Patela: Osso achatado, triangular, situado na parte anterior do JOELHO.Condromalacia da Patela: Degeneração da CARTILAGEM ARTICULAR da PATELA, causada por diminuição dos mucopolissacarídeos sulfatados na matriz celular. Quando acompanhada por dor, é, às vezes, considerada como sendo parte ou confundida com a SÍNDROME DA DOR PATELOFEMURAL.Ligamento Patelar: Fita de tecido fibroso que liga o ápice da PATELA à parte inferior do tubérculo da TÍBIA. Na realidade, o ligamento é a continuação caudal do tendão comum do QUADRÍCEPS FEMORAL, estando a patela implantada no tendão. Assim, o ligamento patelar pode ser considerado como uma conexão entre tendão do quadríceps femoral e tíbia; assim, às vezes é denominado tendão patelar.Doenças das Cartilagens: Processos patológicos envolvendo o tecido cartilaginoso (CARTILAGEM).Articulação Patelofemoral: Articulação entre a superfície articular da PATELA e a superfície patelar do FÊMUR.Luxação Patelar: Deslocamento da PATELA proveniente de um sulco femural.Articulação do Joelho: Conexão articular sinovial formada entre os ossos do FÊMUR, TÍBIA e PATELA.Síndrome da Unha-Patela: Síndrome de múltiplas anormalidades caracterizadas pela ausência ou hipoplasia da PATELA e distrofia congênita da unha. É uma herança de caráter autossômico dominante, determinada geneticamente.Cartilagem Articular: Camada protectora de cartilagem firme e flexível por cima das extremidades das articulações dos ossos. Provê uma superfície lisa que permite o movimento articular e protege as extremidades dos ossos longos contra o desgaste nos pontos de contato.LuxaçõesPrótese do Joelho: Substituição de uma articulação do joelho.Artroplastia do Joelho: Substituição da articulação do joelho.Prochloron: Gênero de PROCHLOROPHYTES contendo bactérias unicelulares, esféricas sem bainha mucilaginosa. São encontradas quase que exclusivamente como simbiontes extracelulares de colônias de ascídias nas costas marinhas tropicais ou subtropicais.Osteoartrite do Joelho: Doença degenerativa não inflamatória da articulação do joelho que consiste de três grandes categorias: afecções que bloqueiam o movimento sincrônico normal, afecções que produzem vias anormais de movimento e afecções que causam concentração do estresse resultando em mudanças na cartilagem articular.Instabilidade Articular: Perda de estabilidade de uma articulação ou de uma prótese articular. Os fatores envolvidos são doença intra-articular e integridade das estruturas extra-articulares tais com cápsula articular, ligamentos e músculos.Fêmur: O mais longo e o maior osso do esqueleto; está situado entre o quadril e o joelho.Tíbia: Área que ocupa a região mais posterior da CAVIDADE ABDOMINAL. Esta área é limitada lateralmente pelas bordas dos músculos quadrados lombares e estende-se do DIAFRAGMA à borda da PELVE verdadeira, continuando então como espaço extraperitoneal pélvico.Amplitude de Movimento Articular: A distância e direção para qual uma articulação óssea pode ser estendida. A amplitude de movimento é uma função da condição das articulações, músculos e tecidos conjuntivos envolvidos. A flexibilidade da articulação pode ser melhorada através de EXERCÍCIOS DE ALONGAMENTO MUSCULAR apropriados.Síndrome da Dor Patelofemoral: Síndrome caracterizada por DOR retropatelar ou peripatelar, resultante de alterações física e bioquímica da articulação patelofemoral. A dor é mais intensa ao subir ou descer escadas, ao se agachar ou ao se sentar com os joelhos flexionados. Não há consenso sobre a etiologia e tratamento. A síndrome com frequência é confundida com (ou acompanhada por) CONDROMALACIA DA PATELA, sendo que esta última descreve uma afecção da CARTILAGEM e não uma síndrome.Artralgia: Dor na articulação.Osteocondrite: Inflamação de um osso e sua CARTILAGEM sobreposta.Traumatismos do Joelho: Traumatismos do joelho ou junção do joelho.Músculo Quadríceps: Quadríceps femural. Nome coletivo do músculo (de quatro cabeças) da coxa, composto pelo reto femural e pelos vastos intermédio, lateral e medial.Fios Ortopédicos: Fios de aço, usados para fixar ossos quebrados, em geral enfiados através da pele, tecidos macios e osso. Fios de Kirschner ou aparelhos também incluem a aplicação de tração ao osso cicatrizado através dos fios.Joelho: Região na extremidade inferior que envolve imediatamente e inclui a ARTICULAÇÃO DO JOELHO.Moluscos: Filo do reino Metazoa. Moluscos possuem corpos moles, não segmentados com cabeça anterior, massa visceral dorsal e pé ventral. A maioria é revestida por concha protetora calcárea. Composto por classes GASTROPODA, BIVALVIA, CEPHALOPODA, Aplacophora, Scaphopoda, Polyplacophora e Monoplacophora.ArtropatiasPontos de Referência Anatômicos: Pontos de referência localizados por inspeção visual, palpação ou com o auxílio de computador que são úteis na localização de estruturas na superfície ou dentro do corpo humano.Fenômenos Biomecânicos: Propriedades, processos e comportamento de sistemas biológicos sob ação de forças mecânicas.Chumbo: Metal azul-acinzentado macio com sais venenosos de símbolo Pb, número atômico 82, peso atômico 207,19. (Dorland, 28a ed)Cadáver: Corpo morto, geralmente corpo humano.Tendões: Feixes fibrosos ou cordas de TECIDO CONJUNTIVO nas terminações das FIBRAS MUSCULARES ESQUELÉTICAS, que servem para ligar os MÚSCULOS a ossos e outras estruturas.Mau Alinhamento Ósseo: O deslocamento dos ossos para fora do seu alinhamento em relação com as articulações. Ele pode ser congênito ou traumático na sua origem.Imagem por Ressonância Magnética: Método não invasivo de demonstração da anatomia interna baseado no princípio de que os núcleos atômicos em um campo magnético forte absorvem pulsos de energia de radiofrequência e as emitem como ondas de rádio que podem ser reconstruídas nas imagens computadorizadas. O conceito inclui técnicas tomográficas do spin do próton.Artroscopia: Exame endoscópico, terapia e cirurgia das articulações.Doenças do Desenvolvimento Ósseo