Pensamento: Atividade mental, que não é predominantemente perceptiva, através da qual se apreende algum aspecto de um objeto ou situação com base no aprendizado e experiência anteriores.Criatividade: Capacidade de conceber novas ideias ou imagens.Lógica: A ciência que investiga os princípios que governam a conclusão correta ou fidedigna e negocia com os princípios e critérios de validade em pensamento e demonstração. Este sistema de raciocínio é aplicável a qualquer ramo de conhecimento ou estudo.Resolução de Problemas: Situação de aprendizagem que envolve a seleção de uma alternativa, entre várias, para se atingir um objetivo específico.Biologia: Uma das DISCIPLINAS DAS CIÊNCIAS BIOLÓGICAS voltada para a origem, estrutura, desenvolvimento, crescimento, função, genética, e reprodução de animais, plantas e micro-organismos.Aprendizagem Baseada em Problemas: Uso educacional de exemplos e casos para ensinar técnicas de solução de problemas e raciocínio crítico.Linguagem do Esquizofrênico: A linguagem artificial dos pacientes esquizofrênicos - neologismos (palavras formuladas pelo próprio paciente com novos significados)Ensino: O processo educacional de instrução.Fisiologia: Ciência biológica relacionada com as propriedades vitais de suporte, funções e processos de organismos vivos ou suas partes.Teoria de Sistemas: Princípios, modelos, e leis que se aplicam a inter-relações complexas e interdependências de conjuntos de componentes ligados que formam um todo funcional, um sistema. Qualquer sistema pode ser composto de componentes que são sistemas em seu próprio contexto (subsistemas), como vários órgãos dentro de um organismo individual.Ciência: Estudo de fenômenos naturais por observação, medidas e experimentação.Imaginação: Padrão novo de material perceptivo ou ideativo, originado na experiência passada.Avaliação Educacional: A avaliação das realizações acadêmica ou educacional. Inclui todos os aspectos de teste e construção de teste.Odontologia Baseada em Evidências: Abordagem ou processo de prática de saúde bucal que requer a integração crítica de avaliações sistemáticas de evidências científicas relevantes, relacionando a condição oral e médica do paciente e sua história, com a competência clínica do dentista e as necessidades e preferências do tratamento do paciente. (Tradução livre do original: J Am Dent Assoc 134: 689, 2003)Pesquisa em Educação de Enfermagem: Investigação sobre os problemas de integrar achados de pesquisas nos currículos de enfermagem, desenvolvendo habilidades para resolver problemas, de encontrar abordagens para o ensino clínico, determinando o nível de prática dos graduados de diferentes disciplinas (preparations) básicas, etc.Filosofia MédicaAprendizagem: Mudança de comportamento relativamente duradoura que resulta da experiência passada ou da prática. O conceito inclui a aquisição de conhecimento.Redação: O ato ou prática de composição literária, a ocupação do escritor ou produção e ocupação em trabalho literário como uma profissão.Currículo: Conjunto de estudos e práticas destinadas a que o aluno desenvolva plenamente suas possibilidades (Diccionario de la Real Academia de la Lengua Española). As matérias constantes de um curso (Dicionário Aurélio)Cognição: Processo intelectual ou mental por meio do qual um organismo obtém conhecimento.Educação em Odontologia: Usada para artigos relativos a educação dental em geral.Estudantes de Enfermagem: Indivíduos matriculados em uma escola de enfermagem ou em um programa de educação formal que leva à graduação em enfermagem.Higienistas Dentários: Pessoas treinadas em escola reconhecida e autorizada pelo estado em que residem para prover profilaxia dentária sob a direção de um dentista licenciado.Filosofia: Amar ou perseguir a sabedoria. Uma busca das causas subjacentes e dos princípios da realidade.História do Século XX: Período de tempo a partir de 1901 até 2000 da era comum.Conhecimento: Corpo [constituído] por verdades ou fatos acumulados com o passar do tempo, soma de informações acumuladas, seu volume e natureza, em qualquer civilização, período ou país.Modelos Educacionais: Modelos teóricos que propõem métodos para o aprendizado ou para