Irritantes: Drogas que agem localmente nas superfícies cutâneas ou mucosas para produzir inflamação. As que causam rubor devido à hiperemia são rubefacientes, as que produzem bolhas são vesicantes, e as que penetram nas glândulas sebáceas e causam abscessos são pustulantes. O gás lacrimogênio e o gás mostarda também são irritantes.Dermatite Irritante: Dermatite de contato não alérgica causada pela exposição prolongada a agentes irritantes e não explicada por mecanismos de hipersensibilidade tardia.Dermatite Ocupacional: Dermatite de contato recidivante causada por substâncias encontradas no local de trabalho.Dermatite Alérgica de Contato: Dermatite de contato devido à sensibilização alérgica a várias substâncias. Estas substâncias produzem subsequentemente reações inflamatórias na pele de indivíduos que possuem hipersensibilidade adquirida às mesmas, como resultado de uma exposição prévia.Testes do Emplastro: Testes dermatológicos nos quais um sensibilizador é aplicado a um pedaço de tecido de algodão ou gaze, mantido no local por aproximadamente 48-72 horas. É utilizado para provocar uma reação de hipersensibilidade de contato.AcroleínaMostardeira: Qualquer das várias espécies de BRASSICA, geralmente denominadas 'Mostarda'. 'Brassica alba' é a mostarda branca, 'B. juncea', é a mostarda marrom ou chinesa e a 'B. nigra' é a mostarda preta, marrom ou vermelha. Esta planta é cultivada tanto pela semente da mostarda (da qual se extrai o óleo) ou por ser utilizada como ESPECIARIAS e pelas folhas que são usadas como VERDURAS o RAÇÃO ANIMAL. Não há relação com os COMPOSTOS DE MOSTARDA.Dermatite de Contato: Tipo de reação cutânea crônica ou aguda, na qual a sensibilidade é manifestada pela reatividade a materiais ou substâncias mantidos em contato com a pele. Pode envolver mecanismos alérgicos ou não alérgicos.Testes de Irritação da Pele: Testes ou bioensaios que medem o potencial de sensibilização da pele de várias substâncias químicas.Capsaicina: Alquilamida encontrado em CAPSICUM que atua nos CANAIS DE CÁTION TRPV.Ensaio Local de Linfonodo: O ensaio local de linfonodo (LLNA, em inglês) é um método alternativo para a identificação de substâncias químicas que têm a propriedade de causar sensibilização dérmica e dermatite alérgica de contato. Pontos finais têm sido estabelecidos e por isso poucos animais são necessários e menos procedimentos dolorosos são usados.Canais de Receptores Transientes de Potencial: Amplo grupo de canais de cátion com seis unidades transmembrânicas em eucariotos, sendo classificados por homologia sequencial, porque seu envolvimento funcional com a SENSAÇÃO é variável. Têm baixa sensibilidade a voltagem e seletividade a íons. Foram assim denominados en referência a um mutante de DROSÓFILA cujos receptores apresentaram potenciais transientes em resposta à luz. Um motivo de 25 aminoácidos que contêm uma TRP box (EWKFAR) na extremidade C-terminal do S6 é encontrado em subgrupos TRPC, TRPV e TRPM. Repetições de ANQUIRINA são encontradas nos subgrupos TRPC, TRPV e TRPM. Alguns canais estão funcionalmente associados com a TIROSINA QUINASE ou com as FOSFOLIPASES TIPO C.Óleo de Cróton: Óleo viscoso e nauseante obtido do arbusto Croton tiglium (Euphorbaceae). É vesicante e irritante de pele utilizado como padrão farmacológico para inflamações de pele e alergia e causa câncer de pele. Foi inicialmente utilizado como emético e catártico, com mortalidade frequente.Nervo Trigêmeo: O quinto e maior nervo craniano. O nervo trigêmeo é um nervo misto, composto de uma parte motora e sensitiva. A parte sensitiva, maior, forma os nervos oftálmico, mandibular e maxilar que transportam fibras aferentes sensitivas de estímulos internos e externos provenientes da pele, músculos e junturas da face e boca, e dentes. A maioria destas fibras se originam de células do GÂNGLIO TRIGÊMEO e projetam para o NÚCLEO ESPINAL DO TRIGÊMEO no tronco encefálico. A menor parte motora nasce do núcleo motor do trigêmeo no tronco encefálico e inerva os músculos da mastigação.o-Clorobenzilidenomalonitrila: Controlador de distúrbios que causa irritação temporária dos olhos e da superfície mucosa do trato respiratório. É um irritante mais potente que a ÔMEGA-CLOROACETOFENONA, porém menos incapacitante.Dermatoses da Mão: Lesões cutâneas das mãos, que podem ter diversas etiologias, tais como infecciosas, irritativas, alérgicas, etc.DibenzoxazepinasExposição Ocupacional: Exposição a agentes químicos, físicos ou biológicos potencialmente prejudiciais, que