neurônios contendo melanina na substância negra e outros núcleos pigmentados do tronco encefálico. Os CORPOS DE LEWY estão presentes na substância negra e no locus cerúleo, mas também podem ser encontrados em uma doença relacionada (DOENÇA POR CORPOS DE LEWY difusa), caracterizada por demência combinada com graus variados de parkinsonismo. (Tradução livre do original: Adams et al., Principles of Neurology, 6a ed, p1059, pp1067-75)Potencial Evocado Motor: Resposta elétrica evocada em um músculo ou nervo motor por estimulação elétrica ou magnética. Os métodos comuns de estimulação são a transcraniana e ESTIMULAÇÃO MAGNÉTICA TRANSCRANIANA. É, com frequência, usado para monitoração durante neurocirurgias.Modelos Psicológicos: Representações teóricas que simulam processos psicológicos e/ou sociais. Envolvem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Percepção do Tempo: A capacidade de estimar o intervalo de tempo transcorrido ou a duração de tempo.Macaca mulatta: Espécie do gênero MACACA que habita a Índia, China e outras partes da Ásia. A espécie é utilizada extensamente em pesquisa biomédica e se adapta bem a viver com humanos.Recognição (Psicologia): O conhecimento ou percepção que alguém ou algo presente tenha sido encontrado anteriormente.Movimentos Oculares: Movimentos oculares voluntários ou controlados por reflexos.Método Duplo-Cego: Método de estudo sobre uma droga ou procedimento no qual ambos, grupos estudados e investigador, desconhecem quem está recebendo o fator em questão. (Tradução livre do original: Last, 2001)Química Verde: Prevenção da poluição por meio da criação de produtos químicos efetivos que tenham baixa ou nenhuma toxicidade e uso de processos químicos que reduzam ou eliminem o uso e a geração de substâncias perigosas.Inconsciente (Psicologia): As forças e conteúdo mentais que não estão comumente disponíveis à percepção consciente ou à lembrança imediata.Comportamento Animal: A resposta observável de um animal diante de qualquer situação.Emoções: Aqueles estados afetivos que podem ser experimentados e que têm a propriedade de excitar e motivar o indivíduo.Conflito (Psicologia): A luta interna individual entre as necessidades, impulsos ou exigências internas e externas opostas ou incompatíveis. Nas interações de grupo, refere-se à competição, ou oposição, entre partes incompatíveis: estado ou ação antagonística (de ideias, interesses ou pessoas divergentes).Recompensa: Objeto ou situação que pode servir para reforçar uma resposta, para satisfazer uma motivação ou para proporcionar prazer.Equilíbrio Postural: POSTURA na qual é conseguida a distribuição ideal da massa corpórea. O equilíbrio postural provê a estabilidade na sustentação do corpo e condições para o funcionamento normal nas posições estática ou em movimento, tais como sentado, em pé ou durante o andar.Transtornos de Aprendizagem: Afecções caracterizadas por discrepância significativa entre nível intelectual percebido de um indivíduo e sua capacidade em adquirir novas habilidades de linguagem e outras cognitivas. Estes transtornos podem resultar de condições psicológicas ou orgânicas. Os subtipos relativamente comuns incluem DISLEXIA, DISCALCULIA e DISGRAFIA.Força de Pinça: Força exercida quando usamos o dedo indicador e o polegar. É um teste para determinar a força de contração máxima voluntária.Condicionamento Operante: Situações de aprendizagem em que as respostas em sequência do indivíduo são instrumentais para a produção de reforço. Quando a resposta correta ocorre, o que envolve uma seleção a partir de um repertório de respostas, o indivíduo é imediatamente reforçado.Tromboelastografia: Uso de um tromboelastógrafo, que fornece um registro gráfico contínuo da forma física de um coágulo durante a formação de fibrina e subsequente lise.Semântica: As relações ente símbolos e seus significados.Glutetimida: Hipnótico e sedativo. Seu uso tem sido amplamente superado por outras drogas.Envelhecimento: Mudanças graduais irreversíveis