Química Click: Metodologia de química orgânica que mimetiza a natureza modular de vários processos biossintéticos. Usa várias reações confiáveis e seletivas projetadas para desencadear a reunião de unidades modulares pequenas em alto rendimento e sem subprodutos agressivos. Em combinação com TÉCNICAS COMBINATÓRIA QUÍMICAS, é usada para a síntese de novos compostos e bibliotecas combinatórias.Química Clínica: Especialidade da QUÍMICA ANALÍTICA aplicada a ensaios de substâncias fisiologicamente importantes encontradas no sangue, urina, tecidos e outros líquidos biológicos, com o propósito de ajudar o médico a diagnosticar ou a acompanhar o tratamento terapêutico.Química Orgânica: Estudo da estrutura, preparação, propriedades e reações dos compostos de carbono (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Testes de Química Clínica: Testes laboratoriais demonstrando a presença de substâncias fisiologicamente significantes no sangue, urina, tecido e fluidos corporais, com aplicação no diagnóstico ou terapêutica de doenças.Química: Ciência básica envolvida com a composição, estrutura e propriedades da matéria, bem como as reações que ocorrem entre substâncias e o intercâmbio de energia associado às reações.Química Analítica: Ramo da química que lida com a detecção (qualitativa) e determinação (quantitativa) de substâncias. (Tradução livre do original: Grant & Hackh's Chemical Dictionary, 5th ed)Técnicas de Química Combinatória: Tecnologia em que grupos de reações para soluções ou síntese em fase sólida são utilizados para criar bibliotecas moleculares para análise de compostos em larga escala.Análise Química do Sangue: Examede substâncias químicas no sangue.Alquinos: Hidrocarbonetos com pelo menos uma ligação tripla na parte linear da fórmula geral Cn-H2n-2.Química Farmacêutica: Química que estuda a composição e preparação de agentes usados em AÇÕES FARMACOLÓGICAS ou uso diagnóstico.Prêmio NobelEstrutura Molecular: Localização dos átomos, grupos ou íons, em relação um ao outro, em uma molécula, bem como o número, tipo e localização das ligações covalentes.Técnicas de Química Sintética: Métodos usados para síntese química de compostos. Estão incluídos sob este descritor os métodos de laboratório usados para sintetisar uma variedade de compostos químicos e medicamentos.Química Verde: Prevenção da poluição por meio da criação de produtos químicos efetivos que tenham baixa ou nenhuma toxicidade e uso de processos químicos que reduzam ou eliminem o uso e a geração de substâncias perigosas.Fenômenos de Química Orgânica: Conformação, propriedades, processos de reação e propriedades das reações de compostos orgânicos.Técnicas de Química Analítica: Metodologias usadas para o isolamento, identificação, detecção e quantificação de substâncias químicas.Química Física: Estudo dos processos e FENÔMENOS QUÍMICOS em termos dos processos e FENÔMENOS FÍSICOS subjacentes.Evolução Química: Transformação química e física dos elementos biogênicos desde sua nucleossíntese estelar até sua incorporação e modificação subsequente em corpos planetários e na bioquímica terrestre. Inclui o mecanismo de incorporação de elementos biogênicos em moléculas e sistemas moleculares complexos, levando à origem da vida.Propriedades de Superfície: Características ou atributos dos limites externos dos objetos, incluindo moléculas.Ciclização: Modificação [estrutural] de um hidrocarboneto de cadeia aberta para [a forma de] anel fechado.Azidas: Compostos inorgânicos ou orgânicos que contêm o grupamento -N3.Bioquímica: Estudo da composição, estruturas químicas e reações químicas de seres vivos.Modelos Químicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a atividade de processos ou fenômenos químicos; compreende o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Modelos Moleculares: Modelos usados experimentalmente ou teoricamente para estudar a forma das moléculas, suas propriedades eletrônicas ou interações [com outras moléculas]; inclui moléculas análogas, gráficos gerados por computador e estruturas mecânicas.Oxirredução: Reação química em que um elétron é transferido de uma molécula para outra. A molécula doadora do elétron é o agente de redução ou redutor; a molécula aceitadora do elétron é o agente de oxidação ou oxidante. Os agentes redutores e oxidantes funcionam como pares conjugados de oxidação-redução ou pares redox (tradução livre do original: Lehninger, Principles of Biochemistry, 1982, p471).Catálise: Facilitação de uma reação química por um material (catalisador) que não é consumido na reação.Poeira Cósmica: Matéria sólida finamente dividida, constituída de partículas menores que um micrometeoro (portanto com diâmetro muito menor que um milímetro) movendo-se no espaço interplanetário.Desenho de Drogas: Projeto (design) molecular de drogas para finalidades específicas (como ligação de DNA, inibição enzimática, eficácia anticancerígena, etc.) baseado no conhecimento de propriedades moleculares como atividade de grupos funcionais, geometria molecular, e estrutura eletrônica, e também em informações catalogadas sobre moléculas análogas. O desenho de drogas geralmente é uma modelagem molecular auxiliada por computador, mas não inclui farmacocinética, análise de dosagem ou de administração