Clordecona: Inseticida hidrocarboneto policíclico intensamente clorado cujo alto número de átomos de cloro o faz ser resistente à degradação. Mostrou-se tóxico nos mamíferos e causa alterações anormais em células de animais de laboratório.Mirex: Inseticida organoclorado que é carcinógeno.Hexaclorobenzeno: Fungicida agrícola utilizado no tratamento de sementes.Clordano: Inseticida organoclorado altamente tóxico. O EPA (vide UNITED STATES ENVIRONMENTAL PROTECTION AGENCY) cancelou os registros de pesticidas contendo este composto com a exceção para o seu uso em inserções subterrâneas para o controle do cupim e para imersão de raizes ou topos de plantas não comestíveis.Hidrocarbonetos Clorados: Hidrocarbonetos compostos com um ou mais hidrogênios substituídos por CLORO.Diclorodifenil Dicloroetileno: Pesticida organoclorado, é o metabólito etileno do DDT.Inseticidas: Pesticidas designados para controlar insetos prejudiciais ao homem. Os insetos podem ser diretamente prejudiciais, como aqueles que agem como vetores de doenças, ou indiretamente prejudiciais, como destruidores de safras, produtos alimentícios ou tecidos.Bifenilos Policlorados: Produtos industriais constituídos por uma mistura de isômeros e congêneres bifenil clorado. Esses compostos são altamente lipofílicos e têm a tendência de se acumularem em armazenamentos de gordura nos animais. Muitos destes compostos são considerados tóxicos e poluentes ambientais em potencial.9,10-Dimetil-1,2-benzantraceno: 7,12-Dimetilbenzantraceno. Hidrocarboneto policíclico aromático encontrado na fumaça do tabaco, e que é um carcinógeno potente.Cocarcinogênese: A combinação de dois ou mais fatores diferentes na produção de câncer.Implantes de Medicamento: Pequenos recipientes ou cápsulas de medicamento sólido, implantadas no corpo para obter liberação contínua da droga.New YorkCarcinógenos: Substâncias que aumentam (em seres humanos e animais) o risco para [apresentar] NEOPLASIAS. Entre elas estão tanto as substâncias químicas genotóxicas (que afetam diretamente o DNA) como as substâncias químicas não genotóxicas (que induzem as neoplasias por outro mecanismo).Praguicidas: Compostos químicos usados para destruir pragas de qualquer tipo. O conceito inclui fungicidas (FUNGICIDAS INDUSTRIAIS), INSETICIDAS, RODENTICIDAS, etc.Hiperplasia: Aumento na quantidade de células em um tecido ou órgão, sem formação tumoral. Difere de HIPERTROFIA, que é aumento no volume, porém sem aumento no número de células.Orquiectomia: Remoção cirúrgica de um ou ambos os testículos.Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.Neoplasias Cutâneas: Tumores ou câncer da PELE.Acetato de Tetradecanoilforbol: Éster de forbol encontrado no ÓLEO DE CROTON com importante atividade promotora de tumor. Estimula a síntese tanto de DNA como de RNA.