na estrutura e funcionamento de um organismo que ocorrem como resultado da passagem do tempo.Expressão Facial: Alterações da expressão da face, em resposta a um estímulo emocional.Estudos Cross-Over: Estudos comparando dois ou mais tratamentos ou intervenções nos quais os sujeitos ou pacientes, após terminado o curso de um tratamento, são ligados a outro. No caso de dois tratamentos, A e B, metade dos sujeitos são randomicamente alocados para recebê-los pelo método A, B e metade para recebê-los pelo método B, A. Uma crítica deste desenho experimental é que os efeitos do primeiro tratamento podem ser transportados para o período quando o segundo é executado. (Tradução livre do original: Last, A Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Iluminação: Iluminação do ambiente e arranjo das luzes para se obter um [determinado] efeito ou visibilidade ótima. Usada em casa ou em lugares públicos e nos ambientes médicos e não médicos.Modelos Neurológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a atividade dos sistemas, processos ou fenômenos neurológicos; inclui o uso de equações matemáticas, computadores, e outros equipamentos eletrônicos.Percepção do Tato: Processo pelo qual a natureza e o significado dos estímulos táteis são reconhecidos e interpretados pelo cérebro, como quando da percepção das características ou atribuição do nome de um objeto sendo tocado.Atividade Motora: Atividade física de um humano ou de um animal como um fenômeno comportamental.Fadiga Mental: Afecção de baixa atenção ou bloqueio cognitivo, geralmente associada com atividades mentais prolongadas ou estresse.Gânglios da Base: Grandes massas nucleares subcorticais derivadas do telencéfalo e localizadas nas regiões basais dos hemisférios cerebrais.Julgamento: O processo de descobrir ou afirmar uma relação objetiva ou intrínseca entre dois objetos ou conceitos; uma capacidade ou poder que permite que a pessoa realize julgamentos; o processo de esclarecer e afirmar o significado implícito de um conceito; uma avaliação crítica de uma pessoa ou situação.Retroalimentação Psicológica: Mecanismo de estímulo e resposta de informação que pode controlar o comportamento, cognição, percepção ou desempenho subsequentes. (Tradução livre do original: APA Thesaurus of Psychological Index Terms, 8th ed.)Braço: Parte mais alta, na extremidade superior, entre o OMBRO e o COTOVELO.Postura: Posição ou atitude do corpo.Antecipação Psicológica: Habilidade de prever o que está prestes a acontecer que se baseia em experiência passada. É principalmente uma função do lobo frontal.Temazepam: Benzodiazepínico que age como modulador do ÁCIDO GAMA AMINOBUTÍRICO e como agente antiansiedade.Giro do Cíngulo: Uma das circunvoluções da superfície medial dos hemisférios cerebrais (ver CÉREBRO). Circunda a parte rostral do encéfalo do CORPO CALOSO e forma parte do SISTEMA LÍMBICO.Percepção de Forma: A discriminação sensorial de uma forma ou esboço.Lorazepam: Benzodiazepina utilizada como agente ansiolítico com poucos efeitos colaterais. Também tem propriedades hipnótica, anticonvulsiva e sedativa considerável e tem sido indicado como agente pré-anestésico.Esquizofrenia: Transtorno emocional grave de profundidade psicótica caracteristicamente marcado por um afastamento da realidade com formação de delírios, ALUCINAÇÕES, desequilíbrio emocional e comportamento regressivo.Pronação: Aplica-se a movimentos do antebraço para deslocar a palma para trás ou para baixo. Quando se refere ao pé, consiste de uma combinação de movimentos de eversão e abdução nas articulações do tarso e do metatarso (deslocando o pé para cima e para dentro, em direção à linha média do corpo).Transtornos da Percepção: Transtornos cognitivos caracterizados pela capacidade deficiente em perceber a natureza de objetos ou conceitos através do uso dos órgãos dos sentidos. Estes incluem síndromes de omissão espacial, nas quais o indivíduo não responde a estímulos visuais, auditivos ou sensoriais apresentados