Mel: Comida líquida e doce produzida nas bolsas de mel de várias abelhas a partir do néctar coletado das flores. O néctar é amadurecido em mel por inversão de seu açúcar de sacarose em frutose e glucose. É um pouco ácido e tem propriedades antissépticas moderadas e às vezes é usado no tratamento de queimaduras e lacerações.Abelhas: Insetos da superfamília Apoidea encontradas em praticamente todo lugar, particularmente sobre flores. Por volta de 3500 espécies ocorrem na América do Norte. Diferem da maioria das VESPAS pelo fato de que suas crias são alimentadas com mel e pólen, ao invés de alimento de origem animal.Criação de Abelhas: Gerenciamento e manutenção de colônias de abelhas melíferas.Leptospermum: Gênero de plantas (família MYRTACEAE), nome vulgar "árvore-chá " também é utilizado para MELALEUCA e KUNZEA.Apiterapia: Uso médico de produtos de abelhas melíferas, tais como VENENO DE ABELHA, MEL, 'pólen' de abelha (mistura da saliva da abelha com pólen e néctar), PRÓPOLIS e geleia real.Colapso da Colônia: Colapso repentino e desaparecimento ou diminuição do tamanho de uma colônia de organismos.Varroidae: Família de ÁCAROS na subclasse ACARI. Inclui o único gênero Varroa.Nosema: Gênero de FUNGO (família Nosematidae) parasita, patogênico para humanos. Algumas espécies são patogênicas para invertebrados de importância econômica; outras estão sendo investigadas quanto a um possível papel no controle de INSETOS causadores de peste.Acacia: Gênero de planta da família FABACEAE. As gomas e agentes de curtimento obtidos de Acacia são chamados de GOMA ARÁBICA. O nome comum de catechu é mais comumente usado para Areca catechu (ARECA).Dicistroviridae: Membro da família de vírus de RNA da ordem Picornavirales que infectam invertebrados.