da droga.Meio Ambiente Extraterreno: Ambiente fora da Terra ou de sua atmosfera. Pode se referir a uma cabine fechada (como um ônibus espacial ou uma estação espacial) ou ao espaço propriamente, a lua ou outros planetas.Estereoisomerismo: Fenômeno através do qual compostos cujas moléculas têm o mesmo número e tipo de átomos e o mesmo arranjo atômico, mas diferem nas relações espaciais.Biogênese: Origem da vida. Inclui os estudos da base potencial para a vida a partir de compostos orgânicos, mas exclui aqueles sobre o desenvolvimento de formas alteradas de vida que ocorrem através de mutações e da seleção natural, que é a EVOLUÇÃO.Atmosfera: Camada gasosa que envolve os astros em geral e a Terra em particular, onde ocorrem os fenômenos meteorológicos relacionados com o clima (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Processos de Química Orgânica: Reações, alterações na estrutura e composição, propriedades das reações de compostos orgânicos e as mudanças de energia associadas a elas.Compostos Orgânicos: Ampla classe de substâncias que contêm carbono e seus derivados. Muitas dessas substâncias químicas irão conter frequentemente hidrogênio com ou sem oxigênio, nitrogênio, enxofre, fósforo e outros elementos. Eles existem tanto na forma de cadeias como na forma de anéis carbônicos.Polímeros: Compostos formados pela combinação de unidades menores, geralmente repetitivas, unidas por ligações covalentes. Estes compostos frequentemente formam grandes macromoléculas (p.ex., BIOPOLÍMEROS, PLÁSTICOS).Astronomia: Ciência voltada para os corpos celestes, e [também] para a observação e interpretação das radiações recebidas das diferentes partes do universo nas vizinhanças da Terra.Teoria Quântica: Teoria segundo a qual a emissão (radiation) e a absorção de energia ocorrem em quantidades variáveis [porém] definidas, chamadas quanta (E), [podendo] ser calculadas pela equação E=hv em que h é a constante de Planck e v a frequência da radiação.Água: Líquido transparente, inodoro e insípido que é essencial para a maioria dos animais e vegetais, além de ser um excelente solvente para muitas substâncias. A fórmula química é óxido de hidrogênio (H2O). (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)Conformação Molecular: Forma característica tridimensional de uma molécula.Espectroscopia Fotoeletrônica: Estudo da energia dos elétrons liberada da matéria pelo efeito fotoelétrico, isto é, como um resultado direto da absorção de energia da radiação eletromagnética. Como as energias liberadas pelos elétrons são características de cada elemento específico, usam-se suas medidas como técnica para determinar a composição de superfícies.Cobre: Oligoelemento de metal pesado com símbolo atômico Cu, número atômico 29 e peso atômico 63,55.Adsorção: Adesão de gases, líquidos ou substâncias dissolvidas em superfícies. Inclui fenômenos adsortivos de bactérias e vírus a superfícies. A ABSORÇÃO da substância pode se seguir, mas não necessariamente.História do Século XIX: Período de tempo a partir de 1801 até 1900 da era comum.Carbonatos: Sais ou íons do teórico ácido carbônico que contêm o radical CO2(3-). Os carbonatos são prontamente decompostos pelos ácidos. Os carbonatos dos metais alcalinos são hidrossolúveis; todos os outros são insolúveis.Nanotecnologia: Desenvolvimento e emprego de técnicas para estudar fenômenos físicos e estruturas construídas em escala nanométrica ou menor.Radioquímica: Estudo dos fenômenos químicos e físicos das substâncias radioativas.Descoberta de Drogas: Processo de encontrar compostos químicos para potencial uso terapêutico.Indicadores e Reagentes: Substâncias usadas para detecção, identificação, análise, etc. de processos ou condições químicas, biológicas ou patológicas. Indicadores são substâncias que mudam sua aparência física (p.ex., cor) no ponto final de uma titulação química (ou dele se aproximando), p.ex., na passagem entre a acidez e a alcalinidade. Reagentes são substâncias usadas para detecção ou determinação (especialmente análise) de outra substância por meios químicos ou microscópicos. Os tipos de reagentes são precipitantes, solventes, oxidantes, redutores, fluxos, e reagentes colorimétricos.Espectroscopia de Ressonância Magnética: Método espectroscópico de medição do momento magnético de partículas elementares, como núcleos atômicos, prótons ou elétrons. É empregada em aplicações clínicas, como Tomografia por RMN (IMAGEM POR RESSONÂNCIA MAGNÉTICA).Enzimas: Moléculas de origem biológica que apresentam atividade catalítica. Podem ocorrer naturalmente ou ser criadas sinteticamente. Geralmente são proteínas, entretanto moléculas de RNA CATALÍTICO e DNA CATALÍTICO também foram identificadas.Gases: Fluido aeriforme. Toma a forma do espaço onde está confinado e pode mudar para o estado líquido ou sólido por perda de temperatura ou aumento de pressão (Material III - Ministério da Ação Social, Brasília, 1992)Produtos Biológicos: Substâncias farmacêuticas complexas, preparações ou produtos de origem orgânica geralmente obtidos por métodos ou ensaios biológicos.Complexos de Coordenação: Ligantes neutros ou carregados negativamente ligados a cátions de metais ou a átomos neutros. O número de átomos do ligante ao qual o centro do metal está diretamente