de um lado do corpo.Dominância Cerebral: Dominância de um hemisfério cerebral sobre o outro nas funções cerebrais.Limiar Diferencial: A menor diferença que pode ser discriminada entre dois estímulos ou uma diferença que está ligeiramente acima do limiar.Testes Psicológicos: Testes padronizados projetados para medir habilidades, como nos testes de inteligência, aptidão, e realização, ou para avaliar traços de personalidade.Extroversão (Psicologia): Estado em que a atenção é voltada principalmente para o mundo externo.Reação de Alarme: Resposta involuntária complexa a um forte e inesperado estímulo, geralmente de natureza auditiva.Motivação: Aqueles fatores que levam um organismo a se comportar ou a agir de modo a atingir um objetivo ou alguma satisfação. Podem ser influenciados por impulsos psicológicos ou por estímulos externos.Hipocinesia: Movimentos diminuídos ou lentos da musculatura do corpo. Podem estar associados com DOENÇAS DOS GÂNGLIOS DA BASE, TRANSTORNOS MENTAIS, inatividade prolongada devido a doenças e outras situações.Psicologia do Esquizofrênico: O estudo dos processos e do comportamento dos esquizofrênicos.Líquidos Iônicos: Sais que descongelam abaixo de 100 graus C. Sua baixa volatização pode ser uma vantagem sobre os solventes orgânicos voláteis.Estatística como Assunto: A ciência e arte de coletar, resumir e analisar dados que são sujeitos à variação aleatória. O termo é também usado para os próprios dados e para o resumo desses dados.Guanfacina: Anti-hipertensivo de ação central com especificidade para RECEPTORES ADRENÉRGICOS ALFA 2.Córtex Cerebral: Camada delgada de SUBSTÂNCIA CINZENTA localizada na superfície dos hemisférios cerebrais (ver CÉREBRO) que se desenvolve a partir do TELENCÉFALO e se molda em giros e sulcos. Alcança seu maior desenvolvimento no ser humano, sendo responsável pelas faculdades intelectuais e funções mentais superiores.Conscientização: O ato de levar em conta um objeto ou estado de coisas. Não implica em avaliação das qualidades ou da natureza do objeto, nem em atenção às mesmas.Psicolinguística: Disciplina voltada para as relações entre mensagens e as características dos indivíduos que as selecionam e as interpretam. Trata diretamente dos processos de codificação (fonética) e decodificação (psicoacústica) na medida em que eles relacionam a condição das mensagens à condição dos comunicadores.Psicometria: A avaliação de variáveis psicológicas através da aplicação de procedimentos matemáticos.Supinação: Aplica-se aos movimentos do antebraço voltando a palma para frente ou para cima. Quando se refere ao pé, consiste de uma combinação de movimentos de adução e inversão.Vocabulário: A soma ou a ação de palavras usadas por uma linguagem, um grupo ou um indivíduo.Valores de Referência: Faixa (ou distribuição de frequências) dos [valores] medidos em uma população (de organismos, órgãos ou coisas) que não foi selecionada para [indicar] a presença de doença ou de anormalidade.Hipnóticos e Sedativos: Drogas usadas para induzir sonolência, sono ou ainda para reduzir a excitação ou ansiedade psicológicas.Interpretação Estatística de Dados: Aplicação de procedimentos estatísticos para analisar fatos observados ou presumidos de um estudo particular.LeituraCatálise: Facilitação de uma reação química por um material (catalisador) que não é consumido na reação.Aprendizagem Verbal: Ato de aprender a responder verbalmente a um sinal de estímulo verbal.Tratos Piramidais: Fibras que nascem de células localizadas no córtex cerebral, passam através da pirâmide medular e descem à medula espinhal. Muitos autores dizem que os tratos piramidais incluem tanto os tratos córtico-espinhais como os córtico-bulbares.Oxazepam: Benzodiazepina usada no tratamento da ansiedade, abstinência alcoólica e insônia.Estudos de Casos e Controles: Estudos epidemiológicos observacionais nos quais grupos de indivíduos com determinada doença ou agravo (casos) são comparados com grupos de indivíduos sadios (controles) em