Pais: Pessoas que atuam como pais naturais, adotivos, ou substitutos. O descritor inclui o conceito de paternidade/maternidade, bem como o da preparação para a paternidade.Filho de Pais Incapacitados: Criança com um ou mais pais atormentados por um transtorno físico ou mental.Pais Solteiros: Pais naturais, adotivos ou substitutos de uma criança dependente que vive somente com um dos pais. Os pais solteiros podem viver com/ou visitar a criança. O conceito inclui os nunca casados, bem como, divorciados e viúvos.Relações Profissional-Família: As interações entre o profissional e a família.Pai: Genitores do sexo masculino, humanos ou animais.Questionários: Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.Comportamento Infantil: Toda resposta ou ação observável de uma criança de 2 a 12 anos de idade. Para neonatos ou crianças com menos de 24 meses de idade, o termo COMPORTAMENTO DO LACTENTE está à disposição.Consentimento dos Pais: Consentimento declarado dado por um pai ou mãe no interesse de um menor ou de uma criança incapaz.Família: Grupo social que consiste de pais ou pais substitutos e crianças.Recém-Nascido: Criança durante o primeiro mês após o nascimento.Educação Infantil: O treinamento e a formação das crianças pelos pais ou por substitutos dos pais. Também é usado para práticas de educação infantil nas diferentes sociedades, em diferentes níveis econômicos, em diferentes grupos étnicos, etc. Difere de PODER FAMILILAR pelo fato de que, na educação infantil, a ênfase está no ato de treinar e formar a criança e na interação entre pais e criança, enquanto em PODER FAMILIAR, a ênfase está na responsabilidade dos pais e no fato do seu comportamento servir de exemplo para a criança.Transtornos do Comportamento Infantil: Transtornos considerados patológicos de acordo com a adequação para a idade e o nível de desenvolvimento, por exemplo, distúrbios de conduta e depressão anaclítica. Este conceito não inclui as psiconeuroses, psicoses ou transtornos de personalidade com padrões fixos de comportamento.Atitude Frente à Saúde: Atitudes do público em relação à saúde, doença e sistema de atendimento médico.Saúde da Família: Estado de saúde de uma família como unidade incluindo o impacto causado pela saúde de um membro sobre a unidade e sobre cada um dos membros; inclui o impacto causado pela alteração ou não do estado de saúde de seus membros.Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde: Conhecimento, atitudes e comportamentos associados, que fazem parte dos tópicos relacionados com a saúde, como doenças e PROCESSOS PATOLÓGICOS, sua prevenção e tratamento. Este termo refere-se a trabalhadores da área da saúde (PESSOAL DE SAÚDE) ou não.Bem-Estar da Criança: Esforços organizados ou organizações para melhoria da saúde e bem-estar da criança.Consternação: Refere-se ao processo completo de pesar e luto e está associado a um sentimento profundo de perda e tristeza.Psicologia da Criança: O estudo do comportamento infantil normal e anormal.Atitude: Predisposição adquirida e duradoura que age sempre do mesmo modo diante de uma determinada classe de objetos, ou um persistente estado mental e/ou neural de prontidão para reagir diante de uma determinada classe de objetos, não como eles são, mas sim como são concebidos.Comunicação: A troca ou transmissão de ideias, atitudes ou crenças entre indivíduos ou grupos.Crianças Adultas: Crianças que atingiram a maturidade ou a idade legal para maioridade.Comportamento do Adolescente: Toda resposta ou ação observável de um adolescente.Relações Familiares: Relações comportamentais, psicológicas e sociais entre os vários membros da família nuclear e da família estendida.Estudos Transversais: Estudos epidemiológicos que avaliam a relação entre doenças, agravos ou características relacionadas à saúde, e outras variáveis de interesse, a partir de dados coletados simultaneamente em uma população. (Tradução livre do original: Last, 2001)Comportamento Paterno: Os padrões de comportamento característicos de um pai.Crianças com Deficiência: Crianças com deficiência mental ou física, que interfere nas atividades habituais da vida diária e isso pode requerer adaptação ou intervenção.Adoção: Aceitação voluntária de uma criança de outros pais como filho próprio, normalmente com confirmação legal.Fatores