NADPH-Ferri-Hemoproteína Redutase: Flavoproteína que catalisa a redução de mono-oxigenases dependentes de heme-tiolato, e é parte do sistema de hidroxilação microssomal. EC 1.6.2.4.Nitrato Redutases: Oxidorredutases que são específicas para a redução de NITRATOS.Hidroximetilglutaril-CoA Redutases: Enzimas que catalisam a redução reversível do grupo alfa-carboxila de 3-hidroxi-3-metilglutaril-coenzima A originando ÁCIDO MEVALÔNICO.Ribonucleotídeo RedutasesCitocromo-B(5) Redutase: FLAVOPROTEÍNA oxidorredutase que ocorre como uma enzima solúvel e como uma enzima ligada a membrana devido ao PROCESSAMENTO ALTERNATIVO de um único RNAm. A forma solúvel está presente, principalmente nos ERITRÓCITOS e está envolvido na redução da METEMOGLOBINA. A forma da enzima ligada a membrana é encontrada, principalmente no RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO e na membrana mitocondrial externa, onde participa da insaturação dos ÁCIDOS GRAXOS, biossíntese do COLESTEROL e metabolismo da droga. A deficiência desta enzima pode resultar em METEMOGLOBINEMIA.Nitrito Redutases: Grupo de enzimas que oxidam diversas substâncias nitrogenadas para dar nitrito. EC 1.Glutationa Redutase: Catalisa a oxidação da GLUTATIONA a GLUTATIONA DISSULFETO na presença de NADP+. Ausência da enzima [na corrente sanguínea] está associada com anemia hemolítica. Anteriormente classificada como EC 1.6.4.2.FMN Redutase: Enzima que utiliza NADH ou NADPH para reduzir FLAVINAS. Está envolvida em vários processos biológicos que necessitam da redução das flavinas para suas funções, como a bioluminescência bacteriana. Anteriormente classificada como EC 1.6.8.1 e EC 1.5.1.29.Tiorredoxina Dissulfeto Redutase: Enzima FLAVOPROTEÍNA que catalisa a oxidação de TIORREDOXINAS a dissulfato de tiorredoxina na presença de NADP+. Anteriormente foi classificada como EC 1.6.4.5.Ferredoxina-NADP Redutase: Enzima que catalisa (em presença de NADP) a transformação (oxidação-redução) da FERREDOXINA em ADRENODOXINA. EC 1.18.1.2., anteriormente classificada como EC 1.6.7.1 e EC 1.6.99.4.Oxirredutases: Classe de todas as enzimas que catalisam reações de oxidorredução. O substrato que é oxidado é considerado doador de hidrogênio. O nome sistemático é baseado na oxidorredutase doador:receptor. O nome recomendado é desidrogenase, onde for possível. Como alternativa, redutase pode ser usado. O termo oxidase é usado apenas nos casos em que o O2 é o receptor.Redutases do CitocromoTetra-Hidrofolato Desidrogenase: Enzima da classe das oxidorredutases que catalisa a redução de di-hidrofolato a tetra-hidrofolato, usando NADPH como doador de elétrons. A reação produz folato reduzido para o metabolismo de aminoácidos, síntese de anel purínico, e a formação de desoxitimidina monofosfato. O metotrexato e outros antagonistas do ácido fólico usados como drogas quimioterápicas inibem esta enzima. A deficiência da enzima pode ser uma causa de anemia megaloblástica responsiva à terapia com formas reduzidas de ácido fólico. (Dorland, 28a ed)Metilenotetra-Hidrofolato Redutase (NADPH2): Flavoproteína amino oxirredutase que catalisa a conversão reversível de 5-metiltetra-hidrofolato a 5,10-metilenotetra-hidrofolato. Esta enzima foi classificada anteriormente como EC 1.1.1.171.Nitrato Redutase (NADH): Enzima dependente de NAD que catalisa a oxidação do nitrito em nitrato. É uma FLAVOPROTEÍNA que contém FERRO e MOLIBDÊNIO e está envolvida no primeiro passo da assimilação do nitrato em PLANTAS, FUNGOS e BACTÉRIAS. Foi anteriormente classificada como EC 1.6.6.1.Metionina Sulfóxido Redutases: Redutases que catalisam a reação de peptídeo-L-metionina sulfóxido + tiorredoxina que produz peptídeo-L-metionina + dissulfeto de tiorredoxina + H(2)O.NADP: Coenzima composta de nicotinamida ribosil 5'-fosfato mononucleotídeo (NMN) acoplado por