relação ao histórico de exposição a um possível fator causal ou de risco. (Tradução livre do original: Last, 2001)Dedos: Quatro ou cinco dígitos delgados articulados em humanos e primatas unidos a cada uma das MÃOS.Transtornos Psicomotores: Anormalidades da função motora associadas com transtornos cognitivos orgânicos e não orgânicos.Processamento de Imagem Assistida por Computador: Técnica de entrada de imagens bidimensionais em um computador e então realçar ou analisar a imagem em uma forma que é mais útil ao observador humano.PropilaminasSensação: Processo no qual CÉLULAS RECEPTORAS SENSORIAIS transduzem estímulos periféricos (físicos ou químicos) em IMPULSOS NERVOSOS que são, então, transmitidos para os vários centros sensoriais no SISTEMA NERVOSO CENTRAL.Biocombustíveis: Subprodutos ricos em hidrocarbonetos advindos da BIOMASSSA não fossilizada que são queimados para gerar energia, diferentemente dos depósitos de hidrocarbonetos fossilizados (COMBUSTÍVEIS FÓSSEIS).Mascaramento Perceptivo: A interferência de um estímulo perceptivo com outro, causando uma diminuição da eficiência perceptiva.Rede Nervosa: Estrutura emaranhada composta de células nervosas que se interconectam. Estas células podem estar separadas na fenda sináptica ou juntas a outras células pelos processos citoplasmáticos. Em invertebrados, por exemplo, a rede nervosa permite que os impulsos nervosos se espalhem sobre uma área ampla da rede uma vez que as sinapses podem passar informação em qualquer direção.Automatismo: Comportamento automático, mecânico e aparentemente sem direção, que está fora do controle consciente.Magnetoencefalografia: Medida dos campos magnéticos da cabeça, geradas por correntes elétricas no encéfalo. Assim como em um condutor elétrico, os campos elétricos no encéfalo são acompanhados por campos magnéticos ortogonais. A medida desses campos provê informação sobre a localização da atividade encefálica que é complementar àquela proveniente da ELETROENCEFALOGRAFIA. A magnetoencefalografia pode ser utilizada sozinha ou em conjunto com a eletroencefalografia, para a medida da atividade espontânea ou evocada, e para propósitos clínicos ou de pesquisa.Amputação Traumática: Perda de um membro ou outro apêndice corpóreo por lesão acidental.Resolução de Problemas: Situação de aprendizagem que envolve a seleção de uma alternativa, entre várias, para se atingir um objetivo específico.Gagueira: Distúrbio dos padrões normais de tempo e fluência da fala sendo inapropriado para a idade do indivíduo. Este distúrbio é caracterizado por repetições frequentes ou prolongações de sons ou sílabas. Vários outros tipos de disfluências de fala podem também estar envolvidos incluindo interjeições, palavras quebradas, bloqueio silencioso ou audível, circunlocuções, palavras produzidas com excesso de tensão física e repetições monossilábicas da palavra toda. A gagueira pode ocorrer como afecção do desenvolvimento na infância ou como transtorno adquirido que pode estar associado a INFARTOS CEREBRAIS e outras DOENÇAS CEREBRAIS. (Tradução livre do original: DSM-IV, 1994)Percepção de Tamanho: A interpretação sensorial da dimensão dos objetos.Clorfeniramina: Antagonista do receptor H1 da histamina usado em reações alérgicas, febre do feno, rinite, urticária e asma. Também tem sido usado em aplicações veterinárias. Um dos anti-histamínicos clássicos mais amplamente usados, geralmente causa menos sonolência e sedação que a PROMETAZINA.Testes de Associação de Palavras: Teste em que o indivíduo é solicitado a dizer qual o significado conceitual que ele atribui a cada palavra de uma lista.Diagnóstico por Computador: Aplicação de programas computadorizados destinados a dar assistência a médicos na solução de problemas diagnósticos.Transtornos dos Movimentos: Síndromes caracterizadas por DISCINESIAS como manifestação cardinal do processo da doença. Incluídas nesta categoria estão as afecções degenerativas, hereditárias, pós-infecciosas, induzidas por