Socioeconômicos: Fatores sociais e econômicos que caracterizam o indivíduo ou o grupo dentro da estrutura social.Cuidado da Criança: Cuidados prestados à CRIANÇA em casa ou instituições.Relação entre Gerações: As interações entre indivíduos de diferentes gerações. Estas interações incluem a comunicação, o cuidado, a responsabilidade, a fidelidade e até os conflitos entre indivíduos com ou sem parentesco.Estudos Longitudinais: Estudo no qual as variáveis relacionadas a um indivíduo ou grupo de indivíduos são acompanhadas por anos e com contato a intervalos regulares.Serviços de Saúde da Criança: Serviços organizados para proporcionar assistência integral à saúde da criança, abrangendo seus aspectos físico, psíquico e social.Estresse Psicológico: Quadro mórbido característico, de natureza basicamente psíquica, onde inexistem causas orgânicas capazes de serem evidenciadas pelos meios usuais de exame médico, que aparece em condições especiais, de trabalho ou de guerra. Apresenta quadro predominante psíquico acompanhado de repercussões orgânicas. A sintomatologia é múltipla e polimorfa com cefaleias, tonturas, anorexia, tremores de extremidades, adinamia, dificuldades de concentração, crises de choro.Instituições Acadêmicas: Instituições educacionais.Intervenção Precoce (Educação): Procedimentos e programas que facilitam o desenvolvimento ou aquisição de habilidades nas crianças pequenas e crianças jovens que têm inaptidão, que correm o risco de desenvolver inaptidão ou que são talentosas. Inclui programas que são projetados para prevenir condições difíceis em programas centrados em crianças pequenas, crianças jovens e na família, projetados para afetar o funcionamento de crianças pequenas e crianças com necessidades especiais.Entrevistas como Assunto: Conversações com indivíduos ou com grupo de pessoas a fim de obter informações acerca da formação pessoal e outros dados biográficos, suas atitudes e opiniões, etc. Inclui entrevistas de admissão em escolas ou em empregos.Transtorno do Deficit de Atenção com Hiperatividade: Transtorno comportamental que tem origem na infância e cujas características essenciais são sinais de desatenção inconsistentes com o nível de desenvolvimento, impulsividade e hiperatividade. Embora muitos indivíduos tenham sintomas tanto de desatenção como de hiperatividade-impulsividade, um ou outro padrão podem ser predominantes. O transtorno é mais frequente em indivíduos do sexo masculino do que feminino. O início se dá na infância. Os sintomas geralmente são atenuados no fim da adolescência, embora uma minoria experimente o quadro completo de sintomas até o meio da idade adulta. (Tradução livre do original: DSM-V)Meio Social: O agregado de instituições sociais e culturais, formas, padrões e processos que influenciam a vida de um indivíduo ou comunidade.Hibridização Genética: Processo genético de acasalamento cruzado entre pais geneticamente diferentes para produzir um híbrido.Relações Pai-Filho: Interação entre o pai e os filhos.Linhagem: Registro da descendência ou ancestralidade, particularmente de uma característica ou traço especial que identifica cada membro da família, suas relações e seu estado em relação a este traço ou característica.Desenvolvimento Infantil: Maturação sequencial contínua (fisiológica e psicológica) desde o nascimento de um indivíduo, mas não inclui a ADOLESCÊNCIA.Conflito Familiar: Conflitos e desavenças entre pais, pai e filho ou outros membros de uma família.Fatores de Risco: Aspecto do comportamento individual ou do estilo de vida, exposição ambiental ou características hereditárias ou congênitas que, segundo evidência epidemiológica, está sabidamente associado a uma condição relacionada com a saúde considerada importante de ser prevenida.Escolaridade: Período de frequência à escola ou nível de aprendizado adquirido.Consanguinidade: Magnitude da ENDOGAMIA em humanos.Cuidadores: Pessoas que proveem cuidado para aqueles que precisam de supervisão ou assistência no estado de doença ou incapacidade. Podem prestar a assistência em casa, em um hospital ou em uma instituição. Apesar do termo cuidador incluir médicos, enfermeiros e outros profissionais de saúde, o conceito também se refere a pais, cônjuges ou outros familiares, amigos, clérigos, professores, assistentes sociais, colegas