Raios gama: Radiação eletromagnética de alta energia, penetrante, emitida por núcleos atômicos durante a DESINTEGRAÇÃO NUCLEAR. A faixa de comprimentos de onda da radiação emitida está entre 0,1-100 pm que se sobrepõe aos comprimentos de onda menores dos RAIOS X duros, mais enérgicos. A diferença entre raios gama e raios X está na fonte da radiação.Elasmobrânquios: Subclasse de peixes cartilaginosos composta por TUBARÕES, arraias, raias (RAIAS, PEIXE) e peixe-serra. Elasmobrânquios são tipicamente predadores que se guiam mais pelo cheiro (suas cápsulas olfatórias são relativamente grandes) que pela visão (seus olhos são relativamente pequenos) para obter seu alimento.Raias: Nome vulgar para todos os membros da família Rajidae. Raias e arraias são membros da mesma ordem (Rajiformes). As raias possuem órgãos elétricos fracos.Nadadeiras de Animais: Apêndice membranáceo de peixes e outros organismos aquáticos usados para locomoção ou equilíbrio.Tubo de Raio Catódico: Tubo à vácuo equipado com um CATODO emissor de elétrons e uma tela fluorescente que emite luz visível quando excitada pelos raios catódicos. Os tubos de raios catódicos são usados como dispositivos de imagem para TELEVISORES, TERMINAIS DE COMPUTADOR, DISPOSITIVOS DE TELECOMUNICAÇÃO DE TEXTOS, osciloscópios e outros dispositivos de APRESENTAÇÃO DE DADOS.Radiação Cósmica: Partícula de radiação altamente energética oriunda do espaço extraterreno que se choca com a terra ou com a atmosfera podendo criar uma radiação secundária pela ruptura de partículas atmosféricas.Raios Ultravioleta: Parte do espectro da [radiação] eletromagnética imediatamente abaixo da faixa visível, e se estendendo para as frequências dos raios X. Os comprimentos de onda maiores (raios UV próximos, ou bióticos, ou vitais) são necessários à síntese endógena da vitamina D, sendo ainda chamados raios antirraquíticos; os comprimentos de onda menores, ionizantes (raios UV distantes, ou abióticos, ou incompatíveis com a vida) são viricidas, bactericidas, mutagênicos e carcinogênicos, sendo usados como desinfetantes.Pseudotsuga: Gênero de plantas da família PINACEAE, ordem Pinales, classe Pinopsida, divisão Coniferophyta. São árvores coníferas, perenes, com agulhas longas, achatadas e espiralmente distribuídas que crescem diretamente a partir dos galhos.Sensílios: Nome coletivo para um grupo de MECANORRECEPTORES externos e quimiorreceptores que se assemelham a estruturas sensoriais nos ARTRÓPODOS. Incluem projeções cuticulares (tufos ciliares, pelos e cerdas), poros e fendas.Raios X: Radiação eletromagnética penetrante emitida quando elétrons de orbitais internos de um átomo são excitados e liberam energia radiante. Os comprimentos de onda de raios X variam de 1 a 10 nm. Os raios X duros são de energia maior, de comprimentos de onda menores. Os raios X moles (ou raios de Grenz) são de menor energia, de comprimentos de onda maiores. O final do espectro de comprimento de onda curta dos raios X sobrepõe a faixa dos comprimentos de onda dos RAIOS GAMA. A diferença entre raios gama e raios X está na fonte de radiação.Bermudas: Colônia britânica a oeste do Oceano Atlântico do Norte, aproximadamente 640 milhas a leste e sudoeste de Cape Hatteras. Inclui um grupo de cerca de 300 ilhas das quais aproximadamente apenas 20 são habitadas. Também é chamada Ilhas Bermudas ou as Bermudas. Foi assim denominada em homenagem ao explorador Espanhol Juan Bermudez que visitou as ilhas em 1515. (Tradução livre do original: Webster's New Geographical Dictionary, 1988, p140 & Room, Brewer's Dictionary of Names, 1992, p61)Atividade Solar: Quaisquer variações no aparecimento da energia liberada (output) pelo sol.Pinus ponderosa: Espécie de plantas (gênero PINUS) contendo ácido isocupréssico.CaudaRaios Infravermelhos: A parte do espectro eletromagnético geralmente percebida como calor. Os comprimentos de onda infravermelhos são maiores que os da luz visível, estendendo-se para as frequências das micro-ondas. São usados terapeuticamente e também para aquecer alimentos em restaurantes.Transferência Linear de Energia: Taxa da dissipação de energia ao longo do trajeto das partículas eletricamente carregadas. Na radiobiologia e na física da saúde, a exposição é medida em kiloelétron volts por micrômetro de tecido (keV/micrômetro T).Radioisótopos de Cobalto: Isótopos de cobalto instáveis que se decompõem ou desintegram emitindo radiação. Átomos de cobalto com peso atômico de 54-64, exceto 59, são radioisótopos de cobalto.Radiografia: Exame de qualquer parte do corpo para propósitos diagnósticos por meios de RAIOS X ou RAIOS GAMA, registrando a imagem em uma superfície sensibilizada (como um filme fotográfico).Dosagem de Radiação: Quantia de energia de radiação que é depositada em uma unidade de massa de material, como tecidos de plantas ou de animais. Em RADIOTERAPIA, a dosagem de radiação é expressa em unidades Gray (Gy). Em SAÚDE RADIOLÓGICA, a dosagem é expressa pelo produto da dose absorvida (Gy) e fator de qualidade (uma função de transferência de energia linear), e é denominada dose de radiação equivalente em unidades Sievert (Sv).Relação Dose-Resposta à Radiação: Relação entre a dose administrada e a resposta do tecido à radiação.Deformidades Congênitas do Pé: As alterações ou os desvios da forma ou tamanho normais que resultam num desfiguramento do pé ocorrendo depois ou ao nascimento.Madeira: Produto duro do xilema secundário (composto por CELULOSE, hemicelulose e LIGNANAS) que está sob a casca das árvores e arbustos. É usado na construção, como fonte