ligação pirofosfato ao 5'-fosfato de adenosina 2',5'-bifosfato. Serve como portador de elétrons em numerosas reações, sendo alternadamente oxidada (NADP+) e reduzida (NADPH). (Dorland, 28a ed)Ribonucleosídeo Difosfato Redutase: Enzima da classe das oxidorredutases que catalisa a formação de 2'-desoxirribonucleotídeos a partir dos correspondentes ribonucleosídeo difosfatos usando NADPH como doador último de elétrons. Os desoxirribonucleosídeo-difosfatos são usados na síntese de DNA. (Dorland, 28a ed). EC 1.17.4.1.Inibidores de Hidroximetilglutaril-CoA Redutases: Compostos que inibem as HMG-CoA redutases. Foi demonstrado que reduzem diretamente a síntese de colesterol.Quinona Redutases: NAD(P)H:(aceptor de quinona) oxidorredutases. Família que abrange três enzimas diferenciadas pela sua sensibilidade a vários inibidores. EC 1.6.99.2.(NAD(P)H DESIDROGENASE (QUINONA) é uma flavoproteína que reduz várias quinonas na presença de NADH ou NADPH e é inibida pelo dicumarol. EC 1.6.99.5 (NADH desidrogenase (quinona)) requer NADH, é inibida por AMP e 2,4-dinitrofenol, mas não pelo dicumarol ou derivados do ácido fólico. EC 1.6.99.6 (NADPH desidrogenase (quinona)) requer NADPH e é inibida pelo dicumarol e por derivados do ácido fólico, mas não por 2,4-dinitrofenol.Oxirredutases do Álcool: Subclasse de enzimas que inclui todas as desidrogenases que agem sobre álcoois primários e secundários, bem como sobre hemiacetais. São classificados posteriormente de acordo com o aceptor, que pode ser NAD+ ou NADP+ (subclasse 1.1.1), citocromo (1.1.2), oxigênio (1.1.3), quinona (1.1.5) ou outro aceptor (1.1.99).NADH NADPH Oxirredutases: Grupo de oxidorredutases que agem sobre o NADH ou NADPH. Em geral, enzimas que usam NADH ou NADPH para reduzir um substrato são classificadas de acordo com a reação reversa, na qual o NAD+ ou NADP+ é formalmente considerado como um aceptor. Esta subclasse inclui apenas aquelas enzimas nas quais algum outro transportador de redox é o aceptor. EC 1.6.Oxirredutases atuantes sobre Doadores de Grupo CH-CH: Subclasse de enzimas que inclui todas as desidrogenases que atuam sobre as ligações carbono-carbono. Este grupo enzimático inclui todas as enzimas que introduzem ligações duplas nos substratos por desidrogenação direta das ligações simples carbono-carbono.Di-Hidropteridina Redutase: Enzima que catalisa a redução da 6,7-di-hidropteridina a 5,6,7,8-tetra-hidropteridina (na presença de NADP+). Defeitos [que levam à baixa atividade da] enzima causam fenilcetonuria II. Anteriormente classificada acomo EC 1.6.99.7.Tiorredoxina Redutase 1: Subtipo de tiorredoxina redutase encontrado principalmente no CITOSSOL.Enoil-(Proteína de Transporte de Acila) Redutase (NADH): Enzima dependente de NAD que catalisa a oxidação de acila [proteína de transporte de acila] a trans-2,3-dehidroacila [proteína de transporte de acila]. Possui preferência para os grupamentos acilas com cadeias variando entre 4 a 16 carbonos de comprimento.Oxirredução: Reação química em que um elétron é transferido de uma molécula para outra. A molécula doadora do elétron é o agente de redução ou redutor; a molécula aceitadora do elétron é o agente de oxidação ou oxidante. Os agentes redutores e oxidantes funcionam como pares conjugados de oxidação-redução ou pares redox (tradução livre do original: Lehninger, Principles of Biochemistry, 1982, p471).Dados de Sequência Molecular: Descrições de sequências específicas de aminoácidos, carboidratos ou nucleotídeos que apareceram na literatura publicada e/ou são depositadas e mantidas por bancos de dados como o GENBANK, European Molecular Biology Laboratory (EMBL), National Biomedical Research Foundation (NBRF) ou outros repositórios de sequências.Cinética: Taxa dinâmica em sistemas químicos ou físicos.Oxirredutases atuantes sobre Doadores de Grupo Enxofre: Oxidoredutases específicas para oxidação ou redução de COMPOSTOS DE ENXOFRE.