Medicina Herbária: Estudo medicinal originado das fontes botânicas.Medicamentos de Ervas Chinesas: Extratos de ervas ou plantas chinesas usadas como drogas para tratar doenças ou para promover bem-estar geral. Não inclui os compostos sintéticos preparados na China.Fitoterapia: Uso de plantas e ervas para tratar doenças ou aliviar dores.Medicina Tradicional Chinesa: Sistema de medicina tradicional que é baseada nas crenças e práticas da cultura chinesa.Preparações de Plantas: Material preparado de plantas para uso medicinal.Medicina Kampo: Sistema de medicina herbária praticada no Japão por herbalistas e praticantes da medicina moderna. Kampo se originou na China e é baseada na medicina herbária chinesa (MEDICINA TRADICIONAL CHINESA).Plantas Medicinais: Plantas cujas raizes, folhas, sementes, cascas ou outros constituintes possuem atividades terapêuticas, tônicas, purgativas, curativas ou outros atributos farmacológicos quando administradas a humanos ou outros animais.Interações Ervas-Drogas: O efeito das ervas, outras PLANTAS ou EXTRATOS DE PLANTAS sobre a atividade, metabolismo ou toxicidade das drogas.Medicina Tradicional: Sistemas de medicina baseados em crenças culturais e práticas passadas de geração a geração. O conceito inclui rituais místicos e mágicos (TERAPIAS ESPIRITUAIS), FITOTERAPIA e outros tratamentos que podem não ser esclarecidos pela medicina atual.Extratos Vegetais: Preparações farmacêuticas concentradas de plantas obtidas pela remoção dos constituintes ativos com um solvente adequado (que é eliminado por evaporação) e ajuste do resíduo [seco] a um padrão prescrito.Medicina Tradicional do Leste Asiático: Prática médica ou disciplina baseada no conhecimento, nas culturas e crenças do povo da ÁSIA ORIENTAL.Terapias Complementares: Todas as terapias podem ser consideradas complementares e/ou alternativas. Tanto a terapia tradicional quanto as demais podem prescindir de outras terapias atuando individualmente; neste caso a eleita será a terapia alternativa de tratamento. Quando todas elas, ao necessitarem do auxílio de outras, são consideradas terapias complementares.Poria: Gênero de fungos basidiomicetos da família Coriolaceae. Os membros desta família são conhecidos por infestar madeira.Medicina Tradicional Africana: Sistema de medicina tradicional que é baseado em crenças e práticas do povo africano. Abrange tratamentos por plantas medicinais e outras substâncias medicamentosas, bem como pelo auxílio de divindades, curandeiros, bruxos ou feiticeiros.Medicina Tradicional Coreana: Prática médica ou disciplina baseada no conhecimento, culturas e crenças de pessoas da COREIA.Yin-Yang: Na filosofia e na religião chinesas, dois princípios, um negativo, escuro e feminino (yin) e um positivo, claro e masculino (yang), dos quais a interação de todas as coisas são produzidas e todas as coisas são dissolvidas. Como um conceito, os dois elementos polares referiam-se originalmente aos lados sombrio e ensolarado de um vale ou de uma colina, mas ele se desenvolveu dentro do relacionamento de qualquer par contrastante; aqueles especificados acima (feminino-masculino, etc.) bem como frio-quente, molhado-seco, fraco-forte, etc. Não é um sistema distinto de pensamento por si, mas permeia a vida e o pensamento chineses. Um equilíbrio do yin e do yang é essencial à saúde. Uma deficiência de qualquer dos princípios pode manifestar-se como doença.Medicina Ayurvédica: Sistema de medicina tradicional hindu que é baseada em costumes, crenças e práticas da cultura hindu. Ayurveda significa "ciência da vida": veda - ciência, ayur - vida.Medicina Individualizada: Abordagem terapêutica que adapta terapia para subgrupos de pacientes definidos geneticamente.Sophora: Gênero de plantas da família FABACEAE.Glycyrrhiza: Gênero