ligado corresponde ao número de coordenação do cátion metálico, sendo este número sempre maior do que a valência ou o número de oxidação do metal. Um complexo de coordenação pode ser carregado negativamente ou positivamente ou ser neutro.Controle de Qualidade: Sistema para verificação e manutenção de um nível desejado de qualidade em um produto ou processo por planejamento cuidadoso, uso de equipamento apropriado, inspeção continuada e ação corretiva quando necessária (Random House Unabridged Dictionary, 2d ed) (NLM). Entende-se por boa qualidade de assistência o serviço que reúne os requisitos estabelecidos e, dados os conhecimentos e recursos de que se dispõe, satisfaz as aspirações de obter o máximo de benefícios com o mínimo de riscos para a saúde e bem-estar dos pacientes. Por conseguinte, uma assistência sanitária de boa qualidade se caracteriza por um alto grau de competência profissional, a eficiência na utilização dos recursos, o risco mínimo para os pacientes, a satisfação dos pacientes e um efeito favorável na saúde. (Racoveanu y Johansen)Compostos Organometálicos: Classe de compostos do tipo R-M, em que o átomo C está ligado diretamente a qualquer outro elemento que não o H, C, N, O, F, Cl, Br, I ou At.Materiais Biocompatíveis: Materiais sintéticos ou naturais (exceto as drogas), usados para substituir ou reparar qualquer tecido ou função do corpo.Relação Estrutura-Atividade: Relação entre a estrutura química de um composto e sua atividade biológica ou farmacológica. Os compostos são frequentemente classificados juntos por terem características estruturais em comum, incluindo forma, tamanho, arranjo estereoquímico e distribuição de grupos funcionais.Exobiologia: Ciência interdisciplinar que estuda a biologia evolutiva, inclusive a origem e a evolução dos elementos principais necessários à vida, seu processamento no meio interestelar e em sistemas protoestelares. Este campo também inclui o estudo da evolução química e as interações subsequentes entre a biota em desenvolvimento e a evolução planetária, bem como o campo da biologia que lida com o estudo da vida extraterrestre.Processos Fotoquímicos: Reações químicas efetuadas pela LUZ.Nanopartículas: Partículas com tamanho nanométrico, apresentando nanoescala em três dimensões. Entre elas estão materiais nanocristalinos, NANOCÁPSULAS, NANOPARTÍCULAS METÁLICAS, DENDRÍMEROS e PONTOS QUÂNTICOS. O uso de nanopartículas inclui SISTEMAS DE LIBERAÇÃO DE MEDICAMENTOS e marcação e processamento de imagens de câncer.História do Século XVIII: Período de tempo a partir de 1701 até 1800 da era comum.Cinética: Taxa dinâmica em sistemas químicos ou físicos.Autoanálise: Método de análise de substâncias químicas por meio da automação.Espectrometria de Massas: Método analítico usado para determinar a identidade de um composto químico com base em sua massa, empregando analisadores/espectrômetros de massa.Compostos de Sulfidrila: Compostos que contêm o radical -SH.Biologia: Uma das DISCIPLINAS DAS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS voltada para a origem, estrutura, desenvolvimento, crescimento, função, genética, e reprodução de animais, plantas e micro-organismos.Sistema Solar: Grupo de corpos celestiais, inclusive a TERRA (PLANETA), que orbitam ao redor do sol e estão gravitacionalmente ligados a ele. Inclui oito planetas, um planeta anão, e 34 satélites naturais, mais de 1.000 cometas observados, e milhares de corpos menores conhecidos como PLANETAS MENORES (asteroides) e METEOROIDES. (Tradução livre do original: Academic American Encyclopedia, 1983)Hidrocarbonetos Cíclicos: Compostos orgânicos constituídos exclusivamente de carbono e hidrogênio, formando um anel fechado que pode ser tanto alicíclico como aromático.Bibliotecas de Moléculas Pequenas: Grande coleção de moléculas pequenas (massa molecular menor que ou igual a 600), de natureza semelhante ou variada, usadas em triagem de alto rendimento nos estudos de função gênica, interação entre proteínas, processamento celular, vias bioquímicas ou outras interações químicas.Testes Hematológicos: Testes utilizados na análise do sistema hematológico.Aminas: Grupo de compostos derivados da amônia pela substituição do hidrogênio por radicais orgânicos. (Tradução livre do original: Grant & Hackh's Chemical Dictionary, 5th ed)Metais: Elementos químicos eletropositivos caracterizados pela ductibilidade, maleabilidade, brilho e condutibilidade de calor e eletricidade. Podem substituir o hidrogênio existente nos ácidos formando bases com radicais hidroxila.Fulerenos: Estruturas poliédricas de CARBONO compostas por cerca de 60-80 átomos de carbono em uma configuração de pentágonos e hexágonos. Denominados segundo Buckminster Fuller devido à semelhança com cúpulas geodésicas. Os fulerenos podem ser produzidos em altas temperaturas como [as obtidas em] descargas de arcos elétricos em atmosfera inerte.Ligantes: Moléculas que se ligam a outras moléculas. O termo é usado especialmente para designar uma pequena molécula que se liga especificamente a uma molécula maior, e.g., um antígeno que se liga a um anticorpo, um hormônio ou neurotransmissor que se liga a um receptor, ou um substrato ou efetor alostérico que se liga a uma enzima. Ligantes são também moléculas que