ocorre como resultado da ocupação profissional.Poluentes Ocupacionais do Ar: Poluentes do ar encontrados na área de trabalho. São geralmente produzidos pela natureza específica da ocupação.Emolientes: Substâncias oleaginosas usadas topicamente para aliviar, amaciar ou proteger a pele ou as mucosas. Também usados como veículos para outros agentes dermatológicos.Creme para a Pele: Preparação medicinal solúvel em água aplicada à pele.Oxazolona: Agente imunológico adjuvante e sensibilizante.Doenças Profissionais: Doenças causadas por fatores que têm relação com o trabalho de uma pessoa.Preparações para Cabelo: Preparados para penteado, lavagem e produtos que modificam as condições anteriores para aplicação tópica no cabelo, em geral humano. Incluem sprays, clareadores, colorantes, condicionadores, enxaguantes, xampus, loções nutrientes, etc.Pele: Camada externa do corpo, que o protege do meio ambiente. Composta por DERME e EPIDERME.Dodecilsulfato de Sódio: Surfactante aniônico, geralmente um mistura de alquilsulfatos de sódio, principalmente o laurílico; apresenta baixa tensão superficial em soluções aquosas; usado como emulsificante de gorduras, umectante, detergente em cosmética, farmácia e cremes dentais; também como ferramenta experimental em bioquímica proteica.Receptores Pulmonares de Alongamento: Os receptores de alongamento são encontrados nos brônquios e bronquíolos. Os receptores pulmonares de alongamento são sensores de um reflexo que inibe a inspiração. Em humanos, este reflexo é protetor e provavelmente não está ativado durante a respiração normal.Perda Insensível de Água: Perda de água por difusão através da pele e por evaporação do trato respiratório.Orelha Externa: Parte externa do sistema auditivo do corpo. Inclui o PAVILHÃO AURICULAR (semelhante a uma concha), que coleta o som, MEATO ACÚSTICO EXTERNO, MEMBRANA TIMPÂNICA, e as CARTILAGENS DA ORELHA EXTERNA.Benzodioxóis: Compostos baseados no benzeno fundido com oxóis. Podem ser formados de CATECÓIS metilados como EUGENOL.Alérgenos: Substâncias do tipo antígeno que produzem HIPERSENSIBILIDADE IMEDIATA.Asma Ocupacional: Ataques de asma causados, desencadeados ou exarcebados por EXPOSIÇÃO OCUPACIONAL.Serviço de Limpeza: O cuidado e o gerenciamento da propriedade.Antralina: Derivada do antraceno que desorganiza a função e estrutura da MITOCÔNDRIA, usada para o tratamento de DERMATOSES, especialmente PSORÍASES. Pode causar FOLICULITE.Guaiacol: Acredita-se possuir propriedades desinfetantes, sendo utilizado como expectorante.Óleos Vegetais: Óleos derivados de plantas ou produtos vegetais.Ozônio: Forma instável triatômica do oxigênio, O3. É um forte oxidante produzido para vários usos químicos e industriais. Sua produção também é catalisada na ATMOSFERA pela radiação de RAIOS ULTRAVIOLETAS do oxigênio ou outros precursores de ozônio como COMPOSTOS ORGÂNICOS VOLÁTEIS e ÓXIDOS DE NITROGÊNIO. Cerca de 90 por cento do ozônio na atmosfera existe na estratosfera (OZÔNIO ESTRATOSFÉRICO).Mentol: Álcool obtido de vários óleos de menta ou preparado sinteticamente.Asma: Forma de transtorno brônquico com três componentes distintos: hiper-responsividade das vias aéreas (HIPERSENSIBILIDADE RESPIRATÓRIA), INFLAMAÇÃO das vias aéreas e intermitente OBSTRUÇÃO DAS VIAS RESPIRATÓRIAS. É caracterizado por contração espasmódica do músculo liso das vias aéreas, RUÍDOS RESPIRATÓRIOS, e dispneia (DISPNEIA PAROXÍSTICA).Nociceptores: Neurônios aferentes periféricos que são sensíveis a lesões ou dor, geralmente causados pela exposição térmica extrema, forças mecânicas ou outros estímulos nocivos. Seus corpos celulares residem nos GÂNGLIOS DA RAIZ DORSAL. Suas terminações periféricas (TERMINAÇÕES NERVOSAS) inervam alvos nos tecidos e transduzem estímulos nocivos via axônios para o SISTEMA NERVOSO CENTRAL.Produtos Domésticos: Substâncias ou materiais usados no curso da manutenção da casa ou rotina pessoal.Células Quimiorreceptoras: Células especializadas na detecção de substâncias químicas e na retransmissão destas informações centralmente no sistema nervoso. Células quimiorreceptores podem monitorar estímulos externos, como na GUSTAÇÃO e OLFAÇÃO, ou estímulos internos, tais como as concentrações de OXIGÊNIO e DIÓXIDO DE CARBONO no sangue.