de CARVÃO VEGETAL e muitos outros produtos.Articulação Metatarsofalângica: Articulação entre um osso do metatarso (OSSOS DO METATARSO) e uma falange.Proteínas de Caenorhabditis elegans: Proteínas de CAENORHABDITIS ELEGANS (espécie nematoda). As proteínas desta espécie são um tema de interesse científico na área da MORFOGÊNESE de organismos multicelulares.Eficiência Biológica Relativa: Proporção das doses de radiação necessárias para produzir uma mudança idêntica segundo uma fórmula que compara outros tipos de radiação com os raios gama e roentgen.Tubarões: Grupo de elasmobrânquios elongados. Tubarões são majoritariamente peixes marinhos, sendo algumas espécies grandes e vorazes.Nêutrons: Partículas elementares eletricamente neutras encontradas em todos os núcleos atômicos, exceto no hidrogênio leve; sua massa é igual à do próton e do elétron combinados, sendo instáveis quando isolados do núcleo, e sofrendo decaimento beta. Nêutrons lentos, térmicos, epitérmicos e rápidos referem-se aos níveis de energia com que os nêutrons são ejetados dos núcleos mais pesados durante o decaimento.Perciformes: Ordem de peixe mais diversificada e a maior ordem de vertebrados. Composta por vários peixes normalmente conhecidos como pargos, roncadores, Peixes-Lua, dourado do mar, mackerels, TUNA, etc.Microanálise por Sonda Eletrônica: Identificação e medida de ELEMENTOS e sua localização baseadas no fato de que a emissão de RAIOS X emitidos por um elemento excitado por um feixe de elétrons tem um comprimento de onda característico daquele elemento e uma intensidade relacionada com sua concentração. É feita por um microscópio eletrônico acoplado a um espectrômetro de raio x em modo de varredura ou transmissão.Efeitos de Radiação: Efeitos de radiação ionizante e não ionizante sobre os organismos vivos, órgãos, tecidos e seus constituintes, e sobre os processos fisiológicos. Inclui os efeitos da radiação sobre comidas, medicamentos e compostos químicos.Ossos do Metatarso: Cinco ossos longos do METATARSO que se articulam proximalmente com os OSSOS DO TARSO e distalmente com as FALANGES DOS DEDOS DO PÉ.Câmbio: Camada de células vivas entre a casca e a madeira que a cada ano produz nova madeira e células da casca, formando anéis concêntricos de crescimento.Caenorhabditis elegans: Espécie de nematoide que é amplamente utilizada em estudos biológicos, bioquímicos e genéticos.Irradiação de Alimentos: Tratamento de alimentos com RADIAÇÃO.Deformidades Congênitas da Mão: As alterações ou os desvios da forma e do tamanho normais que resultam no desfiguramento da mão ocorrendo antes ou ao nascimento.Torpedo: Gênero (família Torpedinidae) composto por várias espécies, cujos membros possuem poderosos órgãos elétricos e são comumente chamados de arraias elétricas.Astronave: Dispositivos tripulados e não tripulados que são projetados para serem colocados em uma órbita sobre a Terra ou em uma trajetória para outro corpo celeste.Radioisótopos de Césio: Isótopos de césio instáveis que se decompõem ou desintegram emitindo radiação. Átomos de césio com pesos atômicos de 123, 125-132 e 134-145 são isótopos radioativos de césio.Íons Pesados: Núcleos atômicos com carga [elétrica] positiva cujos elétrons foram removidos. Estas partículas têm uma ou mais unidades de carga elétrica e uma massa maior que a do núcleo do Hélio-4 (partícula alfa).Ectromelia: Aplasia ou hipoplasia grosseira de um ou mais ossos longos de um ou mais membros. O conceito inclui amelia, hemimelia, focomelia e sirenomelia.Isótopos do Cobalto: Átomos de cobalto estáveis que possuem o mesmo número atômico que o elemento cobalto, porém diferem em relação ao peso atômico. Co-59 é um isótopo do cobalto estável.Estruturas Animais: Órgãos e outras estruturas anatômicas de animais vertebrados não humanos e animais invertebrados.Hallux Valgus: Deslocamento lateral do dedo grande do pé (HALLUX), produzindo deformidade da primeira ARTICULAÇÃO METATARSOFALÂNGICA com formação de calo, bursa ou joanete sobre a proeminência óssea.Nêutrons Rápidos: Nêutrons cuja energia excede um valor arbitrário, geralmente em torno de um milhão de elétron-volts.Chrysanthemum cinerariifolium: Espécie de plantas (gênero CHRYSANTHEMUM, família ASTERACEAE) cujas flores contêm PIRETRINAS, cinerolonas e crisanteminas (poderosos inseticidas de contato). A maioria das espécies do antigo gênero Pyrethrum foram reclassificadas para TANACETUM e algumas, para o gênero ASTERACEAE.Espectrometria gama: Determinação da distribuição de energia de raios gama emitidos pelos núcleos.Dosimetria Termoluminescente: Uso de um dispositivo composto por material termoluminescente para medir a exposição à RADIAÇÃO IONIZANTE. O material termoluminescente emite luz quando aquecido. A quantidade de luz emitida é proporcional à quantidade de radiação ionizante à qual o material foi exposto.Pneumoconiose: Doença difusa do parênquima pulmonar causada pela inalação de poeira e pela reação tecidual ante sua presença. Estes materiais inorgânicos, orgânicos, particulados ou sob a forma de vapores geralmente são inalados por trabalhadores em seu ambiente laboral, levando às várias formas da doença (ASBESTOSE, BISSINOSE, e outras). Da mesma forma, a poluição do ar também pode ter efeitos deletérios na população geral.Caenorhabditis: Gênero de pequenos nematoides de vida livre. Duas espécies, CAENORHABDITIS ELEGANS e C. briggsae, são bastante utilizadas em estudos de genética, desenvolvimento, envelhecimento, química muscular e neuroanatomia.Radiometria: Medida da radiação por fotografia, como em filme de raio x e placa de filme, por tubos Geiger-Mueller e por CONTAGEM DE CINTILAÇÃO.