de ervas ou arbustos leguminosos cujas raizes produzem ÁCIDO GLICIRRETÍNICO e seus derivados, como o CARBENOXOLONA.Medicina Interna: Especialidade médica voltada para o diagnóstico e tratamento das doenças dos sistemas de órgãos internos dos adultos.Artemisia absinthium: Espécie de plantas (gênero ARTEMISIA, família ASTERACEAE) utilizadas no ABSINTO. Seu óleo contém tujona-1 e d-isotujona que são neurotóxicos.Medicina Integrativa: Disciplina que abrange a combinação da MEDICINA ALOPÁTICA e a MEDICINA ALTERNATIVA para conhecer os aspectos biológicos, psicológicos, sociais e espirituais da saúde e da doença.Medicina Nuclear: Especialidade, dentro da radiologia, voltada para o uso diagnóstico, terapêutico e investigativo de formulações farmacêuticas radioativas.Salvia miltiorrhiza: Espécie de plantas conhecidas como sendo da medicina tradicional Oriental.Echinacea: Gênero de ervas perenes usadas topicamente e internamente. Contém equinacosídeo, GLICOSÍDEOS; INULINA; isobutil amidas, resina e SESQUITERPENOS.Automedicação: Autoadministração de medicação que não tenha sido prescrita por um médico, ou de maneira não supervisionada por um médico.Materia Medica: Materiais ou substâncias usados na composição de remédios da medicina tradicional. O uso desse termo no MeSH foi anteriormente restrito aos artigos históricos ou aos voltados para a medicina tradicional, mas também pode se referir a remédios homeopáticos. Os nosódios são tipos específicos de remédios homeopáticos preparados a partir de agentes causais ou produtos de doenças.Panax: Gênero araliáceo de plantas contendo vários agentes farmacologicamente ativos, usados como estimulantes, sedativos e tônicos, especialmente na medicina tradicional. Às vezes é confundido com o ginseng Siberiano (ELEUTHEROCOCCUS).Homeopatia: Sistema terapêutico fundado por Samuel Hahnemann (1755-1843), baseado na Lei da Similitude onde "similar cura similar". As doenças são tratadas com substâncias altamente diluídas que causam, em pacientes sãos, sintomas como aqueles das doenças que se deseja tratar.Ephedra: Gênero de plantas (família Ephedraceae, ordem Ephedrales, classe Gnetopsida, divisão Gnetophyta).Paeonia: Gênero de plantas (família Paeoniaceae, ordem Dilleniales, subclasse Dilleniidae, classe Magnoliopsida) de ervas perenes com até 2 m (6') de altura. As folhas são alternadas, divididas em três lobos, que por sua vez, são divididos em três lobos menores. As flores são grandes, simétricas, bissexuais com 5 sépalas, 5 pétalas (às vezes, 10) e vários estames.Astragalus membranaceus: Espécie de plantas (gênero Astragalus) fonte da preparação Huang qí utilizada na MEDICINA TRADICIONAL CHINESA.Medicina: Arte e ciência de estudar, pesquisar, prevenir, diagnosticar e tratar doenças, bem como de manter a saúde.Cynomorium: Gênero de plantas (família BALANOPHORACEAE) cujos membros contêm estigmastanos, ursanos (TRITERPENOS) e glucopiranosídeos de lignano (LIGNANOS).Hypoxis: Hypoxis é um gênero de planta na família LILIACEAE (algumas vezes classificada como Hypoxidaceae).Curcuma: Gênero de plantas (família ZINGIBERACEAE) contendo CURCUMINA e curcuminoides.Dioscorea: Gênero de plantas mais conhecidas por seus tubérculos subterrâneos comestíveis. O termo cará também pode se referir a uma variedade suculenta de batata doce, IPOMOEA BATATAS.Rizoma: Caule horizontal subterrâneo semelhante a raiz, produzindo brotos aéreos e raizes subterrâneas. Distinguem-se das raizes verdadeiras, que não possuem botões e nós. Semelhantes a raizes verdadeiras por serem subterrâneos e mais espessos por armazenar depósitos de reserva.Apiaceae: Grande família de planta da ordem Apiales, também conhecida como Umbelliferae. A maioria consiste de ervas aromáticas com folhas divididas, alternadas e felpudas que estão