o ensino, como base ou como suplemento para mudanças de atitude ou de comportamento. Estas intervenções educacionais são usualmente aplicadas nas áreas de educação sanitária e do paciente, mas não se restringem aos cuidados com o paciente.Estudantes de Odontologia: Indivíduos matriculados em uma escola de odontologia ou em um programa de educação formal que leva a uma graduação em odontologia.Competência Clínica: A capacidade de realizar aceitavelmente aqueles deveres diretamente relacionados ao cuidado de paciente.Consciência: Os processos cognitivos ou afetivos que compõem um governo moral internalizado, que atua sobre a conduta moral do indivíduo.Transtornos Paranoides: Transtornos mentais crônicos nos quais há um desenvolvimento insidioso de um sistema delirante permanente e inquestionável (delírios persecutórios e delírios de ciúme), acompanhados pela preservação do pensamento organizado e claro. As respostas e os comportamentos emocionais são consistentes com o estado delirante.Formação de Conceito: Processo cognitivo envolvendo a formação de ideias a partir da generalização do conhecimento que se tem sobre as qualidades, aspectos e relações dos objetos.História do Século XIX: Período de tempo a partir de 1801 até 1900 da era comum.Antropologia: A ciência voltada para o estudo comparativo do homem.Tomada de Decisões: O processo de realizar um julgamento intelectual seletivo quando se é apresentado a várias alternativas complexas consistindo de diversas variáveis, e que geralmente leva à definição de um modo de agir ou de uma ideia.Delusões: Crença falsa sobre si mesmo ou sobre as pessoas ou objetos externos a si próprio que persiste apesar dos fatos e não é considerada sustentável pelas pessoas com quem o indivíduo convive.Estudantes: Indivíduos matriculados em uma escola ou programa educacional formal.Teoria da Mente: Habilidade de atribuir estados mentais (ex.: crenças, desejos, sentimentos, intenções, pensamentos etc.) para si e para os outros, permitindo que um indivíduo entenda e infira comportamento na base dos estados mentais. A diferença ou déficit na teoria da mente está associada com a SÍNDROME DE ASPERGER, TRANSTORNO AUTÍSTICO e ESQUIZOFRENIA etc.Relações Metafísicas Mente-Corpo: A relação entre a mente e o corpo em um contexto religioso, social, espiritual, comportamental e metafísico. Este conceito é significativo no campo da medicina alternativa. Difere do relacionamento entre processos fisiológicos e comportamento, onde a ênfase está na fisiologia do corpo (=PSICOFISIOLOGIA).Intuição: Conhecimento ou compreensão que ocorrem sem o uso consciente do raciocínio.Eugenia (Ciência): Tentativa de melhoria de FENÓTIPOS de gerações futuras da população humana por meio do fomento da reprodução de pessoas com fenótipos e GENÓTIPOS favoráveis, e impedimento da PROCRIAÇÃO de pessoas com fenótipos e genótipos "indesejáveis". O conceito é amplamente depreciado. (Tradução livre do original de: McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms, 6th ed)Pesquisa: Investigação crítica e exaustiva ou experimentação, tendo por objetivo a descoberta de fatos novos e sua interpretação correta, a revisão de conclusões, teorias ou leis aceitas, à luz de fatos recentemente descobertos, ou a aplicação prática dessas conclusões, teorias ou leis novas ou revisadas.Liberdade: Direitos dos indivíduos de agir e tomar decisões sem constrangimentos externos.Obrigações Morais: Deveres baseados em ÉTICA e não nas leis.Docentes de Odontologia: O pessoal de ensino e o pessoal administrativo que possui graduação acadêmica em uma escola de odontologia.Princípios Morais: Padrões de conduta que distinguem o certo do errado.Sexismo: Preconceito ou discriminação com base no gênero ou comportamento ou atitudes que nutrem papéis sociais estereotipados com base no gênero.Disciplinas das Ciências Biológicas: Todas as divisões das ciências naturais que lidam com os vários aspectos dos fenômenos da vida e dos processos vitais. O conceito inclui anatomia e fisiologia, bioquímica e biofísica, e a biologia de animais, plantas e micro-organismos. Deve ser distinguido de BIOLOGIA, uma de suas subdivisões, voltada especificamente para a