Órgão Elétrico: Encontrada em aproximadamente 250 espécies de peixes elétricos, esta estrutura consiste de fibras musculares esqueléticas, formando placas multinucleadas em formato de discos, organizadas em pilhas como baterias em série, que estão inseridas em um matriz gelatinosa. Uma raia torpedo grande pode conter quinhentas mil placas. Músculos de diferentes regiões do corpo podem estar modificadas, por exemplo, o tronco e cauda na enguia elétrica, o aparato hiobranquial na raia elétrica, e os músculos oculares extrínsecos nos peixes da família Uranoscopidae. Órgãos elétricos poderosos que emitem pulsos em breves descargas várias vezes por segundo. Funcionam para debilitar a presa e afastar predadores. Uma raia torpedo grande pode produzir um choque de mais de 200 volts, capaz de atordoar um humano.Ossos do Tarso: Os sete ossos que formam o tarso - CALCÂNEO, TÁLUS, cuboide, navicular, e os cuneiformes externo, médio e interno.Caules de Planta: Partes de plantas que geralmente crescem verticalmente para cima, em direção à luz, e que dão suporte às folhas, às células germinativas e às estruturas reprodutivas.Califórnio: Califórnio. Um actinídeo radioativo feito pelo homem cujo símbolo atômico é Cf, número atômico 98 e peso atômico 251. Sua valência pode ser +2 ou +3. Apresenta uso médico como fonte de radiação para a radioterapia.Peixes: Grupo de vertebrados aquáticos de sangue frio que possuem brânquias, nadadeiras, endoesqueleto ósseo ou cartilaginoso e corpos alongados cobertos com escamas.Absorciometria de Fóton: Método não invasivo para avaliar a COMPOSIÇÃO CORPORAL. É baseado na absorção de diferencial de RAIOS X (ou RAIOS GAMA) por tecidos diferentes, como osso, gordura e outros tecidos moles. A fonte de feixes de fóton (raios X ou gama) é gerada por radioisótopos, como GADOLÍNIO 153, IODO 125 ou Amerício 241 que emite RAIOS GAMA na faixa apropriada, ou de um tubo de raios X que produz RAIOS X na faixa desejada. É usado principalmente para quantificar o CONTEÚDO MINERAL ÓSSEO, especialmente para diagnóstico de OSTEOPOROSE, e também para medir a MINERALIZAÇÃO ÓSSEA.Xilema: Tecido vegetal que transporta água para cima (da raiz para o caule). As paredes celulares do xilema são originadas, em sua maioria, de LIGNINA. Os vasos são similares aos tubos perfurados do FLOEMA, mas perderam as células companheiras e não possuem os lados perfurados e nem poros.Tolerância a Radiação: Capacidade de algumas células ou tecidos sobreviverem a doses letais de RADIAÇÃO IONIZANTE. A tolerÂncia depende da espécie, do tipo celular e das variáveis químicas, incluindo os PROTETORES CONTRA RADIAÇÃO e os RADIOSSENSIBILIZANTES.Radiogenética: Subdisciplina da genética que estuda os EFEITOS DA RADIAÇÃO nos componentes e processos da herança biológica.Partículas alfa: Partículas carregadas positivamente compostas de dois prótons e dois NÊUTRONS, isto é, equivalentes a núcleos de HÉLIO, emitidos durante a desintegração de ISÓTOPOS pesados. Os raios alfa têm poder de ionização muito elevado, porém baixa penetrabilidade.Amerício: Amerício. Um actinídeo completamente feito pelo homem cujo símbolo atômico é Am, número atômico 95 e peso atômico 243. Sua valência pode variar de +3 a +6. Devido ao seu estado não magnético, é um excelente supercondutor. É também utilizado na análise mineral de ossos e como fonte de radiação na radioterapia.Densidade Óssea: Quantidade de mineral por centímetro quadrado de OSSO. Esta é a definição usada na prática clínica. A densidade óssea real deveria ser expressa em gramas por mililitro. É mais frequentemente medida por ABSORCIOMETRIA DE RAIOS X ou TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA POR RAIOS X. A densidade óssea é um prognosticador importante para a OSTEOPOROSE.Apresentação de Dados: Apresentação visual de dados em um sistema homem-máquina. Um exemplo é quando dados são recuperados de um computador e transmitidos para um MONITOR DE TUBO DE RAIOS CATÓDICOS ou apresentação em tela de CRISTAL LÍQUIDO.Órgãos dos Sentidos: Órgãos especializados adaptados para a recepção de estímulos pelo SISTEMA NERVOSO.Serviço Hospitalar de Radiologia: Serviço hospitalar responsável pela administração e provisão de diagnósticos radiológicos e serviços terapêuticos.Sistema Solar: Grupo de corpos celestiais, inclusive a TERRA (PLANETA), que orbitam ao redor do sol e estão gravitacionalmente ligados a ele. Inclui oito planetas, um planeta anão, e 34 satélites naturais, mais de 1.000 cometas observados, e milhares de corpos menores conhecidos como PLANETAS MENORES (asteroides) e METEOROIDES. (Tradução livre do original: Academic American Encyclopedia, 1983)Extremidades: Projeções mais distantes ou mais externas do corpo, como a MÃOS e PÉS.Esqueleto: Estrutura rígida de ossos conectado que dão forma ao corpo, protegem e sustentam seus órgãos moles e tecidos e fornecem um apoio para os MÚSCULOS.Asteraceae: Grande família de plantas (ordem Asterales, subclasse Asteridae, classe Magnoliopsida), também conhecidas como Compositae. As pétalas da flor são unidas próximo à base e os estames se alternam com os lóbulos da corola. O nome vulgar 'margarida' refere-se a vários gêneros desta família, inclusive Aster, CHRYSANTHEMUM, RUDBECKIA e TANACETUM.Neoplasias Induzidas por Radiação: Tumores, câncer ou outras neoplasias produzidas por exposição a radiações ionizante ou não ionizante.Terminais de Computador: Dispositivos de entrada e saída projetados para receber