embainhadas na base. Com frequência, as flores formam uma umbela conspícua achatada no topo. Em geral, cada flor individual é pequena, bissexual, com cinco sépalas, cinco pétalas e um grande disco na base do estilete. Os frutos apresentam sulcos e são constituídos por duas partes que se abrem quando maduros.Medicina Baseada em Evidências: Abordagem da prática médica que tem o objetivo de melhorar e avaliar o cuidado com o paciente. Necessita de integração crítica das melhores evidências em pesquisa com os valores dos pacientes para tomar decisão sobre cuidado médico. Este método é usado para auxiliar os médicos a fazer diagnósticos apropriados, construir a melhor bateria de testes, escolher o melhor tratamento e metodologia para a prevenção de doença, bem como desenvolver orientações para grupos grandes de pacientes com a mesma doença. (Tradução livre do original: JAMA 296 (9), 2006)Dendrobium: Gênero de plantas (família ORCHIDACEAE) contendo di-hidroaiapina (CUMARÍNICOS) e fenantraquinonas.Estruturas Vegetais: Partes das plantas, incluindo as SEMENTES.Valeriana: Gênero de plantas (família VALERIANACEAE, ordem Dipsacales, subclasse Asteridae, classe Magnoliopsida) conhecidas pelo seu uso como sedativo e pela presença de valepotriato nas raizes. Às vezes, é chamada de Heliótropo de Jardim, porém não tem relação com o verdadeiro Heliótropo (HELIOTROPIUM).Ginsenosídeos: Saponinas triterpênicas do tipo damarano, baseadas principalmente nas agliconas, protopanaxadiol e protopanaxatriol.Terapia por Acupuntura: Tratamento de doenças por inserção de agulhas ao longo de vias específicas ou meridianos. A localização varia com a doença a ser tratada. Aquecimento (calor) ou moxibustão e acupressão podem ser usados em conjunto.Tripterygium: Gênero de plantas (família CELASTRACEAE) fonte de epóxidos triterpenoides e diterpenos como a triptolida.Rheum: Gênero de planta da família POLYGONACEAE. Os membros contêm ácido crisofânico, reína, EMODINA e outras ANTRAQUINONAS. As raízes foram outrora utilizadas como CATÁRTICOS.Etnobotânica: Estudo do conhecimento das plantas e dos costumes agrícolas de um povo. Nos campos da ETNOMEDICINA e ETNOFARMACOLOGIA, a ênfase está na medicina tradicional, na existência e usos medicinais das PLANTAS, EXTRATOS VEGETAIS e seus constituintes, tanto anteriormente como nos tempos modernos.Polyporus: Gênero de fungos basidiomicetos da família POLYPORACEAE encontrado principalmente em árvores vivas ou madeira morta.Ensaios Clínicos Controlados Aleatórios como Assunto: Trabalhos sobre ensaios clínicos que envolvem pelo menos um tratamento teste e um tratamento controle, com matrícula simultânea e acompanhamento de grupos testes e de tratamento controle, e nos quais os tratamentos a serem administrados são selecionados por um processo randômico, como o uso de uma tabela de números randômicos.História da MedicinaMedicina Clínica: Estudo e prática da medicina por exame direto do paciente.Rhus: Gênero de plantas (família Anacardiaceae, ordem Sapindales, subclasse Rosidae) fonte de galotanina (ÁCIDO TÂNICO) e de frutos algo comestíveis. Não deve ser confundido com o TOXICODENDRON que fazia parte deste gênero.Ácido Glicirrízico: Anti-inflamatório amplamente utilizado isolado da raiz de alcaçuz. É metabolizado a ÁCIDO GLICIRRETÍNICO, que inibe a 11-BETA-HIDROXIESTEROIDE DESIDROGENASES e outras enzimas envolvidas no metabolismo dos CORTICOSTEROIDES. Por esta razão, o ácido glicirrízico, que é o principal e o componente adocicado do alcaçuz, foi estudado por sua capacidade em causar hipermineralocorticoidismo com retenção de sódio e perda de potássio, edema, aumento da pressão arterial, bem como depressão do sistema renina-angiotensina-aldosterona.GlucosídeosMedicina Regenerativa: Campo da medicina dedicado ao