pacientes.Relações Mãe-Filho: Interação entre uma mãe e seu filho.Características da Família: Composição e tamanho da família.Procurador: Pessoa autorizada a decidir ou agir para outra, por exemplo, uma pessoa que tem poder durável de advogado.Estados UnidosCustódia da Criança: Tutela autorizada formalmente ou ter a CRIANÇA sob custódia.Licença Parental: Ausência autorizada do trabalho para ambos os pais antes ou após o nascimento do filho. Inclui também ausência por doença de filho ou também por adoção de criança. Não inclui ausência para cuidados de irmãos, pais ou outros membros da família: para isto está disponível LICENÇA PARA CUIDAR DE PESSOA DA FAMÍLIA.Grupo Associado: Grupo composto de associados da mesma espécie, aproximadamente da mesma idade e, geralmente, de mesma posição ou nível social.Cruzamentos Genéticos: Reprodução deliberada de dois indivíduos diferentes, que resulta em descendentes que transportam parte do material genético de cada um dos pais. Os progenitores devem ser geneticamente compatíveis e podem ser de diferentes variedades ou de espécies estreitamente relacionadas.Apoio Social: Sistemas de suporte que proporcionam assistência e encorajamento para os indivíduos com inaptidão física ou emocional para que eles possam melhor superá-la. Apoio social informal que normalmente é providenciado por amigos, parentes ou semelhantes, enquanto ajuda formal é providenciada por igrejas, grupos, etc.Socialização: O treinamento ou moldagem de um indivíduo por vários relacionamentos, agências educacionais e controles sociais que permitem a ele se tornar um membro de uma sociedade em particular.Educação: Aquisição de conhecimento como resultado de instrução em um curso formal de estudo.Relações entre Irmãos: Interações e relacionamentos entre irmãos. O conceito também se aplica ao estudo dos animais.Irmãos: Pesssoas ou animais que têm pelo menos um pai em comum. (Tradução livre do original: American College Dictionary, 3d ed)Percepção: O processo pelo qual a natureza e o significado dos estímulos sensoriais são reconhecidos e interpretados.Terapia Familiar: Forma de psicoterapia de grupo. Envolve o tratamento simultâneo de mais de um membro da família na mesma sessão.Pesquisa Qualitativa: Qualquer tipo de pesquisa que empregue informação não numérica para explorar características individuais ou de grupo, que produz achados não acessíveis por procedimentos estatísticos ou outro meio quantitativo. (Tradução livre do original: Qualitative Inquiry: A Dictionary of Terms Thousand Oaks, CA: Sage Publications, 1997)Controle Interno-Externo: Construção da personalidade, referente à percepção de um indivíduo sobre o local dos eventos, como sendo determinado internamente pelo próprio comportamento frente a destino, sorte ou forças externas (Tradução livre do original: ERIC Thesaurus, 1996).Grupos Focais: Método de coleta de dados e uma ferramenta da PESQUISA QUALITATIVA na qual um pequeno grupo de indivíduos é conduzido junto e permitido interagir em uma discussão de suas opiniões sobre tópicos, conclusões ou questões.Fenótipo: Aparência externa do indivíduo. É o produto das interações entre genes e entre o GENÓTIPO e o meio ambiente.Relações Interpessoais: A interação recíproca de duas ou mais pessoas.Núcleo Familiar: Família composta de cônjuges e seus filhos.Fatores Sexuais: Usado quando sexo é discutido como um fator em relação a algum assunto ou problema específico.Apego ao Objeto: Apego emocional a uma pessoa ou objeto presente no ambiente.Pesar: Tristeza normal e apropriada em resposta a uma causa imediata. É autolimitante e desaparece gradativamente dentro de um período razoável de tempo.Determinação da Personalidade: Determinação e avaliação das características da personalidade através de entrevistas, observações, testes e escalas. Os artigos voltados para a medida da personalidade fazem parte do escopo deste termo.Transtornos de Deficit da Atenção e do Comportamento Disruptivo: Inclui dois distúrbios semelhantes: distúrbio da oposição desafiante e TRANSTORNO DA CONDUTA. Os sintomas que ocorrem em crianças com esses distúrbios incluem: desafio das figuras de autoridade, explosões de raiva e outros comportamentos antissociais.Fatores Etários: Idade como um elemento ou influência que contribui à produção de um resultado. Pode