doam ou aceitam um par de elétrons, formando uma ligação covalente coordenada com o átomo metálico central de um complexo de coordenação. (Dorland, 28a ed)Silanos: Compostos similares aos carboidratos em que um átomo tetravalente de silício substitui o átomo de carbono. São bastante reativos, inflamam-se no ar e formam derivados muito úteis.Nanoestruturas: Materiais que têm componentes estruturados com pelo menos uma dimensão na faixa de 1 a 100 nanômetros. Entre eles estão NANOCOMPOSTOS, NANOPARTÍCULAS, NANOTUBOS, e NANOFIOS.Cristalografia por Raios X: Estudo da estrutura dos cristais utilizando técnicas de DIFRAÇÃO POR RAIOS X.História do Século XX: Período de tempo a partir de 1901 até 2000 da era comum.Fenômenos Químicos: Composição, conformação e propriedades de átomos e moléculas, e seus processos de reação e interação.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Ecotoxicologia: O estudo da POLUIÇÃO AMBIENTAL e os efeitos tóxicos dos POLUENTES AMBIENTAIS no ECOSSISTEMA. O termo foi inventado por Truhaut em 1969.Dendrímeros: Compostos poliméricos, altamente ramificados, como árvores. Crescem tridimensionalmente pela adição de cascas de moléculas ramificadas a um núcleo central. A forma geral globular e a presença de cavidades dão um potencial como transportadores de drogas e AGENTES DE CONTRASTES.Carbono: Elemento não metálico com símbolo atômico C, número atômico 6 e massa atômica [12,0096; 12,0116]. Pode ocorrer como vários alótropos diferentes, entre eles, DIAMANTE, CARVÃO VEGETAL, GRAFITE e como FULIGEM a partir de queima incompleta de combustível.Concentração de Íons de Hidrogênio: Normalidade de uma solução com relação a íons de HIDROGÊNIO, H+. Está relacionada com medições de acidez na maioria dos casos por pH = log 1/2[1/(H+)], onde (H+) é a concentração do íon hidrogênio em equivalentes-grama por litro de solução. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Paládio: Elemento químico que possui peso atômico 106,4, número atômico 46 e símbolo atômico Pd. É um metal branco, maleável, semelhante à platina, inclusive em abundância e importância aplicativa. É utilizado odontologicamente na forma de ligas de ouro, prata ou cobre.Peptídeos: Membros da classe de compostos constituídos por AMINOÁCIDOS ligados entre si por ligações peptídicas, formando estruturas lineares, ramificadas ou cíclicas. Os OLIGOPEPTÍDEOS são compostos aproximadamente de 2 a 12 aminoácidos. Os polipeptídeos são compostos aproximadamente de 13 ou mais aminoácidos. As PROTEÍNAS são polipeptídeos lineares geralmente sintetizados nos RIBOSSOMOS.Processos Químicos: As reações e interações dos átomos e moléculas, as alterações em sua estrutura e composição, e as alterações energéticas associadas.Técnicas Biossensoriais: Qualquer uma de uma variedade de procedimentos que utiliza sondas biomoleculares para medir a presença ou concentração de moléculas biológicas, estruturas biológicas, micro-organismos, etc., pela tradução de uma interação bioquímica na superfície da sonda em um sinal físico quantificável.Microscopia de Tunelamento: Tipo de microscopia de varredura por sonda, na qual uma agulha muito fina condutora é removida apenas poucos angstrons acima da superfície da amostra. A minuscula corrente de tunelamento que flui entre a amostra e a ponta da agulha é medida e a partir destes dados são produzidas topografias tridimensionais. Devido à pobre condutividade eletrônica da maioria das amostras biológicas, finas camadas de metal são depositadas na amostra.Elétrons: Partículas elementares estáveis tendo a menor carga negativa conhecida, presentes em todos os elementos; também denominados negatrons. Elétrons positivamente carregados são chamados pósitrons. Os números, as energias e o arranjo dos elétrons em torno do núcleos atômicos determinam a identidade química dos elementos. Feixes de elétrons são chamados RAIOS CATÓDICOS.Termodinâmica: Análise matemática rigorosa das relações [entre grandezas] energéticas (calor, trabalho, temperatura e equilíbrio). Descreve sistemas [e processos] cujos estados são caracterizados (determined) por parâmetros térmicos como a temperatura, além de parâmetros mecânicos e eletromagnéticos.Nanopartículas Metálicas: Nanopartículas produzidas de metais cuja utilização estão os biossensores, ópticos e catalizadores. Nas aplicações biomédicas, as partículas geralmente são envolvidas em metais nobres, especialmente ouro e prata.Ouro: Elemento metálico amarelo, cujo símbolo atômico é Au (número atômico 79 e massa atômica 197). É utilizado em joias, para banhar outros metais, como moeda e em restaurações dentárias. Em muitas de suas aplicações clínicas, por exemplo como ANTIRREUMÁTICOS, encontra-se na forma de sais.Proteínas: Polipeptídeos lineares sintetizados nos RIBISSOMOS e posteriormente podem ser modificados, entrecruzados, clivados ou agrupados em proteínas complexas com várias subunidades. A sequência específica de AMINOÁCIDOS determina a forma que tomará o polipeptídeo, durante o DOBRAMENTO DE PROTEÍNA e a função da proteína.FotoquímicaCorantes Fluorescentes: Agentes que emitem luz após excitação luminosa. O comprimento de onda da luz emitida geralmente é maior que o da luz incidente. Os fluorocromos são substâncias que causam fluorescência