desenvolvimento e utilização de estratégias destinadas a reparar ou substituir órgãos, tecidos e células lesionados, doentes ou deficientes metabolicamente, através da ENGENHARIA TECIDUAL, TRANSPLANTE DE CÉLULAS, ÓRGÃOS ARTIFICIAIS e ÓRGÃOS BIOARTIFICIAIS e tecidos.Controle de Qualidade: Sistema para verificação e manutenção de um nível desejado de qualidade em um produto ou processo por planejamento cuidadoso, uso de equipamento apropriado, inspeção continuada e ação corretiva quando necessária (Random House Unabridged Dictionary, 2d ed) (NLM). Entende-se por boa qualidade de assistência o serviço que reúne os requisitos estabelecidos e, dados os conhecimentos e recursos de que se dispõe, satisfaz as aspirações de obter o máximo de benefícios com o mínimo de riscos para a saúde e bem-estar dos pacientes. Por conseguinte, uma assistência sanitária de boa qualidade se caracteriza por um alto grau de competência profissional, a eficiência na utilização dos recursos, o risco mínimo para os pacientes, a satisfação dos pacientes e um efeito favorável na saúde. (Racoveanu y Johansen)Medicina de Emergência: Ramo da medicina envolvido com a avaliação e tratamento inicial de problemas médicos de urgência e emergência, como os causados por acidentes, traumas, doenças súbitas, envenenamentos ou desastres. A assistência médica de emergência pode ser fornecida em hospital ou em locais fora de instalações médicas.Terapias Espirituais: Práticas místicas, religiosas ou espirituais feitas para beneficiar a saúde.Berberina: Alcaloide extraído de Hydrastis canadensis L.(Berberidaceae). Também encontrada em muitas outras plantas. É relativamente tóxica por via parenteral, mas tem-se utilizado oralmente para várias infecções parasitárias, fúngicas e como antidiarreica.Guiné: República na África ocidental, ao sul do SENEGAL e MALI, e a leste de GUINÉ-BISSAU. Sua capital é Conakry.Scutellaria baicalensis: Espécie de plantas (gênero SCUTELLARIA, família LAMIACEAE) que contém 'skullcapflavone' utilizado em MEDICAMENTOS DE ERVAS CHINESAS.Formas de Dosagem: Formas completas de preparação farmacêutica, em que estão incluídas as doses prescritas do medicamento. São planejadas para resistir à ação dos líquidos gástricos, impedir vômitos e náuseas, reduzir ou aliviar o paladar e o odor indesejáveis associados com a administração oral, atingir uma concentração elevada da droga no sítio alvo, ou produzir um efeito da droga retardado ou duradouro.Epimedium: Gênero de plantas (família BERBERIDACEAE) utilizadas para MEDICAMENTOS DE ERVAS CHINESAS. Seus membros contêm glicosídeos flavonoides incluindo epimedinas, icariinas e noricariinas.Boswellia: Gênero de plantas (família BURSERACEAE) utilizadas medicinalmente desde tempos remotos. É fonte de "salai guggal" (goma resinosa), ácido boswélico (TRITERPENOS tipo ursanos) e FRANQUINCENSO.Glicosídeos Iridoides: Subclasse de compostos iridoides que incluem uma porção glicosídica geralmente posicionada no carbono C-1.Phyllanthus: Gênero de plantas (família EUPHORBIACEAE) das quais quebra-pedra (MEDICINA AYURVÉDICA) pode ser preparada.Astrágalo (Planta): Gênero de plantas (família FABACEAE subfamília Papilionaceae, ordem Fabales, subclasse Rosidae) com muitas espécies associadas com envenenamento de animais de pasto e outras são utilizadas medicinalmente.Acupuntura: Disciplina ocupacional dos métodos tradicionais Chineses de TERAPIA POR ACUPUNTURA para tratar doenças através da inserção de agulhas ao longo de vias ou meridianos específicos.Moxibustão: Combustão lenta sobre a pele, em um ponto da ACUPUNTURA, de um batoque pequeno (tamanho de um dedal) geralmente composto de folhas secas de artemisia-verdadeira ou moxa.Smilax: Gênero de plantas (família SMILACACEAE) cujos membros contêm esmiglasídeos (glicosídeos fenilpropanoides) e saponinas esteroidais. Às vezes é adulterado comercialmente com HEMIDESMUS, o que poderia afetar resultados experimentais.Iridoides: Tipo de MONOTERPENOS derivado do geraniol. Têm a forma geral de ciclopentanopirano, mas em alguns casos, um dos anéis é rompido como no caso do secoiridoide. São diferentes dos iridais (TRITERPENOS) apesar da similaridade em seus nomes.Contaminação de Medicamentos: Presença de organismos, ou qualquer material estranho que torna a preparação do medicamento impura.Schisandra: Gênero de plantas da família SCHISANDRACEAE. Seus membros possuem schisandrins (russo), que também são denominados gomisins (japonês) ou wuweizins (chinês). Os compostos deste gênero são muito semelhantes aos do KADSURA e o uso medicinal é muito semelhante. É, às vezes, adulterado com KADSURA.Rhodiola: Gênero de plantas da família CRASSULACEAE. Seus membros contêm rodiolosídeos. A "erva-pinheira-de-rosa" não está filogeneticamente relacionada com a conhecida ROSA. Algumas espécies deste gênero são chamadas 'stonecrop' que também é o nome vulgar de SEDUM.Atractylodes: Gênero de plantas (família ASTERACEAE) cujos membros contêm hinesol e atractilon. O Atractylodes rhizome é o Byaku-jutsu. O A. lancea rhizome é o So-jutsu.Deficiência da Energia Yang: Falta de energia vital (chamada yangxu em chinês) no sistema YIN-YANG de filosofia e medicina. Manifesta-se em várias doenças orgânicas e sistêmicas. (Tradução livre do original: The Pinyin Chinese-English Dictionary, 1979)Medicina Osteopática: Disciplina médica baseada na filosofia de que todos os sistemas do corpo são inter-relacionados e dependentes uns dos outros para a saúde [manutenção do estado saudável]. Esta filosofia, desenvolvida em 1874 pelo Dr. Andrew Taylor Still, reconhece o conceito de bem estar e a importância de tratar a doença no contexto do corpo inteiro. Atenção especial é dispendida ao SISTEMA MUSCULOESQUELÉTICO.Medicamentos sem Prescrição: Medicamentos que podem ser vendidos legalmente sem RECEITA MÉDICA.Hypericum: Gênero de plantas perenes, da família CLUSIACEAE (às vezes classificada como Hypericaceae). Preparações herbais e homeopáticas são usadas para depressão, neuralgia e uma variedade de outras afecções. Contém FLAVONOIDES, GLICOSÍDEOS, mucilagem, TANINOS e ÓLEOS ESSENCIAIS.Sesquiterpenos de Germacrano: SESQUITERPENOS ciclizados a um anel de 10 carbonos.Philodendron: Gênero de plantas da família ARACEAE. Como também é planta de interior, são frequentes os casos de intoxicação de crianças e animais.Lavandula: Gênero de plantas da família LAMIACEAE.Zanthoxylum: Gênero de plantas da família RUTACEAE. Alguns membros de Zanthoxylum estão reclassificados de ELEUTHEROCOCCUS, Melicope e EVODIA. Os galhos são utilizados para ESCOVAÇÃO DENTÁRIA. A maioria das plantas denominadas Fagara foi reclassificada como Zanthoxylum, entretanto algumas Fagara foram reclassificadas como MELICOPE (também na família Rutaceae) ou GLEDITSIA (um gênero da família FABACEAE).Farmacovigilância: Detecção dos efeitos colaterais de longo e curto prazo dos medicamentos tradicionais por meio de pesquisa, coleta de dados, monitorização e avaliação da informação de assistência em saúde obtidos por meio de pacientes e profissionais de saúde.Prunella: Gênero de plantas (família LAMIACEAE) cujos membros contêm TRITERPENOS. Erva-Férrea é um outro nome vulgar.Angelica: Gênero de planta da família Apiaceae.Aconitum: Gênero de plantas (família RANUNCULACEAE) cujos membros possuem vários alcaloides diterpenoides incluindo: aconitans, hypaconitina, ACONITINA, jesaconitina, ignavina, nappelina e mesaconitina. O nome vulgar Veneno-de-Lobo é semelhante ao nome vulgar da ARNICA.Datura: Gênero de plantas (família SOLANACEAE) cujos membros contêm TROPANOS. O