ser aplicável à causa ou efeito de uma circunstância. É usado com os conceitos humano e animal, mas devem ser diferenciados de ENVELHECIMENTO, um processo fisiológico, e FATORES DE TEMPO que se refere somente ao transcurso do tempo.Educação em Saúde: A educação em saúde objetiva desenvolver nas pessoas um sentido de responsabilidade, como indivíduo, membro de uma família e de uma comunidade, para com a saúde, tanto individual como coletivamente.Cuidado do Lactente: Cuidados prestados a crianças com idade até dois anos em casa ou em instituições. Para crianças com mais de dois anos de idade use CUIDADO DA CRIANÇA.Psicometria: A avaliação de variáveis psicológicas através da aplicação de procedimentos matemáticos.Televisão: A transmissão e reprodução de imagens transitórias de objetos fixos ou móveis. Um sistema eletrônico para transmissão de tais imagens junto com som por um fio ou através do espaço por aparato que converte luz e som em ondas elétricas e os reconverte em raios claros visíveis e som audível.Revelação da Verdade: Revelação verdadeira de alguma informação, especificamente quando esta parece ser dolorosa psicologicamente ("má notícia") ao destinatário (ex., revelação ao paciente ou à família de um paciente sobre seu DIAGNÓSTICO ou PROGNÓSTICO), ou ainda, constrangedora ao interlocutor (ex., revelação de erros médicos).Satisfação dos Consumidores: Satisfação ou descontentamento em relação a um serviço prestado ou beneficio recebido.Ajustamento Social: Adaptação de uma pessoa ao ambiente social. O ajuste pode ocorrer por adaptação do indivíduo (self) ao ambiente ou por transformação do ambiente (Tradução livre do original: Campbell, Psychiatric Dictionary, 1996).Defesa da Criança e do Adolescente: Promoção e proteção dos direitos da criança, frequentemente através de processos legais.Qualidade de Vida: Conceito genérico que reflete um interesse com a modificação e a aprimoramento dos componentes da vida, ex. ambiente físico, político, moral e social; a condição geral de uma vida humana.Deficiências do Desenvolvimento: Distúrbios nos quais há um atraso do desenvolvimento em relação ao esperado para uma determinada idade ou estágio de desenvolvimento; estes distúrbios incluem fatores biológicos e não biológicos.Comportamento Materno: Os padrões de comportamento característicos da mãe.Docentes: Professores e membros do corpo administrativo com grau acadêmico em instituição de ensino.Serviços de Saúde Escolar: Serviços preventivos de saúde prestados a escolares, exclui estudantes universitários de escolas superiores.Jogos e Brinquedos: Atividades recreacionais espontâneas ou voluntárias procuradas para divertimento e acessórios ou equipamentos usados nas atividades; inclui jogos, brinquedos, etc.Gravidez: Estado durante o qual os mamíferos fêmeas carregam seus filhotes em desenvolvimento (EMBRIÃO ou FETO) no útero (antes de nascer) começando da FERTILIZAÇÃO ao NASCIMENTO.Temperamento: Predisposição para reagir ao seu próprio ambiente de um certo modo; usualmente refere-se a mudanças de humor; condição que assegura sinais fisiológicos e tendências mórbidas gerais condicionando manifestações psíquicas secundárias.Fatores de Tempo: Elementos de intervalos de tempo limitados, contribuindo para resultados ou situações particulares.Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Comportamento Alimentar: Respostas comportamentais ou sequenciais associadas ao ato de alimentar-se, maneira ou modos de se alimentar, padrões rítmicos da alimentação (intervalos de tempo - hora de comer, duração da alimentação).Reprodutibilidade dos Testes: Propriedade de se obter resultados idênticos ou muito semelhantes a cada vez que for realizado um teste ou medida. (Tradução livre do original: Last, 2001)Hospitais Pediátricos: Hospitais especializados para prestação de assistência a crianças doentes.Segurança: Ausência de exposição a perigo e proteção contra a ocorrência ou risco de lesão ou perda. Sugere precauções ideais no ambiente de trabalho, na rua, no lar, etc., e inclui segurança pessoal assim como a segurança de propriedade.Pesquisa Metodológica em Enfermagem: Pesquisa conduzida por enfermeiras, relacionada com técnicas e métodos para implementar projetos e documentar informações, inclusive métodos para entrevistar pacientes, coletar