em outras substâncias, ou seja, corantes usados para marcar ou diferenciar outros compostos com etiquetas fluorescentes.DNA: Polímero desoxirribonucleotídeo que é material genético primário de todas as células. Organismos eucariotos e procariotos normalmente contém DNA num estado de dupla fita, ainda que diversos processos biológicos importantes envolvam transitoriamente regiões de fita simples. O DNA, cuja espinha dorsal é constituída de fosfatos poliaçucarados possuindo projeções de purinas (adenina ou guanina) e pirimidinas (timina e citosina), forma uma dupla hélice que é mantida por pontes de hidrogênio entre as purinas e as pirimidinas (adenina com timina e guanina com citosina).Oxigênio: Elemento com símbolo atômico O, número atômico 8 e peso atômico [15.99903; 15.99977]. É o elemento mais abundante da Terra e essencial à respiração.Sítios de Ligação: Partes de uma macromolécula que participam diretamente em sua combinação específica com outra molécula.Eletroquímica: Estudo das transformações químicas resultantes da ação elétrica e, [também inversamente] da atividade elétrica resultante das transformações químicas.Tamanho da Partícula: Relativo ao tamanho de sólidos.Alcenos: Hidrocarbonetos insaturados do tipo Cn-H2n, denominados pelo sufixo -eno.Compostos de Enxofre: Compostos inorgânicos ou orgânicos que contêm enxofre como parte integral da molécula.Elementos: Substâncias que compõem toda a matéria. Cada elemento é formado de átomos que são idênticos em número de elétrons, prótons e carga nuclear, mas podem ser diferentes em massa ou número de nêutrons.Sondas Moleculares: Grupo de moléculas ou átomos ligados a outras moléculas ou estruturas celulares, e usado no estudo das propriedades destas moléculas e estruturas. Sequências de DNA ou de RNA radioativas são usadas na genética molecular para detetar a presença de uma sequência complementar por HIBRIDIZAÇÃO DE ÁCIDO NUCLEICO.Biomimética: Campo interdisciplinar em ciência dos materiais, ENGENHARIA e BIOLOGIA, que estuda o uso de princípios biológicos para síntese ou fabricação de MATERIAIS BIOMIMÉTICOS.Ferro: Elemento metálico de símbolo Fe, número atômico 26 e massa atômica de 55,85. É um constituinte essencial de HEMOGLOBINAS, CITOCROMOS e PROTEÍNAS LIGANTES DE FERRO. Desempenha papel em reações de oxido-redução celulares e no transporte de OXIGÊNIO.Análise Espectral: Medida da amplitude dos componentes de um perfil de onda complexo ao longo do alcance da frequência do perfil de onda. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Ciclo-Octanos: Grupo de compostos com um anel de 8 carbonos. Podem ser saturados ou não saturados.Molhabilidade: Qualidade ou estado de ser molhável, ou o grau a que algo pode ser umedecido. Também a capacidade de qualquer superfície sólida de ficar molhada quando em contato com um líquido cuja tensão superficial foi reduzida, de modo que o líquido se espalha sobre a superfície do sólido.Meteoroides: Qualquer fenômeno que ocorre na atmosfera. Os meteoros podem classificar-se em líquidos, sólidos, ígneos, elétricos, magnéticos e luminosos (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Agroquímicos: Substâncias químicas usadas na agricultura. Compreendem praguicidas, fumigantes, fertilizantes, hormônios vegetais, esteroides, antibióticos, micotoxinas, etc.Erupções Vulcânicas: Cinza, poeira, gases e lava liberados por explosão vulcânica. Os gases são matéria volátil composta principalmente por cerca de 90 por cento de vapor de água, e também por gás carbônico, dióxido de enxofre, hidrogênio, monóxido de carbono e nitrogênio. A cinza ou poeira são ejetos piroclásticos, e a lava expelida é um material fundido constituído principalmente de silicato de magnésio. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 4th ed)Íons: Átomo ou grupo de átomos que têm uma carga elétrica positiva ou negativa devido a ganho (carga negativa) ou perda (carga positiva) de um ou mais elétrons. Átomos com carga positiva são conhecidos como CÁTIONS e, aqueles com carga negativa são ÂNIONS.Conformação Proteica: Forma tridimensional característica de uma proteína, incluindo as estruturas secundária, supersecundária (motivos), terciária (domínios) e quaternária das cadeias peptídicas. A ESTRUTURA QUATERNÁRIA DE PROTEÍNA descreve a conformação assumida por proteínas multiméricas (agregados com mais de uma cadeia polipeptídica).Disciplinas das Ciências Biológicas: Todas as divisões das ciências naturais que lidam com os vários aspectos dos fenômenos da vida e dos processos vitais. O conceito inclui anatomia e fisiologia, bioquímica e biofísica, e a biologia de animais, plantas e micro-organismos. Deve ser distinguido de BIOLOGIA, uma de suas subdivisões, voltada especificamente para a origem e os processos vitais dos organismos vivos.Preparações Farmacêuticas: Drogas dirigidas para uso humano ou veterinário, apresentadas em sua formulação final. Estão incluídos aqui os materiais usados na preparação e/ou na formulação final.Fenômenos Físico-Químicos: Fenômeno físico que descreve a estrutura e as propriedades de átomos e moléculas, e seus processos de reação e interação.Nanomedicina: Ramo da medicina relacionado com a aplicação da NANOTECNOLOGIA para a prevenção e tratamento de doenças. Envolve