Loading...
Inteligência Artificial: Teoria e desenvolvimento de SISTEMAS DE COMPUTAÇÃO que realizam tarefas que normalmente exigiriam a inteligência humana. Tais tarefas podem incluir reconhecimento de fala, APRENDIZAGEM, PERCEPÇÃO VISUAL, COMPUTAÇÃO MATEMÁTICA, raciocínio, RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS, TOMADA DE DECISÕES e tradução de idioma.Inteligência: Habilidade para aprender e manejar novas situações e desempenhar eficientemente tarefas que envolvam abstração.Sistemas Especialistas: Programas de computador baseados em conhecimento desenvolvido de consultas com peritos em um problema, e o processamento e/ou formalização deste conhecimento usando estes programas de tal maneira que os problemas possam ser resolvidos.Lógica Fuzzy: Raciocínio quantitativo aproximado, voltado para a ambiguidade linguística existente na linguagem natural ou sintética. Em seu núcleo estão variáveis como bom, ruim e jovem, assim como modificadores como mais, menos e muito. Esses termos comuns são vagos em um problema particular. A lógica fuzzi desempenha um papel chave em muitos sistemas de especialidades médicas.Redes Neurais (Computação): Arquiteturas de computador, implementáveis em "hardware" ou "software", e modeladas segundo as cadeias neurais biológicas. Como no sistema biológico, em que a capacidade de processamento é o resultado das forças de interconexão entre matrizes dos nodos de processamento não linear, as cadeias neurais computadorizadas, frequentemente chamadas "perceptrons" ou modelos conexionistas de multicamada, são constituídas de unidades semelhantes a neurônios. Um grupo homogêneo de unidades forma uma camada. Estas cadeias são boas para reconhecimento de padrões. São adaptáveis na realização de tarefas por imitação de exemplos e, assim, são melhores para tomada de decisões do que as máquinas que aprendem de forma linear ou de análise de grupos. Não exigem programação explícita.Cloropreno: Tóxico, possivelmente carcinogênico, monômero de neopreno, uma borracha sintética. Causa danos a pele, pulmões, SNC, rins, fígado, células sanguíneas e fetos. Sinônimo: 2-clorobutadieno.Tomada de Decisões Assistida por Computador: Uso de um sistema de computador interativo projetado para ajudar o médico ou outro profissional da saúde na escolha entre certas relações ou variáveis com a finalidade de tomar uma decisão de diagnóstico ou terapêutica.Testes de Inteligência: Testes padronizados que medem a habilidade ou aptidão para realizar tarefas intelectuais em um determinado momento.Diagnóstico por Computador: Aplicação de programas computadorizados destinados a dar assistência a médicos na solução de problemas diagnósticos.Inteligência Emocional: Habilidade de entender e gerenciar emoções e de usar o conhecimento emocional para melhorar o pensamento e lidar efetivamente com desafios. Os componentes da inteligência emocional incluem empatia, automotivação, autoconhecimento, autorregulação e habilidade social. A inteligência emocional é uma medida da habilidade de alguém em se socializar ou se relacionar com os outros.Algoritmos: Procedimento constituído por uma sequência de fórmulas algébricas e/ou passos lógicos para se calcular ou determinar uma dada tarefa.Simulação por Computador: Representação feita por computador de sistemas físicos e fenômenos como os processos químicos.Escalas de Wechsler: Testes projetados para medir o funcionamento intelectual em crianças e adultos.Software: Programas e dados operacionais sequenciais que instruem o funcionamento de um computador digital.Cognição: Processo intelectual ou mental por meio do qual um organismo obtém conhecimento.Teste de Stanford-Binet: Teste de inteligência projetado primariamente para crianças escolares para predizer o desempenho escolar e a capacidade de ajustamento às demandas cotidianas.Testes Neuropsicológicos: Testes projetados para a avaliação da função neurológica associada a certos comportamentos. São utilizados no diagnóstico de disfunção ou dano cerebral e dos transtornos ou lesões do sistema nervoso central.Transtornos Cognitivos: Distúrbios do processo mental relacionados com o aprendizado, pensamento, o raciocínio e o julgamento.Desenvolvimento Infantil: Maturação sequencial contínua (fisiológica e psicológica) desde o nascimento de um indivíduo, mas não inclui a ADOLESCÊNCIA.Deficiência Intelectual: Funcionamento intelectual subnormal que se origina durante o período de desenvolvimento. Possui múltiplas etiologias potenciais, incluindo defeitos genéticos e lesões perinatais. As pontuações do quociente de inteligência (QI) são comumente utilizadas para determinar se um indivíduo possui deficiência intelectual. As pontuações de QI entre 70 e 79 estão na margem da faixa de retardo mental. As pontuações abaixo de 67 estão na faixa de retardo. (Tradução livre do original: Joynt, Clinical Neurology, 1992, Ch55, p28)Resolução de Problemas: Situação de aprendizagem que envolve a seleção de uma alternativa, entre várias, para se atingir um objetivo específico.Função Executiva: Conjunto de funções cognitivas que controla os complexos pensamentos e comportamentos direcionados a objetivos. A função executiva envolve vários domínios, como FORMAÇÃO DE CONCEITO, gerenciamento de objetivos, flexibilidade cognitiva, controle da INIBIÇÃO e MEMÓRIA OPERACIONAL. O comprometimento da função executiva é observado em uma série de distúrbios, como ESQUIZOFRENIA e TRANSTORNO DO DEFICIT DE ATENÇÃO COM HIPERATIVIDADE.