dados em um ambiente associado com o trabalho a ser executado e capaz de transmitir entradas e obter saídas do sistema do qual é parte.Peixe-Zebra: Espécie exótica de peixes (família CYPRINIDAE) oriundos da Ásia, que foram introduzidos na América do Norte. Usados em estudos embriológicos e para estudar o efeito de agentes químicos no desenvolvimento.Semaforinas: Família de proteínas que medeiam a orientação axonal. As semaforinas atuam como uma sinalização repulsora para os CONES DE CRESCIMENTO neuronais ligando-se aos receptores em seus filopódios. Foram descritas, pelo menos 20 moléculas diferentes que foram separadas em oito classes baseadas na organização do domínio e espécie de origem. As classes 1 e 2 são invertebrados, as classes 3-7 são vertebrados e a classe V é viral. As semaforinas podem ser secretadas (classes 2,3 e V), por transmembranas (classes 1,4,5 e 6) ou ancoradas em membrana (classe 7). Todas as semaforinas possuem em comum um domínio extracelular de 500 aminoácidos que é crítico para a ligação e especificidade ao receptor e que também são encontradas nas plexinas e nos receptores de fator de dispersão. Sua fração C-terminal é classe-específica e pode conter uma sequência de motivos adicionais.Atividades Humanas: Atividades realizadas por seres humanos.Articulação do Punho: Articulação formada pela extremidade distal do RÁDIO, pelo disco articular da articulação radioulnar distal, e pelo grupo proximal dos OSSOS DO CARPO (OSSO ESCAFOIDE, OSSO SEMILUNAR e osso triquetral).Fenômenos Astronômicos: Agregados de matéria no espaço sideral, como estrelas, planetas, cometas, etc., além das propriedades e processos que eles sofrem.Meio Ambiente Extraterreno: Ambiente fora da Terra ou de sua atmosfera. Pode se referir a uma cabine fechada (como um ônibus espacial ou uma estação espacial) ou ao espaço propriamente, a lua ou outros planetas.Mutação: Qualquer mudança detectável e hereditária que ocorre no material genético causando uma alteração no GENÓTIPO e transmitida às células filhas e às gerações sucessivas.Rhabditoidea: Superfamília de nematoides da ordem RHABDITIDA. Suas características incluem tubo oral aberto e sistema excretor com canais laterais.Metacarpo: Região da MÃO entre o PUNHO e os DEDOS.Protetores contra Radiação: Drogas usadas na proteção contra radiações ionizantes. Geralmente são úteis na radioterapia, mas já foram considerados para fins militares.Silicatos de Alumínio: Qualquer dos muitos tipos de argila que contêm proporções variadas de Al2O3 e SiO2. São feitos sinteticamente através do aquecimento a 1000-2000 graus Celsius de fluoreto de alumínio, sílica e vapor d'água.Regeneração: Renovação, reparo ou substituição fisiológicos de tecido.Colo do Fêmur: Porção comprimida do osso da coxa entre cabeça do fêmur e trocanter.Cryptomeria: Gênero de plantas (família TAXODIACEAE) cujo PÓLEN é um dos maiores ALÉRGENOS.Morfogênese: Desenvolvimento das estruturas anatômicas para gerar a forma de um organismo uni- ou multicelular. A morfogênese fornece alterações de forma de uma ou várias partes ou do organismo inteiro.Articulação Metacarpofalângica: Articulação entre os ossos do metacarpo e as falanges.Articulações dos Dedos: Articulação, em cada dedo, entre a cabeça de uma falange e a base da falange distal a ela.Frutos do Mar: Invertebrados aquáticos que pertencem ao filo dos MOLUSCOS ou o subfilo dos CRUSTÁCEOS e utilizados como alimento.Astronomia: Ciência voltada para os corpos celestes, e [também] para a observação e interpretação das radiações recebidas das diferentes partes do universo nas vizinhanças da Terra.Proteção Radiológica: Refere-se à proteção dos indivíduos, de sua progênie e de todo o gênero humano, permitindo ao mesmo tempo exercer atividades necessárias que podem ocasionar exposição às radiações ionizantes Repidisca/CEPIS). Medidas adotadas para evitar ou reduzir os efeitos de uma dose de radiação projetada na população (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Zooplâncton: Minusculos organismos livre-flutuantes que vivem em praticamente todas as águas naturais.Genes de Helmintos: Unidades hereditárias funcionais dos HELMINTOS.Cosméticos: Substâncias [produzidas] com a intenção de serem aplicadas no corpo humano para limpeza e embelezando, promovendo atratividade ou alterando a aparência, sem afetar a estrutura ou as funções do corpo. Estão incluídas nesta definição os cremes para pele, loções, perfumes, batons, esmaltes para unha, preparações para maquiagem facial e dos olhos, ondas permanentes, cores de cabelo, cremes dentais, desodorizantes, bem como qualquer material dirigido para uso como componente de um produto cosmético.Espectrometria por Raios X: Análise espectrofotométrica de RAIOS-X fluorescentes, isto é, raios-X emitidos após o bombardeio de matéria com partículas de alta energia como PRÓTONS, ELÉTRONS, ou raios-X de maior energia. A identificação de ELEMENTOS por esta técnica é baseada no tipo específico de raios-X que são emitidos que são característicos dos elementos específicos no material que estiver sendo analisado. Os raios-X característicos são distinguidos e/ou quantificados por métodos de dispersão de comprimento de onda ou de energia.Radiação: 1) Emissão ou propagação de ondas acústicas (SOM), ondas de RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA (como LUZ, ONDAS DE RÁDIO, RAIOS GAMA ou RAIOS X) ou um feixe de partículas subatômicas (como ELÉTRONS, NÊUTRONS, PRÓTONS ou PARTÍCULAS ALFA) (MeSH). 