a monitoração, reparo, construção e controle de humanos nos sistemas biológicos em nível molecular usando nano-dispositivos e NANOESTRUTURAS construídos. (Tradução livre do original: Freitas Jr., Nanomedicine, vol 1, 1999)Laboratórios: Instalações equipadas para executar análises.Reação de Cicloadição: Reações orgânicas sintéticas que usam reações entre moléculas insaturadas para formar produtos cíclicos.Reagentes para Ligações Cruzadas: Reagentes com dois grupos reativos, geralmente em extremidades opostas da molécula, que são capazes de reagir e assim formar pontes entre as cadeias laterais de aminoácidos nas proteínas; os sítios naturalmente reativos nas proteínas podem assim ser identificados; podem ser usados também com outras macromoléculas, como as glicoproteínas, ácidos nucleicos ou outros.Teste de Materiais: Teste de materiais e dispositivos, especialmente os usados para PRÓTESES E IMPLANTES; SUTURAS; ADESIVOS TECIDUAIS, etc., para dureza, força, durabilidade, segurança, eficácia e biocompatibilidade.Física: Estudo dos aspectos de energia e matéria em termos de princípios e leis elementares. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Poluição Ambiental: Contaminação do ar, corpos d'água ou territórios com substâncias que são danosas à saúde humana e ao ambiente.História do Século XXI: Período de tempo a partir de 2001 até 2100 da era comum.Técnicas de Laboratório Clínico: Técnicas utilizadas para cumprir procedimentos clínicos investigativos no diagnóstico e terapia de doenças.Técnicas de Síntese em Fase Sólida: Técnicas usadas para sintetisar compostos químicos usando substratos moleculares que estejam ligados a superfícies sólidas. Caracteristicamente, uma série de reações é conduzida nos substratos ligados, o que resulta na ligação covalente de quantidades específicas de grupos funcionais ou na modificação de grupos funcionais existentes. Estas técnicas oferecem uma vantagem em relação àquelas que envolvem reações com soluções, já que os substratos não têm que ser isolados e purificados entre os passos da reação.Hidrocarbonetos FluoradosDerivados de BenzenoCromatografia Líquida de Alta Pressão: Técnica de cromatografia líquida que se caracteriza por alta pressão de passagem, alta sensibilidade e alta velocidade.Compostos Heterocíclicos: Compostos em anel que têm outros átomos diferentes do carbono nos seus núcleos.Silício: Oligoelemento que constitui aproximadamente 27,6 por cento da crosta terrestre sob a forma de DIÓXIDO DE SILÍCIO. Não ocorre de forma livre na natureza. O silício possui símbolo atômico Si, número atômico 14 e peso atômico [28.084; 28.086].Ligação Proteica: Processo pelo qual substâncias endógenas ou exógenas ligam-se a proteínas, peptídeos, enzimas, precursores proteicos ou compostos relacionados. Medidas específicas de ligantes de proteínas são usadas frequentemente como ensaios em avaliações diagnósticas.Vidro: Silicato rígido, amorfo, frágil, inorgânico, geralmente transparente, polimérico, de óxidos básicos, geralmente de potássio ou de sódio. É usado em forma (rígida) de folhas, vasos, tubos, fibras, cerâmicas, contas, etc.Polietilenoglicóis: Polímeros de ÓXIDO DE ETILENO e água e seus éteres. Variam em consistência de líquido a sólido, dependendo do peso molecular, indicado por um número após o nome. São utilizados como SURFACTANTES, agentes dispersores, solventes, unguentos, bases para supositórios, veículos e excipientes de comprimidos. Alguns grupos específicos são: NONOXINOL, OCTOXINOL e POLOXÂMERO.Laboratórios Hospitalares: Instalação hospitalar equipada para realizar procedimentos de investigação.Relâmpago: Descarga abrupta de corrente elétrica de alta intensidade que ocorre na ATMOSFERA e que possui o comprimento do caminho percorrido de centenas de metros a dezenas de quilômetros. (Tradução livre do original: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Dióxido de Silício: Cristal transparente e insípido encontrado na natureza como ágata, ametista, calcedônia, cristobalita, pedra, areia, QUARTZO e tridimita. O composto é insolúvel em água ou ácidos, exceto o ácido fluorídrico.Halogênios: Família de elementos não metálicos, geralmente eletronegativos, que formam o grupo 17 (anteriormente grupo VIIa) da tabela periódica.Evolução Planetária: Criação e desenvolvimento de corpos [celestes] dentro de sistemas solares; inclui o estudo da geologia planetária primitiva (early).Sistemas de Liberação de Medicamentos: Sistema de liberação de medicamentos para atingir locais de ação farmacológica. Entre as tecnologias empregadas estão a preparação do medicamento, via de administração, local-alvo, metabolismo e toxicidade.Oligonucleotídeos: Polímeros constituídos por poucos (2-20) nucleotídeos. Em genética molecular, referem-se a uma sequência curta sintetizada para se combinar a uma região onde sabidamente ocorre uma mutação e, que é então, usada como uma sonda (SONDA DE OLIGONUCLEOTÍDEO). (Dorland, 28a ed)Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.Temperatura Ambiente: Propriedade de objetos que determina a direção do fluxo de calor quando eles são posicionados em contato térmico direto. A temperatura é a energia dos movimentos microscópicos (translacionais e de vibração) das partículas dos átomos.Aldeídos: Compostos orgânicos contendo o grupo carbonil sob a forma -CHO.Soluções: Misturas homogêneas formadas ao se misturar uma substância (soluto) sólida, líquida ou gasosa em um líquido (solvente), do qual as substâncias dissolvidas podem ser recuperadas através de processos físicos.Nitrogênio da Ureia Sanguínea: Concentração de ureia do sangue expressa em termos de conteúdo de nitrogênio. A concentração de nitrogênio da ureia no soro (plasma) é aproximadamente 12 por cento mais alta que a concentração de nitrogênio da ureia sanguínea por causa do maior conteúdo de proteína das células vermelhas do sangue. Aumentos do nitrogênio da ureia sanguínea ou no soro são referidos como azotemia e podem ter causas pré-renais, renais ou pós-renais.Química Inorgânica: Campo da química pertencente aos compostos químicos ou aos íons que não contêm o elemento carbono (com exceção do dióxido de carbono e dos compostos contendo o radical de carbonato, p.ex., carbonato de cálcio).Chuva Ácida: Chuva que contém componentes ácidos dissolvidos, resultantes da poluição química da atmosfera por componentes de enxofre e nitrogênio. Quando estes se depositam, aumentam a acidez do solo e da água, causando danos ecológicos e na agricultura (Material II - IDNDR, 1992)Ácidos Nucleicos: Polímeros de alto peso molecular contendo uma mistura de nucleotídeos purínicos e pirimidínicos encadeados por ligações ribose ou desoxirribose.Domínio Catalítico: Região de uma enzima que interage com seu substrato causando uma reação enzimática.Análise Espectral Raman: Análise da intensidade da difusão de Raman de luz monocromática, como uma função da frequência da luz difundida.Carbonato de Cálcio: Sal de cálcio do ácido carbônico (CaCO3). Existe na natureza na forma de cristal ou pó inodoro e insípido. É utilizado terapeuticamente como um tampão fosfato em tratamentos de hemodiálise e como suplemento de cálcio.Química Encefálica: Alterações nas quantidades de vários compostos químicos (neurotransmissores, receptores, enzimas e outros metabólitos) específicos da área do sistema nervoso central contido dentro da cabeça. São monitoradas ao longo do tempo, durante a estimulação sensorial, ou em diferentes estágios de doenças.Ligações de Hidrogênio: Força atrativa de baixa energia entre o hidrogênio e um outro elemento [eletronegativo]. Desempenha um papel importante determinando [algumas] propriedades da água, das proteínas e de outros compostos.Sondas de Ácido Nucleico: Ácidos nucleicos que complementam um RNAm ou molécula de DNA específica, ou de um fragmento, utilizada para estudos de hibridização para identificar micro-organismos e para estudos genéticos.IminasÓxidos de Nitrogênio: Óxidos inorgânicos que contêm nitrogênio.Água Subterrânea: 1) Água na forma líquida presente abaixo da superfície da terra (MeSH). 2) Água do subsolo ocupando a zona saturada.Prótons: Partículas elementares estáveis que possuem a menor carga positiva conhecida, sendo encontradas no núcleo de todos os elementos. A massa de um próton é menor que a do nêutron. Um próton é o núcleo do átomo de hidrogênio leve, i. é, do íon de hidrogênio.Hidrogênio: Hidrogênio. O primeiro elemento da tabela periódica. Possui símbolo atômico H, número atômico 1 e peso atômico [1.00784; 1.00811]. Existe, sob condições normais, como um gás bi-atômico incolor, inodoro e insípido. Os íons de hidrogênio são PRÓTONS. Além do comum isótopo H1, o hidrogênio ainda existe nas formas do isótopo estável, DEUTÉRIO e do isótopo instável, o TRÍTIO.Saturno: Sexto planeta [contado] na ordem a partir do sol. É um dos cinco planetas exteriores do sistema solar. Seus doze satélites naturais incluem Febo (Phoebe) e Titan.Microscopia de Força Atômica: Tipo de microscopia de varredura por sonda, na qual uma sonda montada sistematicamente na superfície da amostra que está sendo varrida em um padrão rastreado. A posição vertical é registrada como uma mola fixada a uma sonda que sobe e cai em resposta aos picos e vales da superfície. Estas deflexões produzem um mapa topográfico da amostra.Modelos Biológicos: Representações teóricas que simulam o comportamento ou a actividade de processos biológicos ou doenças. Para modelos de doença em animais vivos, MODELOS ANIMAIS DE DOENÇAS está disponível. Modelos biológicos incluem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Bromo: Halogênio com símbolo atômico Br, número atômico 36 e peso atômico 79,904. É um líquido marrom-avermelhado volátil que desprende vapores sufocantes. É corrosivo para a pele e pode causar gastroenterite se ingerido.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Ânions: Átomos, radicais ou grupos atômicos carregados negativamente capazes de se deslocarem em direção ao anodo ou polo positivo durante a eletrólise.Técnicas Analíticas Microfluídicas: Métodos que utilizam os princípios da MICROFLUÍDICA para manipulação de amostras, mistura de reagentes e separação e detecção de componentes específicos em líquidos.Radicais Livres: Moléculas altamente reativas com um par de elétron desemparelhados. Radicais livres são produtos tanto de processos normais como patológicos. São substâncias supostamente envolvidas com lesão tecidual em várias situações, tais como, radiação, exposição química e envelhecimento. A prevenção natural e farmacológica da formação de radicais livres está sendo amplamente investigada.Estudos Interdisciplinares: Programas de estudo que abrangem as fronteiras tradicionais do conhecimento acadêmico.Compostos Férricos: Compostos inorgânicos ou orgânicos que contêm ferro trivalente.Terra (Planeta): Planeta que é o terceiro a partir do sol. É um dos quatro planetas internos ou terrestres do SISTEMA SOLAR.Eletrólitos: Substâncias que se dissociam em dois ou mais íons, de certa maneira, em água. Assim, soluções de eletrólitos conduzem corrente elétrica e podem ser decompostas por ela (ELETRÓLISE).