nome vulgar da flor 'trombeta' (trumpet flower) às vezes também é usado para o GELSEMIUM.Artemisia: Gênero de plantas (família ASTERACEAE) cuja folhagem tem forte odor e são fonte de SANTONINA e outros TERPENOS citotóxicos.Medicina Esportiva: Campo da medicina voltado para a forma física e para o diagnóstico e tratamento das lesões advindas com a prática de exercício e atividades esportivas.Taninos Hidrolisáveis: Derivados poliméricos do ÁCIDO GÁLICO que são ésteres de açúcar.Conhecimento: Corpo [constituído] por verdades ou fatos acumulados com o passar do tempo, soma de informações acumuladas, seu volume e natureza, em qualquer civilização, período ou país.Internacionalidade: Qualidade ou estado de relacionar ou afetar duas ou mais nações. (Tradução livre do original: Merriam-Webster Collegiate Dictionary, 10th ed)Amomum: Gênero de plantas (família ZINGIBERACEAE) cujos membros contêm aculeatina D, beta-sitosterol e ESTIGMASTEROL. Alguns membros foram reclassificados para ELETTARIA e outros para ZINGIBERACEAE.Aleurites: Gênero de plantas (família EUPHORBIACEAE) que são a fonte de óleo 'tung' e de um diester de forbol (ÉSTERES DE FORBOL).Qualidade de Produtos para o ConsumidorInternato e Residência: Programas de treinamento em medicina e especialidades médicas oferecidos por hospitais para graduados em medicina para ir de encontro às exigências estabelecidas por autoridades competentes.Alcaloides de Pirrolizidina: Grupo de ALCALOIDES caracterizados por uma necina contendo nitrogênio e encontrados principalmente em plantas das seguintes famílias BORAGINACEAE, COMPOSITAE e LEGUMINOSAE. Podem ser ativados no fígado por hidrólise do éster e desnaturação da base necina para reativar as CITOTOXINAS pirrólicas eletrofílicas.Questionários: Conjunto de perguntas previamente preparadas utilizado para a compilação de dados.Medicina Física e Reabilitação: Especialidade médica voltada para o uso de agentes físicos, de aparelhos mecânicos, e de manipulação para reabilitação de pacientes com doenças ou lesões físicas.Medicina do Trabalho: Especialidade da medicina que trata da promoção e manutenção da saúde física e mental de trabalhadores em seu local de trabalho.Flavonas: Grupo de 4-ceto-FLAVONOIDES.Ocimum: Espécie de planta da família LAMIACEAE. É usada como condimento com propriedades carminativas.Reabsorção do Feto: Desintegração e assimilação do FETO morto (no ÚTERO) em qualquer estágio depois de completar a organogênese (após a 9a. semana de gestação, em humanos). Reabsorção do feto não inclui a reabsorção do embrião (v. PERDA DO EMBRIÃO).Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde: Conhecimento, atitudes e comportamentos associados, que fazem parte dos tópicos relacionados com a saúde, como doenças e PROCESSOS PATOLÓGICOS, sua prevenção e tratamento. Este termo refere-se a trabalhadores da área da saúde (PESSOAL DE SAÚDE) ou não.Scutellaria: Gênero de plantas (família LAMIACEAE) utilizadas na medicina popular como nervina.Di-Inos: Compostos com duas triplas ligações. Alguns deles são CITOTOXINAS.Pesquisa Biomédica: Pesquisa que envolve a aplicação das ciências naturais, especialmente a biologia, fisiologia à medicina.Ensaios Clínicos Controlados como Assunto: Trabalhos sobre ensaios clínicos que envolvem um ou mais tratamentos teste, com pelo menos um tratamento controlado, resultado especificado para avaliar a intervenção estudada e um método isento de subjetividade para a escolha dos pacientes para o tratamento teste. O tratamento pode ser com drogas, dispositivos ou procedimentos estudados em relação ao seu diagnóstico, terapêutica ou eficácia de sua profilaxia. As medidas controle incluem placebos, remédios, não tratamento, formas e administração de dosagens e comparações históricas, etc. Quando se usa