dados e fazer inferências. O conceito inclui exploração de temas metodológicos como subjetividade e experiência humanas.Divórcio: Ruptura completa e legal do matrimônio.Transtorno da Conduta: Padrão repetitivo e persistente de comportamento, em que os direitos básicos dos outros, ou as principais normas ou regras sociais, válidas para a idade são violadas. Entre os comportamentos estão a conduta agressiva que causa, ou ameaça causar, danos físicos para outro povo ou animais, conduta não agressiva que causa perda ou prejuízo de propriedade, falsidade ou roubo e sérias violações das regras. Inicia-se antes da idade de 18 anos. (Tradução livre do original: DSM-IV, 1994)Choro: Ato de proferir um som inarticulado típico, para comunicar ou expressar um sentimento ou um desejo de atenção.Seguimentos: Estudos nos quais indivíduos ou populações são seguidos para avaliar o resultado de exposições, procedimentos ou efeitos de uma característica, por exemplo, ocorrência de doença.Padrões de Herança: Diferentes modos pelos quais GENES e seus ALELOS interagem durante a transmissão de traços genéticos que efetam o resultado da EXPRESSÃO GÊNICA.Transtorno Autístico: Transtorno que tem o seu início na infância. É caracterizado pela presença de um desenvolvimento acentuadamente anormal ou prejudicado nas interações sociais e na comunicação social, e de um repertório de atividades e interesses restritos. As manifestações do distúrbio variam enormemente dependendo do nível de desenvolvimento e idade cronológica do indivíduo. (Tradução livre do original: DSM-V)Creches: Instalações que provêem cuidados a crianças em idade pré-escolar e escolar.Autoritarismo: Padrão ou síndrome de personalidade que consiste de comportamentos e atitudes que refletem uma preocupação com o poder e com a autoridade nas relações interpessoais.Ansiedade: Sensação ou emoção de pavor, apreensão e desastre iminente, porém não incapacitante como nos TRANSTORNOS DE ANSIEDADE.Prevalência: Número total de casos de uma dada doença em uma população especificada num tempo designado. É diferenciada de INCIDÊNCIA, que se refere ao número de casos novos em uma população em um dado tempo.Inseminação Artificial Heteróloga: Inseminação artificial humana na qual o sêmen utilizado não provém do marido, mas de outro homem.Família de Pais Solteiros: Lar que inclui crianças e é chefiado por um adulto.Casamento: Instituição social que envolve sanções legais e/ou religiosas por meio das quais indivíduos são unidos.Asma: Forma de transtorno brônquico com três componentes distintos: hiper-responsividade das vias aéreas (HIPERSENSIBILIDADE RESPIRATÓRIA), INFLAMAÇÃO das vias aéreas e intermitente OBSTRUÇÃO DAS VIAS RESPIRATÓRIAS. É caracterizado por contração espasmódica do músculo liso das vias aéreas, RUÍDOS RESPIRATÓRIOS, e dispneia (DISPNEIA PAROXÍSTICA).Triagem Neonatal: Identificação de parâmetros selecionados nos recém-nascidos por vários testes, avaliações ou outros procedimentos. A triagem pode ser feita por medidas clínicas ou laboratoriais. Um teste de triagem é desenvolvido para selecionar recém-nascidos saudáveis (RECÉM-NASCIDO) daqueles que não o são, mas o teste de triagem não pretende ser um mecanismo diagnóstico e sim epidemiológico.Amigos: Pessoas que se conhece, das quais se gosta e nas quais se confia.Coleta de Dados: Reunião sistemática de dados, com um objetivo específico, de várias fontes, incluindo questionários, entrevistas, observação, registros existentes e equipamentos eletrônicos.Genótipo: Constituição genética do indivíduo que abrange os ALELOS presentes em cada um dos LOCI GÊNICOS.Estudantes: Indivíduos matriculados em uma escola ou programa educacional formal.Mapeamento Cromossômico: Qualquer método utilizado para determinar a localização das distâncias relativas entre genes em um cromossomo.Papel (figurativo): O padrão de comportamento conhecido e característico, exibido por um indivíduo como membro de um grupo social particular.Ansiedade de Separação: Ansiedade experimentada por um indivíduo quando se separa de uma pessoa ou objeto que lhe é particularmente significativo.Modelos Logísticos: Modelos estatísticos de risco de um indivíduo (probabilidade de contrair uma doença) em função de um dado de fator de risco. O modelo logístico é um modelo linear para a