Ácido MevalônicoLovastatina: Metabólito fúngico isolado de culturas de Aspergillus terreus. O composto é um agente anticolesterêmico potente. Inibe a 3-hidroxi-3-metilglutaril coenzima A redutase (HIDROXIMETILGLUTARIL COA REDUTASES), que é a enzima limitante da velocidade da reação na biossíntese de colesterol. Também estimula a produção de receptores de lipoproteína de baixa densidade no fígado.3-Oxoacil-(Proteína Carreadora de Acil) Redutase: Redutase 3-oxoacil que possui especificidade para ÁCIDOS GRAXOS derivados de PROTEÍNA DE TRANSPORTE DE ACILA.Arseniato Redutases: Oxirredutases que reduzem especificamente o íon arseniato em um íon arsenito. A redução do arseniato é uma etapa crítica para a sua biotransformação em uma forma que pode ser transportada por ATPASES TRANSPORTADORAS DE ARSENITO ou complexadas por proteínas contendo sulfidrilas específicas com o objetivo de desintoxicação (DESINTOXICAÇÃO METABÓLICA DE DROGAS). As arseniato redutases requerem redutores equivalentes como GLUTARREDOXINAS ou AZURINA.Sequência de Aminoácidos: Ordem dos aminoácidos conforme ocorrem na cadeia polipeptídica. Isto é chamado de estrutura primária das proteínas. É de importância fundamental para determinar a CONFORMAÇÃO DA PROTEÍNA.Escherichia coli: Espécie de bactérias Gram-negativas, facultativamente anaeróbicas, em forma de bastão (BACILOS GRAM-NEGATIVOS ANAERÓBIOS FACULTATIVOS) comumente encontrada na parte mais baixa do intestino de animais de sangue quente. Geralmente não é patogênica, embora algumas linhagens sejam conhecidas por produzir DIARREIA e infecções piogênicas. As linhagens patogênicas (virotipos) são classificadas pelos seus mecanismos patogênicos específicos como toxinas (ESCHERICHIA COLI ENTEROTOXIGÊNICA), etc.Dinitrogenase Redutase: Proteína com ferro-enxofre e sem heme, isolada de Clostridium pasteurianum e outras bactérias. É um componente da NITROGENASE, juntamente com a molibdoferredoxina, e é ativa na fixação de nitrogênio.Desidrogenase do Álcool de Açúcar: Catalisa reversivelmente a oxidação de um grupo hidroxila de álcoois de açúcar, para formar um cetoaçúcar, aldeído ou lactona. Qualquer aceptor, exceto oxigênio molecular, é permitido. Inclui EC 1.1.1.; EC 1.1.2 e EC 1.1.99.Sulfito Redutase (NADPH): Oxidase dependente de NADPH que reduz o sulfito de hidrogênio em SULFETO DE HIDROGÊNIO. É encontrada em muitos micro-organismos.Flavina-Adenina Dinucleotídeo: Produto de condensação da riboflavina e de adenosina difosfato. Coenzima de várias desidrogenases aeróbicas, como p.ex., a D-aminoácido oxidase e a L-aminoácido oxidase. (Tradução livre do original: Lehninger, Principles of Biochemistry, 1982, p972)Sulfito de Hidrogênio Redutase: Enzima encontrada principalmente em BACTÉRIAS REDUTORAS DE ENXOFRE nas quais desempenha um importante papel na via de oxidação anaeróbica do carbono.Hidroximetilglutaril-CoA-Redutases NADP-Dependentes: Hidroximetilglutaril-CoA-redutases específicas que utilizam o cofator NAD. As emzimas hepáticas desta classe estão envolvidas na biossíntese do colesterol.Hidroxipiruvato Redutase: Enzima que catalisa a oxidação de D-glicerato para hidroxipiruvato na presença de NADP.Antagonistas do Ácido Fólico: Inibidores da enzima di-hidrofolato redutase (TETRA-HIDROFOLATO DESIDROGENASE), que converte o di-hidrofolato (FH2) a tetra-hidrofolato (FH4). São usados frequentemente na quimioterapia do câncer.Tiorredoxinas: Proteínas doadoras de hidrogênio que participam de várias reações bioquímicas, inclusive a redução de ribonucleotídeo e PEROXIRREDOXINAS. A tiorredoxina é oxidada de um ditiol a um dissulfeto, quando atua como um cofator de redução. A forma dissulfeto é então reduzida pelo NADPH numa reação catalisada pela TIORREDOXINA REDUTASE.