técnicas matemáticas randomizadas, como o uso de uma tabela de números randômicos é empregado para escolher pacientes para os tratamentos teste ou controle, os ensaios são caracterizados como ENSAIOS CLÍNICOS CONTROLADOS ALEATÓRIOS COMO ASSUNTO.Gengibre: Planta decídua rica em ÓLEOS VOLÁTEIS. É utilizada como condimento e possui vários outros usos tanto internos quanto tópicos.Resultado do Tratamento: Estudos conduzidos com o fito de avaliar as consequências da gestão e dos procedimentos utilizados no combate à doença de forma a determinar a eficácia, efetividade, segurança, exequibilidade dessas intervenções.Aloe: Gênero de plantas da família Aloeaceae, ordem Liliales (ou Asphodelaceae, Asparagales no sistema APG), usadas medicinalmente. Contém glicosídeos de antraquinona, como aloína-emodina ou aloe-emodina (EMODINA).Medicina Veterinária: Ciência médica voltada para a prevenção, diagnóstico, e o tratamento de doenças em animais.Benzilisoquinolinas: ISOQUINOLINAS com um substituinte de benzil.National Library of Medicine (U.S.): Agência do NATIONAL INSTITUTES OF HEALTH (U.S.) envolvida com o planejamento global, promoção e administração de programas pertinentes ao avanço das ciências médicas e relacionadas. A maioria de suas atividades inclui a coleção, disseminação e troca de informação importante para o progresso da medicina e da saúde, pesquisa em informática médica e apoio para o desenvolvimento de biblioteca médica.Editoração: Negócio ou profissão da produção comercial e distribuição de literatura. Inclui o publicador, processo de publicação, edição e editores. A produção pode ser através de métodos de impressão convencionais ou publicação eletrônica.Carthamus tinctorius: Gênero de plantas (família ASTERACEAE) cujo óleo que se origina da semente (ÓLEO DE AÇAFRÃO) é um importante óleo alimentício do comércio.Anti-Inflamatórios: Agentes que reduzem ou eliminam a INFLAMAÇÃO.Cordyceps: Gênero de fungos (família Clavicipitaceae, ordem Hypocreales) ascomicetos (ASCOMYCOTA) os quais crescem infectando larvas de insetos ou insetos maduros com esporos que geralmente germinam antes da formação do casulo.Casca de Planta: Camada externa das partes lenhosas das plantas.Relação Dose-Resposta a Droga: Relação entre a quantidade (dose) de uma droga administrada e a resposta do organismo à droga.Cumarínicos: Substâncias sintéticas ou de ocorrência natural que estão relacionadas à cumarina, a delta-lactona do ácido cumarínico.Lamiaceae: Família da planta menta. São caracteristicamente aromáticas, e muitas delas são cultivadas por seus óleos. Muitas possuem caules quadrados, folhas opostas e corolas tubulares bilabiadas e de boca aberta (pétalas unidas), com cálices com 5 lobos em forma de sino (sépalas unidas).Nigéria: República na África ocidental, ao sul do NÍGER entre BENIN e CAMARÕES. Sua capital é Abuja.Cromatografia Líquida de Alta Pressão: Técnica de cromatografia líquida que se caracteriza por alta pressão de passagem, alta sensibilidade e alta velocidade.Relações entre Irmãos: Interações e relacionamentos entre irmãos. O conceito também se aplica ao estudo dos animais.Depsídeos: Esteres do ácido benzoico fenólico.Flavanonas: Grupo de FLAVONOIDES caracterizados por uma cetona na posição 4.Medicamentos Essenciais: Drogas consideradas essenciais para atingir as necessidades de saúde de uma população bem como para controlar custos dessas drogas.Medicina Ambiental: Especialidade médica voltada para os fatores ambientais que podem desencadear (impinge) doenças humanas, e para o desenvolvimento de métodos para detectar, prevenir e controlar doenças relacionadas com o ambiente.PicratosReishi: Tipo de cogumelo, Ganoderma lucidum é um um fungo basidiomiceto da ordem POLYPORALES. Há muito tem sido usado na medicina tradicional