origem e os processos vitais dos organismos vivos.Educação em Enfermagem: Uso de artigos em geral que dizem respeito a educação em enfermagem.Temas Bioéticos: Conjunto de tópicos que pertencem ao domínio da BIOÉTICA, o campo de estudo preocupado com os valores das questões que surgem na biomedicina e assistência à saúde.Estudantes de Ciências da Saúde: Indivíduos matriculados em uma escola ou programa de educação formal em ocupações de saúde.Compreensão: Ato ou fato de captar o significado, natureza ou importância de [alguma coisa]; entendimento. (Tradução livre do original: American Heritage Dictionary, 4th ed). Inclui o entendimento, por um paciente (ou objeto de pesquisa), sobre informação fornecida oralmente ou por escrito.Psicologia do Esquizofrênico: O estudo dos processos e do comportamento dos esquizofrênicos.Estudantes de Farmácia: Indivíduos matriculados em uma escola de farmácia ou em um programa de educação formal que leva a graduação em farmácia.Autobiografia como Assunto: A vida de uma pessoa escrita por ela ou ele mesmo.Modelos Psicológicos: Representações teóricas que simulam processos psicológicos e/ou sociais. Envolvem o uso de equações matemáticas, computadores e outros equipamentos eletrônicos.Metas: O resultado final ou objetivo, que pode ser especificado ou requisitado com antecipação.Ética: Filosofia ou código que diz respeito ao que é ideal no caráter e na conduta humana. É também o campo de estudo que trata dos princípios da moralidade.Teoria Ética: Conjunto filosoficamente coerente de proposições (por exemplo, utilitarismo) que tenta prover normas gerais para orientação e avaliação de conduta moral. (Tradução livre do original: Beauchamp and Childress, Principles of Biomedical Ethics, 4th ed)Beneficência: Estado ou qualidade de ser amável, caridoso ou útil. (Tradução livre do original: American Heritage Dictionary of the English Language, 4th ed). O princípio ético da BENEFICÊNCIA requer a criação de uma rede de benefícios acima dos danos. (Tradução livre do original: Enciclopédia de Bioética)Bacharelado em Enfermagem: Programa de quatro anos em educação em enfermagem em uma instituição ou universidade que conduz a um bacharelado em ciências da enfermagem, B.S.N. (Bachelor of Science in Nursing). Os graduados estão qualificados para o exame formal para licenciamento como enfermeiro registrado, RN (Registered Nurse).Afeto: O tom emocional que acompanha uma ideia ou representação mental. É o derivado psíquico mais direto do instinto e o representante das várias transformações corporais através do qual os instintos se manifestam.Autoimagem: A visão que a pessoa tem de si mesma.Educação Médica: Uso de artigos em geral que dizem respeito a educação médica.Competência Profissional: A capacidade para executar os deveres de uma profissão em geral ou de executar uma tarefa profissional especial com habilidade de qualidade aceitável.Comunicação: A troca ou transmissão de ideias, atitudes ou crenças entre indivíduos ou grupos.Evolução Cultural: O processo de desenvolvimento contínuo de uma cultura de formas simples a complexas e de qualidades homogêneas a heterogêneas.Medicina Clínica: Estudo e prática da medicina por exame direto do paciente.Engenharia: A aplicação prática de princípios físicos mecânicos e matemáticos. (Stedman, 25a ed). Inclui Engenharia Civil, Engenharia de Minas, Engenharia de Materiais e Metalúrgica, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Química, Engenharia Sanitária, Engenharia de Produção, Engenharia Nuclear, Engenharia de Transportes, Engenharia Naval e Oceânica, Engenharia Aeroespacial, Engenharia Biomédica.Instinto: Padrões estereotipados de resposta, característicos de uma determinada espécie, que são filogeneticamente adaptados a um tipo específico de situação.Questionários: Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.Julgamento: O processo de descobrir ou afirmar uma relação objetiva ou intrínseca entre dois objetos ou conceitos; uma capacidade ou poder que permite que a pessoa realize julgamentos; o processo de esclarecer e afirmar o significado implícito de um conceito; uma avaliação crítica de uma pessoa ou situação.Estudantes de Medicina: Indivíduos matriculados em uma escola de medicina ou em um programa de educação formal em medicina.Responsabilidade Social: Obrigações e responsabilidades assumidas quando se executam ações ou ideias a favor de outros.Educação em Farmácia: Instrução convencional, aprendizado e treinamento na preparação, aviamento e utilização apropriada das drogas no campo da medicina.Diagnóstico Bucal: Exame da boca e dentes para identificação e diagnóstico de doença intraoral ou manifestação de afecções não orais.