2) Ação ou efeito de radiar. Emissão de energia eletromagnética ou corpuscular, ou sua propagação no espaço. Do ponto de vista da defesa civil, destacam-se as seguintes radiações: partícula alfa, partícula beta, radiação ionizante, raios gama, raios X (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992).Ulna: O mais interno e maior osso do ANTEBRAÇO.Síndrome da Retração Ocular: Síndrome caracterizada por limitação marcante de abdução do olho, limitação variável de adução e retração do globo e estreitamento da fissura palpebral na tentativa de adução. A afecção é causada por inervação aberrante do reto lateral por fibras do NERVO OCULOMOTOR.Gastrópodes: Classe do filo MOLUSCOS composta por CARAMUJOS e lesmas. O primeiro possui conchas externas em forma de hélice e o segundo geralmente é desprovido de conchas.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Amputação: A remoção de um membro, outro apêndice ou saliência do corpo. (Dorland, 28a ed)Bivalves: Classe (do filo MOLLUSCOS) composta por mexilhões, moluscos bivalves, OSTRAS, berbigão e vieiras. Caracterizados por uma concha articulada (com simetria bilateral) e um pé muscular (usado para escavação e ancoragem).Imagens de Fantasmas: Dispositivos ou objetos em várias técnicas de imagem usados para visualizar ou melhorar a visualização por simular afecções encontradas no procedimento. Fantasmas são usados muito frequentemente em procedimentos que empregam ou medem irradiação x ou material radioativo para avaliar o desempenho. Fantasmas em geral têm propriedades semelhantes ao tecido humano. A água possui propriedades absorventes similares às do tecido normal, e, por esta razão, fantasmas preenchidos com água são usados para mapear níveis de radiação. Fantasmas são usados também como auxiliares no ensino por simularem condições reais com máquinas de raio X ou de ultrassom.Astronautas: Membros da tripulação de uma astronave que inclui aqueles que viajam no espaço e aqueles em treinamento para voo espacial.Monitoramento de Radiação: Medida sistemática da radiação ambiental.Óptica e Fotônica: Campo especializado da física e da engenharia que estuda o comportamento e as propriedades da luz e a tecnologia de análise da geração, transmissão e manipulação da RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA na escala visível, infravermelha e ultravioleta.Processos Ecológicos e Ambientais: Atividades, funções ou eventos dos ecossistemas e ambientais.Natação: Atividade em que o corpo é propelido através da água por movimentos específicos dos braços e/ou das pernas. A natação como propulsão através da água, pelo movimento dos membros, cauda ou barbatanas de animais é frequentemente estudada como uma forma de ESFORÇO FÍSICO ou de resistência.Rádio (Anatomia): O menor e mais externo dos dois ossos do ANTEBRAÇO, paralelo à ULNA que se torce sobre si mesmo parcialmente.Oceanos e Mares: Grandes extensões de água salgada que, juntas, cobrem mais de 70 por cento da superfície da Terra. Mares podem ser totalmente ou parcialmente rodeados por terra e são menores do que os cinco oceanos (Atlântico, Pacífico, Índico, Ártico e Antártico).Telerradiologia: Transmissão eletrônica de imagens radiológicas de um local a outro para os propósitos de interpretação e/ou consulta. Usuários em diferentes locais podem simultaneamente, visualizar imagens com maior acesso a consultas secundárias e melhorada educação continuada.Especificidade da Espécie: Restrição de um comportamento característico, estrutura anatômica ou sistema físico, como resposta imunológica, resposta metabólica ou gene ou variante gênico dos membros de uma espécie. Refere-se às propriedades que diferenciam uma espécie de outra, mas também se usa para níveis filogenéticos superiores ou inferiores ao nível de espécie.Fenótipo: Aparência externa do indivíduo. É o produto das interações entre genes e entre o GENÓTIPO e o meio ambiente.Deformidades Congênitas das Extremidades Superiores: Anomalias estruturais congênitas da EXTREMIDADE SUPERIOR.Fenômenos Biomecânicos: Propriedades, processos e comportamento de sistemas biológicos sob ação de forças mecânicas.Refração Ocular: Efeito de refração da LUZ por meio do OLHO.Refratometria: Medida do índice de refração (razão da velocidade da luz ou outra radiação no primeiro de dois meios pela sua velocidade no segundo quando ele passa de um a outro).Proteínas de Helminto: Proteínas encontradas em quaisquer espécies de helminto.Proteínas de Peixe-Zebra: Proteínas obtidas do PEIXE-ZEBRA. Nestas espécies muitas destas proteínas foram o sujeito de estudos envolvendo o desenvolvimento embrionário básico (EMBRIOLOGIA).Genitália Masculina: Órgãos reprodutores masculinos. São divididos em órgãos externos (PÊNIS, ESCROTO e URETRA) e órgãos internos (TESTÍCULO, EPIDÍDIMO, VASO DEFERENTE, VESÍCULAS SEMINAIS, DUCTOS EJACULATÓRIOS, PRÓSTATA e GLÂNDULAS BULBOURETRAIS).Transtornos do Desenvolvimento Sexual: Afecções congênitas em que o desenvolvimento do sexo cromossômico, gonadal ou anatômico é atípico, em organismos dioicos. São incluídos os efeitos da exposição a níveis anormais de HORMÔNIOS GONADAIS no ambiente materno ou a interrupção da função destes hormônios por DISRUPTORES ENDÓCRINOS.Articulação do Dedo do Pé: Articulação entre a cabeça de uma falange e a base da falange distal a ela, em cada dedo do pé.Ecossistema: 1) Sistema funcional que inclui os organismos de uma comunidade natural junto a seu ambiente. (MeSH/NLM)(Tradução livre do original: McGraw Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed) 2)Sistema aberto integrado pelos organismos vivos (inclusive o homem) e os elementos não vivos de um setor ambiental definido no tempo e no espaço, cujas propriedades globais de funcionamento e autorregulação derivam da interação entre seus componentes, tanto pertencentes aos sistemas naturais como aqueles modificados ou organizados pelo próprio homem. 