medicamentos, condições pós-inflamatórias e pós-traumáticas.Flurazepam: Derivado da benzodiazepina usado principalmente como hipnótico.Visão Ocular: Processo no qual sinais luminosos são transformados por CÉLULAS FOTORRECEPTORAS em sinais elétricos que podem, então, ser transmitidos ao encéfalo.Ansiolíticos: Fármacos que aliviam a ANSIEDADE, tensão e os TRANSTORNOS DA ANSIEDADE, promovem sedação e tem um efeito calmante sem afetar a clareza da consciência ou as condições neurológicas. Os ANTAGONISTAS ADRENÉRGICOS BETA são comumente usados no tratamento sintomático da ansiedade, mas não são incluídos aqui.Compostos Clorados: Compostos inorgânicos que contêm cloro como parte integral da molécula.Inteligência: Habilidade para aprender e manejar novas situações e desempenhar eficientemente tarefas que envolvam abstração.Alilglicina: Inibidor da glutamato descarboxilase e um antagonista do ÁCIDO GAMA-AMINOBUTÍRICO. É utilizado para induzir convulsões em animais experimentais.Traumatismos Encefálicos: Lesões agudas e crônicas (ver também LESÃO ENCEFÁLICA) ao encéfalo, incluindo os hemisférios cerebrais, CEREBELO e TRONCO CEREBRAL. As manifestações clínicas dependem da natureza da lesão. O trauma difuso ao encéfalo é frequentemente associado com LESÃO AXONAL DIFUSA ou COMA PÓS-TRAUMÁTICO. As lesões localizadas podem estar associadas com MANIFESTAÇÕES NEUROCOMPORTAMENTAIS; HEMIPARESIA ou outras deficiências neurológicas focais.Ritmo Teta: Ondas encefálicas caracterizadas por frequência entre 4 e 7 Hz, geralmente observadas nos lobos temporais quando o indivíduo está acordado, mas em estado de relaxamento e sonolência.Sono: Suspensão prontamente reversível da interação sensorio-motor com o ambiente, geralmente associada à posição reclinada e à imobilidade.Mentha piperita: Gênero de plantas (família LAMIACEAE), fonte do óleo da Hortelã-Pimenta.Medições dos Movimentos Oculares: Métodos e procedimentos para registrar os MOVIMENTOS OCULARES.Reversão de Aprendizagem: Qualquer situação em que um animal ou ser humano é treinado para responder diferentemente a dois estímulos (por exemplo, aproximação e evitação) em condições de recompensa e punição e, depois, é treinado com valores reversos de recompensa (isto é, a abordagem que foi recompensada anteriormente passa a ser punida e vice-versa).Nicotina: Nicotina é um alcaloide altamente tóxico. É o agonista prototípico dos receptores colinérgicos nicotínicos onde estimula dramaticamente os neurônios e por último bloqueia a transmissão sináptica. A nicotina também é importante medicinalmente devido sua presença no fumo do tabaco.Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.Acidentes por Quedas: Quedas devido a escorregões ou tropeços que podem resultar em lesão.Rememoração Mental: O processo através do qual uma representação da experiência passada é evocada.Vigília: Estado no qual há um potencial elevado de sensibilidade e uma receptividade eficiente aos estímulos externos.Linguagem: Meio, verbal ou não verbal, de comunicar ideias ou sentimentos.Matemática: Estudo dedutivo de forma, quantidade e dependência. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Aprendizagem por Associação: O princípio de que elementos que são experienciados conjuntamente formam uma conexão, de maneira que um tende a restabelecer o outro.Núcleo Caudado: Massa cinzenta, alongada, do neoestriado que se localiza adjacentemente ao ventrículo lateral do cérebro.Estimulação Física: Ato de desencadear uma resposta de uma pessoa ou organismo através de contato físico.Resposta Galvânica da Pele: Alteração da resistência elétrica da pele que ocorre com as emoções e em outras situações determinadas.Rotação: Movimento de um objeto em que um ou mais pontos sobre uma linha estão fixos. Também é o movimento de uma partícula sobre um ponto fixo (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed).Ratos Long-Evans: Linhagem exogâmica de ratos desenvolvida em 1915 pelo cruzamento de diversas fêmeas brancas do Wistar