Ácido Acético: Produto da oxidação do etanol e da destilação destrutiva da madeira. Usado localmente como contrairritante e às vezes internamente, e também como reagente. (Stedman, 25a ed)Poluição do Ar em Ambientes Fechados: Contaminação de ar em recinto fechado.Edema: Acúmulo anormal de líquido em TECIDOS ou cavidades do corpo. Na maioria dos casos, estão presentes sob a PELE, na TELA SUBCUTÂNEA.Poluentes do Ar: Qualquer substância no ar que poderia (se presente, em concentração suficiente elevada) prejudicar humanos, animais, vegetação ou material. Entre as substâncias estão GASES, MATERIAL PARTICULADO e COMPOSTOS ORGÂNICOS voláteis.Doenças RespiratóriasFenilenodiaminasDesonida: Anti-inflamatório corticosteroide não fluorado utilizado topicamente para dermatoses.Complacência Pulmonar: Capacidade dos PULMÕES em distender-se sob pressão, que é medida pelo volume pulmonar alterado por unidade de pressão alterada. Embora não seja claramente uma descrição completa das propriedades de volume e pressão do pulmão, assim mesmo é usado na prática como uma medida da rigidez comparativa do pulmão.Compostos Clorados: Compostos inorgânicos que contêm cloro como parte integral da molécula.Fármacos Dermatológicos: Fármacos usados para o tratamento ou prevenção de afecções cutâneas ou para o cuidado habitual com a pele.Eritema: Vermelhidão da pele produzida pela congestão dos capilares. Esta afecção pode resultar de uma variedade de causas.Concentração Máxima Permitida: Para um determinado agente químico de doença profissional, a concentração atmosférica que, ultrapassada, causaria doenças nos indivíduos trabalhando normalmente oito horas diárias (Repidisca). A presença de um agente poluidor ou potencialmente perturbador no ar, no alimento e na água a um grau que, na absorção por um organismo, permaneça abaixo da dose máxima permitida (Material V - Gunn, S.W.A. Multilingual Dictionary of Disaster Medicine and International Relief, 1990)PapelNúcleos do Trigêmeo: Núcleos do nervo trigêmeo localizado no tronco encefálico. Incluem o núcleo do trato espinhal do trigêmeo (NÚCLEO ESPINHAL DO TRIGÊMEO), o núcleo sensitivo principal, o núcleo do trato mesencéfalo e o núcleo motor.Doenças Nasais: Os transtornos do nariz, gerais ou inespecíficos.Língua: Órgão muscular na boca coberto com um tecido cor de rosa chamado mucosa, por pequenas projeções chamadas papilas e milhares de papilas gusttativas. A língua é ancorada à boca e é vital para a mastigação, deglutição e para a fala.Ácido Clorídrico: Ácido altamente corrosivo, geralmente utilizado como reagente em laboratório. É formado pela dissolução do cloreto de hidrogênio em água. O ÁCIDO GÁSTRICO é o ácido clorídrico que faz parte do SUCO GÁSTRICO.Substâncias Perigosas: Elementos, compostos, misturas ou soluções que são consideradas gravemente danosas à saúde humana e ao ambiente. Incluem substâncias tóxicas, corrosivas, inflamáveis ou explosivas.Tosse: Expulsão súbita e audível de ar dos pulmões através de uma glote parcialmente fechada precedida por inalação. É uma resposta protetora que serve para limpar a traqueia, brônquios e/ou pulmões de irritantes e secreções ou para prevenir a aspiração de materiais estranhos para dentro dos pulmões.Mucosa Gástrica: Revestimento do ESTÔMAGO formado por um EPITÉLIO interno, uma LÂMINA PRÓPRIA média e a MUSCULARIS MUCOSAE externa. As células superficiais produzem o MUCO que protege o estômago do ataque de ácidos e enzimas digestivos. Quando o epitélio se invagina para a LÂMINA PRÓPRIA em várias regiões do estômago (CÁRDIA, FUNDO GÁSTRICO e PILORO), há formação de diferentes glândulas tubulares gástricas. Estas glândulas são constituídas por células que secretam muco, enzimas, ÁCIDO CLORÍDRICO, ou hormônios.Sistema Respiratório: Órgãos e estruturas tubulares e cavernosas, por meio das quais a ventilação pulmonar e as trocas gasosas entre o ar externo e o sangue são realizadas.Oxidantes Fotoquímicos: Compostos que aceitam elétrons numa reação de oxidorredução. A reação é induzida ou acelerada pela exposição à radiação eletromagnética no espectro da luz visível ou ultravioleta.Administração Tópica: Aplicação de preparações de droga às superfícies do corpo, especialmente na pele (ADMINISTRAÇÃO CUTÂNEA) ou nas mucosas. Este método de tratamento é usado para evitar efeitos colaterais sistêmicos quando doses altas são necessárias a uma área localizada ou como uma via alternativa de administração sistêmica, por exemplo, para evitar o processo hepático.Prurido Anal: Coceira crônica e intensa na região anal.Alternativas aos Testes com Animais: Procedimentos (TÉCNICAS DE CULTURA DE TECIDOS, modelos matemáticos, etc.) usados (ou recomendados para o serem) em vez de se usar animais nos laboratórios de pesquisa ou de diagnóstico.