Águias: Membros grandes da ordem de aves FALCONIFORMES (família Accipitridae) especificamente os gêneros Aquila, Haliaeetus, Harpia e Circaetus. São caracterizados por possuirem poderosas patas que com garras longas, curvas e pontiagudas e, por seu dedo inferior opositor.Microfluídica: O estudo de canais e câmaras de líquido de dimensões diminutas de dezenas a centenas de micrômetros e volume de nanolitros ou picolitros. É de interesse na MICROCIRCULAÇÃO biológica e usado na MICROQUÍMICA e TÉCNICAS INVESTIGATIVAS.CetonasCátions: Átomos, radicais ou grupos de átomos carregados positivamente que se deslocam em direção ao catodo ou polo negativo durante a eletrólise.Interações Hidrofóbicas e Hidrofílicas: Interação termodinâmica entre uma substância e a ÁGUA.Bilirrubina: Pigmento biliar, que é um produto de degradação da HEME.Simulação por Computador: Representação feita por computador de sistemas físicos e fenômenos como os processos químicos.Especificidade por Substrato: Aspecto característico [(dependência)] da atividade enzimática em relação ao tipo de substrato com o qual a enzima (ou molécula catalítica) reage.Espectroscopia Infravermelho Transformada de Fourier: Técnica espectroscópica na qual uma faixa de comprimentos de onda é apresentada simultaneamente com um interferômetro e o espectro é matematicamente derivado do padrão que é então obtido.Fenômenos Bioquímicos: Processos químicos, atividades enzimáticas e vias dos seres vivos e conceitos temporais, dimensionais, qualitativos e quantitativos relacionados.Água do Mar: Água salinizada dos OCEANOS E MARES que supre habitat para organismos marinhos.Compostos Macrocíclicos: Compostos cíclicos com um anel do tamanho aproximadamente de 1-4 dúzias de átomos.Disciplinas das Ciências Naturais: As ciências que estudam os processos observáveis na natureza.Marcação por Isótopo: Técnicas para marcação de uma substância com um isótopo estável ou radioativo. Não é utilizada para condições envolvendo substâncias marcadas a menos que o método de marcação seja substancialmente discutido. Os traçadores que podem ser marcados incluem substâncias, células ou microrganismos.Ácidos Carboxílicos: Compostos orgânicos contendo o grupo carboxi (-COOH). Este grupo de compostos inclui os aminoácidos e ácidos graxos. Os ácidos carboxílicos podem ser saturados, insaturados ou aromáticos.Elementos da Série dos Lantanoides: Elementos da série dos lantanídeos que incluem o número atômico 57 (LANTÂNIO) até o número atômico 71 (LUTÉCIO).Halogenação: Ligação covalente dos HALOGÊNIOS para outros compostos.Fósforo: Elemento não metálico que tem o símbolo atômico P, o número atômico 15 e massa atômica 31. É um elemento essencial que participa de uma ampla variedade de reações bioquímicas.Poliestirenos: Formas polimerizadas do estireno usadas como material biocompatível, especialmente em odontologia. São termoplásticos utilizados como isolantes, para a injeção de peças fundidas e moldes, como folhas, placas, hastes, formas rígidas e esferas.Hidrocarbonetos: Cada um dos compostos químicos resultantes da combinação do carbono com o hidrogênio, substância combustível fóssil que se encontra em jazigos subterrâneos. Este termo refere-se basicamente ao petróleo em todas as suas manifestações, inclusive os petróleo cru, óleo combustível, os lodos, os resíduos petrolíferos e os produtos de refinamento, assim como os listados nos anexos do MARPOL 73/78. (Material IV - Glosario de Protección Civil, OPAS, 1992)Partículas alfa: Partículas carregadas positivamente compostas de dois prótons e dois NÊUTRONS, isto é, equivalentes a núcleos de HÉLIO, emitidos durante a desintegração de ISÓTOPOS pesados. Os raios alfa têm poder de ionização muito elevado, porém baixa penetrabilidade.Compostos Organofosforados: Compostos orgânicos que contêm fósforo como parte integral da molécula. Incluído sob este descritor há uma vasta amplitude de compostos sintéticos que são utilizados como PESTICIDAS e FÁRMACOS.Elementos de Transição: Elementos com os orbitais d parcialmente preenchidos. Formam os elementos dos grupos 3 a 12 da tabela periódica.Biocatálise: Facilitação de reações bioquímicas com o auxílio de catalisadores naturais, como as ENZIMAS.Radical Hidroxila: Radical univalente OH. O radical hidroxila é um agente oxidante potente.Alquilação: Ligação covalente de um grupo alquila a um composto orgânico. Pode ocorrer por uma simples reação de adição ou por substituição de outro grupo funcional.Grafite: Forma alotrópica de carbono que é usada em lápis, como lubrificante e em palitos de fósforo e explosivos. É obtido por mineração e seu pó pode causar irritação pulmonar.