3) Complexo constituído pelo biótopo e pela biocenose (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Polegar: Primeiro dedo no lado radial da mão que, em humanos, é oposto aos outros quatro.Doenças Profissionais: Doenças causadas por fatores que têm relação com o trabalho de uma pessoa.Radioisótopos de Cádmio: Isótopos de cádmio instáveis que se decompõem ou desintegram emitindo radiação. Átomos de cádmio com pesos atômicos de 103-105, 107, 109, 115 e 117-119 são radioisótopos de cádmio.Mãos: Parte distal do braço além do punho em seres humanos e primatas, que inclui a palma da mão, dedos e o polegar.Padronização Corporal: Processos que ocorrem no início do desenvolvimento e que direcionam a morfogênese. Especificam o projeto corporal garantindo que a células irão se diferenciar, crescer e se diversificar tanto no tamanho como na forma nos locais corretos. Inclusos estão a padronização axial, segmentação, especificação do compartimento, posição dos membros, padronização dos limites dos órgãos, padronização dos vasos sanguíneos, etc.Intensificação de Imagem Radiográfica: Melhora na qualidade de uma imagem de raio x pelo uso de uma tela, tubo ou filtro de intensificação e por técnicas otimizadas de exposição. Métodos de processamento digital são geralmente aplicados.Radiação de Fundo: Propagação da energia do meio ambiente natural do homem. Inclui a procedente dos raios cósmicos, a dos elementos radioativos naturais da Terra e a originada no próprio corpo humano.Vértebras Lombares: Vértebras na região inferior do DORSO abaixo da VÉRTEBRA TORÁCICA e acima da VÉRTEBRA SACRAL.Antepé Humano: Parte anterior do pé incluindo os ossos metatársicos e os DEDOS DO PÉ.Partículas beta: PÓSITRONS ou ELÉTRONS de alta energia ejetados de um núcleo atômico em processo de desintegração.Ciprinodontiformes: Ordem dos peixes com dez famílias e inumeras espécies ovíparas, ovovivíparas e vivíparas. Incluem as famílias Anablepidae (anablepídeos), Aplocheilidae, Cyprinodontidae (PEIXES LISTRADOS ovíparos), FUNDULIDAE, (topminnows), Goodeidae (peixes vivíparos mexicanos denominados mexclapiques), Nothobranchiidae (rivulinos africanos), Poeciliidae (ovovivíparos), Profundulidae (peixes listrados da América Central), Rivulidae (rivulinos) e Valenciidae. Na família Poeciliidae (poecilídeos), os mollys ou molinésias, guppys, lebistes e barrigudinhos pertencem ao gênero POECILIA.Animais Geneticamente Modificados: Animais cujo GENOMA foi alterado pela técnica da ENGENHARIA GENÉTICA.Dedos do Pé: Qualquer um dos cinco dígitos terminais do PÉ de vertebrados.Técnicos em Prótese Dentária: Pessoas responsáveis pela fabricação de aparelhos dentais.Sulfato de Bário: Composto utilizado como meio de contraste em raios-x, existindo na natureza na forma do mineral de baritina. É misturado com o concreto pesado para atuar como um escudo contra radiação, além de outras aplicações industriais.Brânquias: Órgãos respiratórios aos pares de peixes e alguns anfíbios, análogos aos pulmões. São abundantemente supridos de vasos sanguíneos pelo qual o oxigénio e dióxido de carbono são trocados diretamente com o ambiente.Carga Corporal (Radioterapia): Quantidade total de uma substância química radioativa ou metálica presente no corpo de um ser humano ou animal em qualquer momento após a absorção da mesma.Calcâneo: O maior OSSO DO TARSO que está situado na parte posterior e inferior do PÉ, formando o CALCANHAR.Microscopia Eletrônica de Varredura: Microscopia em que o objeto é examinado diretamente por uma varredura de feixe de elétrons na amostra ponto-a-ponto. A imagem é construída por detecção de produtos de interação da amostra que são projetados acima do seu plano como elétrons dispersos no plano oposto. Embora a MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE TRANSMISSÃO também varra ponto-a-ponto a amostra com o feixe de elétrons, a imagem é construída pela detecção de elétrons, ou de seus produtos de interação que são transmitidos através do plano da amostra, formando desta maneira, a MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE TRANSMISSÃO.Lesões Experimentais por Radiação: Efeitos nocivos produzidos experimentalmente por RADIAÇÃO ionizante ou não ionizante em animais CORDADOS.Helianthus: Gênero de ervas americanas altas e eretas das Asteraceae. As SEMENTES produzem óleo e são usadas como alimento e ração animal; as raizes de Helianthus tuberosum (alcachofra de Jerusalém) são comestíveis.Pleura: Membrana serosa delgada, que envolve os pulmões (PULMÃO) e reveste a CAVIDADE TORÁCICA. A pleura é composta por duas camadas, a pleura visceral interna (situada próximo ao parênquima pulmonar) e a pleura parietal externa. Entre as duas camadas está a CAVIDADE PLEURAL, que contém uma fina camada de líquido.Asbestose: Forma de pneumoconiose causada pela inalação de fibras de asbestos que desencadeiam respostas inflamatórias potentes no parênquima do pulmão. A doença é caracterizada por fibrose intersticial do pulmão variando em extensão, desde regiões dispersas até a cicatrização extensa do interstício do alvéolo.Modelos Biológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a actividade de processos biológicos ou doenças. Para modelos de doença em animais vivos, MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS está disponível. Modelos biológicos incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Radiação Ionizante: RADIAÇÃO ELETROMAGNÉTICA ou radiação de partícula (PARTÍCULAS ELEMENTARES de alta energia) capazes de produzir ÍONS direta ou indiretamente em sua passagem através da matéria. Os comprimentos de onda da radiação eletromagnética ionizante são iguais ou menor do que os da radiação ultravioleta curta (distante) e incluem os raios gama e X.Acidentes: Evento não planejado, não necessariamente causador de lesões ou danos, que interrompe uma atividade, invariavelmente insegura ou pela combinação de ato e/ou condições inseguras.Quartzo: Quartzo (SiO2). Uma forma cristalina ou vítrea do dióxido de sílica. Muitas variedades coloridas são pedras semipreciosas.Radiologia: Especialidade voltada para o uso de raios X e outras formas de energia radiante no diagnóstico e no tratamento de doenças.Serviço Hospitalar de Emergência: Serviços hospitalares especificamente designados, equipados e dotados de pessoal para atendimento de emergência.Cadeia Alimentar: Sequência de transferências de matéria e energia de um organismo para outro em forma de ALIMENTO. As cadeias alimentares se entrelaçam localmente em uma rede alimentar, pois a maioria dos organismos consome mais de um tipo de animal ou vegetal. As PLANTAS [que convertem ENERGIA SOLAR em alimento através da FOTOSSÍNTESE] são as fontes primárias de alimento. Em uma cadeia de predadores, um animal herbívoro é devorado por um animal maior. Em uma cadeia de parasitas, o menor organismo consome parte de grandes hospedeiros e podem eles mesmos serem parasitados por organismos ainda menores. Em uma cadeia saprofitica, os micro-organismos vivem da matéria orgânica de um organismo morto.Osso e Ossos: TECIDO CONJUNTIVO especializado, principal constituinte do ESQUELETO. O componente celular básico (principle) do osso é constituído por OSTEOBLASTOS, OSTEÓCITOS e OSTEOCLASTOS, enquanto COLÁGENOS FIBRILARES e cristais de hidroxiapatita formam a MATRIZ ÓSSEA.Fíbula: Osso da perna, lateral à tíbia (e menor que esta). Proporcionalmente a seu comprimento, é o mais delgado dos ossos longos.Populus: Gênero de plantas (família SALICACEAE) cujo nome vulgar 'Bálsamo de Gilead' é usado para 'P. candicans', 'P. gileadensis', ou ainda, 'P. jachii', além de, algumas vezes, também ser usado para ABIES BALSAMEA ou para COMMIPHORA.Leucemia Induzida por Radiação: Leucemia produzida por exposição à RADIAÇÃO IONIZANTE ou RADIAÇÃO NÃO IONIZANTE.Asbestos: Asbestos (amiantos). Minerais fibrosos, incombustíveis, compostos por magnésio e silicatos de cálcio, com ou sem outros elementos. São relativamente inertes quimicamente e utilizados no isolamento térmico e na proteção contra o fogo. Inalação de seu pó causa asbestose seguida por neoplasias pulmonares e gastrointestinais.Fenômenos Fisiológicos Oculares: Processos e propriedades do OLHO como um todo ou de qualquer de suas partes.Desenho de Equipamento: Métodos de criação de máquinas e dispositivos.Exposição Ocupacional: Exposição a agentes químicos, físicos ou biológicos potencialmente prejudiciais, que ocorre como resultado da ocupação profissional.Comportamento Predatório: Padrão instintivo de comportamento em que o alimento é obtido pelo abatimento e consumo de outras espécies.Efrinas: Proteínas sinalizadoras ligantes dos RECEPTORES DA FAMÍLIA EPH. São proteínas ligadas à MEMBRANA CELULAR seja por meio de uma Âncora de Membrana de Glicoinositol Fosfolipídeo ou por um domínio transmembrana. Muitas efrinas são consideradas moléculas de sinalização intracelular importantes para o controle das alterações morfogênicas durante a embriogênese.Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.Colinesterases: Grupo de enzimas que inativam os ésteres de colina por meio de hidrólise. Têm importância especial a acetilcolinesterase. (Tradução livre do original: Diccionario Terminológico de Ciencias Médicas, Masson, 13a ed.)Cristais Líquidos: Materiais em estado intermediário entre o sólido e líquido.Cinza Radioativa: Resíduos radiativos usualmente de uma explosão nuclear que se depositam sobre a terra após serem lançados na atmosfera pelo poder da explosão.Reparo do DNA: Reconstrução de uma molécula contínua de DNA de fita dupla, sem incorreções, a partir de uma molécula contendo regiões lesadas. Os principais mecanismos de reparo são o reparo de excisão, em que as regiões defeituosas de uma fita são extirpadas e ressintetizadas, usando-se as informações de pareamento das bases complementares da fita intata; reparo de foto-reativação, em que os efeitos letais e mutagênicos da luz ultravioleta são eliminados; e reparo pós-replicação, em que as lesões primárias não são reparadas, mas as lacunas de uma dúplex filha são preenchidas por meio da incorporação de porções da outra dúplex filha (não danificada). Os reparos de excisão e de pós-replicação às vezes são chamados de "reparo escuro" porque não exigem luz.Regulação da Expressão Gênica no Desenvolvimento: Qualquer [um] dos processos pelo qual os fatores nucleares, citoplasmáticos ou intercelulares influem sobre o controle diferencial da ação gênica durante as fases de desenvolvimento de um organismo.Quebra Cromossômica: Tipo de aberração cromossômica que envolve QUEBRAS DE DNA. Quebras no cromossomo podem resultar em TRANSLOCAÇÃO CROMOSSÔMICA, INVERSÃO CROMOSSÔMICA ou DELEÇÃO DE SEQUÊNCIA.Dano ao DNA: Lesões no DNA que introduzem desvios em relação a sua conformação normal e que, se não reparadas, resultam em uma MUTAÇÃO ou