logística (logaritmo natural dos fatores de risco) da doença como função de um fator quantitativo e é matematicamente equivalente ao modelo logístico.Aceitação pelo Paciente de Cuidados de Saúde: A busca e aceitação por pacientes de serviços de saúde.Comportamento Social: Qualquer comportamento que é causado por um outro indivíduo, ou que afeta outro indivíduo, em geral da mesma espécie.Transtornos Globais do Desenvolvimento Infantil: Distorções severas no desenvolvimento de várias funções psicológicas básicas que não são normais em nenhuma fase do desenvolvimento. Estas distorções se manifestam através de prejuízo social duradouro, anormalidades da fala e movimentos peculiares.Poluição por Fumaça de Tabaco: Contaminação do ar por fumaça de tabaco.Classe Social: Estrato da população com mesma posição e prestígio, inclui estratificação social. Classe social é definida por critérios tais como educação, ocupação, renda.Emoções: Aqueles estados afetivos que podem ser experimentados e que têm a propriedade de excitar e motivar o indivíduo.Alelos: Formas variantes do mesmo gene, ocupando o mesmo locus em CROMOSSOMOS homólogos e governando as variantes na produção do mesmo produto gênico.Marcadores Genéticos: Característica genética fenotipicamente reconhecível, que pode ser usada para identificar um locus gênico, um grupo de "linkage", ou um evento de recombinação.Unidades de Terapia Intensiva Pediátrica: Unidades hospitalares que proporcionam vigilância e cuidados contínuos para lactentes e crianças gravemente enfermas. Exclui os neonatos para os quais existe o descritor UNIDADES DE TERAPIA INTENSIVA NEONATAL.Deficiência Intelectual: Funcionamento intelectual subnormal que se origina durante o período de desenvolvimento. Possui múltiplas etiologias potenciais, incluindo defeitos genéticos e lesões perinatais. As pontuações do quociente de inteligência (QI) são comumente utilizadas para determinar se um indivíduo possui deficiência intelectual. As pontuações de QI entre 70 e 79 estão na margem da faixa de retardo mental. As pontuações abaixo de 67 estão na faixa de retardo. (Tradução livre do original: Joynt, Clinical Neurology, 1992, Ch55, p28)Terapia Comportamental: A aplicação de teorias modernas de aprendizagem e de condicionamento para o tratamento dos transtornos do comportamento.Estudos de Coortes: Estudos em que os subconjuntos de uma certa população são identificados. Estes grupos podem ou não ser expostos a factores hipotéticos para influenciar a probabilidade da ocorrência de doença em particular ou outros desfechos. Coortes são populações definidas que, como um todo, são seguidos de uma tentativa de determinar as características que distinguem os subgrupos.Maus-Tratos Infantis: Abuso de crianças na família ou demais instituições.Obesidade Pediátrica: ÍNDICE DE MASSA CORPORAL em crianças (2-12 anos) e adolescentes (13-18 anos) que fica significativamente acima do valor recomendado para uma determinada idade e sexo. Para lactentes menores de 2 anos de idade, a obesidade é determinada baseada em padrão de percentis de medidas peso-altura.Comportamentos Saudáveis: Comportamentos através dos quais os indivíduos protegem, mantém e promovem o próprio estado de saúde. Por exemplo, dieta e exercícios apropriados são vistos como atividades que influenciam o estado de saúde. O estilo de vida está intimamente relacionado com a comportamento saudável e é, por sua vez, influenciado por fatores socioeconômicos, educacionais e culturais.Sobrepeso: Condição na qual o PESO CORPORAL está acima do peso aceitável ou ideal. Em relação ao ÍNDICE DE MASSA CORPORAL, o sobrepeso é definido por um IMC de 25,0 a 29,9 kg/m2. O sobrepeso pode ou não ser devido ao aumento de gordura no corpo (TECIDO ADIPOSO) e, portanto, sobrepeso não equivale a "excesso de gordura".Obesidade: Estado no qual o PESO CORPORAL está grosseiramente acima do peso aceitável ou ideal, geralmente devido a acúmulo excessivo de GORDURAS no corpo. Os padrões podem variar com a idade, sexo, fatores genéticos ou culturais. Em relação ao ÍNDICE DE MASSA CORPORAL, um IMC maior que 30,0 kg/m2 é considerado obeso e um IMC acima de 40,0 kg/m2 é considerado morbidamente obeso (OBESIDADE MÓRBIDA).Estudos Prospectivos: Estudos planejados para a observação de eventos que ainda não ocorreram.