Institute com machos cinzentos selvagens. Linhagens endogâmicas foram derivadas desta linhagem originalmente exogâmica, incluindo os ratos Long-Evans cor-de-canela (RATOS ENDONGÂMICOS LEC) e ratos Otsuka-Long-Evans-Tokushima gordos (RATOS ENDOGÂMICOS OLETF), que são respectivamente modelos para a doença de Wilson e para diabetes mellitus não insulina dependente.Estimulantes do Sistema Nervoso Central: Grupo vagamente definido de drogas que tendem a aumentar o comportamento de alerta, agitação, ou excitação. Atuam por meio de vários mecanismos, mas normalmente não por excitação direta dos neurônios. As muitas drogas que apresentam estes efeitos colaterais devido ao uso terapêutico principal não foram incluídas aqui.Reconhecimento Fisiológico de Modelo: Análise de um número crítico de fatos ou estímulos sensoriais (o padrão) por processos fisiológicos, como visão (RECONHECIMENTO VISUAL DE MODELOS), tato ou audição.Ondas Encefálicas: Oscilações semelhantes a ondas da diferença de potencial elétrico entre as partes do cérebro gravadas por eletroencefalografia.Potenciais Evocados Auditivos: Resposta elétrica evocada no CÓRTEX CEREBRAL por ESTIMULAÇÃO ACÚSTICA ou estimulação das VIAS AUDITIVAS.Terra de Diatomáceas: Forma de DIÓXIDO DE SILÍCIO composta por esqueletos de plantas aquáticas pré-históricas que é utilizada por sua qualidade de ABSORÇÃO de água, retendo massa de água de 1,5 a 4 vezes superior ao seu peso. As microscópicas bordas afiadas são úteis para o controle de insetos, mas também podem ser perigosas se inaladas. É utilizada em assados e alimentação animal. ‘Kieselguhr’ é o termo alemão para pedra + sedimento terreno.Macaca: Gênero da subfamília CERCOPITHECINAE, família CERCOPITHECIDAE, que compreende 16 espécies que habitam florestas da África, Ásia e ilhas de Bornéu, Filipinas e Celebes.Traumatismos em Atletas: Traumatismos que ocorrem durante a participação em esportes competitivos ou não competitivos.Colículos Superiores: Par anterior dos corpos quadrigêmeos que coordenam o comportamento geral que orienta respostas a estímulos visuais, como virar-se e esticar-se.Inibição Proativa: O estado ou processo responsável, hipoteticamente, pela diminuição da capacidade de aprendizagem dos elementos tardios de uma série quando comparado à capacidade de aprendizagem dos elementos iniciais de uma série.Ritmo beta: Ondas cerebrais com frequência entre 15 e 30 Hz, visualizadas no EEG durante o estado de vigília.Tato: Sensação de fazer contato físico com objetos, animados ou inanimados. Estímulos táteis são detectados por MECANORRECEPTORES na pele e nas mucosas.Transtornos Neuróticos: Transtornos cujos sintomas trazem sofrimento para o indivíduo e são reconhecidos por ele como sendo inaceitáveis. As relações sociais podem ser imensamente afetadas, mas geralmente permanecem dentro de limites aceitáveis. O transtorno é relativamente duradouro e recorrente se não for tratado.Dislexia: Transtorno cognitivo caracterizado pela capacidade deficiente em compreender palavras ou frases escritas e impressas, apesar da visão estar intacta. Esta afecção pode ser decorrente do desenvolvimento ou adquirida. A dislexia do desenvolvimento é marcada por realização de leitura que decai substancialmente abaixo do esperado, dada a idade cronológica do indivíduo, medida de inteligência e educação apropriada à idade. O distúrbio da leitura interfere significativamente com êxito acadêmico ou com atividades da vida diária que necessitam habilidades de leitura. (Tradução livre do original: DSM-IV)Dextroanfetamina: A forma d da ANFETAMINA. É um estimulante do sistema nervoso central e um simpatomimético. Foi também utilizada no tratamento da narcolepsia e nos distúrbios envolvendo déficits de atenção e hiperatividade em crianças. Dextroanfetamina possui múltiplos mecanismos de ação incluindo o bloqueio de adrenérgicos e dopamina, estimulação da liberação de monoaminas e inibindo a monaminoxidase. É também uma droga de abuso e um psicotomimético.