chinesa sob várias formas.Escolas Médicas: Instituições educacionais para indivíduos em especialização no campo da medicina.Medicina Comunitária: Ramo da medicina voltado para a saúde total do indivíduo tanto no ambiente doméstico como na comunidade; com aplicação extensiva de cuidados de prevenção e tratamento na comunidade inteira.Raízes de Plantas: Porções geralmente subterrâneas de uma planta, que servem como suporte e estocagem de alimento, e pelas quais a água e nutrientes minerais penetram na planta.Projetos de Pesquisa: Plano para se coletar e utilizar dados de forma que a informação desejada seja obtida com precisão suficiente, ou de forma que uma hipótese seja testada adequadamente.Monoterpenos: Composto constituído por 10 carbonos geralmente formado pela via do mevalonato a partir da combinação do 3,3-dimetilalil pirofosfato e isopentenil pirofosfato. Sofrem ciclização e oxidação em diversas vias. Devido ao baixo peso molecular muitos deles existem na forma de óleos essenciais (ÓLEOS VOLÁTEIS).FenantrenosAgonistas Adrenérgicos: Drogas que se ligam a receptores adrenérgicos, ativando-os.Alcaloides: Bases orgânicas nitrogenadas. Muitos alcaloides de importância médica ocorrem nos reinos animal e vegetal e alguns são sintéticos.Citrus: Gênero de plantas da família RUTACEAE. A família abrange as frutas cítricas conhecidas, incluindo laranjas, pomelos, limões e limas. Há muitos híbridos, o que torna sua nomenclatura confusa.Diterpenos Abietanos: Grupo de DITERPENOS ciclizados dentro de FENANTRENOS tricíclicos.Óleos Voláteis: Óleos que evaporam com rapidez. Os óleos voláteis ocorrem em plantas aromáticas, às quais eles conferem odor e outras características. A maioria dos óleos voláteis consiste em uma mistura de dois ou mais TERPENOS ou em uma mistura de eleopteno (o componente mais volátil de um óleo volátil) com um estearópteno (o componente mais sólido). O sinônimo óleos essencias se refere à essência da planta, ou seja, seu perfume ou odor, e não à sua indispensabilidade.Compostos com Pontes: Hidrocarbonetos cíclicos que contêm múltiplos anéis e compartilham um ou mais átomos.Medicina Tropical: Ramo da medicina voltado (concerned) para as doenças, principalmente de origem parasitária, comuns nas regiões tropicais e subtropicais.Educação Médica: Uso de artigos em geral que dizem respeito a educação médica.Coleta de Dados: Reunião sistemática de dados, com um objetivo específico, de várias fontes, incluindo questionários, entrevistas, observação, registros existentes e equipamentos eletrônicos.Atitude do Pessoal de Saúde: Atitudes do pessoal de saúde em relação a seus pacientes, a outros profissionais, em relação ao sistema de atendimento médico, etc.Antineoplásicos Fitogênicos: Substâncias obtidas de plantas superiores, e que apresentam atividades citostática ou antineoplásica demonstráveis.Diterpenos: Compostos de vinte carbonos derivados de ÁCIDO MEVALÔNICO ou desoxixilulose fosfato.Currículo: Conjunto de estudos e práticas destinadas a que o aluno desenvolva plenamente suas possibilidades (Diccionario de la Real Academia de la Lengua Española). As matérias constantes de um curso (Dicionário Aurélio)Uganda: República na África oriental, ao sul do SUDÃO e a oeste do QUÊNIA. Sua capital é Kampala.Efeitos Colaterais e Reações Adversas Relacionados a Medicamentos: Distúrbios que resultam do uso intencional das PREPARAÇÕES FARMACÊUTICAS. Neste descritor estão incluídas uma ampla variedade de condições adversas induzidas quimicamente devido à toxicidade, INTERAÇÕES DE MEDICAMENTOS e efeitos metabólicos de compostos químicos.Pesquisas sobre Serviços de Saúde: Medidas estatísticas da utilização e outros aspectos da provisão de serviços de cuidado à saúde, incluindo hospitalização e cuidado ambulatorial.