Ética Odontológica: Princípios de conduta profissional própria relativos aos direitos e deveres do dentista, relações com os pacientes e profissionais da mesma categoria, assim como ações do dentista no cuidado ao paciente e relações interpessoais com a família do paciente. (Tradução livre do original: Stedman, 25th ed)Comportamento Verbal: Inclui tanto a produção de palavras como as respostas a elas, sejam escritas ou faladas.Aptidão: Capacidade de adquirir conhecimentos ou habilidades gerais ou específicas.Transtorno da Personalidade Esquizotípica: Transtorno de personalidade em que estão presentes excentricidades do pensamento (pensamento mágico, ideação paranoide, desconfiança), percepção (ilusões, despersonalização), fala (digressiva, vaga, excessivamente elaborada), e comportamento (afeto inapropriado nas interações sociais, isolamento social frequente) que não são graves o suficiente para caracterizar a esquizofrenia.Universidades: Instituições educacionais que promovem facilidades para o ensino e a pesquisa e autorizadas a conceder os graus acadêmicos.Enquadramento (Psicologia): Prontidão para pensar ou responder de uma forma predeterminada quando confrontado com um problema ou uma situação-estímulo.Processos Mentais: As funções conceituais ou o pensamento em todas as suas formas.Ética Médica: Princípios de conduta profissional própria relativos aos direitos e deveres do médico, relações com os pacientes e médicos da mesma categoria, assim como ações do médico no cuidado ao paciente e as relações interpessoais com a família do paciente.Metáfora: Aplicação de um conceito ao que não é literalmente o mesmo, mas que sugere uma semelhança e comparação. Metáforas médicas eram difundidas em literatura antiga; a descrição de um corpo doente era frequentemente usada por escritores antigos para definir uma situação crítica do Estado no qual a parte corrupta pode arruinar o sistema inteiro. (Tradução livre do original: Med Secoli Arte Sci, 1990;2(3): abstract 331)Enfermagem em Saúde Pública: Campo da enfermagem voltado para a promoção e proteção da saúde das populações, usando o conhecimento de enfermagem e das ciências social e de saúde pública para desenvolver pesquisa e política em saúde local, regional, estadual e nacional. É focado em população e orientado para a comunidade, direcionado a promoção de saúde e prevenção de doenças através de programas educacionais, diagnósticos e preventivos.Adaptação Psicológica: Estado de harmonia entre as necessidades internas e as exigências externas, e os processos usados na conquista desta condição. (Tradução livre do original: APA Thesaurus of Psychological Index Terms, 8th ed).Tecnologia: A aplicação de conhecimento científico para propósitos práticos em qualquer campo. Inclui métodos, técnicas e instrumentação.Memória Episódica: Tipo de memória declarativa que consiste de memória pessoal (autobiográfica) ao contrário da de conhecimento geral.Atitude: Predisposição adquirida e duradoura que age sempre do mesmo modo diante de uma determinada classe de objetos, ou um persistente estado mental e/ou neural de prontidão para reagir diante de uma determinada classe de objetos, não como eles são, mas sim como são concebidos.Ego: A porção consciente da estrutura da personalidade, que serve como mediadora entre as exigências dos impulsos instintivos primitivos (o id), das proibições parentais e sociais internalizadas ou consciência (o superego), e da realidade.Prazer: Sensação de satisfação ou gratificação.Esquizofrenia Paranoide: Forma crônica de esquizofrenia caracterizada primariamente pela presença de delírios de perseguição ou grandeza, frequentemente associados a alucinações.