bloqueio da REPLICAÇÃO DO DNA. Esses desvios podem ser causados por agentes físicos ou químicos e ocorrem tanto em circunstâncias naturais ou não. Incluem a introdução de bases erradas durante a replicação, seja por desaminação ou outras modificações de bases, perda de uma base da cadeia do DNA, deixando um local sem base, quebras da fita simples, quebra da dupla hélice e ligações intrafita (DÍMEROS DE PIRIMIDINA) ou interfita. Na maioria das vezes, o dano pode ser reparado (REPARO DO DNA). Se o dano for extenso, pode induzir APOPTOSE.Radioisótopos: Isótopos que exibem radioatividade e que sofrem decomposição radioativa.Corpos Estranhos: Objetos inanimados que ficam encerrados no corpo.Cintilografia: Produção de uma imagem obtida por câmeras que detectam as emissões radioativas de um radionuclídeo injetado distribuído diferencialmente ao longo de tecidos no corpo. A imagem obtida de um detector em movimento é chamada de varredura, enquanto a imagem obtida de uma câmera estacionária é chamada de cintifotografia.Filogenia: Relacionamentos entre grupos de organismos em função de sua composição genética.Deinococcus: Gênero de cocus Gram-positivos, aeróbicos, encontrados no solo, altamente resistentes à radiação (especialmente à RADIAÇÃO IONIZANTE). O Deinococcus radiodurans é o representante da espécie.Doenças Ósseas MetabólicasPupila: Abertura na íris através da qual a luz passa.Algoritmos: Procedimento constituído por uma sequência de fórmulas algébricas e/ou passos lógicos para se calcular ou determinar uma dada tarefa.Birrefringência: Propriedade dos meios não isotrópicos (como são os cristais) pela qual um feixe único de luz incidente atravessa o meio [comportando-se] como [se houvesse] dois feixes, cada qual polarizado planarmente, sendo os planos perpendiculares entre si.Irradiação Corporal Total: Irradiação de todo o corpo com radiação ionizante ou não ionizante. É aplicável em humanos ou animais, mas não em micro-organismos.Árvores: Plantas superiores, perenes, lenhosas e geralmente altas (Angiospermas, Gimnospermas e alguns Pterófitos), que possuem geralmente um tronco principal e numerosos ramos.Lesões por Radiação: Efeitos nocivos de exposição não experimental a radiação ionizante ou não ionizante em VERTEBRADOS.Oceano AtlânticoArtrite Reumatoide: Doença sistêmica crônica, principalmente das articulações, marcada por mudanças inflamatórias nas membranas sinoviais e estruturas articulares, degeneração fibrinoide ampla das fibras do colágeno em tecidos mesenquimais e pela atrofia e rarefação de estruturas ósseas. Mecanismos autoimunes têm sido sugeridos como etiologia, que ainda é desconhecida.Traumatismos Craniocerebrais: Lesões traumáticas envolvendo o crânio e estruturas intracranianas (i. é, CÉREBRO; NERVOS CRANIANOS; MENINGES e outras estruturas). As lesões podem ser classificadas de acordo com o crânio ser penetrado ou não (i. é, penetrante vs. não penetrante), ou se houver hemorragia associada.Erros de Diagnóstico: Diagnósticos incorretos após exame clínico ou técnicas de procedimentos diagnósticos.Método de Monte Carlo: Certas classes de problemas de probabilidade em álgebra e estatística são difíceis de resolver por análise matemática. Em tais casos eles podem ser estudados por experimentos aleatórios que simulam o evento natural.Interpretação de Imagem Radiográfica Assistida por Computador: Sistemas computadorizados ou informatizados destinados a fornecer interpretação à informação radiográfica.Espécies em Perigo de Extinção: Espécie animal ou vegetal em perigo de extinção. As causas podem incluir a atividade humana, alterações climáticas ou alterações nas proporções entre predadores e presas.Deformidades Congênitas dos Membros: As deformidades estruturais congênitas das extremidades superiores e inferiores coletivamente ou inespecificamente.Evolução Biológica: Processo de alterações acumuladas ao longo de gerações sucessivas através das quais os organismos adquirem características morfológicas e fisiológicas distintas.Esporos: Elementos reprodutivos de organismos inferiores tais como BACTÉRIAS, FUNGOS e plantas criptógamas.Guerra Nuclear: Guerra que envolve o uso de ARMAS NUCLEARES.Pulmão: Cada um dos órgãos pareados que ocupam a cavidade torácica que tem como função a oxigenação do sangue.Pesqueiros: Lugares para cultivo e colheita de peixe, particularmente em águas marítimas.Desenvolvimento Ósseo: Crescimento e desenvolvimento dos ossos do feto até o adulto. Há dois mecanismos principais de crescimento ósseo: crescimento no comprimento dos ossos longos nas cartilagens epifisárias e crescimento em espessura por deposição de novo osso (OSTEOGÊNESE), pelas ações dos OSTEOBLASTOS e OSTEOCLASTOS.Síncrotrons: Dispositivos para acelerar prótons ou elétrons em órbitas fechadas, em que a voltagem aceleradora e a força do campo magnético variam (no caso dos elétrons a voltagem de aceleração é mantida constante) para manter o raio orbital constante.Sensibilidade e Especificidade: Medidas de classificação binária para avaliar resultados de exames. Sensibilidade ou taxa de recall é a proporção de verdadeiros positivos. Especificidade é a probabilidade do teste determinar corretamente a ausência de uma afecção. (Tradução livre do original: Last, Dictionary of Epidemiology, 2d ed)Geografia: Ciência que estuda a terra e sua vida, especialmente a descrição da terra, mar e ar e a distribuição da vida vegetal e animal, incluindo a humanidade e suas indústrias referentes às relações mútuas destes elementos. (Tradução livre do original: Webster, 3d ed)